0 A Explosão de Vida - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A Explosão de Vida - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

A Explosão de Vida

Nicarágua, San Juan Del Sur

Tartarugas recém nascidas caminham para o mar na Reserva del Flor, em San Juan del Sur, na Nicarágua

Tartarugas recém nascidas caminham para o mar na Reserva del Flor, em San Juan del Sur, na Nicarágua


A praia La Flor localiza-se a vinte quilômetros ao sul de San Juan del Sur, na costa pacífica da Nicarágua. Lá ocorre um dos mais incríveis fenômenos naturais do país: a chegada de tartarugas para colocarem seus ovos e, dois meses depois, o nascimento de milhares de tartaruguinhas. Esse fenômeno ocorre também em muitas outras praias do mundo, mas o que impressiona aqui são os números. Em três ou quatro ocasiões, durante os meses de Outubro à Janeiro, logo após a mudança da lua, ocorre o que eles chamam de "arribada". São literalmente milhares (o recorde é oito mil!) de tartarugas que vem à praia em um único dia para colocarem seus ovos. Testemunhas do evento dizem que não se vê areia, apenas cascos de tartarugas. Deve ser impressionante!

Registro com contagem de tartarugas na Reserva del Flor, em San Juan del Sur, na Nicarágua

Registro com contagem de tartarugas na Reserva del Flor, em San Juan del Sur, na Nicarágua


Bom, além dessas "arribadas", nos dias "normais", dez ou vinte vem à praia cumprir seu papel de mãe. E como outras já vieram dois meses antes, enquanto elas vêm, centenas de tartaruguinhas estão correndo no outro sentido, em direção ao mar. Quase toda a ação ocorre de noite, maneira encontrada pela sábia natureza para tentar proteger os filhotes dos predadores e do sol escaldante, enfim, aumentar um pouco sua chance de sobrevivência. As poucas que chegam à vida adulta, depois de viajarem até ao Alaska ou ao Chile, retornarão à mesma praia em que nasceram para colocarem seus ovos também. O GPS delas funciona direitinho!

Tartaruguas recém-nascidas e recolhidas na Reserva del Flor, em San Juan del Sur, na Nicarágua

Tartaruguas recém-nascidas e recolhidas na Reserva del Flor, em San Juan del Sur, na Nicarágua


Por falar em GPS, o nosso nos ajudou a chegar até a praia. Mas, mais do que GPS, precisamos também foi de coragem para enfrentar os 20 km por estrada de terra no escuro num país distante sem saber precisar a segurança na região. Quase todos os turistas vão em camionetes das pousadas que organizam tours. Parece que há duas semanas uma dessas camionetes foi assaltada, mas nunca dá para saber se é boato ou não. O fato é que lá fomos os dois, dinheiro e documentos escondidos no compartimento secreto da Fiona, enfrentar a estrada no escuro mesmo. Fomos um pouco mais tarde que as camionetes das pousadas para estarmos sozinhos na praia La Flor, uma Reserva de proteção ambiental.

Tartaruga em pleno 'trabalho de parto', na Reserva del Flor, em San Juan del Sur, na Nicarágua

Tartaruga em pleno "trabalho de parto", na Reserva del Flor, em San Juan del Sur, na Nicarágua


Os 20 km demoraram a passar, mas passaram. Sem nenhum problema, diga-se! Lá na reserva fomos recebidos pels guarda-parques que já foram logo nos mostrando um balde de recém-nascidas e depois nos encaminharam à praia. Ali já estavam os 10 ou 15 turistas que tinham ido em tours. Acompanhamos todos uma tartaruga colocando seus ovos pacientemente, sob a luz de lanternas avermelhadas que não as incomodam.

Ovos de tartaruga na Reserva del Flor, em San Juan del Sur, na Nicarágua

Ovos de tartaruga na Reserva del Flor, em San Juan del Sur, na Nicarágua


Logo ali do lado a areia começava a se mover e uma penca de tartaruguinhas começou a despontar. Com a ajuda dos turistas, foram logo se encaminhando para o mar protetor. Nessa hora, os guias dos tours anunciaram que era hora de voltar e ali ficamos, eu e a Ana, sós, acompanhando o espetáculo da vida.

Tartaruga recém nascida caminha para o mar na Reserva del Flor, em San Juan del Sur, na Nicarágua

Tartaruga recém nascida caminha para o mar na Reserva del Flor, em San Juan del Sur, na Nicarágua


A mamãe tartaruga, depois de feito seu trabalho, voltou feliz e aliviada para o mar. Mal entrou e lá vinha outra mamãe cumprir com suas obrigações maternas. Ao caminhar entre elas, tomávamos cuidado para não massacrar alguma tartaruguinha perdida por ali, no meio do caminho. A luz das lnternas as desorientam e elas correm para o lado errado!

Acompanhando tartaruga que, logo após colocar seus ovos, volta para o mar, na Reserva del Flor, em San Juan del Sur, na Nicarágua

Acompanhando tartaruga que, logo após colocar seus ovos, volta para o mar, na Reserva del Flor, em San Juan del Sur, na Nicarágua


Enfim, foi um programa muito jóia. Um ritual que se repete desde o tempo dos dinossauros, mas que parece tão especial a cada vez que acontece. Principalmente quando somos nós que testemunhamos! A cada tartaruguinha que ajudávamos a chegar ao mar, parecia que estávamos dando um empurrão na natureza e na vida. Sentimo-nos mais leves, mais puros, mais justos. Tanto que, no nosso caminho de volta, já depois da meia-noite, mais sós do que nunca naquela estrada escura, sentíamo-nos inatingíveis por qualquer tipo de ameaça ou maldade. Flutuamos de volta para o nosso hotel.

Tartaruga volta ao mar após colocar seus ovos na Reserva del Flor, em San Juan del Sur, na Nicarágua

Tartaruga volta ao mar após colocar seus ovos na Reserva del Flor, em San Juan del Sur, na Nicarágua

Nicarágua, San Juan Del Sur, Praia, tartaruga

Veja todas as fotos do dia!

Faz um bem danado receber seus comentários!

Post anterior Surfistas aproveitam o belo fim de tarde em praia Madero, em San Juan del Sur, na Nicarágua

Chegamos à Nicarágua!

Post seguinte Os vulcões Concepción e Maderas, na ilha lacustre de Ometepe, na Nicarágua

Ometepe e o Canal da Nicarágua

Blog da Ana Tartaruga recém nascida caminha para o mar na Reserva del Flor, em San Juan del Sur, na Nicarágua

Tartarugas Palasmas

Comentários (3)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 22/12/2011 | 23:26 por Luis

    Vcs chegaram na hora certa e lugar exato!
    Bom, qto ao houle, eu que sou mais velho, nem lembrava destes filmes da sessão da tarde. Deve ser a memória!
    Em fev/março tem veleiro mais uma vêz e a próxima deve ser Costa Rica. Acho que será setembro. Vamos ver.
    Estou fazendo o relato do Chile. Assim que terminar te mando o link.
    Um ótimo Natal pra voces!

    Grande abraço

    Resposta:
    Olá Luis

    Pois é, fazia tempo que a gente já estava cercando essas tartarugas. Finalmente aconteceu!!! E com estilo!

    E o veleiro vai ser aonde? Quando vier para a Costa Rica, não vai dar um pulo na Nicarágua? Vcs adorariam o país, tenho certeza!

    Ótimo Natal para vcs também. E ano novo com muitas aventuras

    Grande abraço

  • 18/12/2011 | 02:06 por Julie&Trond

    Olá Ana & Rodrigo!

    Muito bom te conhecer caras hoje no San Ramon Cascada em Isla de Ometepe, e muito obrigado para o passeio descendo a colina passado (para Trond) e volta para o Hostel (por Julie). Próxima vez que você está planejando uma viagem para 1000 dias ou mais, lembre-se de nos visitar na Bélgica e Noruega.

    Tem um monte de diversão!

    Besos,

    Trond & Julie

    Resposta:
    Oláááááá!!!

    Puxa, que legal ver um norueguês e uma belga falando português!!!

    Eu e a Ana adoramos conhecer vocês e não vamos nos esquecer da nossa cerveja vendo o pôr-do-sol no lago e nem as centenas de vaga-lumes no gramado.

    Parabéns aos dois pelas belas viagens que estão fazendo, ao Trond que adorou Jeri e a Julie, só com 18 anos e já desbravando a América Central. Que coragem!

    Esperamos vê-los novamente, na Noruega, Bélgica, Brasil ou qualquer outro lugar desse mundão!

    Abraços e beijos

  • 17/12/2011 | 18:20 por Dona Helen

    Ron querido
    Suas reportagens são sempre elucidativas e muito agradáveis
    de serem lidas ( com pequenos ataques ao vernáculo)nada que
    tire o brilho.Agora quanto ao futuro, onde estarão no Natal?
    É quando mais sentimos a falta de vocês!Falaremos pelo skipe?
    Mantenham-nos informados. Bjs. Mm

    Resposta:
    Olá!

    Imagino que estaremos na pequena grande El Salvador! Vocês estarão aonde? Precisamos sim falar por skype!!!

    Beijos e saudades


    P.S Quais ataques ao vernáculo? Não serão meros "erros de digitação"? Vc precisa apontá-los para que eu possa melhorar, hehehe!

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet