0 Rotina à Bordo - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Rotina à Bordo - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Rotina à Bordo

Galápagos, Isla Santiago, Isla Isabel, Isla Darwin, Isla Wolf

O Rafa preparando caipirinha para os russos, na Ilha de Darwin, em Galápagos

O Rafa preparando caipirinha para os russos, na Ilha de Darwin, em Galápagos


Uma semana de vida à bordo, o maior período que já passei flutuando desde os nove meses pré-natais, foram mais do que suficientes para estabelecermos uma gostosa rotina diária. A gente era acordado com música nos autofalantes por volta das sete da manhã e, logo em seguida, o tradicional discurso de bom-dia do Capitão Vitor, num inglês com total sotaque castelhano que, invariavelmente, nos convidava para um "delicious breakfast in the paradise islands!".

Isla Wolf e seu reflexo, em Galápagos

Isla Wolf e seu reflexo, em Galápagos


A manhã seguia com dois mergulhos maravilhosos intercalados com um lanche rápido e quentinho e, em seguida, "delicious lunch"! Hora da siesta e mais um mergulho de tarde. Umas cervejinhas para relaxar, muita socialização com os outros passageiros, banho e "delicious dinner"! Mais um pouco de conversa e todos para a cama, pois incríveis mergulhos nos esperam para amanhã!

Todos jantando no salão das refeições do nosso barco, ao largo da Ilha de Santiago, em Galápagos

Todos jantando no salão das refeições do nosso barco, ao largo da Ilha de Santiago, em Galápagos


Esse era o roteiro básico, adaptado às mudanças do dia à dia. Como nós fomos "encaixados" de última hora neste barco, já que o que havíamos contratado tinha furado, só conseguimos um quarto de casal para nós, além de duas outras vagas em quartos duplos. A solução foi a gente dividir o quarto de casal, o Rafa e a Laura nas primeiras 3 noites e eu e a Ana nas 3 noites finais. Enquanto isso, a Ana e a laura dividiam um quarto com a sueca Maria enquanto eu e o Rafa dividíamos um quarto com o russo Koxta.

Os russos tomam sol no sun deck do barco, na ilha de Wolf, em Galápagos

Os russos tomam sol no sun deck do barco, na ilha de Wolf, em Galápagos


Aproveitando as últimas luzes do dia para fotografar, na ilha de Wolf, em Galápagos

Aproveitando as últimas luzes do dia para fotografar, na ilha de Wolf, em Galápagos


Fora esse pequeno "inconveniente", o Galápagos Sky era super confortável. Alguns quartos no andar inferior, um grande salão de refeições conjugado com um salão de visitas ao nível do mar e os quartos mais bacanas no andar de cima, com bela vista para o mar. Ao lado do salão de refeições um sortido open bar e a cozinha sempre movimentada para alimentar tantas bocas. Do lado de fora, o deck de mergulho, onde nos arrumávamos e embarcávamos nas pangas (botes motorizados) que nos levavam e buscavam dos pontos de mergulho. Na volta, éramos sempre recebidos por uma tripulação que nos ajudava com as roupas e nos dava toalhas quentinhas e confortáveis. Do lado de fora do segundo andar, outro deck com mesas, cadeiras e mais um bar. Por fim, no telhado, o sun deck, com cadeiras de sol e redes que nos convidavam para o ócio comtemplativo.

Hora do descanço no sun deck do barco, na ilha de Wolf, em Galápagos

Hora do descanço no sun deck do barco, na ilha de Wolf, em Galápagos


O deck de mergulho do nosso barco (Isla Isabel, em Galápagos)

O deck de mergulho do nosso barco (Isla Isabel, em Galápagos)


As refeições eram muito gostosas, muitas frutas no café da manhã, buffet no almoço e jantar com duas escolhas de pratos principais, sempre acompanhados de vinho. A cada noite, o capitão convidava alguns passageiros para se sentar à sua mesa, sempre uma boa conversa sobre o Equador ou Galápagos. Ele é de Baños e já subiu algumas vezes o Chimborazo!

O deck do bar do nosso barco (Isla Isabel, em Galápagos)

O deck do bar do nosso barco (Isla Isabel, em Galápagos)


Os passageiros acabaram por se dividir em dois grandes grupos: os russos e o resto do mundo. Ficamos muito amigos do Friso e da Maria, além do Henning. Mas também conversávamos bastante com o Koxta. Os outros russos quase não falavam inglês e era sempre engraçado tentar nos comunicar com eles. Depois da vodka, ficavam bem menos tímidos e a conversa fluia mais!

Tubarões de Galápagos (quase inofensivos!) cercam nosso barco durante  a noite na Ilha de Darwin, em Galápagos

Tubarões de Galápagos (quase inofensivos!) cercam nosso barco durante a noite na Ilha de Darwin, em Galápagos


A navegação entre as ilhas era feita, sempre que possível, de noite, para que estivéssemos no lugar certo já na hora certa. Mas algumas vezes navegávamos de dia, sempre acompanhados de pássaros no alto e golfinhos por baixo. Algumas vezes, de noite, com o barco parado, eram os tubarões que nos cercavam. Não, não eram só os tubarões. Na verdade, foi a natureza que nos cercou durante toda essa semana. É incrível a quantidade de vida nesse arquipélago. Nas ilhas, no mar e no ar, para onde se olha, lá estão as criaturas que fazem destas ilhas um lugar tão especial! No próximo post, vou falar dos bichos que vivem na terra e no ar aqui em Galápagos.

O Galapagos Sky, nosso barco! (Isla Isabel, em Galápagos)

O Galapagos Sky, nosso barco! (Isla Isabel, em Galápagos)

Galápagos, Isla Santiago, Isla Isabel, Isla Darwin, Isla Wolf, Mergulho, Equador

Veja todas as fotos do dia!

Diz aí se você gostou, diz!

Post anterior Roteiro do barco em Galápagos

Nosso Roteiro em Galápagos

Post seguinte Junto com as tartarugas gigantes de Galápagos, na Ilha de Santa Cruz

A Vida Terrestre em Galápagos

Blog da Ana A inconfundível silhueta de um tubarão-martelo em mergulho na Isla Wolf, em Galápagos

Darwin e Martelos

Comentários (2)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 04/02/2014 | 22:58 por comprar seguidores

    muito bom o blog!!

    Resposta:
    Que bom que tenha gostado, "comprar seguidores" (que nome???)

  • 10/11/2013 | 18:37 por Dimas

    Muito bacana o site! Esse é o melhor blog de viagens que já visitei. Apenas uma pequena correção: a grafia correta é "descanso", não "descanço", como já li em diversos posts.

    Resposta:
    Olá Dimas

    Legal que goste do site e muito obrigado pela correção!!! Mesmo cansado, não tem desculpa para escrever "descanço"!

    Um abraço

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet