0 Huaca de La Luna - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Huaca de La Luna - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Huaca de La Luna

Peru, Trujillo

Huaca de La Luna, em Trujillo - Peru

Huaca de La Luna, em Trujillo - Peru


Bem ao lado de Trujillo (provavelmente embaixo também!) há tesouros arqueológicos inestimáveis. O mais famoso deles, há muito Patrimônio Mundial da Unesco, é a gigantesca cidade de Adobe de Chan Chan. Essa eu conheci há 21 anos atrás e amanhã estará no nosso roteiro. Outro, para mim ainda mais fascinante, são as ruínas da cultura Moche, que antecedeu Chan Chan em muitos séculos.

A Huaca del Sol, que só agora começa a ser escavada e estudada, em Trujillo - Peru

A Huaca del Sol, que só agora começa a ser escavada e estudada, em Trujillo - Peru


Para lá seguimos hoje, seguindo a recomendação do Andreas e da Vania que gostaram muito de lá. A escavação é relativamente recente, tanto que nem existia quando passei por aqui da outra vez. São dois enormes sítios, um ao lado do outro, a Huaca de La Luna, um centro religioso, e a Huaca del Sol, um centro administrativo. Por incrível que pareça, a Huaca del Sol ainda está praticamente intocada, coberta pela terra de séculos e séculos. As visitações não são permitidas e só se pode observá-la de longe. Imagina quantos segredos lá dentro? As escavações devem começar nos próximos meses.

A nossa excelente guia Milagro, que muito nos ensinou sobre a cultura Moche, na Huaca de La Luna, em Trujillo - Peru

A nossa excelente guia Milagro, que muito nos ensinou sobre a cultura Moche, na Huaca de La Luna, em Trujillo - Peru


Já a Huaca de La Luna, nessa as escavações andam a todo vapor e as visitações são um verdadeiro show, principalmente com um guia bom como o que tivemos a sorte de ter, a simpática, profissional e inteligente Milagro. Ela nos conduziu através do antigo templo e seus diversos níveis e nos ilustrou sobre a cultura Moche, que floresceu na primeira metade do primeiro milênio da nossa era. Ouviu e respondeu pacientemente nossas perguntas, tanto sobre o assunto que ali visitávamos, como sobre outras antigas culturas peruanas e arqueologia em geral. Uma verdadeira aula!

Placa informativa na Huaca de La Luna, em Trujillo - Peru

Placa informativa na Huaca de La Luna, em Trujillo - Peru


O espaço está muito bem organizado, cheio de painéis explicativos, desenhos e diagramas. Pode-se ver arqueólogos trabalhando, além de observar trabalhos de manutenção do sítio. Um dos painéis mostrava o número e a origem dos visitantes. Nós, brasileiros, ainda estamos lá atrás. Como também já disse em outro post, brasileiro vem ao Peru para ver Machu Pichu, mas o país tem muito mais coisa a mostrar, entre tesouros arqueológicos e belezas naturais.

Visita à ruína moche de Huaca de La Luna, em Trujillo - Peru

Visita à ruína moche de Huaca de La Luna, em Trujillo - Peru


E aqui é um deles! Os moches, de tempos em tempos, provavelmente quando havia alguma mudança de poder, enterravam seu antigo templo e faziam outro encima, um pouco maior. Isso ajudou a preservar os templos antigos e hoje, ao serem desenterrados, mostram suas paredes pintadas ainda com todas as suas cores. Aliás, para mim isso foi inédito aqui no Peru: ver pinturas coloridas, mais vivas do que nunca. Parecem até as tumbas egípcias, mas com deuses diferentes.

Painel representando os sacrifícios humanos realizados na Huaca de La Luna, em Trujillo - Peru

Painel representando os sacrifícios humanos realizados na Huaca de La Luna, em Trujillo - Peru


Aliás, o deus principal daqui exigia sacrifícios humanos de tempos em tempos, características de quase todas as culturas pré-colombianas. Aqui, os sacrifícios eram raros, a cada 20 ou 30 anos, ao final de alguma grande seca ou enchente (coisa do El Niño...). O que foi diferente entre os Moches era que os sacrificados, todos homens, eram Moches também. Participavam de algum combate contra os próprios companheiros e, aos perdedores, o sacrifício. Para eles, tudo indica, deveria ser uma honra, tudo para aplacar a ira divina.

Trabalho de conservação na Huaca de La Luna, em Trujillo - Peru

Trabalho de conservação na Huaca de La Luna, em Trujillo - Peru


Bom , por aqui ficamos algumas horas, extasiados com a arquiteura, pinturas e histórias do lugar. E também curiosíssimos sobre o que vai aparecer quando escavarem a vizinha Huaca del Sol. Um motivo a mais para voltar daqui a um tempo. Quanto aos moches, entraram em decadência depois do ano 500, mas não demorou muito para que, transfigurados, criassem a cultura Chan Chan ali do lado mesmo, um pouco mais ao norte. Para lá seguimos ainda hoje, mas só tivemos tempo de dar uma olhada no museu. A visita à famosa cidade de Adobe será mesmo amanhã, já a caminho de Mancora, no extremo norte do país.

Um belo, complexo e misterioso painel na Huaca de La Luna, em Trujillo - Peru

Um belo, complexo e misterioso painel na Huaca de La Luna, em Trujillo - Peru

Peru, Trujillo, Huaca de La Luna, Moche, Mochica, Huaca del Sol, Chan Chan

Veja todas as fotos do dia!

Gostou? Comente! Não gostou? Critique!

Post anterior A cidade de Huaraz, no Peru, vista do alto da Cordillera Negra

De Huaraz à Trujillo

Post seguinte As ruínas de Chan Chan, em Trujillo, no Peru

Chan Chan

Blog da Ana Painéis coloridos no templo da Huaca de La Luna, em Trujillo - Peru

Civilização Moche

Comentários (1)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 16/09/2011 | 23:06 por Luis

    Mesmo com dor de barriga a Ana está sempre rindo...
    Cara, que lugar heim! Este é um dos maiores prazeres de uma viagem. A arqueologia!Quando passarmos por aí, acho que vamos ficar uns bons mêses com um pincel na mão auxiliando no trabalho de prospecção.Vcs passarão em Lambayeque, norte do Peru para ver o tesouro do Senhor de Sipan né! Esta nós queremos ver!!!!

    Resposta:
    Olá Luís
    Se vocês são fãs de arqueologia, este é o país para vcs visitarem! Pode ficar uns dois meses por aqui, indo de sítio para sítio, cada um com sua cultura diferente. É impressionante!!! E, nesses dois meses que vcs ficarem, com certeza uma nova descoberta será feita. A cada enxadada que se dá por aqui, uma nova civilização é descoberta!
    Nós não passamos em Lambayeque, infelizmente. Nesse nosso ritmo frenético para viajar pelo nosso continente em apenas 1000 dias, mita coisa está ficando para trás, infelizmente. Vamos esperar pelos seus relatos para ver tudo o que perdemos, hehehe
    Abs

    P.S A Ana é uma fonte inesgotável de bom humor! Melhor companhia, impossível!

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet