0 Fantasmas... - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Fantasmas... - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Fantasmas...

Granada, St Georges

Mergulhando com o 'Deep Christ' no Sculptures Park, em Granada

Mergulhando com o "Deep Christ" no Sculptures Park, em Granada


Terminada a primeira metade do nosso dia e já de barriga cheia, estava na hora de decidir nosso roteiro para a tarde. Queríamos ir ao parque Grand Etang, no interior montanhoso de Granada, e também a um parque de esculturas subaquático, fazer snorkel. Como tínhamos acabado de sair do mar e como nossos guias não se mostraram muito empolgados com as tais esculturas, resolvemos ir primeiro para as montanhas. Se sobrasse tempo, quem sabe, daríamos um pulo nas esculturas... Sem querer, com os motivos errados, foi a melhor decisão possível!

Vista panorâmica de St. George's, capital de Granada, no Caribe

Vista panorâmica de St. George's, capital de Granada, no Caribe


Seguimos então, com nosso jipinho, de volta à capital e, de lá, para o interior. A estrada serpenteia ladeira acima e não demorou muito para termos uma linda visão de St. George’s, suas baías e litoral. Escolheram bem o local para construir sua capital, hehehe!

Com o nosso jipe, atravessando o parque Grand Etang, em Granada, no Caribe

Com o nosso jipe, atravessando o parque Grand Etang, em Granada, no Caribe


Não demorou muito e chegamos ao ponto mais alto da estrada, a quase 600 metros de altura, de onde tivemos a visão mais ampla do litoral do lado do Caribe. Logo depois, estava a entrada do parque Grand Etang. As principais atrações são a vista para os dois lados da ilha e, principalmente, a antiga cratera de vulcão, hoje um lago quase circular que dá nome ao parque.

Antiga cratera vulcânica, hoje um lago no centro do parque Grand Etang, em Granada, no Caribe

Antiga cratera vulcânica, hoje um lago no centro do parque Grand Etang, em Granada, no Caribe


Fomos muito bem recebidos pelos guarda-parques, que logo nos indicaram algumas pequenas trilhas para percorrer. Ao assinar o livro de visitas, percebi o motivo de tanta efusividade: quase não há visitantes nessa época! Os últimos tinham estado ali há 4 dias. Na mesma página de assinaturas, verificando a nacionalidade das pessoas, quase só ingleses e americanos, sem nacionais. Lá encima, para minha surpresa, quase há dois meses esteve aqui uma brasileira!

A cachoeira de Annandele Falls, em Granada, no Caribe

A cachoeira de Annandele Falls, em Granada, no Caribe


Bom, fizemos a trilha de quinze minutos e chegamos ao ponto de observação do lado Atlântico da ilha. Muita mata e litoral bem entrecortado. Para o outro lado, bem pertinho, o Grand Etang, lago que fornece água à capital nos meses de seca. Poderíamos ir lá dar uma volta, mas preferimos seguir para uma cachoeira, já no caminho de volta à St. George’s.

Garotos se divertem na cachoeira de Annandele Falls, em Granada, no Caribe

Garotos se divertem na cachoeira de Annandele Falls, em Granada, no Caribe


Escultura subaquática no incrível Sculptues Park, em Granada

Escultura subaquática no incrível Sculptues Park, em Granada


A Annandele Falls é a cachoeira mais conhecida de Granada. Na época dos cruzeiros, está sempre cheia de turistas. Hoje, só havia garotos granadinos se divertindo por lá, além de um rasta fazendo a manutenção a seu cabelo. A cachoeira é bonitinha, especialmente para quem nunca viu uma. Não é o nosso caso e resolvemos seguir em frente, para as esculturas subaquáticas.

Escultura subaquática no incrível Sculptues Park, em Granada

Escultura subaquática no incrível Sculptues Park, em Granada


Tanto eu como a Ana já tínhamos visto reportagens e fotos dessas esculturas, mas não sabíamos que era em Granada. Descobrimos na nossa visita à oficina de turismo, dois dias atrás. Nas reportagens, as fotos eram bem impressionantes, mas nossos amigos da manhã tinham nos deixado meio desanimados. De qualquer maneira, em homenagem aos nossos sentimentos de outrora, resolvemos tentar...

A famosa escultura da ciranda, no Sculptures Park, em Granada

A famosa escultura da ciranda, no Sculptures Park, em Granada


Fomos de carro até Devil’s Bay, poucos quilômetros ao norte da capital e ficamos amigo do dono do único bar da pequena praia. Deixamos com ele a chave do carro, a Ana alugou nadadeiras e, seguindo as orientações de nosso novo amigo, nadamos através de uma baía, uns 400 metros até a ponta de uma península. Do lado de lá estaria o “Sculpture Park”.

Snorkel em meio às esculturas do Sculptures Park, em Granada

Snorkel em meio às esculturas do Sculptures Park, em Granada


Quase sempre, as pessoas vão de barco, em excursões, Alguns para mergulhar, outros para fazer snorkel. As esculturas estão entre 5 e 8 metros de profundidade, em espaços de areia entre plataformas de coral. Boias vermelhas espaçadas algumas dezenas de metros marcam os limites do parque e da “área de esculturas”.

Escultura da mesa posta, no Sculptures Park, em Granada

Escultura da mesa posta, no Sculptures Park, em Granada


A Ana tinha visto as fotos das principais delas na revista, então passamos a brincar de tentar localizá-las naqueles aproximados 5 mil metros quadrados de mar. Com visibilidade de uns quinze metros, foi uma brincadeira bem divertida!

Pôr-do-sol cinematogrãfico durante snorkel no Sculptures Park, em Granada

Pôr-do-sol cinematogrãfico durante snorkel no Sculptures Park, em Granada


As esculturas são como fantasmas, perdidos e presos para sempre naquele azul infinito do mar. A gente ficava nadando na superfície e, quando achava alguma “sombra suspeita” lá embaixo, gritávamos um para o outro e descíamos lá, para nossa sessão de fotografias.

Fazendo snorkel com a escultura do jornalista e sua máquina de escrever, no Sculptures Park, em Granada

Fazendo snorkel com a escultura do jornalista e sua máquina de escrever, no Sculptures Park, em Granada


Nunca tínhamos nadado entre fantasmas e foi uma experiência meio tétrica, mas inesquecível. Éramos os únicos por ali, além dos fantasmas, claro! Na superfície, uma pôr-do-sol absolutamente maravilhoso de um lado do céu enquanto, do outro, a lua reinava soberana. Em baixo, aquelas esculturas que, aos poucos, vão sendo conquistadas por algas e corais. Não poderíamos ter tido um final de tarde mais inesquecível do que esse, nosso último no Caribe. Espetacular!

Fazendo snorkel com a escultura do jornalista e sua máquina de escrever, no Sculptures Park, em Granada

Fazendo snorkel com a escultura do jornalista e sua máquina de escrever, no Sculptures Park, em Granada


Fazendo snorkel com a escultura do jornalista e sua máquina de escrever, no Sculptures Park, em Granada

Fazendo snorkel com a escultura do jornalista e sua máquina de escrever, no Sculptures Park, em Granada


Para arrematar, nadamos de volta ao bar do nosso amigo e, com ótima trilha sonora, assistimos às luzes finais do dia que pintavam o céu enquanto socializávamos com as personagens interessantes que passavam por ali. Até um ex-funcionário da Royal Caribbean super fã das cidades e mulheres da costa brasileira apareceu.

Fazendo snorkel no fim da tarde no Sculptures Park, em Granada

Fazendo snorkel no fim da tarde no Sculptures Park, em Granada


Nossa temporada na ilha de Granada, que tinha começado de maneira meio xoxa, clima de fim de festa, nos surpreendeu e terminou de forma espetacular, um Gran-Finale digno desse giro incrível por essas ilhas que terminou aqui, hoje, de maneira tão memorável. Difícil acreditar que amanhã não estaremos mais aqui, mas em plena confusão da Times Square. Dois lados dessa mesma moeda chamada América...

Snorkel inesquecível no final de tarde no Sculptures Park, em Granada

Snorkel inesquecível no final de tarde no Sculptures Park, em Granada

Granada, St Georges, Mergulho, trilha, cachoeira, Parque, Grand Étang, Sculpture Park, Annandele Falls

Veja todas as fotos do dia!

Quer saber mais? Clique aqui e pergunte!

Post anterior Mergulhando na parte interna do navio-cruzeiro Bianca C, naufragado em 1961 em Granada

A Capital dos Naufrágios

Post seguinte Chegando à Times Square, em Nova Iorque, nos Estados Unidos

Mudando de Mundos

Blog da Ana A famosa escultura da ciranda, no Sculptures Park, em Granada

Arte Submarina

Comentários (1)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 04/07/2012 | 18:08 por Rui Carneiro

    Bacana esse Museu de Esculturas subaquáticas.
    Vocês devem estar "xuringados" de tantos mergulhos, mas que uma rica experiência, hein?
    Parabéns pelos textos e fotos.

    Resposta:
    Oi Rui

    Pois é, ficamos surpreendidos com esse lugar! Nada como superar (e muito!) as expectativas! O lugar é incrível e demos muita sorte com o horário da visita. Estávamos sós!

    Legal que gosta dos textos e fotos

    Quanto aos mergulhos, saindo agora do Caribe, vamos ter de pendurar o equipamento por um bom tempo, infelizmente...

    Abs

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet