0 Antártida - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Antártida - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Antártida

Ilhas Virgens Britânicas, Tortola - Road Town

Pôr-do-sol na Smuggler's Cove, em Tortola - BVI

Pôr-do-sol na Smuggler's Cove, em Tortola - BVI


Depois do mergulho na história do Rhone, aproveitamos que ainda estávamos com o carro alugado e fomos dar mais uma volta na ilha, conhecer a Smuggler's Cove, uma praia pequena e isolada no extremo oeste de Tortola. Fomos atrás do nosso tradicional pôr-do-sol vespertino. A praia, linda, para variar, estava completamente vazia. De novo, parece que só nós descobrimos o paraíso. Não, para falar a verdade, não foi só nós não. Os mosquitos também. Aparentemente, eles também adoram paraísos, principalmente durante o pôr-do-sol. Acho que o paraíso deles é o nosso suculento sangue tropical.

Pôr-do-sol na Smuggler's Cove, em Tortola - BVI

Pôr-do-sol na Smuggler's Cove, em Tortola - BVI


De lá, já de noite, voltamos ao restaurante do Jim, que preparou o nosso jantar VIP (steak ao molho de pêssego). Depois do jantar e do vinho chileno, ainda nos convidou para uma seção de slides sobre a temporada de 2 anos que passou na Antártida, em plena década de 70. A Ana relatou esse jantar num post bem legal, no seu blog. Por isso, nem preciso escrever extensivamente sobre o assunto. Mas, reforço aqui: temos encontrado muitos aventureiros que sempre adoram o nosso projeto. E isso nos dá mais forças ainda.

Jim, o inglês que cresceu no Quenia, trabalhou na Antátrtida e vive em BVI

Jim, o inglês que cresceu no Quenia, trabalhou na Antátrtida e vive em BVI


Só quero chamar a atenção para dois pontos: primeiro, entre tantas coisas legais que o Jim já fez na vida, uma me chamou bastante a atenção. Ele é conhecido do Buzz Aldrin, segundo homem a pisar na lua. Como eu adoraria conversar com esse cara!!! Esse sim é aventureiro, perto dele somos as moscas do cocô do cavalo do bandido. O Jim também acha isso porque, quando perguntei, jocosamente, se ele mostrou seus slides para o Buzz, ele fez uma cara de espanto e respondeu: "Quem você acha que deveria mostrar slides para quem?"

O segundo ponto é o seguinte: o nosso projeto é passar por todos os países das Américas, incluindo o Caribe. Até nos pontos mais distantes do continente, como o Alaska e a Terra do Fogo. Até na ilhas mais distantes, como Hawaii, Páscoa, Groelândia. São lugares que nem tenho tanta certeza que são, formalmente, América. Pessoas já me argumentaram que a Groelândia é na Europa e que o Hawaii é mais Ásia que América. Para mim, são América, e fazem parte do nosso projeto.

Há apenas uma exceção nessa história. Um único lugar que nem eu digo ser da América. É a Antártida! Sonho de criança, vamos estar tão perto que resolvi abrir esta exceção e planejamos ir para lá.

Apresentação de slides da Antátida, pelo Jim

Apresentação de slides da Antátida, pelo Jim


Agora, depois do encontro com o Jim, que viveu 2 anos lá, ininterruptamente, temos ainda mais vontade de visitar esse continente.

Viajar é isso, gente. São acontecimentos como esse, nossa noite e palestra com o Jim, é que nos enriquecem e fazem valer à pena termos mudado a nossa vida. Bom, as lindas paisagens ajudam "um pouco", he he he. E, de noite, meus sonhos não foram sobre as praias e mares aqui do caribe; foram sobre as vastas extensões brancas e geladas da Antártida. Será que conseguiremos chegar lá?

Ilhas Virgens Britânicas, Tortola - Road Town, Praia

Veja todas as fotos do dia!

Não se acanhe, comente!

Post anterior Barco a caminho do naufrágio do Rhone

Rhone

Post seguinte Nosso carro alugado em Tortola - Ilhas Virgens Britânicas

Direção Correta, Mão Errada

Blog da Ana Visão de Road Bay, em Tortola - BVI

We´ll be diving

Comentários (3)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 09/05/2010 | 01:18 por João Henrique

    Ele deve ter morado na Villa de las Estrellas, na mesma ilha onde fica a estação brasileira tem uma base militar e uma estação de pesquisas chilena.

    Estive lá duas vezes e é animal. Se for com algum cruzeiro, veja quais os pontos onde passará, cada região tem a predominancia de alguma coisa diferente.

    Obs. ao que me consta só funciona ir no verão.

    Curta bastante a viagem.

    Grande abraço do distante, mas não menos amigo.

  • 08/05/2010 | 14:52 por Nilza

    Seua dois últimos posts trazem uma narrativa muito interessante, escrita com a sensiblidade daqueles que conseguem expressar através das palavras as alegrias e inquietudes da alma. Muito bom poder aprender sobre estes lugares e fatos exóticos sob o olhar e talento de Rodrigo Junqueira. Siga em frente, afinando cada vez mais os cordões do violão que tocam a sua afortunada existância.

  • 07/05/2010 | 11:06 por paulinha ribas

    eu apoio!

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet