1 Seismiles - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Seismiles - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Seismiles

Chile, Copiapo, La Serena

Chegando ao Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile

Chegando ao Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile


A noite foi gelada nos mais de 3,5 mil metros de altitude do Salar de Maricunga, onde está o posto da polícia fronteiriça chilena, local onde dormimos. Na verdade, dentro do nosso quarto ao lado da máquina de raio X, estava bem quentinho, graças ao aquecedor gentilmente emprestado pelo oficial. Mas para a Fiona, que ficou ao relento, deve ter sido dureza! Tanto que não foi fácil despertá-la pela manhã. A gente tinha deixado ela virada para o sol e, hoje cedo, após algum tempo se esquentando, ela finalmente deu partida. Difícil também foi abrir a porta do bagageiro, do lado de trás. A fechadura tinha congelado! Mas com jeitinho, tudo se acerta...

Deixando a alfãndega chilena no Paso San Francisco, a caminho do Parque Nevado Tres Cruces, região de Copiapo

Deixando a alfãndega chilena no Paso San Francisco, a caminho do Parque Nevado Tres Cruces, região de Copiapo


Atravessando o Salar Maricunga, no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile

Atravessando o Salar Maricunga, no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile


Nós arrumamos o nosso “quarto”, recolhemos os colchões e cobertores emprestados e deixamos tudo pronto para que o posto fronteiriço voltasse a funcionar normalmente. Afinal, os primeiros viajantes já deveriam estar chegando e não iria ficar bem se nos vissem de pijamas circulando por ali. Empacotamos nossas bagagens, carimbamos nossos passaportes, fizemos os papéis da Fiona e seguimos viagem. Em direção a Fiambalá, na Argentina...



Não, não tinha dado nada errado! Não estávamos voltando para a terra dos hermanos. Na verdade, só pegamos a estrada de volta por uns dez quilômetros, até o entroncamento com uma pequena rota alternativa, que cruzava o Parque Nacional Nevado de Tres Cruces. É um caminho chamado “Circuito Seismiles” e que acaba encontrando com a estrada principal pouco mais de 100 quilômetros adiante, rumo a Copiapó, a maior cidade dessa região chilena.

Rota cruza o deserto de altitude entre os vários picos com mais de 6 mil metros de altura, na região do Paso San Francisco, entre Chile e Argentina

Rota cruza o deserto de altitude entre os vários picos com mais de 6 mil metros de altura, na região do Paso San Francisco, entre Chile e Argentina


Tripé para fotografar o deserto e as paisagens do Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile

Tripé para fotografar o deserto e as paisagens do Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile


Nossa ideia era conhecer esse parque de montanhas gigantes e que dão nome ao circuito. A razão é simples: várias delas tem mais de 6 mil metros de altitude, inclusive aquela que dá nome ao próprio parque, o Nevado Tres Cruces, com 6.749 metros. Mais alto que ela, só o Ojos del Salado, com seus 6.864 metros. Além disso, tem também as irmãs menores, o Incahuasi (6.640 m), o San Francisco (6.016 m), o El Muerto (6.488 m) e o Cerro El Toro (6.168 m), sem contar as montanhas que ficam na faixa dos 5 mil metros. Enfim, um verdadeiro paraíso para alpinistas, escaladores ou admiradores de montanhas. Imagina só: no meio desses gigantes, mais de três quilômetros abaixo, uma pequena e rústica estrada para carros tracionados. Que beleza!!!

Pose para foto ao lado do Ojos del Salado, no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile

Pose para foto ao lado do Ojos del Salado, no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile


O grandioso Ojos del Salado, segunda maior montanha do continente no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile

O grandioso Ojos del Salado, segunda maior montanha do continente no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile


Hoje o dia estava bem mais claro que a tarde de ontem e assim pudemos admirar o Ojos del Salado em todo o seu esplendor. Uma montanha magnífica, o mais alto vulcão ativo do mundo. Limpo como estava hoje, até parece que poderíamos subi-lo. Doce ilusão! Além de ter de esperar mais alguns meses, é preciso planejar muito bem essa subida: comida, guia, uma semana de aclimatação e muita paciência e determinação. Hoje, o que pudemos fazer foi admirá-lo respeitosamente de longe e apenas sonhar com o cume. Algum dia...

Apontando o Ojos del Salado, segunda mais alta montanha das Américas, no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile

Apontando o Ojos del Salado, segunda mais alta montanha das Américas, no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile


Fiona prepara-se para subir montanha no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile

Fiona prepara-se para subir montanha no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile


Bom, já que não podíamos subir montanhas a pé, resolvemos subir uma com a Fiona! Percebemos rastros de carro que subiam um promontório ao lado da Laguna Santa Rosa, conhecida pelos seus belos flamingos e, se eles podiam, nossa Fiona também poderia! Dito e feito, chegamos lá em cima e ficamos extasiados com a vista, não só da Laguna e seus pássaros, mas de toda a região ao redor. Aí ficamos por uma boa hora, tirando fotos e simplesmente admirando aquele belo mundo ao nosso redor, tão diferente do que temos visto pelos últimos meses. Essa região andina é mesmo especial.

Fiona sobe montanha no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile

Fiona sobe montanha no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile


Fiona sobe montanha no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile

Fiona sobe montanha no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile


Depois da contemplação, descemos de carro para a orla da Laguna, para podermos chegar mais perto dos flamingos que se esbaldavam em suas águas. Temos encontrado esses pássaros em diversos lugares do continente, mas foi aqui que, sem dúvida, tiramos as mais belas fotos dessas magníficas aves, seja voando e plainando sobre a lagoa, seja confraternizando entre amigos. Foi inesquecível!

O vasto Salar Maricunga, no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile

O vasto Salar Maricunga, no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile


O magnífico cenário do Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile

O magnífico cenário do Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile


A grandiosidade do Salar Maricunga e do Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile

A grandiosidade do Salar Maricunga e do Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile


Além dos flamingos, encontramos também um zorro, nome dado por aqui à nossa raposa. Bem destemida, ela se aproximou bastante de nós, certamente em busca de alguma comida. Deve ser acostumada aos turistas que passam por ali. Há um refúgio ao lado da Laguna Santa Rosa, um ponto de apoio para aqueles viajantes mais intrépidos que percorrem as trilhas do parque. Para quem não tem medo de altitude (e de frio!), deve ser um lugar maravilhoso para se caminhar durante alguns dias.

Ao longe, flamingos na Laguna Santa Rosa, no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile

Ao longe, flamingos na Laguna Santa Rosa, no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile


Flamingo sobrevoa a Laguna Santa Rosa, no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile

Flamingo sobrevoa a Laguna Santa Rosa, no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile


Aproveitamos ao máximo o momento, mas precisávamos seguir em frente. A estrada vale abaixo começou meio escabrosa, um estreito ziguezague serpenteando uma encosta inclinada. Aos poucos, ficou um pouco mais tranquila e pudemos admirar as gigantescas dunas de areia que nos cercavam. Por fim, as vicunhas sumiram e apareceram os primeiros burricos, sinal inequívoco que já havíamos baixado bastante e chegado perto da civilização. Com efeito, logo após os burricos apareceram os primeiros casebres, famílias pioneiras colonizando aquela paisagem ainda pouco hospitaleira. Outra meia hora e o rio já estava mais caudaloso, sustentando uma vegetação mais viçosa. As casas já pareciam mais bem cuidadas e confortáveis.

A belíssima Laguna Santa Rosa, no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile

A belíssima Laguna Santa Rosa, no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile


Admirando as paisagens maravilhosas do Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile

Admirando as paisagens maravilhosas do Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile


Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile

Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile


Por fim, deixamos aquele estranho mundo da altitude para trás e chegamos à estrada principal novamente, aqui embaixo já asfaltada. Sim, era mesmo a civilização, com seus caminhões e sinais de trânsito. Copiapó era logo ali. Vinte e cinco meses depois do imaginado, chegávamos a esta cidade chilena. Bem na hora de um almoço tardio em um agradável restaurante da praça principal.

Os flamingos da Laguna Santa Rosa, no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile

Os flamingos da Laguna Santa Rosa, no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile


Os flamingos da Laguna Santa Rosa, no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile

Os flamingos da Laguna Santa Rosa, no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile


Flamingo dá m rasante na Lagoa Santa Rosa, no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile

Flamingo dá m rasante na Lagoa Santa Rosa, no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile


Depois de atravessar aquele mundo quase deserto nos últimos dois dias, foi estranho dirigirmos nas ruas movimentadas de uma cidade, pedestres e carros disputando um espaço apertado. Quase um choque. Procurar um lugar para estacionar? Que estranho! Enfim, o almoço nos trouxe de volta ao planeta Terra.

Em meio às montanhas, a Laguna Santa Rosa, no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile

Em meio às montanhas, a Laguna Santa Rosa, no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile


Admirando a Laguna Santa Rosa, no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile

Admirando a Laguna Santa Rosa, no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile


Admirando a Laguna Santa Rosa, no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile

Admirando a Laguna Santa Rosa, no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile


Depois de fazer a digestão caminhando pela praça, fizemos as contas e decidimos que ainda tínhamos tempo de seguir viagem, recuperando o dia a mais que havíamos levado na travessia do Paso San Francisco. Nada como mudar de planos todos os dias. Uma das vantagens de uma viagem de carro onde nunca reservamos hotéis. O dia é cada vez mais longo aqui no hemisfério sul, tanto pelo avançar da estação como pelo aumento da latitude. Uma ótima pedida para pegar estrada. Assim, demos uma esticada até La Serena, já no litoral do Pacífico.

Um zorro (raposa) chega perto de nós no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile

Um zorro (raposa) chega perto de nós no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile


Um zorro (raposa) chega perto de nós no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile

Um zorro (raposa) chega perto de nós no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile


Chegamos lá de noite, mas o barulho do mar foi animador. A última vez nesse oceano havia sido lá na América Central. Estávamos com saudades! Achamos um hotel e fomos ver o mar mais de perto. Antes disso, enquanto eu pagava a conta, a Ana descarregou nossa bagagem, coisa que normalmente não fazemos. O usual, para paradas mais curtas, é apenas levar nossas mochilas menores, com uma muda de roupa, bolsa de toalete e eletrônicos. Ainda não sabíamos, mas essa ação dela nos pouparia um aborrecimento ainda maior no dia seguinte.

Aviso de descida íngrime (descida dos Andes!) no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile

Aviso de descida íngrime (descida dos Andes!) no Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile


Burros vivem no deserto do Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile

Burros vivem no deserto do Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile


Depois, um jantar já bem perto da praia, respirando a brisa marinha. Depois de passarmos perto dos 5 mil metros, aquele ar nos enchia de oxigênio. Vamos estar próximos do mar pelas próximas semanas e isso é sempre alentador. Fomos dormir cedo pois o dia havia sido longo e o de amanhã também prometia. Mais do que imaginávamos...

Já na descida dos Andes, a Fiona atravessa os desertos do Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile

Já na descida dos Andes, a Fiona atravessa os desertos do Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile


Já na descida dos Andes, a Fiona atravessa os desertos do Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile

Já na descida dos Andes, a Fiona atravessa os desertos do Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile

Chile, Copiapo, La Serena, Montanha, Lagoa, Paso San Francisco, Estrada, Andes, Ojos del Salado

Veja todas as fotos do dia!

Não nos deixe falando sozinhos, comente!

Post anterior Até a Fiona ficou impressionada com a beleza da Laguna Verde, no lado chileno do Paso San Francisco, uma das mais belas ligações andinas entre o país e a vizinha Argentina

O Paso San Francisco

Post seguinte Até s pelicano admira o fantástico pôr-do-sol na praia de Totoralillo, na região de La Serena, no Chile

A Serenidade de La Serena

Blog da Ana Admirando as paisagens maravilhosas do Parque Nacional Nevado Tres Cruces, região do Paso San Francisco, próximo à Copiapo, no Chile

Parque Nacional Nevado Tres Cruces

Comentários (0)

Participe da nossa viagem, comente!
Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet