0 Mt. Lassen, a Neve e Novos Amigos - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Mt. Lassen, a Neve e Novos Amigos - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Mt. Lassen, a Neve e Novos Amigos

Estados Unidos, Califórnia, Lake Tahoe

Cão meio triste com a neve em estrada próxima à Susanville, na Sierra Nevada, Califórnoa, nos Estados Unidos

Cão meio triste com a neve em estrada próxima à Susanville, na Sierra Nevada, Califórnoa, nos Estados Unidos


Ontem, após nosso passeio pela neve do Mt. Shasta, nós seguimos viagem para outro vulcão, mais ao sul, também na região da Sierra Nevada. Estou falando do Mount Lassen, o único vulcão a entrar em erupção nos Estados Unidos (sem contar o Alaska e Hawaii) durante o século XX, além do Mt. St. Helens, claro! Foi no ano de 1915 e suas cinzas foram parar a mais de 300 km de distância. Ele passou mais alguns anos mandando sinas de fumaça, mas desde então parace estar dormindo. Mas não se enganem, os cientistas americanos dizem que, dentre todos os vulcões do noroeste americano, ele é o que tem mais chances de entrar em erupção novamente, no curto prazo.


Nosso percurso nos últimos dias: Do litoral para o Mt. Shasta, cruzando a Sierra Nevada. Daí para o Mt. Lassen e Susanville. Finalmente, para Truckee e Squaw Valley, já no Lake Tahoe

Mas não foi por isso que nós passamos por lá rapidamente. Na verdade, nosso plano era conhecer o parque nacional criado em sua volta, tanto para proteger suas belezas como também a área devastada pela erupção de quase 100 anos atrás, para futuros estudos. Só que, para variar, a estrada que corta o parque já estava fechada para a estação. Além disso, uma teimosa neblina teimava em encobrir a montanha. Com a estrada fechada até abril do ano que vem, quase todos os hotéis em volta do parque também fecham. Resolvemos então seguir viagem até a próxima cidade, Susanville, já na rota para o Lake Tahoe.

Fiona, depois de uma noite de neve em Susanville, na Sierra Nevada, Califórnoa, nos Estados Unidos

Fiona, depois de uma noite de neve em Susanville, na Sierra Nevada, Califórnoa, nos Estados Unidos


Hoje cedo, a surpresa! A Fiona amanheceu branquinha de neve, capô e vidros completamente cobertos. Deu até dó ter de ligar o limpador de para-brisas para limpá-la. Claro que tiramos umas fotos antes disso, a primeira vez que vimos nossa querida Fiona dessa maneira. Mesmo com a neve, ela pegou de primeira e pegamos a estrada para o sul.

Vidro da Fiona coberto de neve em Susanville, na Sierra Nevada, Califórnoa, nos Estados Unidos

Vidro da Fiona coberto de neve em Susanville, na Sierra Nevada, Califórnoa, nos Estados Unidos


Limpando a neve da Fiona em Susanville, na Sierra Nevada, Califórnoa, nos Estados Unidos

Limpando a neve da Fiona em Susanville, na Sierra Nevada, Califórnoa, nos Estados Unidos


No caminho, muita neve ao redor da estrada. O cenário pode ser muito comum para na região, vastas planícies branquinhas, o gado se esforçando para achar alguma grama para comer, pinheiros com os galhos carregados de neve, lagos congelados. As outras pessoas que encontramos na estrada não pareciam dar a mínima para isso. Mas para nós, brasileiros que somos, era como um conto de fadas!

Gado pasta em campo nevado próximo à Susanville, na Sierra Nevada, Califórnoa, nos Estados Unidos

Gado pasta em campo nevado próximo à Susanville, na Sierra Nevada, Califórnoa, nos Estados Unidos


Não resistimos a parar várias vezes para tirar mais fotos. Um cão brincando na neve, motivo para parar! Um carro “fantasiado” de morro de neve, motivo para parar! Um galho de árvore com uma enorme quantidade de neve, motivo para parar! Nesse último caso, a Ana até desceu do carro e foi “ajudá-lo”. Afinal, nós lemos que uma das causas de morte de árvores é quando elas não aguentam o peso de tanta neve em seus galhos... Pelo menos para essa aí, não custava dar uma mãozinha, né?

Ym fusca coberto de neve em estrada próxima à Susanville, na Sierra Nevada, Califórnoa, nos Estados Unidos

Ym fusca coberto de neve em estrada próxima à Susanville, na Sierra Nevada, Califórnoa, nos Estados Unidos


Enfim, seguimos viagem para nosso destino final, a famoso Lake Tahoe. A fome apertava e resolvemos parar logo na primeira cidade da região, Truckee. A ideia era um lanche rápido e avaliar se ficaríamos por lá ou não. A neve continuava a cair, o nosso livro-guia recomendava a cidade, mas nós não ficamos muito impressionados, não. De qualquer maneira, queríamos comer. Então, achamos um restaurante joia e fizemos o pedido.

A Ana derruba um bloco de nece de cima de uma árvore em uma estrada próxima à Susanville, na Sierra Nevada, Califórnoa, nos Estados Unidos

A Ana derruba um bloco de nece de cima de uma árvore em uma estrada próxima à Susanville, na Sierra Nevada, Califórnoa, nos Estados Unidos


A Ana derruba um bloco de nece de cima de uma árvore em uma estrada próxima à Susanville, na Sierra Nevada, Califórnoa, nos Estados Unidos

A Ana derruba um bloco de nece de cima de uma árvore em uma estrada próxima à Susanville, na Sierra Nevada, Califórnoa, nos Estados Unidos


Quando começamos a conversar em português, atraímos a atenção do casal ao nosso lado. O Don e a Barbara ficaram muito curiosos conosco e, ao saber da viagem, o interesse só aumentou. Logo já dividíamos a mesma mesa e, em seguida, o Don já nos oferecia uma garrafa de vinho. A conversa continuou a fluir e agora foi a vez deles oferecerem champagne. Ao final, nossa parada rápida de 20 minutos se estendeu por quase duas horas. Muita conversa e dois novos amigos! Em compensação, perdemos a luz do dia e a chance de ver, ainda hoje, as águas do Lake Tahoe. Foi no final da tarde que nos despedimos e foi só no escuro que chegamos ao Squaw Valley, sede dos Jogos Olímpicos de Inverno de 1962. Como chegamos exatamente uma semana antes da abertura oficial da temporada de inverno e de esqui, os preços ainda estavam muito camaradas. Com uma chance dessa, resolvemos ficar por três noites, aproveitando o belo visual de neve. Assim, teremos dois dias para conhecer um dos mais famosos cartões postais da Califórnia!

Nossos amigos Don e Barbara, que nos ofereceram vinho e champagne em um restaurante de Truckee, na região do Lake Tahoe, na Califórnia, nos Estados Unidos

Nossos amigos Don e Barbara, que nos ofereceram vinho e champagne em um restaurante de Truckee, na região do Lake Tahoe, na Califórnia, nos Estados Unidos

Estados Unidos, Califórnia, Lake Tahoe, vulcão, Sierra Nevada, Susanville, Truckee, Mount Lassen

Veja todas as fotos do dia!

Não se acanhe, comente!

Post anterior A Fiona está cada vez mais craque para rodar na neve! (na região do Mount Shasta, na Califórnia, nos Estados Unidos)

Atravessando a Sierra Nevada

Post seguinte Um maravilhoso fim de tarde no Lake Tahoe, visto do lado de Nevada, nos Estados Unidos

Uma Volta no Lake Tahoe

Comentários (1)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 17/11/2012 | 09:25 por Natalia Itabayana

    Concordo com todo o encantamento que a neve desperta na gente, também tiramos fotos da primeira vez que ela cobriu o carro (apesar de ser coisa rara na Provença), e acho que nunca vou conseguir me acostumar a olhar a neve sem encatamento, é uma paisagem que sempre me enche os olhos! O casal parece ser super simpatico!

    Resposta:
    Oi Natália

    Pois eh, acho que e o fato de não termos no Brasil ou na nossa infância. Por isso, será sempre especial. Ainda mais quando estiver caindo, fresquinha, do céu!

    O casal foi mesmo ótimo! Muito legal te-los encontrado ou, melhor, que eles nos encontrassem!

    Abs

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet