0 Mar do caribe e Oceano Atlântico - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Mar do caribe e Oceano Atlântico - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Mar do caribe e Oceano Atlântico

Barbados, Bridgetown, Bathsheba

Preparando-se para fazer snorkel ma maravilhosa Carlisle Bay, ao sul de Bridgetown, em Barbados

Preparando-se para fazer snorkel ma maravilhosa Carlisle Bay, ao sul de Bridgetown, em Barbados


Como em todas as ilhas caribenhas no leste do arquipélago, existem dois mares aqui em Barbados: o “cândido” Mar do Caribe e o “mighty” Oceno Atlântico. O primeiro é para relaxar, pegar uma praia, admirar a cor esmeralda. As costas sul e oeste estão voltadas para ele e são onde estão localizados os resorts, o porto e a capital. O segundo, esse é para se respeitar, ver de longe, onde apenas os mais corajosos se aventuram. A costa leste da ilha está voltada para ele. Uma costa acidentada, poucas praias, muitas pedras e falésias.

Chegando à Bathsheba, na costa leste de Barbados

Chegando à Bathsheba, na costa leste de Barbados


Nossa programação de hoje nos levou a esses dois mares, de belezas diferentes, mas igualmente encantadores. Começamos o dia seguindo a dica dos novos amigos, Rosa e Roberto, que conhecemos ontem. Fomos para Carlisle Bay, baía de águas calmas e areis claríssimas, já bem próxima da capital Bridgetown. Seria a mesma praia que a Ana teria tido sua aula de Stand-up Paddle, cancelada pela manhã pelo professor que temia a chuva e o vento.

Pesca com rede e casa sobre o mar na bela Carlisle Bay, ao sul de Bridgetown, em Barbados

Pesca com rede e casa sobre o mar na bela Carlisle Bay, ao sul de Bridgetown, em Barbados


Pronto para o snorkel em naufrágio em Carlisle Bay, ao sul de Bridgetown, em Barbados

Pronto para o snorkel em naufrágio em Carlisle Bay, ao sul de Bridgetown, em Barbados


Pelo contrário, ao menos de manhã tivemos um belo sol e o vento não chegou a movimentar as águas da tranquila baía. A pouco mais de 100 metros da praia, justo quando o mar começa a ficar um pouco mais fundo, lá está um belo naufrágio ainda bem conservado, mas já tomado pela fauna e flora marinha. Profundidade não passando dos sete metros e água razoavelmente transparente faz desse naufrágio um local perfeito para snorkel ou mergulho.

Fazendo snorkel em naufrágio nas águas rasas de Carlisle Bay, perto de Bridgetown, capital de Barbados

Fazendo snorkel em naufrágio nas águas rasas de Carlisle Bay, perto de Bridgetown, capital de Barbados


Nós, felizes de economizar mais de 100 dólares cada um, tratamos de fazer snorkel, ao mesmo tempo em que um grupo fazia seu mergulho com garrafas. Primeiro fui eu, enquanto a Ana tomava seu sagrado sol na praia e tomava conta das nossas coisas. Ali fiquei uma boa meia hora, indo para o fundo, fotografando, explorando o naufrágio, nadando atrás dos peixes e cardumes, tirando a atenção dos mergulhadores.

Fazendo snorkel em naufrágio nas águas rasas de Carlisle Bay, perto de Bridgetown, capital de Barbados

Fazendo snorkel em naufrágio nas águas rasas de Carlisle Bay, perto de Bridgetown, capital de Barbados


Peixes nadam na proteção de naufrágio em Carlisle Bay, perto de Bridgetown, capital de Barbados

Peixes nadam na proteção de naufrágio em Carlisle Bay, perto de Bridgetown, capital de Barbados


Mais tarde foi a vez da Ana, sem máquina fotográfica, mas encontrando até uma tartaruga. Uma delícia de manhã, saudável e ensolarada no Mar do caribe, essa gigantesca piscina cuja beleza que impressiona até mesmo os astronautas que passam a mais de 200 km de altura. Alguns deles já disseram que, pelo menos lá de cima, esse é o mais belo mar da Terra.

Bela escultura comemorando o fim da escravidão, na estrada próxima à Bridgetown, capital de Barbados

Bela escultura comemorando o fim da escravidão, na estrada próxima à Bridgetown, capital de Barbados


Visto o Mar do Caribe, agora era a vez do Oceano Atlântico. Para isso, tínhamos de achar o início da estrada que nos levaria até lá. Bastou ficar olhando o mapa por alguns segundos que já apareceu um simpático casal de Barbados para nos dar todas as dicas e direções. E quando souberam que éramos brasileiros, até presente ganhamos. Pois é, pelo menos na nossa experiência, o povo daqui tem sido muito hospitaleiro.

A tri-centenária St John's Parish, no caminho para Bathsheba, na costa atlântica de Barbados

A tri-centenária St John's Parish, no caminho para Bathsheba, na costa atlântica de Barbados


E assim cruzamos o país de oeste à leste. Ainda antes de descer do lado de lá, no alto das encostas que caracterizam a costa leste da ilha, paramos na belíssima e tri-centenária St John’s Parish, uma igreja anglicana. Escolheram bem o local para sua igreja, esses britânicos. Dali se tem uma ampla e linda vista do Oceano Atlântico e da estreita e verdejante planície litorânea. Junte-se a isso a serenidade natural de uma igreja e tem´se deliciosos momentos de paz e contemplação lá encima. Perfeito!

Sob o belo órgão da igreja St. John, no caminho para Bathsheba, na costa atlântica de Barbados

Sob o belo órgão da igreja St. John, no caminho para Bathsheba, na costa atlântica de Barbados


Oceano Atlântico visto da St John's Parish, no caminho para Bathsheba, na costa leste de Barbados

Oceano Atlântico visto da St John's Parish, no caminho para Bathsheba, na costa leste de Barbados


Lá embaixo, seguimos até a pequena cidade e praia de Bathsheba. Mar sempre agitado, apenas surfistas mais experientes estão dentro d’água. Afinal, mais do que areia, o chão é de pedras e corais. Mas, visualmente, a praia e toda a costa são muito bonitas, um ar selvagem, digno da fama de bad boy que o Oceano Atlântico tem por esses lados do nosso continente.

Praia rochosa e com muitas ondas em Bathsheba, na costa leste de Barbados

Praia rochosa e com muitas ondas em Bathsheba, na costa leste de Barbados


Pensativa, observando a praia e a chuva em Bathsheba, na costa leste de Barbados

Pensativa, observando a praia e a chuva em Bathsheba, na costa leste de Barbados


O tempo agora chuvoso e a fome que apertava o estômago acabaram de tirar qualquer intenção de entrar no mar. Ao contrário, seguimos diretamente par um tradicional restaurante dali, o “Round House”. Aí, com uma magnífica vista do oceano, almoçamos comida típica de Barbados, um delicioso filé de flying fish acompanhado de uma torta de macarrão com queijo. Hmmm!

Flying fish e torta de macarrão com queijo, comida típica de Barbados em Bathsheba, na costa leste da ilha

Flying fish e torta de macarrão com queijo, comida típica de Barbados em Bathsheba, na costa leste da ilha


Enfim, um ótimo dia de despedidas dessa pequena e movimentada ilha caribenha. Amanhã cedo voamos para Antigua e Barbuda, nação formada por duas ilhas no norte da cadeia de ilhas que pretendemos visitar nesse mês de Junho que começa amanhã. Depois de lá, sempre na direção sul, vamos pular de ilha em ilha até chegar aqui em Barbados novamente, para pegar nosso voo de volta aos Estados Unidos. Mas vai demorar! Felizmente, ainda temos mais um mês inteirinho de “Mares do Caribe” e “Oceanos Atlânticos” para explorar!

Passeio em Bathsheba, na costa leste de Barbados

Passeio em Bathsheba, na costa leste de Barbados

Barbados, Bridgetown, Bathsheba, Mergulho, Praia, Carlisle Bay

Veja todas as fotos do dia!

Quer saber mais? Clique aqui e pergunte!

Post anterior Degustação de rum na destilaria Mount Gay, a mais tradicional de Barbados, na capital Bridgetown

O Rum, a Capital e os Brasileiros

Post seguinte Fim de tarde na tranquila Darkwood Beach, no sudoeste de Antígua, no Caribe

Antígua Sem Barbuda

Blog da Ana Praia de Bathsheba, na costa leste de Barbados

Barbados Alternex

Comentários (2)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 30/11/2012 | 16:58 por Assunção

    Li que Barbados é muito interessante pela parte cultural e histórica, que eu gosto muito, e li algo parecido com isso sobre Curaçao. Qual desses dois gostou mais?

    Resposta:
    Oi Assunção

    Que pergunta difícil! Gostei muito dos dois!

    Os países são diferentes, mas tem suas similaridades também. A capital de Curaçao é a mais bela de todo o Caribe, por sua arquitetura e casas coloridas. Fora da capital estão algumas das praias mais bonitas que vimos nessa região do mundo.

    Barbados, tive a impressão de um país mais complexo, com mais diferenças. A capital não é grande coisa, mas as prais e o interior, com antigos engenhos e casarões, são muito interessantes. Acho que requer mais tempo para ser explorado.

    Sinceramente, gostei muito dos dois. Para passar poucos dias, talvez escolhesse Curaçao. para um período maior, Barbados

    Espero ter podido ajudar, ao invés de confundir ainda mais...

    Um abraço

  • 03/06/2012 | 23:13 por Rosa

    Queridos Rodrigo e Ana, os posts estão maravilhosos e ficamos felizes que gostaram de mergulhar no naufrágio de Carlisle Bay.
    Já retornamos ao Brasil hoje, mas continuamos a percorrer o Caribe ( e as Américas) através das aventuras de vocês. Estamos ansiosos por Antigua e Barbuda.
    Bjs
    Rosa e Roberto

    Resposta:
    Olá Casal!

    Obrigado mais uma vez pelas dicas aqui em Barbados! O naufrágio foi ótimo!

    Espero que continuem viajando conosco, mas que logo estejam por aqui novamente, para suas próprias aventuras

    Abraços

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet