0 Caminhada na Juréia no Dia Certo - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Caminhada na Juréia no Dia Certo - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Caminhada na Juréia no Dia Certo

Brasil, São Paulo, Juréia

Praia do Arpoador, já no fim do nosso passeio pelas praias da Juréia - SP

Praia do Arpoador, já no fim do nosso passeio pelas praias da Juréia - SP


Por coincidência, chegamos na Juréia Norte, região de Peruíbe, bem no Dia da Mata Atlântica. Eu já tinha estado aqui duas vezes. Na primeira, com a família, choveu o feriado inteiro. Ficamos todos presos no Waldhaus, uma pousada muito bem localizada na encosta de um morro, com uma bela vista para a praia de Guaraú, afastada de Peruíbe e vizinha da Juréia. A segunda vez foi com a Ana e com um casal parceiro de viagens, o Rafa e a Laura. O tempo esteve bom e deu para passear no parque de carro, além de fazer um passeio de canoa pelo mangue.

Praia Juquiá, na Juréia - SP

Praia Juquiá, na Juréia - SP


Desta vez, tínhamos objetivos bem claros: conhecer as praias que só podem ser acessadas com um guia e ir de canoa até uma cachoeira da região, sete quilômetros de remadas para ir e outras sete para voltar. Esse programa é mais legal fora de temporada senão corremos o risco de chegar na cachoeira e encontrar uma escuna com cinquenta pessoas à bordo farofando por lá. Lá da Barra do Ribeira liguei para o Remo, dono da Waldhaus e da agência de canoagem para marcar os passeios. Infelizmente, ele não poderia ir com a gente, mas prontificou-se a tentar achar um guia que nos acompanhasse.

, com nosso guia, o Amilton

, com nosso guia, o Amilton


Dito e feito! Chegamos aqui às dez da manhã e já estava tudo acertado com o Amilton, um caiçara local que cursou Biologia. Assim, ele tem todos os conhecimentos práticos e teoricos da rica biodiversidade local. O passeio de hoje foi pelas praias do parque. Primeiro, remamos cerca de dois quilômetros através de um canal do mangue até cruzarmos o rio Guaraú. Do lado de lá começa oficialmente a Juréia e a necessidade de estar acompanhado de um guia/monitor. Depois foram alguns quilômetros caminhando pelas praias e por trilhas no meio da mata, cruzando alguns morros para se chegar na praia seguinte. Praias lindas, com um quê de litoral norte, com as montanhas e a vegetação chegando bem perto do mar. A diferença é que as ondas não são de tombo, são aquelas que quebram lá longe, bem devagar. Sonho de surfistas, especialmente uma que se chama Parnapoá.

Figueira na Mata Atlântica, Juréia - SP

Figueira na Mata Atlântica, Juréia - SP


Durante a remada e depois, na trilha, o Amilton foi dando uma verdadeira aula para gente, sobre a fauna e flora locais. Foi ele que nos informou que hoje era o dia da Mata Atlântica, o que fez o passeio mais especial ainda. De bônus, ele tem vários parentes que moram dentro do parque, gente que nos acolheu muito bem em suas casas e com os quais tivemos aquele tradicional "dedinho de prosa" que não tem preço. Muitas histórias, inclusive de onças, antas e afins.

Casa de moradores locais, dentro do parque, na Juréia - SP

Casa de moradores locais, dentro do parque, na Juréia - SP


No final, tivemos um merecido banho de mar na praia do Arpoador e, alguns minutos depois, um refrescante banho de cachoeira, a um minuto de distância da areia. Muito luxo!

Piscina natural em pequeno rio na praia do Arpoador, na Juréia - SP

Piscina natural em pequeno rio na praia do Arpoador, na Juréia - SP


A remada de volta para casa já foi feita com o céu escurecendo e a lua cheia nascendo. Um final perfeito para um dia especial. Viva a Mata Atlêntica! E amanhã, temos 14 quilômetros de remadas...

A lua apareceu durante o trecho de canoa pelo mangue - Juréia/SP

A lua apareceu durante o trecho de canoa pelo mangue - Juréia/SP

Brasil, São Paulo, Juréia, trilha, Parque

Veja todas as fotos do dia!

Comentar não custa nada, clica aí vai!

Post anterior A Lan House de Iporanga

Fotos, Internet e Cidades Pequenas

Post seguinte Olha só a pose de remador!

Dois Meses!

Blog da Ana

Soy loco por ti América

Comentários (3)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 04/03/2011 | 21:14 por Thiago Di Muzio

    PÔ curti pra caramba!!!
    Sou amigão do Amilton e ainda não tinha visto essa!!!

    Resposta:
    Oi Thiago
    Temos passado por muito lugares, praias, montanhas, parque e cavernas. Em vários deles, vamos acompanhados por guias. Mas o Amilton certamente foi um dos melhores que tivemos a sorte de conviver. Mais que um guia, foi um amigo e professor para nós, ensinando vários "segredos" da mata atlântica. Se vc o encontrar, manda um abraço por nós!
    ABs

  • 28/05/2010 | 17:41 por Rodrigo

    Contempla sim! Estava indo para lá esse fim de semana, mas com o ciclone chegando acho que vamos antes para Sampa.
    A Fiona vai chegar até a areia em Castelhanos! Se o Golzinho foi, ela tem de conseguir também. Aonde vai ser seu feriado, semana que vem?

  • 28/05/2010 | 10:45 por Guto Junqueira

    Oi, Rodrigo, belas fotos dos últimos posts do nosso litoral sul paulista! De fato, choveu mesmo em Iguape naquele seu aniversário, anos atrás, mas mesmo assim me recordo de uma corrida nossa na praia e de um passeio de canoa com o Leo, que faz 21 anos hoje. A furada de pneu da Fiona me surpreeendeu, a valente Vitara resistiu melhor aos buracos da "estrada" para Castelhanos, em Ilhabela, semana passada. Aliás, acho que a Fiona não consegue passar por lá e chegar até a praia. Gostei do seu novo visual de cabelo curto, manda um beijo na Ana e me responda uma coisa: seu roteiro contempla passar pela superurbanizada praia de Pitangueiras, no Guarujá, local de tantas passagens na infância?

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet