0 Siga o Piche! - Blog da Ana - 1000 dias

Siga o Piche! - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Siga o Piche!

Brasil, Maranhão, Alcântara

Campo alagado na região de Pinheiro - MA

Campo alagado na região de Pinheiro - MA


Deixamos Alcântara perto do meio-dia com uma longa viagem pela frente. Nosso destino é a cidadezinha de Apicum Açu, nas Reentrâncias Maranhenses. Estamos chegando a um ponto da nossa viagem em que as distâncias são imensas e qualquer trecho de estrada pode durar pelo menos 4 horas. Não podíamos passar por Alcântara sem dar uma espiadela na Base Espacial Brasileira, utilizada para lançamento de foguetes e satélites. Ao que pesquisamos por aqui ela anda um tanto quanto subutilizada, já que não há investimento do governo em desenvolvimento de tecnologia brasileira nesta disciplina. A visita é permitida apenas com a autorização do diretor da base, já que é uma área de segurança nacional. Sendo assim chegamos apenas aos portões. Eu até tentei dar uma de João sem braço para entrar lá, mas é claro, não rolou.

Entrada da base espacial brasileira, em Alcântara - MA

Entrada da base espacial brasileira, em Alcântara - MA


Seguimos viagem em direção à Cururupu e tínhamos uma grande esperança de conseguir cortar caminho por uma estrada de terra que nos levaria direto à Central do Maranhão, mas a tentativa foi frustrada, já que no meio do caminho uma ponte foi prometida há mais de 5 anos mas nunca saiu do papel. Assim acabamos passando pela cidade ilhada de Pinheiros. Ilhada, pois fica em meio à uma área alagada imensa, perfeita para a criação de búfalos.

Búfalos pastam tranquilamente na região de Pinheiro, nas reentrâncias maranhenses - MA

Búfalos pastam tranquilamente na região de Pinheiro, nas reentrâncias maranhenses - MA


As Reentrâncias Maranhenses são uma extensão de terra toda entrecortada por rios e braços de mar e por isso as distâncias ficam ainda maiores. Como disse um pessoal que conhecemos em Alcântara, estamos chegando a uma região “onde os povos isolados, são meeesmo isolados!” Passamos por Central do Maranhão, Cururupu, Mirinzal e várias outros pequenos povoados. Sempre vem aquela pergunta, como esse povo veio parar aqui? Se vocês me perguntassem como eu acharia que eram as estradas nesta região, eu diria, terra, lama, trilha off road. Chegamos até aqui, desviando dos buracos, mas direto pelo asfalto! Quando chegamos à Bacuri, pedimos informação a um senhorzinho se estávamos na rota certa para Apicum Açu e ele nos respondeu apenas “Droba às direita aí, fecha os óio e segue o piche!”

Conseguimos chegar à Apicum Açu perto das 17h, logo depois que o barco do Seu Mario havia saído para o nosso destino final, a Ilha de Lençóis. Nos acomodamos na Pousada Frutos do Mar, bem pertinho do porto e ficamos assuntando com os pescadores para conseguirmos uma carona para a ilha. Não demorou já estava tudo combinado, barco Yuri II vai sair as 4h30 da manhã, junto com a vazante da maré rumo ao Bate Vento, comunidade vizinha à Ilha de Lençóis, e lá vamos nós!

Porto de Apicum-Açu, região das reentrâncias maranhenses - MA

Porto de Apicum-Açu, região das reentrâncias maranhenses - MA

Brasil, Maranhão, Alcântara, Reentrâncias Maranhenses

Veja todas as fotos do dia!

Comentar não custa nada, clica aí vai!

Post anterior Ruínas da igreja de São Matias, em Alcântara - MA

Alcântara

Post seguinte Conduzindo o barco com o dia raiando, na viagem entre Apicum Açu e a Ilha de Lençóis, nas Reentrâncias Maranhenses - MA

Carona de Pescador

Blog do Rodrigo Imagem de Alcântara - MA

Alcântara e as Reentrâncias

Comentários (3)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 09/04/2011 | 14:18 por Zoe Braga

    Estou me deliciando com seu blog, curtindo suas fotos e viajando com vocês! Meu marido e eu viajamos muito e estamos nos organizando para ir para a Republica Dominicana e Porto Rico, depois Serra da Canastras e em junho rever as festas do Bumba Boi e conhecer outra parte dos lençoís maranhenses. Nas pesquisas, localizei o site 1000 dias.Vocês redigem de forma agradável e envolvente e com boas dicas! Boa viagem!

    Resposta:
    Olá Zoe! Obrigada pelos elogios, escrevendo tanto e todos os dias é impossível não sermos meio "cri-cris" com os próprios textos (ainda mais eu, como boa virginiana perfeccionista). Mas se vc gostou, fico muito mais tranquila! rsrsrs! Quando vocês irão á Rep. Dominicana? Nós planejamos ir para lá entre jun/jul, a confirmar. Porto Rico é maravilhoso, vale a pena alugar um carro, se precisar mais dicas é só nos escrever (contato@1000dias.com). Aproveite muito as viagens e não esqueça de nos mandar fotos depois =)
    Obrigada!
    Bjs
    Ana

  • 18/03/2011 | 08:07 por ALBERTO MAGNO

    Eu estou morando em São luis, vim pra cá pra estudar. Só que a minha família inteira ainda mora lá. Olha no litoral de Apicum-Açu ainda existe muitas ilhas e praias que pouca gente conhece somente aqueles pescadores bem antigos, o meu pai conhece muitas....que pra se chegar até lá é por meio de trilhas por dentro do manguezal, e é muito lindo, meu pai sempre me falava o nome só que agora não estou lembrando...abraços..

    Resposta:
    Deve ser maravilhoso mesmo, nós ficamos com vontade de explorar mais as ilhas por lá, pena que não tínhamos tempo... quem sabe numa próxima oportunidade. Mas vc está pertinho, devia ir sempre! =) Beijos!

  • 17/03/2011 | 22:16 por ALBERTO MAGNO

    Agora me bateu uma grande saudade da minha terra, olhar as nossas ilhas, o cás da Tabatinga, lembro da minha infância onde eu ia comprar o peixe na beira do cás para o almoço. Obrigado por mostrar algo tão belo como nossas ilhas....abraços....

    Resposta:
    Puxa, por onde vc está morando agora? Foi legal q qdo voltávamos da Ilha de Lençóis encontramos uma família que tinha ido para lá justamente matar as saudades dos velhos tempos. Os dois mais velhos lembravam do porto, das pescarias, etc. Muito bacana! Sempre vale voltar =) Bjs

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet