0 A Ilha Encantada - Blog da Ana - 1000 dias

A Ilha Encantada - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

A Ilha Encantada

Brasil, Maranhão, Ilha de Lençóis

AS dunas da Ilha de Lençóis, nas Reentrâncias Maranhenses - MA

AS dunas da Ilha de Lençóis, nas Reentrâncias Maranhenses - MA


A Ilha de Lençóis é rodeada de histórias fantásticas, lendas e crendices. A principal delas é a lenda de Dom Sebastião, que remonta a história do Rei português que foi dado como desaparecido em uma batalha no Marrocos no final do século XVI. Dom Sebastião morreu jovem e não deixou um descendente para o trono. Assim, quem estava na linha sucessória era o então Rei da Espanha que unificou os reinos. Isso gerou um movimento nacionalista entre os portugueses, que desde então sonham com o retorno do salvador da pátria, Dom Sebastião.

Exibição no Memorial de Dom Sebastião, na Ilha de Lençóis, nas Reentrâncias Maranhenses - MA

Exibição no Memorial de Dom Sebastião, na Ilha de Lençóis, nas Reentrâncias Maranhenses - MA


Reza a lenda que Dom Sebastião vive em um reino encantado sob as dunas da Ilha de Lençóis. Nas noites de lua cheia, ele sai de seu castelo e aparece para o povo como um touro gigante. Neste dia podem-se ouvir os tambores rufando para o rei. Os mais antigos ainda evitam sair de casa ou caminhar na direção das dunas nas noites de lua cheia, principalmente no dia 13 de Junho, que seria a principal data de sua aparição. Coincidência ou não é a mesma data que começam em todo o estado as festanças do Bumba meu Boi (corrigido).

Exibição no Memorial de Dom Sebastião, na Ilha de Lençóis, nas Reentrâncias Maranhenses - MA

Exibição no Memorial de Dom Sebastião, na Ilha de Lençóis, nas Reentrâncias Maranhenses - MA


Alguns pescadores contam que já viram luzes azuis correndo pelas praias e dunas nas noites de lua cheia. Seriam elas mais um sinal de Dom Sebastião? Estas histórias permaneceram na ilha durante todos estes anos, sendo passadas através de gerações de pai para filho. A chegada da energia elétrica, porém trouxe consigo novos hábitos que não existiam, como o de assistir televisão e ouvir música. Antes da luz as pessoas saíam às ruas para conversar no final do dia, trocavam experiências e ouviam as histórias e lendas que os antigos contavam. Hoje preferem ficar em suas casas assistindo às novelas.

Nossa pousada na Ilha de Lençóis, nas Reentrâncias Maranhenses - MA

Nossa pousada na Ilha de Lençóis, nas Reentrâncias Maranhenses - MA


Foi criado na ilha o Memorial de Dom Sebastião. Idealizado, construído e doado por um maranhense doutorando pela UFRJ, que teve sua tese defendida sobre as histórias e lendas da Ilha de Lençóis. Neste memorial encontram-se livros, fotos, ornamentos e representações desta cultura, além de uma pequena biblioteca para uso da comunidade. Ele é mantido por doações de visitantes e pelo trabalho de alguns voluntários da comunidade, que valorizam a manutenção desta memória que faz parte da cultura e da vida dos ilhéus.

Casa que abriga o Memorial do rei Sebastião na Ilha de Lençóis, nas Reentrâncias Maranhenses - MA

Casa que abriga o Memorial do rei Sebastião na Ilha de Lençóis, nas Reentrâncias Maranhenses - MA


Como o Sebastianismo veio parar aqui na Ilha de Lençóis não se sabe ao certo, para mim é mais um indício de que a ocupação da ilha é mais antiga do que se pode imaginar.

Brasil, Maranhão, Ilha de Lençóis, Dunas, Reentrâncias Maranhenses

Veja todas as fotos do dia!

Quer saber mais? Clique aqui e pergunte!

Post anterior Praia alagadiça na Ilha de Lençóis, nas Reentrâncias Maranhenses - MA

Ilha das Marés

Post seguinte Mangue seco e lagoas na praia do Farol de São João, nas Reentrâncias Maranhenses - MA

Farol de São João

Blog do Rodrigo No barco durante a viagem entre Apicum Açu e a Ilha de Lençóis, nas Reentrâncias Maranhenses - MA

Como Antigamente

Comentários (1)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 03/04/2011 | 09:56 por ALBERTO MAGNO

    Aqui no maranhão não é o Boi bumbá e sim o Bumba meu Boi, que realmente são muito parecidos e diferentes ao mesmo tempo. Sendo que o Boi Bumbá é na região Norte.

    Resposta:
    Puxa Alberto, que mancada da curitibana aqui, hein. Fiquei mesmo na dúvida se eram parecidos ou até a mesma coisa e acho que me informei errado. Obrigada por corrigir! Bjs

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet