0 Moreré, Inesquecível - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Moreré, Inesquecível - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Moreré, Inesquecível

Brasil, Bahia, Moreré (Boipeba)

Fim da caminhada, chegando em Moreré, na ilha de Boipeba - BA

Fim da caminhada, chegando em Moreré, na ilha de Boipeba - BA


Meu primeiro programa de hoje, antes mesmo do café, foi uma caminhada do hotel até a rodoviária. Fui em busca de um Banco 24 horas, mercadoria raríssima por onde temos passado. Nesses lugares pequenos é quase tudo em dinheiro ou cheque. Cheque, quase já não temos e dinheiro, só quando achamos banco. Tem sido uma difuculdade recorrente, aqui no litoral baiano.

Igreja em Valença - BA

Igreja em Valença - BA


A caminhada serviu para dar uma olhada em Valença, tão simpática antigamente. Esse porto fluvial vem ganhando fama de violenta. Para variar, consequência do crack que se espalhou pelo Brasil, infelizmente. Justiça seja feita, caminhamos ontem de noite por aqui, em busca de restaurantes e hoje também e não tivemos problema nenhum. Só ouvimos as histórias.

O porto de Valença - BA

O porto de Valença - BA


Às 10 horas estávamos no movimentado porto onde se concentra o movimento da cidade. Fomos pegar nossa lancha rápida, depois de guardar a Fiona num dos estacionamentos formados para atender os turistas que vão à Boipeba e, principalmente, à Morro. Para Boipeba, o barco normal demora umas 3 horas. Melhor embarcar da pequena Cairu, mais ao sul. Mas como nós queremos passar por Morro também, pareceu mais inteligente já deixar o carro por aqui mesmo. Com a lancha rápida, são 50 minutos por entre os canais de mangue, mar com cara de rio. É preciso muita experiência e prática do piloto, principalmente na maré baixa, para "negociar" com os bancos de areia. Felizmente, estávamos em boas mãos...

Visual na viagem entre Valença e Boipeba - BA

Visual na viagem entre Valença e Boipeba - BA


Aproveitei para ler um pouco sobre Boipeba. Foi aí que surgiu o nome de Moreré, pequena vila no lado atlântico da Ilha de Boipeba. Fui lendo e as lembranças de 11 anos atrás foram avivando de algum lugar perdido lá do cérebro. Nossa... como foi que eu fui esquecer da inesquecível Moreré? Que pecado!!! Um pequeno paraíso, protegido da civilização pela dificuldade de se chegar lá e pelo desconhecimento da sua existência. Pronto! De repente, já tínhamos programa para os próximos dias! Eu sabia que tínhamos de ir para Boipeba (tanto que estávamos já a caminho), mas não tinha claro o que faríamos por lá. Que mané!

Lancha entre Valença e Boipeba - BA

Lancha entre Valença e Boipeba - BA


Chegamos na já não tão pequena Velha Boipeba, "capital" da ilha, e seguimos direto para o "ponto do trator". No caminho, a pracinha do campo de futebol, que tinha reaparecido na minha memória, e muitas das mais de uma centena de pousadas que hoje existem na vila. Estava tudo bem vazio e tranquilo mas imagino e concluo que na temporada deve ferver. Não há carros na ilha e o transporte é feito à pé, com animais ou de trator, além de barco, claro. Mas o modo mais comum de ir de Velha Boipeba para Moreré é de trator, pelo caminho de areia fofa que corta a ilha.

Almoçando no Daniel, na ilha de Boipeba - BA

Almoçando no Daniel, na ilha de Boipeba - BA


O problema é que, estando só nós por ali, o trator sairia muito caro. Quarenta reais para vencer os pouco mais de quatro quilômetros. Para caminhar, teoricamente nem é tão longe. O problema era o sol, a areia fofa e as duas mochilas de cada um. Já estava me rendendo ao trator quando a Ana animou a caminhar! Já que ela insiste... O dinheiro economizado serviu para um belo almoço no restaurante do Daniel, ali mesmo. O único porém foi que usei a pimenta achando que era o molho de salada e só descobri quando já tnha virado um tanto. Aí, foi uma luta ir até o fim, tentando diluir a pimenta com mais feijão, mais salada, mais feijão de novo, etc. Parecia um caminhoneiro!

Caminhando entre Boipeba e Moreré, na ilha de Boipeba - BA

Caminhando entre Boipeba e Moreré, na ilha de Boipeba - BA


Carregado de pimenta, partimos para enfrentar a caminhada. Devagarzinho e sempre, vencemos o sol, a areia e a ladeira e chegamos à maravilhosa Moreré, com sua meia dúzia de pousadas. Exatamente o que procurávamos!

Caminhando na praia de Bainema, próximo à Moreré, na Ilha de Boipeba - BA

Caminhando na praia de Bainema, próximo à Moreré, na Ilha de Boipeba - BA


Aqui nos instalamos na pousada do Tony e da Suzane, um casal de ingleses que largou tudo na Inglaterra para comprar uma pousada no Moreré. Que coragem! O lugar é uma delícia, desses que dá vontade de ficar uma semana. Bem instalados, já saímos para pegar o fim de tarde na vizinha praia de Bainema. Apenas coqueiros, areia branca, um mar quente e verde, o sol se pondo atrás de nós, um único corredor solitário indo e voltando.

Sol entre coqueiros na praia de Bainema, próximo à Moreré, na Ilha de Boipeba - BA

Sol entre coqueiros na praia de Bainema, próximo à Moreré, na Ilha de Boipeba - BA


É a inesquecível Moreré que eu tinha esquecido...

Campo de futebol alagado na maré cheia, na praia de Moreré, na ilha de Boipeba - BA

Campo de futebol alagado na maré cheia, na praia de Moreré, na ilha de Boipeba - BA

Brasil, Bahia, Moreré (Boipeba), Praia, trilha, Valença

Veja todas as fotos do dia!

Não se acanhe, comente!

Post anterior Cachoeira do Demé, em Tremembé, na Baía de Camamu - BA

Palmitos, Pitangas e Cachoeiras

Post seguinte Praia de Moreré na maré baixa, na Ilha de Boipeba - BA

Maré de Lua

Blog da Ana Fim da caminhada, chegando em Moreré, na ilha de Boipeba - BA

A Boipeba do Moreré

Comentários (2)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 14/02/2015 | 15:35 por Cesar L Freiberger

    Conheci esta Ilha em 03/2014, estava em Morro São Paulo, fiz alguns passeios por lá, dividi minha hospedagem de 10 dias, sendo os 5 primeiros na 3ª Praia e restante na calma da 4ª Praia, alternando passeios pela Ilha, entre caminhadas e passeios de barco, fantástico que é esta Ilha, as piscinas naturais de Moreré é surpreendente e o local então nem se fala.
    Coincidentemente me deparo com seus passeios e volto ao tempo recordando dos mesmos locais, quem sabe algum dia nos encontramos em algum lugar e trocamos algumas informações e experiências de nossas viagens. Valeu amigo, Abraços.

    Resposta:
    Oi Cesar

    Acho Moreré um lugar muito especial. Parecida com a Morro de São Paulo de 20 anos atrás, mais tranquila e intocada.

    Que bom que nossos post te trouxeram boas lembranças

    Seria mesmo jia poder nos encontrar e trocar informações e histórias. Quem sabe, né?

    Um abraço

  • 08/11/2010 | 16:06 por Paulinha Ribas

    e tem algum lugar desse país q vc n conheça???

    Resposta:
    hehehe
    Oi Paulnha!
    Na verdade, quanto mais viajo e conheço, mais descubro o quanto eu não conheço!
    Beijos

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet