0 Viajando Pelas Granadinas - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Viajando Pelas Granadinas - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Viajando Pelas Granadinas

São Vicente E Granadinas, Bequia, Union Island

Mapa estilizado de São Vicente e Granadinas, no Caribe

Mapa estilizado de São Vicente e Granadinas, no Caribe


As ilhas Granadinas são uma cadeia de ilhotas que ligam São Vicente, ao norte, com Granada, ao sul. São uma espécie de “Caribe em menor escala”, ou então, o “Caribe do Caribe”. Com suas águas transparentes, baías paradisíacas e praias idílicas, são o sonho de todos os velejadores do planeta e muitos vem para cá, para passar uma temporada. É muito comum que europeus e americanos viajem para São Vicente, ou então uma ilha um pouco mais ao norte, como Santa Lúcia ou Martinica, e façam um charter (aluguel) de um veleiro ou catamarã por umas duas semanas, boa parte delas passadas entre essas belas e isoladas ilhas por onde estamos viajando. Depois, devolvem o barco no sul do arquipélago e voam de volta para casa, felizes da vida.

Curtindo a belíssima Port Elizabeth, em Bequia, ilha de São Vicente e Granadinas, no Caribe

Curtindo a belíssima Port Elizabeth, em Bequia, ilha de São Vicente e Granadinas, no Caribe


Para quem não sabe velejar ou não tem essa bala toda, a alternativa é viajar de ferry entre elas. Quase que diariamente, um fast ferry sai de São Vicente e percorre todas as ilhas principais das Granadinas, até Union Island. Aí é uma boa base para explorar ilhas ainda menores, que serviram de cenário para filmar blockbusters como “Piratas do Caribe” Além disso, por estar na fronteira entre dois países, Union Island também é um ótimo lugar para se encontrar outros viajantes, gente que está cruzando o Caribe em busca de paz, aventura ou trabalho.

Pier do nosso hotel em Port Elizabeth, em Bequia, ilha de São Vicente e Granadinas, no Caribe

Pier do nosso hotel em Port Elizabeth, em Bequia, ilha de São Vicente e Granadinas, no Caribe


Hoje, ainda tivemos toda a manhã para aproveitar em Bequia. Passamos a maioria do tempo no restaurante-varanda do nosso hotel, praticamente à beira-d’água, cenário de sonho. Um ótimo lugar para se inspirar para os posts e também para a vida. Eu ainda tive o pique de, quase correndo, caminhar pela estrada até o ponto mais alto da ilha, de onde tive uma visão panorâmica de Port Elizabeth, a capital de Bequia, e também do litoral recortado e das praias selvagens do outro lado da ilha.

Rua principal de Port Elizabeth, em Bequia, ilha de São Vicente e Granadinas, no Caribe

Rua principal de Port Elizabeth, em Bequia, ilha de São Vicente e Granadinas, no Caribe


Depois, já no início da tarde, mochila nas costas, caminhamos pela tranquila Port Elizabeth e abordamos o fast ferry, que não passa mais de 5 minutos parado em cada ilha. Se bobear, perdeu!

O Fast Ferry que faz a linha entre São Vicente e as principais ilhas  Granadinas, no Caribe (em Port Elizabeth - Bequia)

O Fast Ferry que faz a linha entre São Vicente e as principais ilhas Granadinas, no Caribe (em Port Elizabeth - Bequia)


Das ilhas maiores das Granadinas, ele só não parou em Mustique, que é dominada por um grande e caríssimo resort. Seguimos diretamente para Canouan, de lá para Mayreau e, finalmente, para Union Island. Normalmente, seguimos dentro da cabine fechada e com ar condicionado do ferry, mas a Ana conseguiu, na última etapa, seguir do lado de fora do barco, aproveitando para tirar fotos das magníficas praias desertas de cada ilha, assim como de veleiros e do tranquilo porto de Union Island.

Navegando entre as ilhas Granadinas, em São Vicente e Granadinas, no Caribe

Navegando entre as ilhas Granadinas, em São Vicente e Granadinas, no Caribe


Chegamos na pequena cidade de Clifton, mesmo nome do simpático hotel em que ficamos hospedados. Apesar de bem menor que Port Elizabeth, em Bequia, não demorou muito para perceber que a cidade vibra mais, tripulações de veleiros aproveitando o seu pouco tempo em terra firme para compras ou para se divertir e relaxar e gente de fora que acabou gostando daqui e se estabelecendo com algum restaurante.

Praça central de Clifton, capital de Union Island, ilha no sul de São Vicente e Granadinas, no Caribe

Praça central de Clifton, capital de Union Island, ilha no sul de São Vicente e Granadinas, no Caribe


Nós fizemos algumas compras de frutas, caminhamos pela cidade (não dura mais de 5 minutos!) e organizamos nossa ida para Tobago Cays amanhã e nossa passagem para Carriacou, ilha já no lado de Granada, para depois de amanhã. Faremos as duas viagens com a mesma pessoa, em sua “possante” voadeira.

A simpática vendedora de frutas em Clifton, capital de Union Island, ilha no sul de São Vicente e Granadinas, no Caribe

A simpática vendedora de frutas em Clifton, capital de Union Island, ilha no sul de São Vicente e Granadinas, no Caribe


Finalmente, já escurecendo, pudemos ir para o bar e relaxar. Comi a melhor pizza em muitos meses, preparada por uma francesa que se mudou para cá e a Ana ficou muito amiga de uma argentina, a Eugenia, perdida pelo mundo. Ela tinha ido morar na Espanha e, depois de um tempo, “mochilou” para Marrocos e Saara Ocidental, de onde seguir num pequeno barco para Cabo Verde. Mas a grande aventura veio em seguida, cruzar todo o Oceano Atlântico até o Caribe num pequeno barco com apenas 5 pessoas. Foram 17 dias sem ver terra firme! Isso sim é aventura, hehehe!

Com a argentina Eugenia, em Clifton, capital de Union Island, ilha no sul de São Vicente e Granadinas, no Caribe

Com a argentina Eugenia, em Clifton, capital de Union Island, ilha no sul de São Vicente e Granadinas, no Caribe


Bom, a gente é mais modesto e amanhã vamos ficar apenas uns 40 minutos na voadeira até chegarmos ao mais belo cenário dos filmes de pirata: Tobago Cays. E a terra firme vai estar sempre à vista...

Cartaz com propaganda de Tobago Cays, em Union Island, ilha no sul de São Vicente e Granadinas, no Caribe

Cartaz com propaganda de Tobago Cays, em Union Island, ilha no sul de São Vicente e Granadinas, no Caribe

São Vicente E Granadinas, Bequia, Union Island, Praia, Port Elizabeth, Clifton, Canouan, Mustique, Mayreau

Veja todas as fotos do dia!

Participe da nossa viagem, comente!

Post anterior Pier avança sobre o lindo mar de Bequia, em São Vicente e Granadinas, no sul do Caribe

Bek-uei, em San Vincent

Post seguinte Admirando praia de Tobago Cays, no sul de São Vicente e Granadinas, no Caribe

Tobago Cays, Franceses e a Espaçonave Russa

Blog da Ana Pier avança sobre o lindo mar de Bequia, em São Vicente e Granadinas, no sul do Caribe

St Vincent and the Granadines

Comentários (1)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 09/12/2012 | 18:05 por eduardo fernandes

    Ola ana tudo bem ??
    Eu entrei na sua pagina
    E adorei de ver as fotos do caribea bequia
    Me recordo de quando eu morei em bequia
    o do hotel do meu amigo...o plantetion house...
    Em julho eu estou pretedendo voutar no caribea novamente...
    Boa tarde .
    Ate!!

    Resposta:
    Oi Eduardo

    Puxa, que sorte a sua, já morou nesse paraíso, é?

    Espero que possa mesmo voltar em Julho e aproveitar aquela beleza toda!

    Um abraço

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet