0 Na Praia de Areias Verdes - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Na Praia de Areias Verdes - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Na Praia de Areias Verdes

Hawaii, Big Island-Green Sand Beach

Chegando à Green sand Beach, ou praia das areias verdes, no sul da Big Island, no Havaí

Chegando à Green sand Beach, ou praia das areias verdes, no sul da Big Island, no Havaí


Dois foram os motivos de termos alugado um jipe com tração nas quatro rodas aqui na Big Island, no Havaí. O primeiro deles foi poder chegar com nossas próprias rodas no cume do Mauna Loa, a maior montanha do mundo, o que fizemos há dois dias. O segundo foi poder chegar a uma exótica praia de areias verdes, no extremo sul da ilha. A Green Sand Beach é uma das poucas existentes no mundo e, além disso, fica no ponto mais ao sul dos Estados Unidos.


Nossos caminhos pela Big Island, entre as cidades de Hilo e Kona, passando pelo Mauna Loa (C), pelas encostas do Kilauea (E) e pela Green Sand Beach (F)

Esse foi o nosso programa de hoje: sair cedo de Volcano, percorrer o sul da Big island, conhecer essa linda praia e, antes do final do dia, chegar à Kona, já na costa oeste, onde tínhamos dois mergulhos noturnos marcados. Pois é, mais um dia intenso, como todos os que passamos até agora nesse arquipélago no meio do Pacífico. Mas, ao invés de vulcões, nosso interesse hoje eram praias e o mar.

O ponto mais ao sul dos estados Unidos, na costa sul da Big Island, no Havaí

O ponto mais ao sul dos estados Unidos, na costa sul da Big Island, no Havaí


Passeio na ponta sul da Big Island, no Havaí

Passeio na ponta sul da Big Island, no Havaí


Logo pela manhã nos afastamos das encostas recentemente “construídas” pelo Kilauea e rumamos para o sul, um terreno um pouco mais antigo já tomado por pastagens cheias de vacas e cavalos. Saímos da estrada principal, que nos levaria diretamente à Kona e rumamos para o ponto mais ao sul da ilha, uma bucólica estrada secundária. Finalmente, chegamos à uma placa que anunciava, orgulhosa: “This is the southernmost point in the United States”.

Admirando o mar ao sul da Big Island, no Havaí

Admirando o mar ao sul da Big Island, no Havaí


Ali não há praias, apenas um rochedo que termina abruptamente no mar azul. Olhar para o horizonte significava mirar a Antártica, a meio mundo de distância (ainda chegamos lá!). As águas abaixo de nós eram extremamente tentadoras, um azul transparente através do qual podíamos ver o fundo de areia e coral. O único meio de acesso para chegar lá era escalando as pedras para baixo. Ou então, pulando. Com cerca de 10 metros de altura, não era uma má ideia. Para voltar, uma escada de ferro, parecida com escadas de bombeiro.

O difícil caminho para a Green Sand Beach, no sul da Big Island, no Havaí

O difícil caminho para a Green Sand Beach, no sul da Big Island, no Havaí


Nosso jipe nos leva pelo difícil caminho da Green Sand Beach, no sul da Big Island, no Havaí

Nosso jipe nos leva pelo difícil caminho da Green Sand Beach, no sul da Big Island, no Havaí


Admiramos o belíssimo mar, tiramos nossas fotos, mas resistimos à tentação do salto. Ficou para mais tarde, para depois da nossa visita à vizinha Green Sand Beach. Para chegar até lá, seguimos até o final da estrada de asfalto, onde há um estacionamento. Dali para frente, ou caminhávamos pouco mais de três milhas pelas encostas, programa feito por quase todos que chegam até aquele lugar remoto, ou enfrentávamos a rudimentar trilha de terra com o nosso carro.

A bela praia de Green Sand Beach, no sul da Big Island, no Havaí

A bela praia de Green Sand Beach, no sul da Big Island, no Havaí


Após conversarmos com um simpático motorista que cobrava 30 dólares por pessoa para fazer o trajeto, resolvemos enfrentar a estrada. Afinal, tínhamos de justificar o aluguel do jipe! O difícil era só escolher a trilha certa entre as dezenas de bifurcações que existiam por ali, caminhos deteriorados e erodidos sendo abandonados por trilhas mais recentes. Olha daqui, testa dali, entre pedras e buracos, fomos seguindo em frente e acabamos por chegar ao nosso objetivo: a praia de areias verdes.

Como o próprio nome diz, as areias são mesmo verdes na Green Sand Beach, no sul da Big Island, no Havaí

Como o próprio nome diz, as areias são mesmo verdes na Green Sand Beach, no sul da Big Island, no Havaí


Banho de mar nas águas da Green Sand Beach, no sul da Big Island, no Havaí

Banho de mar nas águas da Green Sand Beach, no sul da Big Island, no Havaí


E não é que é verde mesmo! A cor vem do mineral olivina, de origem vulcânica, presente nas encostas que circundam a praia. O mar vem erodindo a encosta e os barrancos fornecem areia à praia. Realmente, é muito bonito e especial. A gente chega por cima, de onde já temos uma bela vista da paisagem. Depois, carro estacionado, descemos cuidadosamente pela encosta, até chegar à areia.

Como o próprio nome diz, as areias são mesmo verdes na Green Sand Beach, no sul da Big Island, no Havaí

Como o próprio nome diz, as areias são mesmo verdes na Green Sand Beach, no sul da Big Island, no Havaí


Ali nos instalamos, com canga, pequeno lanche e muita curiosidade. A praia é pequena e pode ser percorrida em poucos minutos. A água do mar é agradável e foi aqui a minha estreia nos mares havaianos. Para não esquecer nunca mais, hehehe! Ficamos por ali pouco mais de uma hora e teríamos ficado mais, se não fosse o compromisso dos mergulhos.

Mergulho no penhasco que forma a ponta mais ao sul dos Estados Unidos, no sul da Big Island, no Havaí

Mergulho no penhasco que forma a ponta mais ao sul dos Estados Unidos, no sul da Big Island, no Havaí


O único meio de voltar à terra firme é através de uma escada, no ponto mais ao sul da Big Island, no Havaí

O único meio de voltar à terra firme é através de uma escada, no ponto mais ao sul da Big Island, no Havaí


Assim enfrentamos a trilha 4x4 novamente, que o jipão tirou de letra, e voltamos para os penhascos do ponto mais ao sul. Agora, nada mais nos impedia de saltar naquele mar transparente que tanto nos lembrou do Caribe. Uma delícia! Armados com nossas máscaras de mergulhos, foi um belo aperitivo para o que nos esperava de noite: arraias manta e seres luminescentes das profundezas abissais! O Havaí é mesmo incrível...

Delicioso mergulho nas águas azuis do mar ao sul da Big Island, no Havaí

Delicioso mergulho nas águas azuis do mar ao sul da Big Island, no Havaí

Hawaii, Big Island-Green Sand Beach, Praia

Veja todas as fotos do dia!

Diz aí se você gostou, diz!

Post anterior De uma distância segura, admirando a erupção do Kilauea, no Volcanoes National Park, em Volcano, na Big Island, no Havaí

Fogo no Céu

Post seguinte O maravilhoso mergulho noturno com arraias manta, em Kona, na Big Island, no Havaí

Mergulhos Únicos e Inesquecíveis

Blog da Ana O maravilhoso mergulho noturno com arraias manta, em Kona, na Big Island, no Havaí

Mantas e Seres Pelágicos

Comentários (0)

Participe da nossa viagem, comente!
Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet