0 Ilha das Marés - Blog da Ana - 1000 dias

Ilha das Marés - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Ilha das Marés

Brasil, Maranhão, Ilha de Lençóis

Praia alagadiça na Ilha de Lençóis, nas Reentrâncias Maranhenses - MA

Praia alagadiça na Ilha de Lençóis, nas Reentrâncias Maranhenses - MA


Circundar a ilha de Lençóis não é uma tarefa difícil, basta ter um pouco de disposição, pois o resto a ilha faz por você. As paisagens da Ilha de Lençóis são fantásticas, mesmo com dias nublados. As manhãs tem sido chuvosas neste período de inverno, então aproveitamos a tranqüilidade do nosso quarto, telhado e paredes de babaçu para trabalhar enquanto chove e saímos explorar mais perto do meio-dia, quando temos uma brecha de tempo seco.

Trabalhando no quarto da pousada na Ilha de Lençóis, nas Reentrâncias Maranhenses - MA

Trabalhando no quarto da pousada na Ilha de Lençóis, nas Reentrâncias Maranhenses - MA


Saímos caminhando pelas dunas altas, margeando o canal até chegar à área de manguezal. Beiramos o mangue e subimos as dunas até vermos o mar. O cenário de dunas é maravilhoso, mesmo para olhos acostumados, já que estamos vindo de tantos lençóis. Lá do alto avistamos uma lagoa e uma vastidão de areia impressionante! Todo o litoral muda com as marés, mas nunca havíamos presenciado uma mudança tão marcante. Ainda não entendemos bem como funciona a maré aqui na linha do equador, deve haver alguma explicação científica para isso, pois aqui as marés são muito grandes! A ilha deve praticamente triplicar de tamanho em marés baixas, principalmente se é lua cheia.

AS dunas da Ilha de Lençóis, nas Reentrâncias Maranhenses - MA

AS dunas da Ilha de Lençóis, nas Reentrâncias Maranhenses - MA


Descemos as dunas para esta praia imensa, ladeamos a lagoa de água salgada e fomos explorando o terreno a cada passo que dávamos. Soubemos que no Maranhão são encontrados os únicos pontos de areia movediça no Brasil e ontem passamos por ela. É uma sensação engraçadíssima, ela parece uma gelatina, literalmente, e afunda rapidamente. Pode até haver alguma mais perigosa, como as dos filmes, mas aqui elas são praticamente inofensivas. É só não deixar atolar até o pescoço que você consegue sair. Caminhamos atentos, impressionados com a imensidão que uma pequena ilha nas reentrâncias maranhenses pode ter.

Explorando as dunas da Ilha de Lençóis, nas Reentrâncias Maranhenses - MA

Explorando as dunas da Ilha de Lençóis, nas Reentrâncias Maranhenses - MA


A praia é completamente deserta, mas mesmo nos lugares mais distantes sempre vemos indícios da ocupação humana, seja uma garrafa de vidro na duna, sejam inúmeras redes de pescadores fixadas à beira mar, só aguardando a maré subir para entrarem em ação.

A enorme praia na maré seca na Ilha de Lençóis, nas Reentrâncias Maranhenses - MA

A enorme praia na maré seca na Ilha de Lençóis, nas Reentrâncias Maranhenses - MA


Continuamos caminhando, a maré ainda está baixando e cada vez ficamos mais distantes do nosso destino. Comecei a cortar pelo meio do areal, pois circundar toda aquela planície descoberta pela água começava a se tornar um desafio muito grande para pés descalços. Nossa referência eram os cata-ventos, geradores eólicos da vila. Até agora só vimos pegadas, não cruzamos nenhuma alma viva, nem mesmo pescadores. A tranqüilidade é tão grande que quando demos por conta, já estávamos novamente no canal.

Caminhando na praia na Ilha de Lençóis, nas Reentrâncias Maranhenses - MA

Caminhando na praia na Ilha de Lençóis, nas Reentrâncias Maranhenses - MA


A maré começou a subir rapidamente, seguimos andando em direção a vila pelo “mar de dentro” e mal sabia eu que a pior parte estava por vir. Chegamos a um igapó de mangue, para cruzá-lo não tínhamos escolha, tínhamos que enfiar o pé na lama. O Rodrigo foi e atolou até o joelho, praticamente. Foram pouco mais de 50m de muita lama nojenta. Era daquela mais desgraçada de mangue, com coisas duras que você fica pensando se são caranguejos ou tocos de madeira, argh! Afundei até metade da coxa, desesperada, enquanto o Rodrigo desdenhava da minha agonia com aquele sorriso sacana na cara. Não sei se a minha raiva maior era da lama ou dele, de estar rindo da minha cara. Enfim, passamos e sobrevivemos.

Cabras na Ilha de Lençóis, nas Reentrâncias Maranhenses - MA

Cabras na Ilha de Lençóis, nas Reentrâncias Maranhenses - MA


A esta altura tudo o que eu queria era um banho e o almoço delicioso da Marluce. A noite ainda guardava mais uma social com os nossos pequenos amigos, lá no bar do Matias. A Micaela e o Micael vieram nos encontrar, dançamos e brincamos bastante, enquanto o Ro socializava com o Sebastião, pescador “borracho” do dia. Fomos para a pousada mais uma vez, depois de deixar os gêmeos na casa de Doza, sua mãe, dar um alô o Seu Mário e depois de ouvir a comemoração da galera quando o gerador de luz foi acionado. Tranquilos, pois sabemos que ainda teremos mais um dia nesta parte do paraíso aqui na terra.

Praia na Ilha de Lençóis, nas Reentrâncias Maranhenses - MA

Praia na Ilha de Lençóis, nas Reentrâncias Maranhenses - MA

Brasil, Maranhão, Ilha de Lençóis, Dunas, Reentrâncias Maranhenses

Veja todas as fotos do dia!

Não se acanhe, comente!

Post anterior Entardecer visto do alto das dunas da Ilha de Lençóis, nas Reentrâncias Maranhenses - MA

Ilha de Lençóis

Post seguinte AS dunas da Ilha de Lençóis, nas Reentrâncias Maranhenses - MA

A Ilha Encantada

Blog do Rodrigo Admirando a vastidão formada na maré seca na Ilha de Lençóis, nas Reentrâncias Maranhenses - MA

Praias, Dunas e Sebastião

Comentários (4)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 26/02/2011 | 11:38 por Tatiana Queiroz

    Quem sabe nesses seus 1000 dias pelo mundo não apareça uma oportunidade. Se aparecer, me avise (rs). Bjs

    Resposta:
    Combinado, pode deixar que eu vou ficar de olho! Beijos!

  • 25/02/2011 | 16:28 por Tatiana Queiroz

    Engraçado vc falar sobre fazer um trabalho comunitário. Quando estava lendo o post foi o que pensei, principalmente na área da saúde, que é com que trabalho.

    Resposta:
    Que lindo Tati! É nessas horas que eu penso se não deveria ter seguido os passos dos meus pais, médica e psicólogo... Enfim, cada um com seu dom, eu provavelmente trabalharia com campanhas de conscientização ambiental ou uma associação de artesanato para as mulheres da ilha... enfim... sempre há tempo. =) Beijos!

  • 24/02/2011 | 11:50 por Tatiana Queiroz

    Nunca havia me imaginado morando num lugar assim, mas depois de conhecer os Lençóis através de vcs,acho que conseguiria numa boa. Beijos.

    Resposta:
    Eu tb nunca me imaginei, é outro modo de vida, mas se fosse com algum projeto em mente como um trabalho comunitário, dar aulas, trabalhar com as crianças ou mulheres da vila, eu tb acho que conseguiria sim! rsrsrs! lugar maravilhoso! beijos!

  • 23/02/2011 | 10:01 por Tatiana Queiroz

    Oi, Ana. Que lindo lugar e como será difícil ir embora.

    Resposta:
    Oi Tati! Foi mesmo difícil ir embora de lá, é tão mais fácil nos identificarmos com lugares reais (não-turísticos) como Lençóis, dá mesmo vontade de ficar.
    Beijos!

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet