0 No Centro de Quito - Blog do Rodrigo - 1000 dias

No Centro de Quito - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

No Centro de Quito

Equador, Quito

Crianças de escola passeiam pelo centro de Quito, no Equador

Crianças de escola passeiam pelo centro de Quito, no Equador


Finalmente, depois de tantos dias entre idas e vindas para Quito, chegou a hora de conhecer o famoso centro da cidade que foi a primeira no mundo a ser declarada Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco, ainda na década de 70.

Plaza San Francisco, em Quito, no Equador

Plaza San Francisco, em Quito, no Equador


A história de Quito começa muito antes da chegada dos espanhóis à América. Fundada pela tribo Quitu, foi ocupada pela tribo Caras em cerca de 900 d.C. Por cerca de 500 anos seus reis governaram a próspera cidade quando foi a vez dos Incas chegarem do sul. Os Caras e seus aliados resistiram bravamente e a guerra foi sanguinária até que, em 1462, finalmente foi conquistada. Os Incas então a transformaram na sua cidade mais importante da parte norte do império, o centro administrativo da região e sua principal base para a expansão rumo ao que é hoje a Colômbia.

Centro de Quito, no Equador, com a estátua da Virgen sobre a colina Panecillo ao fundo

Centro de Quito, no Equador, com a estátua da Virgen sobre a colina Panecillo ao fundo


Foi quando chegaram os espanhóis e a história mudou completamente de rumo. Foi nessa região que se deu a mais prolongada resistência inca, mas com a execução do seu último líder em 1535, nada mais poderia impedir a hispanização da cidade. Ordens religiosas foram chegando, igrejas sendo construídas, assim como imponentes prédios públicos. É esta Quito que fomos conhecer hoje em companhia da nossa falante amiga Maria.

Com a Maria, em frente à magnífica igreja da Companhia de Jesus, em Quito, no Equador

Com a Maria, em frente à magnífica igreja da Companhia de Jesus, em Quito, no Equador


Começamos pela central Plaza Grande, onde está o Palácio do Governo e a casa arcebispal e passamos logo para a mais bela igreja da cidade. Na verdade, o mais belo exemplar barroco de todo o continente, a igreja da Companhia de Jesus. Foram necessários mais de 150 anos para terminar essa verdadeira jóia arquitetônica, justo um pouco antes dos jesuítas serem expulsos da cidade e de toda a américa espanhola. Infelizmente, fotografias não são permitidas no seu interior, mas qualquer busca na internet vai mostrar em fotos essa maravilha que pudemos ver com os próprios olhos. A quantidade de ouro e de peças trabalhadas em cada detalhe dentro dessa igreja é realmente impressionante!

A bela igreja do Monasterio de San Francisco, em Quito, no Equador

A bela igreja do Monasterio de San Francisco, em Quito, no Equador


Caminhamos mais um pouco pelas ruas até chegar ao Convento de San Francisco, outra das grandes atrações da cidade. Em seu interior, transformado em museu, podemos ter uma boa idéia do que foi a chamada "Escola Quitenha de Pintura e Escultura, um dos mais belos e fecundos movimentos artísticos de nosso continente nos séculos XVIII e XIX.

Quito vista do alto do Panecillo, no Equador

Quito vista do alto do Panecillo, no Equador


De lá, de táxi, para a colina conhecida como Panecillo, onde está uma grande estátua da famosa Virgen de Quito, um dos marcos arquitetônicos da cidade. Lá de cima, uma vista magnífica da cidade e dos vulcões que a cercam de todos os lados. Até o Cotopaxi se pode ver, meio escondido no meio das nuvens.

Com a Maria no centro de  Quito, no Equador. Ao fundo uma belíssima foto do Panecillo com o imponente Cotopaxi atrás

Com a Maria no centro de Quito, no Equador. Ao fundo uma belíssima foto do Panecillo com o imponente Cotopaxi atrás


De volta à Plaza Grande, passando no caminho pela Igreja São Domingos e também pela Calle Ronda, famosa pelos seus restaurantes que só abrem de noite. Àquela hora, completamente vazia. A mesma rua em que estivemos jantando na nossa primeira noite em Quito. Um pouco mais à frente, o bonito prédio da primeira universidade do país, hoje transformado em centro cultural. No seu pátio central, uma inesperada surpresa para nós: um pé de Araucária! Uma araucária em Quito, quase sobre o Equador, quem diria?!?

Uma araucária no centro de Quito!!! (no prédio da antiga universidade)

Uma araucária no centro de Quito!!! (no prédio da antiga universidade)


Mas, falando em jantar, o almoço foi numa das galerias da Plaza Grande, cheia de restaurantes charmosos. A digestão foi feita na caminhada morro acima até a catedral da cidade, uma enorme construção em estilo gótico, o que soa bem estranho para uma cidade sulamericana. A catedral pode não combinar muito com o resto do centro histórico, mas a visão de seu interior meio cavernoso iluminado por magníficos vitrais vele muito à pena.

Os belos vitrais da catedral de Quito, no Equador

Os belos vitrais da catedral de Quito, no Equador


A catedral gótica de Quito, no Equador

A catedral gótica de Quito, no Equador


Por fim, voltamos para Mariscal, em tempo de lá acompanhar o jogo de estréia das eliminatórias sulamericanas para a Copa do Brasil. O Equador deu um baile na Venezuela, para alegria e festa das milhares de pessoas que lotavam os bares e ruas ao redor da Plaza Foch, o centro nevrálgico deste bairro boêmio de Quito.

La Mariscal lotada para ver o jogo de Equador x Venezuela, pelas eliminatórias da Copa do Brasil (em Quito, no Equador)

La Mariscal lotada para ver o jogo de Equador x Venezuela, pelas eliminatórias da Copa do Brasil (em Quito, no Equador)


Enquanto o jogo acontecia, a Ana e a Maria se esbaldaram numa famosa loja de chocolate da capital, a "Republica del Cacao". A Ana não cabia em si com tantas guloseimas ao seu redor! Foi aí também a nossa despedida da Maria, de malas prontas para o Brasil na última etapa de seu giro mundial em pouco mais de 100 dias.

Com a Maria, se deliciando na 'Republica del Cacao', em Quito, no Equador

Com a Maria, se deliciando na "Republica del Cacao", em Quito, no Equador


Para amanhã, o programa é seguir de Fiona (novinha em folha, depois de revisão) para a Mitad del Mundo, o parque que se construíu poucos quilômetros ao norte de Quito exatamente sobre a Linha do Equador, a linha imaginária que divide o mundo em norte e sul. Pois é, está quase na hora de adentramos o hemisfério norte mais uma vez. Agora por um bom tempo...

Foto de dspedida da Maria, em Quito, no Equador. Ela parte para o Brasil e nós para a Colômbia

Foto de dspedida da Maria, em Quito, no Equador. Ela parte para o Brasil e nós para a Colômbia

Equador, Quito,

Veja todas as fotos do dia!

A nossa viagem fica melhor ainda se você participar. Comente!

Post anterior Admirado com o maior dos quadros na Capilla del Hombre, em Quito, no Equador

Capilla del Hombre

Post seguinte Separados por um hemisfério! (no museu Intiran, em Mitad del Mundo, no Equador)

As Duas Metades do Mundo

Blog da Ana Quito, capital americana da cultura (Equador)

Old Town Quito

Comentários (1)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 27/05/2012 | 21:27 por John

    Olá!!!
    Estou neste momento nas Ilhas Galápagos e nesta quarta-feira (30/05/12) irei para Quito. Tenho pouco tempo. Chegarei às 17 horas e meu voo de Quito para Bogotá será no dia 01/06 às 19 horas. Gostaria de saber se dá para fazer um bate e volta para Cotopaxi no dia 31 e se é possível conhecer o centro histórico e subir no teleférico no dia 01/06 antes de ir para o aeroporto?
    Muito obrigado,

    P.S. o projeto dos 1000 dias é FANTÁSTICO. Parabéns

    Marcelo

    Resposta:
    Oi Marcelo

    Fazer bate e volta no Cotopaxi, só se vc já estiver aclimatado. Se não, sem chance de chegar ao cume. Mas seria possível vc chegar até o refúgio (de carro) e dar uma caminhada por lá. A vista é linda! Sua dificuldade seria conseguir o transporte. Mas não é impossível não!

    Já o programa do dia 01, se começar bem cedo, vai poder sim dar uma boa caminhada no centro histórico e depois correr para o teleférico. Se o dia estiver bonito, vai valer a pena a correria!

    Abs

    P.S E aí, que achou de Galápagos?

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet