0 Passando pela Pedra Azul - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Passando pela Pedra Azul - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Passando pela Pedra Azul

Brasil, Espírito Santo, Domingos Martins (P.E Pedra Azul)

Gigantesco monolito em Pedra Azul, região de Domingos Martins - ES

Gigantesco monolito em Pedra Azul, região de Domingos Martins - ES


Depois da visita à Reserva dos Muriquis, pegamos a estrada em direção à Vitória, de volta ao Espírito Santo. No caminho, nosso intuito era conhecer o Parque Estadual da Pedra Azul, onde uma gigantesca pedra atrai os olhares e a curiosidade de todos os que passam na BR-262, que liga Belo Horizonte à Vitória.

A famosa e gigantesca pedra no parque estadual da Pedra Azul, em Domingos Martins - ES

A famosa e gigantesca pedra no parque estadual da Pedra Azul, em Domingos Martins - ES


O programa com os Muriquis demorou mais do que havíamos imaginado e acabamos almoçando em Ipanema mesmo. Aí, quando chegamos à Pedra Azul, já era mais de quatro da tarde. Mas de nada adiantaria ter chegado antes. O Parque Estadual está fechado para uma reforma do centro de visitantes e só se pode ir até a portaria. Isso é mais do que o suficiente para se admirar a gigantesca pedra, uma visão tão incrível que nossos olhos custam a acreditar que aquilo realmente existe.

Gigantesco monolito em Pedra Azul, região de Domingos Martins - ES

Gigantesco monolito em Pedra Azul, região de Domingos Martins - ES


A sua face mais impressionante tem 500 metros de altura, uma big wall que deve ser o sonho de todos os alpinistas radicais. Da distância que olhamos, ela parece super lisa, nada fácil de ser escalada. Aliás, é isso que a distingue de tantas outras pedras gigantes que vemos por aí. Nessa região, então, existem às dezenas. Existe até um parque nacional no Espírito Santo em homenagem a elas, o P.N dos Pontões Capixabas. Mas nenhuma dessas pedras, pelo menos as que eu já vi, é tão bonita e chama tanto a atenção como a Pedra Azul. Parece que foi polida!

Gigantesco monolito em Pedra Azul, região de Domingos Martins - ES

Gigantesco monolito em Pedra Azul, região de Domingos Martins - ES


Eu e a Ana tiramos muitas fotos, de vários ângulos e nos informamos sobre as caminhadas dentro do parque, quando ele está aberto. A mais interessante sobe até meia altura, por trás da Pedra Azul e chega à uma série de poços naturais. Pelo menos na época das chuvas, há água o bastante para um mergulho, para quem não teme água fria. Na seca, as tais piscinas naturais secam.

Não foi dessa vez que tivemos a chance de caminhar por lá. Para mim, que já tinha visto a Pedra Azul da estrada várias vezes, mas nunca tinha chegado tão perto, valeu muito a pena ter ido lá. As trilhas, ficam para a próxima.

Casa no pé da Pedra Azul, região de Domingos Martins - ES

Casa no pé da Pedra Azul, região de Domingos Martins - ES


De lá, seguimos até Domingos Martins para passar a noite. Esperávamos uma cidade bem charmosa, mas ficamos meio decepcionados. Na verdade, as pousadas mais estilosas estão lá perto da Pedra Azul e não na cidade. Acabamos ficando no tradicional Hotel Imperador, com quase 50 anos de idade. Dá para perceber que ele já teve seus momentos de glória. A gente não encontrou o charme que esperávamos, mas compramos um vinho bem gostoso e liquidamos com ele no quarto do hotel mesmo. Foi o bastante para que tudo ficasse mais aconchegante.

Brasil, Espírito Santo, Domingos Martins (P.E Pedra Azul), Parque, Montanha

Veja todas as fotos do dia!

Participe da nossa viagem, comente!

Post anterior Encontro com um enorme bando de Muriquis, na RPPN Feliciano Abdalla, Reserva dos Muriquis, em Ipanema, próximo a Caratinga - MG

No Reino dos Muriquis

Post seguinte Praia de Camburi, em Vitória - ES, com o porto de Tubarão ao fundo

Chegando em Vitória

Blog da Ana Gigantesco monolito em Pedra Azul, região de Domingos Martins - ES

Pedra Azul

Comentários (1)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 20/07/2013 | 16:47 por Nilo

    Olá, eu conheço esse lugar é muito bonito,
    indo pela estrada do boi, entre os municipios de Carlos Chagas, MG e Ataleia existem monolitos gigantes, em pedra. São maiores, são varias torres.
    Vale a pena conhecer.

    Resposta:
    Oi Nilo

    Pois é, espalhados pelo leste de Minas, Espírito Santo e sul da Bahia, estão dezenas de monolitos gigantescos, cada um mais bonito do que o outro. Pedra Azul é apenas o mais conhecido, mas como vc disse, há muitos outros... É sempre um prazer visual viajar pelas estradas dessa região

    Um abs

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet