0 O Fascinante Mercado e o Milagre do Tripé - Blog do Rodrigo - 1000 dias

O Fascinante Mercado e o Milagre do Tripé - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

O Fascinante Mercado e o Milagre do Tripé

Canadá, Vancouver

Chegando ao Granville Island Public Market, em Vancouver, no Canadá

Chegando ao Granville Island Public Market, em Vancouver, no Canadá


Nossas últimas horas na cidade, não poderíamos deixar de visitar uma das maiores atrações de Vancouver: o Granville Island Public Market, ou simplesmente, o mercado de Granville.

Ponte que liga o centro à ilha de Granville, em Vancouver, no Canadá

Ponte que liga o centro à ilha de Granville, em Vancouver, no Canadá


O nome faz homenagem a um político inglês que foi, durante muito tempo, ministro das relações exteriores da Grã-Bretanha, a quem o Canadá era associado. Granville ficou famoso por ser um político apaziguador, sempre administrando as tensões com as outras potências da época, como a Alemanha de Bismark, a Rússia dos czares e os EUA de Lincoln e da Guerra Civil.

Downtown visto da ilha de Granville, em Vancouver, no Canadá

Downtown visto da ilha de Granville, em Vancouver, no Canadá


A própria cidade de Vancouver nasceu com o seu nome, até que mudasse a denominação para homenagear o famoso explorador. Mas Granville não foi esquecido pela cidade! Ao contrário, a principal rua da balada, além da ilha que hoje visitamos, ainda lhe prestam homenagem. E junto com a ilha, o fascinante mercado que aí funciona.

Novo e suculento carregamento chega ao Granville Island Public Market, em Vancouver, no Canadá

Novo e suculento carregamento chega ao Granville Island Public Market, em Vancouver, no Canadá


A ilha fica numa entrada de mar conhecida como False Creek, bem ao lado do centro da cidade. Duas enormes pontes passam sobre ela e a ilha tinha tudo para ser um terreno inóspito, decadente e feio. Como de fato era, até que um projeto de remodelação a fez ressuscitar das cinzas na década de 70.

Para quem gosta de pimentão (tem até uma variedade laranja!), Granville Island Public Market, em Vancouver, no Canadá

Para quem gosta de pimentão (tem até uma variedade laranja!), Granville Island Public Market, em Vancouver, no Canadá


Uma das estrelas dessa remodelação foi a criação do Mercado Público. Junto com ele vieram lojas de artesanato, restaurantes, lojas, uma marina e diversos ateliês. Não demorou muito para virar moda entre os habitantes descolados da cidade e, em seguida, entre as dezenas de milhares de turistas que visitam Vancouver todos os anos.

Para quem gosta de comer caranguejo, Granville Island Public Market, em Vancouver, no Canadá

Para quem gosta de comer caranguejo, Granville Island Public Market, em Vancouver, no Canadá


E não é para menos! O mercado é uma delícia, muito bem organizado, ótimo para uma boa refeição e, claro, repleto de frutas, legumes, queijos, flores, pães, condimentos e tudo mais que encontramos em mercados de grandes cidades.

Para quem gosta de cogumelos, Granville Island Public Market, em Vancouver, no Canadá

Para quem gosta de cogumelos, Granville Island Public Market, em Vancouver, no Canadá


Aliás, como já disse mais de uma vez em posts anteriores, uma visita ao mercado da cidade é sempre uma das melhores e mais interessantes maneiras de se conhecer as pessoas dali, como vivem, o que comem e como se portam.

Para quem gosta de berries, Granville Island Public Market, em Vancouver, no Canadá

Para quem gosta de berries, Granville Island Public Market, em Vancouver, no Canadá


Afinal, nesses mercados trabalham pessoas locais, vendendo produtos locais para, na sua grande maioria, clientes locais. Nós, os turistas, somos apenas a “decoração”.

Para quem acha que as abóboras são todas laranjas (Granville Island Public Market, em Vancouver, no Canadá)

Para quem acha que as abóboras são todas laranjas (Granville Island Public Market, em Vancouver, no Canadá)


Assim, hoje tivemos o enorme prazer de passar algumas horas no Mercado Público de Granville. Fomos e voltamos por seus corredores, admirando estandes de frutas ou flores, impressionados com a quantidade de cores e aromas espalhados pelo ambiente, ouvindo o burburinho local e a música dos artistas que ali se apresentam.

Comprando vinho no delicioso Granville Island Public Market, em Vancouver, no Canadá

Comprando vinho no delicioso Granville Island Public Market, em Vancouver, no Canadá


Aproveitamos também para comprar uns vinhos que levaríamos para nossos novos amigos canadenses (relato no próximo post), umas vassouras pelas quais a Ana se apaixonou (numa lojinha super simpática que deve ser a predileta de todas as bruxas de Vancouver!) e para almoçar.

Tradicional loja de vassouras na área do mercado de Granville, em Vancouver, no Canadá

Tradicional loja de vassouras na área do mercado de Granville, em Vancouver, no Canadá


Passeando pelo fascinante Granville Island Public Market, em Vancouver, no Canadá

Passeando pelo fascinante Granville Island Public Market, em Vancouver, no Canadá


Aliás, essa foi a parte mais difícil. Com tanta comida boa por ali, como fazer a escolha? Se (ou quando...) eu morasse em Vancouver, viria ao mercado todas as semanas, por um ano ao menos, até ter experimentado e conhecido todas as comidas, frutas e queijos de lá. Que delicioso desafio seria esse, hehehe!

Granville Island Public Market, em Vancouver, no Canadá

Granville Island Public Market, em Vancouver, no Canadá


A Ana mata a vontade de segurar uma abóbora, no Granville Island Public Market, em Vancouver, no Canadá

A Ana mata a vontade de segurar uma abóbora, no Granville Island Public Market, em Vancouver, no Canadá


Início da tarde e era a hora de seguirmos viagem e deixarmos Vancouver para trás. Que ótimo que passamos pelo mercado antes disso. Levaremos doces recordações. Não é aquele lugar caótico e cheio de vida que costuma ser os mercados latinos, mas com sua organização, limpeza e trabalhadores asiáticos, é a cara de Vancouver. Visita obrigatória e muito prazerosa!

Flores à venda no Granville Island Public Market, em Vancouver, no Canadá

Flores à venda no Granville Island Public Market, em Vancouver, no Canadá


Bom, conhecido o mercado, estávamos prontos para viajar. Estávamos? Não! Ao entramos no carro, demos por falta do nosso pequeno tripé que tem nos ajudado tanto a fotografar, comprado lá em Nova Iorque. Um exercício de memória nos fez lembrar onde ele tinha ficado: lá na Wreck Beach, a praia que estivemos ontem com o pessoal da 4x1. Se fosse em outro país, já teríamos dado como perdido, mas no Canadá, havia uma esperança!

Granville Island Public Market, em Vancouver, no Canadá

Granville Island Public Market, em Vancouver, no Canadá


Então, nos demos ao trabalho de voltar lá, pouco mais de 10 km de distância. Mais do que isso, eram 460 degraus descendo a encosta até a praia. E os mesmo 460 degraus de subida. A Ana ficou encima, torcendo, enquanto eu desci correndo, dedos cruzados. E não é que estava lá, sobre o mesmo tronco de árvore onde havíamos deixado antes! ?! Pois é, viva o Canadá!!!

feliz em recuperar nosso tripé, que passou a noite na Wreck Beach, em Vancouver, no Canadá

feliz em recuperar nosso tripé, que passou a noite na Wreck Beach, em Vancouver, no Canadá


E assim deixamos Vancouver, com esses dois ótimos sentimentos: o mercado e o tripé. Junte-se a isso o “nosso” apartamento na Robson Street, quase do lado do Ibirapuera daqui e está explicado porque queremos passar uma temporada mais longa na cidade, hehehe. Quem sabe, um dia...

Fiona entre as árvores coloridas de Outono, em Vancouver, no Canadá

Fiona entre as árvores coloridas de Outono, em Vancouver, no Canadá

Canadá, Vancouver, British Columbia, Granville Island Public Market

Veja todas as fotos do dia!

Comentar não custa nada, clica aí vai!

Post anterior Encontro do 1000dias e o 4x1 em Vancouver, no Canadá (foto da expedição 4x1 - Retratos da América)

Encontro Marcado!

Post seguinte Café da manhã na casa do Len e da Irmi, em Chilliwack, interior da British Columbia. oeste do Canadá

Amigos Canadenses

Blog da Ana Para quem acha que as abóboras são todas laranjas (Granville Island Public Market, em Vancouver, no Canadá)

Granville Public Market

Comentários (1)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 16/08/2013 | 11:54 por Claudia Boemmels

    Adorei esse mercado! Muito lindo e interessante. Deu fome também :o)) Bjs de Berlim Claudia

    Resposta:
    Oi Claudia

    esse Mercado é uma delícia!!! Para os olhos, olfato e paladar! Passaria dias lá dentro, hehehe

    Um beijo e saudades de Berlim!!!

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet