0 Chegando ao Death Valley - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Chegando ao Death Valley - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Chegando ao Death Valley

Estados Unidos, Califórnia, Death Valley

O GPS mostra nossa localização na América: Death Valley National Park, na Califórinia - EUA

O GPS mostra nossa localização na América: Death Valley National Park, na Califórinia - EUA


Depois da rápida visita ao Red Rock Canyon Sate Park, continuamos seguindo por belíssimas paisagens desérticas no caminho até o Death Valley. Sempre aquelas planícies infinitas com cadeias montanhosas ao fundo, enormes espaços vazios e uma sensação de amplitude que preenche o espaço e a mente. Inspirador!

A paisagem desértica antes de chegar ao Death Valley National Park, na Califórinia - EUA

A paisagem desértica antes de chegar ao Death Valley National Park, na Califórinia - EUA


Finalmente chegamos à entrada oeste do parque, num mirante maravilhoso de onde se pode descortinar boa parte da região. O Death Valley é o maior parque nacional dos Estados Unidos, se não contarmos os parques do Alaska. As distâncias são enormes e um carro é essencial para conhecer as principais atrações que ficam nos extremos do parque. Não só um carro, mas também um bom ar condicionado! Afinal, aqui foram medidas as maiores temperaturas da história dos Estados Unidos e de todo o hemisfério ocidental. Nada menos do que 56,7 graus!

Chegando ao Death Valley National Park, na Califórinia - EUA

Chegando ao Death Valley National Park, na Califórinia - EUA


O recorde é de 1913, mas duas vezes nos últimos dez anos quase que ele foi alcançado novamente. Ou seja, o lugar é quente mesmo! Uma das razões para isso tem a ver com um outro recorde. Está aqui o ponto mais baixo das Américas, o leito de um antigo lago que está a – 86 metros de altitude, ou seja, quase 100 metros ABAIXO do nível do mar. Esse vale profundo está cercado por duas altas cordilheiras de montanhas que não deixam a umidade e os ventos frescos do mar entrarem. Numa dessas cordilheiras, a pouco mais de 130 km do ponto mais baixo do continente, está a maior montanha do país (excetuando o Alaska), o Mount Whitney, com 4.421 metros. Enfim, o calor fica preso dentro do vale, sendo alimentado por um sol escaldante num céu sem nuvens. Sem ar fresco entrando, a temperatura sobe sem parar, especialmente no mês de julho, auge do verão.

Estrada através do Death Valley National Park, na Califórinia - EUA

Estrada através do Death Valley National Park, na Califórinia - EUA


Esse calor todo resulta num clima desértico, com fauna e flora típicas, que conseguem aguentar altas temperaturas. Mas mesmo elas sofrem nos meses de verão. Quem sofreu bastante também foram os imigrantes americanos, que vinham para a California em busca de ouro e tinham de passar por aqui. Alguns chegaram a morrer na travessia e o vale logo ganhou o nome que ainda tem até hoje: o Vale da Morte.

Solo desértico do Death Valley National Park, na Califórinia - EUA. É o lugar mais seco do país.

Solo desértico do Death Valley National Park, na Califórinia - EUA. É o lugar mais seco do país.


A gente chegou hoje de tarde e, por enquanto, apenas começamos a conhecer a região. Mas, pelo menos até agora, num ainda fresco mês de Abril, não temos reclamações. A região é absolutamente deslumbrante, linda mesmo! Tudo bem que o conforto da Fiona e a cerveja gelada do bar ajudam mas, mesmo assim, achamos que o nome não faz jus ao local!

Acampamento de traillers no Death Valley National Park, na Califórinia - EUA

Acampamento de traillers no Death Valley National Park, na Califórinia - EUA


Depois das fotos no mirante, descemos até a altura do nível do mar, onde encontramos os primeiros sinais da civilização, um lugar chamado Panamint Springs. Pausa para fotos, bebidas e informações. Entre elas, descobrimos que os hotéis estavam todos ocupados há semanas e nossa única chance de dormir no parque seria acampando. Essa é a alta temporada por aqui pois, logo após o inverno, as flores aparecem no parque, atraindo milhares de turistas. A quantidade de flores depende da quantidade de neve nas montanhas ao lado do parque. Há poucos anos houve uma florada recorde, mas esse ano não foi bom. Mesmo assim, habitações lotadas!

Caminhada noturna no campo de dunas 'Mesquite Dunes', no Death Valley National Park, na Califórinia - EUA

Caminhada noturna no campo de dunas "Mesquite Dunes", no Death Valley National Park, na Califórinia - EUA


Nós seguimos adiante, até Stovepipe Wells, já quase no meio do parque e com várias atrações próximas. O local já foi uma pequena cidade, na época em que houve mineração de borax no parque, mas hoje só tem um pequeno e simpático hotel, uma loja bem sortida e um enorme campground. Foi onde decidimos passar nossa primeira noite no Death Valley, ao lado das dezenas de traillers bem equipados, enquanto nós dormiríamos na nossa Fiona mesmo. Por 12 dólares, é uma boa economia em relação aos 60 dólares médios que temos pago pelos motéis. Para a comparação ser mais justa, temos de somar os 5 dólares por cabeça que eu e a Ana pagamos para tomar um delicioso banho nos chuveiros do hotel.

Admirando as luzes do pôr-do-sol sobre as dunas de 'Mesquite Dunes', no Death Valley National Park, na Califórinia - EUA

Admirando as luzes do pôr-do-sol sobre as dunas de "Mesquite Dunes", no Death Valley National Park, na Califórinia - EUA


Bom, depois de termos certeza que tínhamos onde dormir, ainda seguimos de Fiona para uma atração vizinha, um enorme campo de dunas chamado “Mesquite Flat Sand Dunes”. Enquanto entrávamos caminhando por elas, já no final do pôr-do-sol, saíam os últimos turistas do dia. Mais uma vez, tínhamos uma enorme vastidão apenas para nós, cercados pelas areias de dunas que lembram o Saara e com enormes montanhas ao fundo. Nossa altitude naquela hora: menos cinco metros!

Belíssimo luar sobre as dunas de 'Mesquite Dunes', no Death Valley National Park, na Califórinia - EUA

Belíssimo luar sobre as dunas de "Mesquite Dunes", no Death Valley National Park, na Califórinia - EUA


Neste local foram feitas as cenas de deserto nos últimos filmes de Guerra nas Estrelas. O sol tinha se posto, mas logo foi substituído por uma magnífica lua cheia. Assim, sob a luz do luar, eu e a Ana caminhamos pelas dunas. Era difícil aceitar que estávamos em pleno Estados Unidos e não na África ou nos Lençóis Maranhenses. A diversidade de paisagens nesse país (e olha que só andamos pela California!) realmente impressiona. Das sequoias para as dunas, parece que mudamos de planeta, e não apenas de parques nacionais...

Com Júpiter e Vênus sobre uma das dunas de 'Mesquite Dunes', no Death Valley National Park, na Califórinia - EUA

Com Júpiter e Vênus sobre uma das dunas de "Mesquite Dunes", no Death Valley National Park, na Califórinia - EUA


Bom, vamos ver como vai ser a noite no carro (ficou meio tarde para armarmos nossa tenda). Amanhã, e provavelmente o dia seguinte, teremos bastante tempo para andar por esse vale. Canyons, montanhas, mirantes, um vulcão e muito deserto nos esperam...

Admirando o belíssimo luar sobre as dunas de 'Mesquite Dunes', no Death Valley National Park, na Califórinia - EUA

Admirando o belíssimo luar sobre as dunas de "Mesquite Dunes", no Death Valley National Park, na Califórinia - EUA

Estados Unidos, Califórnia, Death Valley, trilha, Parque, Dunas, deserto, Death Valley National Park

Veja todas as fotos do dia!

A nossa viagem fica melhor ainda se você participar. Comente!

Post anterior Chegando ao Red Rock Canyon State Park, perto de Mojave, na Califórinia - EUA

State Parks

Post seguinte Death Valley National Park, na Califórnia - EUA

Canyons, Dunas e a Badwater

Blog da Ana Solo desértico do Death Valley National Park, na Califórinia - EUA. É o lugar mais seco do país.

Red Rocks e Death Valley

Comentários (0)

Participe da nossa viagem, comente!
Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet