0 Chan Chan - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Chan Chan - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Chan Chan

Peru, Trujillo, Mancora

As ruínas de Chan Chan, em Trujillo, no Peru

As ruínas de Chan Chan, em Trujillo, no Peru


Já com tudo empacotado na Fiona, fui correndo tirar umas fotos da nossa vizinha Plaza de Armas e seguimos para a saída norte de Trujillo, onde estão as ruínas da cidade de Chan Chan. Uma das grandes atrações turísticas da região e do país há décadas, patrimônio mundial da Unesco, essa é a maior cidade de adobe que já existiu. Eram vários palácios gigantescos, verdadeiras cidades muradas que floresceram entre os séculos X e XV da nossa era, até serem conquistados pelos incas. Sobraram apenas vestígios desses enormes palácios que, para olhos destreinados, mais parecem montes de areia ou uma pilha de escombros.

Plaza de Armas de Trujillo, no Peru

Plaza de Armas de Trujillo, no Peru


Entrando nas ruínas de Chan Chan, em Trujillo, no Peru

Entrando nas ruínas de Chan Chan, em Trujillo, no Peru


Mas não para arqueólogos que foram capazes de recuperar e/ou reconstruir um dos palácios, justamente aquele que está aberto à visitação. Para mim, esse é o maior problema pois já não sei o que é autêntico por lá ou o que é apenas uma réplica do que teria sido o palácio, o muro, o cômodo ou o que seja.

Visitando as ruínas de Chan Chan, em Trujillo, no Peru

Visitando as ruínas de Chan Chan, em Trujillo, no Peru


Ao contrário da Huaca de La Luna, a administração aqui é toda do estado, há menos informações, não se vê tantos cuidados. Além de muita coisa reconstruída, há também personagens vestidos com roupas da época, para alegria de alguns turistas e tristeza de outros...

Representação para turistas dos guardas do paláco de Chan Chan, em Trujillo, no Peru

Representação para turistas dos guardas do paláco de Chan Chan, em Trujillo, no Peru


Bem, abstraindo (tentando) esses fatos, o local é de uma grandeza incrível. Os enormes pátios internos desse palácio (seria assim nos outros também?) poderiam comportar quadras poliesportivas e até um campo de futebol. Os muros, reconstruídos, chegam a ter 5-6 metros de altura e tem quilômetros de extensão, cobrindo todo o perímetro do complexo. Ficar imaginando como seria a vida e as cerimônias da época naquele cenário é um gostoso exercício para a mente.

As ruínas de Chan Chan, em Trujillo, no Peru

As ruínas de Chan Chan, em Trujillo, no Peru


Percorrido o largo percurso caminhando nos corredores do antigo mega-palácio, era hora de retomar nossa viagem rumo ao norte, cada vez mais perto do ainda distante Alaska. O destino de hoje foi a cidade de Mancora, uma das mais badaladas praias do Peru. Fica no extremo norte do país, já bem perto da fronteira com o Equador e para lá seguem, na temporada, todos os bacanas do país. Um espécie de Búzios, ou Maresias, do Peru.

Caminhando pelas extensas ruínas de Chan Chan, em Trujillo, no Peru

Caminhando pelas extensas ruínas de Chan Chan, em Trujillo, no Peru


Nós chegamos fora da temporada, o que facilitou bastante encontrar um hotel à preços acessíveis. Depois de procurar um pouco, resolvemos ficar no lado sul da cidade, uma rua fechada só de hotéis longe do barulho do centrinho. Nosso quarto está de frente ao mar, ao lado de uma bela piscina, tudo pela bagatela de 100 reais. Em Búzios ou Maresias, seria impossível. Chegamos de noite e ainda não pudemos ver direito a praia. Mas amanhã, temos o dia todo para isso. Dormir com o barulhos das ondas, depois de tanto tempo, vai fazer um bem danado!

A grande muralha de um dos palácios  de Chan Chan, em Trujillo, no Peru

A grande muralha de um dos palácios de Chan Chan, em Trujillo, no Peru

Peru, Trujillo, Mancora, Chan Chan

Veja mais posts sobre Chan Chan

Veja todas as fotos do dia!

Gostou? Comente! Não gostou? Critique!

Post anterior Huaca de La Luna, em Trujillo - Peru

Huaca de La Luna

Post seguinte Praia em Mancora, no litoral norte do Peru

Mancora

Blog da Ana Caminhando pelas extensas ruínas de Chan Chan, em Trujillo, no Peru

Império Chimú

Comentários (0)

Participe da nossa viagem, comente!
Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet