0 Paulo Afonso e o Raso da Catarina - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Paulo Afonso e o Raso da Catarina - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Paulo Afonso e o Raso da Catarina

Brasil, Bahia, Paulo Afonso (Raso da Catarina)

No topo de formação rochosa no Raso da Catarina, região de Paulo Afonso - BA

No topo de formação rochosa no Raso da Catarina, região de Paulo Afonso - BA


Ontem mesmo, após o passeio à Grota do Angico, já viajamos de Piranhas para Paulo Afonso, na Bahia. Queríamos já acordar por aqui para podermos ir, logo cedo, ao Raso da Catarina. A gente se instalou no Hotel Belvedere, excelente dica do Severo, nosso amigo cearense especialista na história do cangaço.

Caminho na caatinga para o Raso da Catarina, região de Paulo Afonso - BA

Caminho na caatinga para o Raso da Catarina, região de Paulo Afonso - BA


Na grande viagem de carro que fiz há dez anos com a saudosa Maria (uma Pampa 4x4), passei aqui em Paulo Afonso. Foi exatamente no natal de 1999. Fiz o passeio do canyon e depois, uma tentativa de chegar ao Raso. Mas a Maria não aguentou. A longa estrada de areia fofa cortando a caatinga sob um sol inclemente foi demais para ela, que logo fervia a água do radiador. Tive que desistir na metade do caminho. Desisti, mas prometi voltar algum dia. Eis que esse dia chegou...

Caminhando no Raso da Catarina, região de Paulo Afonso - BA

Caminhando no Raso da Catarina, região de Paulo Afonso - BA


O Raso da Catarina é a região mais seca do semiárido baiano. Geologicamente, a região mais interessante desta área é a "Baixa do Chico", uma espécie de canyon bem no meio do Raso que, além dessa formação, se caracteriza por um relevo bastante suave. Intermináveis estradas de areia fofa cortam o Raso hoje. Mas não faz muito tempo, este era um dos locais de esconderijo de Lampião, principalmente porque, no meio de toda essa inospitabilidade, ninguém o procuraria. E, apesar do clima inóspito, a área já é habitada por índios há centenas de anos, os Pankararés, símbolos máximos da persistência e resistência humana frente aos rigores da natureza.

Formações rochosas no Raso da Catarina, região de Paulo Afonso - BA

Formações rochosas no Raso da Catarina, região de Paulo Afonso - BA


Bom, isso tudo não assusta a Fiona. Eu e a Ana iríamos conhecer o Raso no conforto do ar condicionado. Só faltava um guia. Não são muitos que conhecem a região, que está ainda muito pouco desenvolvida para o turismo. Quem nos ajudou foi o Binho, do Jeep Club de Paulo Afonso. A associação dele tem, além de explorado bastante a região, ajudado muito os habitantes do Raso, os Pankararés. Por isso, tem trânsito livre na reserva indígena. O Binho, que leva as pessoas para lá de jeep, nos indicou o Naldo, habitante do Juá, o lugarejo mais perto do Raso e que também acompanha os visitantes ao Raso. Foi ele que nos guiou através da caatinga à bordo do conforto da Fiona, até a aldeia Pankararé.

Raso da Catarina, região de Paulo Afonso - BA

Raso da Catarina, região de Paulo Afonso - BA


Lá conhecemos o Lino, o cacique da tripo e figura impagável. Ficou famoso ao aparecer no Fantástico e dizer que passa meses à fio sem tomar banho. Com mais de 80 anos, ótima saúde e um sotaque delicioso, ele nos contou, com todo o "vigor", muitas histórias de antigamente, principalmente sobre o cangaço e sobre o dia em que Lampião botou o rabo entre as pernas frente à outro cangaceiro ainda muito mais terrível e sanguinário, o Gato.

Formação rochosa no Raso da Catarina, região de Paulo Afonso - BA

Formação rochosa no Raso da Catarina, região de Paulo Afonso - BA


Ali do lado da aldeia começa a Baixa do Chico, um canyon de 5 km que rasga a caatinga ao meio. Estranhas e caprichosas formações rochosas embelezam o canyon em toda a sua extensão. Uma delas parece um castelo e seria o local de esconderijo de Lampião.

Raso da Catarina, região de Paulo Afonso - BA

Raso da Catarina, região de Paulo Afonso - BA


Ficou o mistério sobre a formação do canyon. Seria apenas uma formação geológica, uma falha, moldada pelo vento ao longo de milhares de anos. Ou teria sido formado pela água, um antigo rio há muito desaparecido no solo arenoso da região? Quem sabe uma combinação das duas coisas?

Sombra da ponte sobre o canyon do rio São Francisco em Paulo Afonso - BA

Sombra da ponte sobre o canyon do rio São Francisco em Paulo Afonso - BA


Depois de 3 horas de passeio e apenas a parte mais interessante do canyon percorrida, estávamos de volta ao ar condicionado da Fiona. No retorno à Paulo Afonso, ainda fomos visitar outro canyon, muito maior e, este sim, com muita água. É o canyon do São Francisco e a magnífica ponte Dom Pedro II ligando as duas margens. Não pode haver no Brasil lugar mais perfeito para a prática do bunge jump. E, por incrível que pareça, essa atividade não é mais praticada por lá. Por quê? Se fosse na Nova Zelândia, Austrália, países europeus ou EUA, milhares de pessoas estariam saltando de lá, ajudando a movimentar a economia da cidade. Mas não aqui. Uma pena...

canyon do rio São Francisco em Paulo Afonso - BA

canyon do rio São Francisco em Paulo Afonso - BA


Bom, hoje o Raso da Catarina aqui na Bahia. Amanhã, o Parque Nacional da Serra do Catimbau em pleno sertão pernambucano. É o sertão nordestino nos mostrando que é muito mais do que uma terra seca, plana e sem graça. Muito pelo contrário, cada vez mais vamos nos impressionando com a riqueza e diferentes belezas naturais dessa região. Nâo é à tôa que foi onde escolhemos passr o primeiro reveillon da nossa jornada de 1000dias pelo continente.

Com o Naldo no Raso da Catarina, região de Paulo Afonso - BA

Com o Naldo no Raso da Catarina, região de Paulo Afonso - BA

Brasil, Bahia, Paulo Afonso (Raso da Catarina), trilha, Trekking, Rio São Francisco, Raso da Catarina

Veja todas as fotos do dia!

Quer saber mais? Clique aqui e pergunte!

Post anterior Descendo o rio para visitar a Toca do Angico, próxima à margem sergipana do rio São Francisco

Mistérios do Angico

Post seguinte Ao lado de paredão colorido no Parque Nacional da Serra do Catimbau, em Buique - PE

Explorando a Serra do Catimbau

Blog da Ana O canyon do Raso da Catarina, região de Paulo Afonso - BA

Raso da Catarina

Comentários (1)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 11/11/2012 | 10:33 por VERLEY

    OTIMAS FOTOS... O RASO DA CATARINA E SUA POUCA EXPLORAÇÃO AINDA O O TORNA MAIS MISTICO.. O CATIMBAU ENTÃO DISPENSA COMENTARIOS...

    Resposta:
    Olá Verley

    Com certeza, o Raso da Catarina é um lugar muito especial. E parte disso é a dificuldade de acesso, que o protege do turismo de massa. Um tesouro escondido no meio do sertão baiano!

    Quanto ao Catimbau, concordo com vc! Fico impressionado como tão poucas pessoas o conhecem....

    Abs

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet