0 Abraão – Dois Rios – Parnaioca (ida e volta) - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Abraão – Dois Rios – Parnaioca (ida e volta) - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Abraão – Dois Rios – Parnaioca (ida e volta)

Brasil, Rio De Janeiro, Ilha Grande

Iício da Trilha da Parnaioca, na Ilha Grande - RJ

Iício da Trilha da Parnaioca, na Ilha Grande - RJ


Desde que chegamos à Ilha Grande já sabíamos que o tempo iria fechar geral no fim de semana. São Pedro é sempre muito certeiro neste sentido. Procurei então relembrar a sabedoria de um amigo do meu irmão: “Não existe ‘tempo bom’ ou ‘tempo ruim’. Existe ‘tempo de sol’ e ‘tempo de chuva’. Se vai ser bom ou ruim, depende é do seu estado de espírito!”. Sábias palavras! Então nos programamos para o tempo de sol e para o tempo de chuva... Ontem, tempo de sol, aproveitamos para caminhar para Lopes Mendes.

Estrada que liga Abraão e Dois Rios, na Ilha Grande - RJ

Estrada que liga Abraão e Dois Rios, na Ilha Grande - RJ


Hoje, tempo de chuva, partimos para uma “rodriguisse” total: ignorar a chuva e caminhar até Dois Rios e, de lá, eu daria um “tiro” até a Parnaioca, ida e volta, para depois caminhar com a Ana de volta ao Abraão. Daqui para Dois Rios são quase 8 quilômetros de estrada de terra que vai subindo até uns 400 metros de altura para depois, descer do lado de lá. De Dois Rios para Parnaioca, também são quase 8 quilômetros. Mas aí, é trilha mesmo, serpenteando na mata atlântica, com sobes e desces bem suaves.

Trilha para Dois Rios, na Ilha Grande - RJ

Trilha para Dois Rios, na Ilha Grande - RJ


Partimos cedinho, já com chuva na cabeça, para já deixar a gente bem acordado. A Ana quentinha na jaqueta e bota de goretex e eu de camiseta e sandália papete, boa de caminhada. Enquanto me mantivesse em movimento, não sentiria frio, apesar do frio. Seguimos morro acima pela estrada em ritmo acelerado. A subida da estrada é suave e rapidamente chegamos lá em cima. Na descida, pegamos um atalho escorregadio pela mata, que corta um bom pedaço de estrada. Logo já estávamos na “Piscina dos Soldados”, local onde os soldados que cuidavam do presídio tomavam banho depois da caminhada vinda do Abraão. A água da chuva deixou a piscina bem cheia e meio barrenta. Só deu para tirar umas fotos e continuar.

Ruínas da Casa Correcional de Dois Rios, na Ilha Grande - RJ

Ruínas da Casa Correcional de Dois Rios, na Ilha Grande - RJ


Depois, chegamos a Dois Rios. A praia tem esse nome porque dos dois lados da faixa de areia tem uma barra de rio. Muito bonita, em tempo de sol e em tempo de chuva. Ali, eu e a Ana nos separamos. Ela foi para o museu do presídio e eu fui camelar para Parnaioca. Apesar das contra-recomendações em Abraão de que a trilha era perigosa, que haveria cobras, que eu poderia me perder, que precisava de guia, que eu poderia cair no mar e blá blá blá, a trilha está em ótimo estado e eu teria de fazer muito esforço para me perder. Na verdade, a trilha está até mesmo sendo alargada e cuidada pelo INEA, órgão estadual responsável pelas áreas de preservação do Rio de Janeiro. Afinal, aquela parte da Ilha Grande forma um Parque Estadual.

Cachoeira na trilha da Parnaioca, na Ilha Grande - RJ

Cachoeira na trilha da Parnaioca, na Ilha Grande - RJ


Eu fui correndo nas partes em que a trilha permitia e andando rapidamente nas outras. No início, tentava evitar as poças d’água mas depois, com a chuva aumentando, desencanei e pisava no meio das poças mesmo, onde era menos escorregadio. No caminho, passamos por grutas, muitos córregos encachoeirados e uma vegetação exuberante. Pode-se sempre ouvir o mar, mas ele fica escondido pelas folhagens. A gruta mais importante é a “Toca das Cinzas”. Diz a lenda que o nome vem do fato que os escravos rebeldes eram deixados ali, dentro de gaiolas, até que virassem cinzas e servissem de exemplo para os outros. Nossa... que civilidade! Os córregos trazem muita água lá de cima. No tempo de sol, deve ser uma água puríssima, boa de beber. Mas, em tempo de chuva, vem meio enlameada. Resolvi beber da minha garrafa mesmo. Já a vegetação, que coisa mais linda! De tempos em tempos, lindos bambuzais me protegiam da chuva e vento e forneciam um solo seco para eu pisar. A neblina trazia um certo ar fantasmagórico ao local. O único barulho, além do mar ao longe, eram os pingos de água caindo. Maravilhoso! Fora dos bambuzais, muito barulho de pássaros cantando e mesmo um som de macacos ao longe. Mas, o ponto alto da vegetação é uma maravilhosa figueira. Pelo porte do tronco, deve ser milenar. Mesmo eu, tão racional a maioria do tempo, senti-me obrigado a, na ida e na volta, parar e venerá-la por algum tempo. Lindaaaaaaa!

Gigantesca, milenar e maravilhosa Figueira, na trilha da Parnaioca, na Ilha Grande - RJ

Gigantesca, milenar e maravilhosa Figueira, na trilha da Parnaioca, na Ilha Grande - RJ


Gigantesca, milenar e maravilhosa Figueira, na trilha da Parnaioca, na Ilha Grande - RJ

Gigantesca, milenar e maravilhosa Figueira, na trilha da Parnaioca, na Ilha Grande - RJ


Por fim, a famosa Parnaioca. Ar selvagem, próprio de praias isoladas. Mar de ondas, uma delícia de banho. No meio da praia, uma igrejinha histórica e um pequeno cemitério, além de dois campings. No fim da praia, um rio cheio de corredeiras que chega a formar pequenas cachoeiras. Delícia de banho de água doce. Conversei bastante com o Sílvio, dono de um dos campings. Hoje estava completamente deserto por lá, mas ele me disse que, na temporada, chega a ter mais de 50 barracas. Gente que vai para passar a semana inteira. Muita gente vai de barco mas, com o mar do jeito que está, só pela trilha mesmo. Ele me disse que a distância até Aventureiros, outra praia famosa e linda, é mais ou mesmo a mesma que de Dois Rios. Só que vai passando por outras praias. Portanto, é perfeitamente possível sair de Abraão e ir até Aventureiros no mesmo dia.

Praia da Parnaioca, na Ilha Grande - RJ

Praia da Parnaioca, na Ilha Grande - RJ


Bom, mas o meu caminho era no sentido inverso. Acelerei na volta, já que a Ana me esperava em Dois Rios. Quando cheguei, ela estava confortavelmente instalada na Venda da Tereza, tomando uma cervejinha gelada e socializando com a Tereza e Otacir. Tinha passado boa parte do tempo vendo um filme no museu. E não foi um filme de museu não, foi Robin Hood, com Russel Crowe.

Igreja da Parnaioca, na Ilha Grande - RJ

Igreja da Parnaioca, na Ilha Grande - RJ


Passamos todo o trecho da caminhada de volta com ela me contando o filme. Sem percebermos, já estávamos de volta a Abraão. Prontos para um maravilhoso banho quente, um crepe delicioso e uma passeio na cidade. Num sábado à noite, a cariocada já tava dominando a gringaiada nas ruas. Nossos ouvidos tiveram que nos reacostumar, trocando o francês e o alemão pelo chiado e cantado típicos do povo fluminense. Por fim, até aventamos ir ao forró, mas a cama nos pareceu muito mais atrativa.

Cachoeira na estrada entre Abraão e Dois Rios, na Ilha Grande - RJ

Cachoeira na estrada entre Abraão e Dois Rios, na Ilha Grande - RJ


Foi um belo dia, prova que tempo de chuva pode ser, também, um bom tempo!

Brasil, Rio De Janeiro, Ilha Grande, Praia, trilha, Parnaioca, Dois Rios, Abraão

Veja todas as fotos do dia!

Quer saber mais? Clique aqui e pergunte!

Post anterior No catmaran de Angra dos Reis para Ilha Grande - RJ

Chegando e Correndo na Ilha Grande

Post seguinte Passeando em Abraão, na Ilha Grande - RJ

Relaxando em Abraão

Blog da Ana O Poço dos Soldados, no caminho para Dois Rios, na Ilha Grande - RJ. Será que ela pula?

Desafio Dois Rios e Parnaioca

Comentários (4)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 13/06/2017 | 17:52 por monalisa

    Olá, adorei as fotos e as informações, gostaria de saber quantas horas se leva de Abraão a Parnaióca? Obrigada! abraço!!

  • 11/11/2014 | 21:03 por Luiza Rodrigues

    Ola Rodrigo!!!! Que experiência maravilhosa!!! Quanto tempo deu a ida e volta de abraão até parnaioca?

    Resposta:
    Oi Luiza

    A experiência foi mesmo incrível! Acho que foram algo entre 3 e 4 horas, se não me engano. Mas eu fui bem rápido, correndo em vários trechos e quase sem peso. Valeu cada gota de suor!

    Abs

  • 13/12/2010 | 17:33 por André

    Fala brother!
    Fui em ilha grande dia 12/12/10, sai de abraão e fui pela "trilha" ou melhor estradão até 2 rios, fiz em 1.40mim, pensei em puxar para parnaioca mais fui aconselhado pelo guarda em não ir!!!,,
    Estava um dia perfeito com muito sol, quanto tempo leva de 2rios ate parnaioca?
    estou pensando em ir para dormir no camping, então estarei pesado com 20kg nas costas da pra chegar tranqiuilo???
    Abs André - RJ.

    Resposta:
    Oi André
    Para alguém acostumado a caminhar como é o seu caso, dá para chegar tranquilo sim. Os 20 kg nas costas vão te fazer um pouco mais lento mas a trilha está boa e nem tem subidas íngrimes. Só na volta, tem uma.
    Sem peso e sem correr (eu corri um bom pedaço), acho que demora umas duas horas e pouco

    A praia é linda e com certeza vale muito à pena.
    Abs

  • 19/09/2010 | 15:18 por Janaina Pasternack

    uau Rodrigo fiquei até sem fôlego lendo tanta andança rsrsrs e como aqui em São Paulo tá frio fiquei com mais frio ainda vendo as fotos do céu um tanto carrancudo que estava sobre vc rsrsr e a dona Ana assistindo hobin hood até um outro post bjoo

    Resposta:
    Oi Janaina
    A beleza das trilhas e praias faz a gente esquecer do cansaço de tanta caminhada. O tempo em Ilha Grande melhorou no domingo e ficou jóia na segunda!
    Abs

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet