0 O Rum, a Capital e os Brasileiros - Blog do Rodrigo - 1000 dias

O Rum, a Capital e os Brasileiros - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

O Rum, a Capital e os Brasileiros

Barbados, Dover, Bridgetown

Degustação de rum na destilaria Mount Gay, a mais tradicional de Barbados, na capital Bridgetown

Degustação de rum na destilaria Mount Gay, a mais tradicional de Barbados, na capital Bridgetown


Hoje cedo, ao abrirmos a varanda do quarto, tivemos a bela surpresa do sol radiante. Afinal, a previsão era de chuva novamente. Só se esqueceram de avisar o São Pedro. Bem ali na frente, uma aula de Stand-up Paddle, aquele misto de pranchão e caiaque em que a pessoa rema de pé. A Ana gostou tanto que marcou uma aula para amanhã.

Aula de Stand-up Paddle na praia de Dover, em Barbados

Aula de Stand-up Paddle na praia de Dover, em Barbados


A gente ainda correu para nossa praia vizinha, a Dover, para aproveitar um pouco o céu azul. Mas os meteorologistas não estavam tão errados assim e o tempo fechou de novo. Mas, não importa... tínhamos um programa indoors para o início da tarde!

Dia de sol e mar turquesa na praia de Dover, em Barbados

Dia de sol e mar turquesa na praia de Dover, em Barbados


O mais famoso e antigo rum de Barbados e do mundo, na destilaria Mount Gay, na capital Bridgetown

O mais famoso e antigo rum de Barbados e do mundo, na destilaria Mount Gay, na capital Bridgetown


E que programa! Uma visita à mais famosa e tradicional produtora de rum de Barbados, a Mount Gay, com direito à sessão de degustação ao final. Cada vez mais craque na direção inglesa, atravessamos a capital Bridgetown mais uma vez e chegamos à Mount Gay em tempo para a última visita do dia, às três horas da tarde. Terminava a visita anterior, o barman fazendo um verdadeiro show para os mais de 15 participantes, enquanto eles se deliciavam na bebida. Aliás, quem se deliciava mesmo era o pessoal de um outro tour, mais caro (o “Coquetel Tour”), com direito a muito mais rum. Estes ainda estavam no meio do seu tempo, mas já estavam para lá de Bagdad.

Nossa guia nos leva em tour pela destilaria Mount Gay, a mais tradicional de Barbados, na capital Bridgetown

Nossa guia nos leva em tour pela destilaria Mount Gay, a mais tradicional de Barbados, na capital Bridgetown


O nosso tour foi mais tranquilo, sete pessoas apenas. A bela e apressada guia nos contou um pouco da história da destilaria que produz o mais antigo rum do mundo, com marca patenteada desde 1703! Essa mesma bebida que saboreamos hoje já fazia a alegria dos piratas há mais de 300 anos! Isso é que é história!

Arte na destilaria Mount Gay, a mais tradicional de Barbados, na capital Bridgetown

Arte na destilaria Mount Gay, a mais tradicional de Barbados, na capital Bridgetown


Depois, ela nos mostrou como o rum da Mount Gay é produzido, através da misturas de bebidas produzidas com uma e com dupla destilação. Depois, tudo envelhecido em barris de carvalho vindos lá do Kentucky. Agora que nós já passamos por esse estado americano, fica completamente diferente saber disso, mais pessoal.

Deliciosa degustação de rum na destilaria Mount Gay, a mais tradicional de Barbados, na capital Bridgetown

Deliciosa degustação de rum na destilaria Mount Gay, a mais tradicional de Barbados, na capital Bridgetown


Finalmente, enquanto escutávamos a cantoria das meninas que ainda participavam do “Coquetel Tour” ali na sala ao lado, chegou a nossa hora da degustação. E eu, que nunca tinha sido fã de rum, passei a ser! Pelo menos desses que nos apresentaram. Uma delícia! Esses piratas tinham bom gosto, hehehe

Deliciosa degustação de rum na destilaria Mount Gay, a mais tradicional de Barbados, na capital Bridgetown

Deliciosa degustação de rum na destilaria Mount Gay, a mais tradicional de Barbados, na capital Bridgetown


Recebemos até a oferta de nos juntar ao “Coquetel Tour”, que ainda ia longe. Mas, tendo de dirigir para casa, achamos melhor não. Meio com dor no coração, recusamos e seguimos para a Bridgetown, dispostos a parar lá dessa vez e, finalmente, conhecer a capital de Barbados.

Prédio colonial em Bridgetown, a capital de Barbados

Prédio colonial em Bridgetown, a capital de Barbados


Prédio do Parlameno em Bridgetown, a capital de Barbados

Prédio do Parlameno em Bridgetown, a capital de Barbados


Bem espalhada, mas com um centro compacto, Bridgetown concentra mais de um terço da população do país. O centro histórico está ao lado do canal de mar que entra pela cidade, uma verdadeira marina muito bem localizada. Ali ao lado está a praça com as estátuas dos heróis do país, o pomposo prédio do Parlamento, o museu nacional e algumas igrejas.

Caminhando pelo centro de Bridgetown, a capital de Barbados

Caminhando pelo centro de Bridgetown, a capital de Barbados


A bela marina de Bridgetown, a capital de Barbados

A bela marina de Bridgetown, a capital de Barbados


Tem também muitas lojas de joias, alguns poucos restaurantes na orla do canal e um passeio para pedestres ao lado do mar e numa charmosa ponte. O melhor de tudo, quase não há extrangeiros, que preferem seus resorts ou navios-cruzeiro e a gente pode observar bem a vida e o ritmo local, num pedaço do país que olha mais para si do que para os turistas que vem de fora.

Movimentado jogo de dominó nas ruas de Bridgetown, a capital de Barbados

Movimentado jogo de dominó nas ruas de Bridgetown, a capital de Barbados


Fim de tarde em Carlisle Bay, em Bridgetown, capital de Barbados

Fim de tarde em Carlisle Bay, em Bridgetown, capital de Barbados


Quarenta minutos de explorações e fotos e voltamos para nosso carro, agora rumo a um lugar para comer, pois a fome apertava. Paramos a meio caminho de casa, na mais famosa praia do litoral sul, a Accra Beach. Um restaurante bem legal quase na beira da água logo nos atraiu. Acertamos em cheio na escolha: muito boa comida, bebidas com preço de happy hour e, o melhor, encontramos um simpaticíssimo casal de brasileiros, a Rosa e o Roberto. Cariocas de Niterói, adoram viajar e vieram para cá no voo semanal da Gol. Mas, ao invés de ficarem só uma semana, aproveitaram para dar uma esticada e passaram uma semana também em Santa Lucia. Adoraram a ilha, o que só aumentou nossa vontade de chegar lá (muito em breve!). Enfim, foi um delicioso fim de tarde em boa comida e boa companhia, tudo conversado em bom português, em pleno Caribe! E eles ainda nos deram a dica de um naufrágio em águas bem rasas na Carlisle Bay, aqui pertinho. O Roberto é mergulhador e fotógrafo submarino e nos deu várias dicas de equipamentos. Então, nossa programação de amanhã começa com snorkel!

Encontro com o casal brasileiro Rosa e Rogério, em Carlisle Bay, sul de Bridgtown, capital de Barbados

Encontro com o casal brasileiro Rosa e Rogério, em Carlisle Bay, sul de Bridgtown, capital de Barbados

Barbados, Dover, Bridgetown, Praia, cidade, rum, Accra Beach

Veja todas as fotos do dia!

Quer saber mais? Clique aqui e pergunte!

Post anterior Conhecendo River Bay, na costa nordeste de Barbados

Caribe com Chuva

Post seguinte Preparando-se para fazer snorkel ma maravilhosa Carlisle Bay, ao sul de Bridgetown, em Barbados

Mar do caribe e Oceano Atlântico

Blog da Ana Arte na destilaria Mount Gay, a mais tradicional de Barbados, na capital Bridgetown

Praia, Rum e Novos Amigos

Comentários (1)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 02/06/2012 | 10:44 por Rosa

    Queridos, e um luxo estarmos no blog de vocês. Aquele bar onde nos encontramos e o Side Shore e abre todos os dias a partir das 7:30 da manha e vai ate de noite. O dono e um alemão super simpático. Aquele pedaço de praia e conhecido com Rockley Beach.
    Beijos e obrigada, Rosa e Roberto

    Resposta:
    Olá casal!

    Obrigado pelas informações e, mais ainda, por estarem lá quando nós passamos, hehehe! Ganhamos novos amigos e uma porção de dicas valiosas!

    ABs

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet