0 Guarujá e Santos - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Guarujá e Santos - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Guarujá e Santos

Brasil, São Paulo, Santos, Guarujá

Praia das Pitangueiras, no Guarujá - SP

Praia das Pitangueiras, no Guarujá - SP


Hoje, deixamos Santos, passamos pelo Guarujá e viemos para São José do Barreiro, porta de entrada do Parque Nacional da Serra da Bocaina, entre os estados de São Paulo e Rio de Janeiro. Viemos guiados pelas mãos cuidadosas e seguras da Ana. Mas é sobre as duas cidades vizinhas do litoral paulista que quero falar neste post.

Praia das Pitangueiras, no Guarujá - SP

Praia das Pitangueiras, no Guarujá - SP


O Guarujá tem um lugar especial na minha infância. Na verdade, é mais do que isso. Tem um lugar na minha família, desde os tempos do meu avô. Foi lá que ele teve seu primeiro emprego e foi lá que ele foi morar com minha avó quando se casaram. Era para lá também que ele levava sua enorme família de sete e depois oito filhos para passar temporadas de férias, nas décadas de 30, 40 e 50. Cresci vendo fotos dessa época, a praia de Pitangueiras bem diferente do que é hoje. Deveria ser uma delícia...

Em frente ao prédio Iporanga, no Guarujá - SP.

Em frente ao prédio Iporanga, no Guarujá - SP.


Bem mais tarde, agora dentro das minhas próprias memórias, na década de 70, era a vez do meu pai levar esposa e 6 filhos para passar temporadas nas Pitangueiras. Foram quatro ou cinco temporadas nessa década. Para mim, Guarujá era sinônimo de praia e praia era sinônimo de Guarujá. Tanto que, quando passávamos pela represa de Furnas, a caminho da temporada anual na fazenda de Ribeirão Preto, eu chamava aquela enorme represa de "Guarujazinho".

Praia do Tombo, no Guarujá - SP

Praia do Tombo, no Guarujá - SP


Hoje estive com a Ana no Guarujá, para matar a saudade. Chegamos de balsa e fomos primeiro na tranquila (numa segunda-feira!) Praia do Tombo, depois nas Astúrias e finalmente nas Pitangueiras. Confesso que está bem mudado, que não é mais aquilo que eu tinha nas minhas memórias de criança. Confesso também que gostava mais das Pitangueiras que tinha na minha infância. Mas, imagino também que meu pai preferia a Pitangueiras da década de 40 do que a Pitangueiras que eu conheci na década de 70. E meu avô deveria gostar mais da Pitangueiras da década de 20. Por falar nisso, eu e a Ana vimos várias fotos da praia dessa época, quando o Grande Hotel ainda estava lá, imponente. É, o tempo passa... De qualquer maneira, fiquei emocionado ao ver o prédio em que passamos duas temporadas, há mais de 20 anos, o Iporanga. Memórias quase apagadas voltaram a ganhar vida. Eehhh nostalgia. Ainda morro disso...

Um dos prédios tortos de Santos - SP

Um dos prédios tortos de Santos - SP


Minha relação com Santos é diferente. De pequeno, achava uma cidade meio chata, cheia de gente. Ía para lá talvez um dia a cada temporada no Guarujá. No aquário ou em algum restaurante. Depois, no início da adolescência, nas temporadas no Paiol Grande, conheci alguns santistas. O que me marcou era o sotaque pronunciado, diferente dos que eu conhecia...

Na balsa Santos-Guarujá - SP

Na balsa Santos-Guarujá - SP


Tudo mudou na época da faculdade. Na Unicamp estuda gente de todo o país, mas principalmente do estado de S. Paulo. Fora campineiros e paulistanos, que são os maiores contingentes, há "comunidades" de todas as grandes cidades do estado: Ribeirão, Sorocaba, São José, Santos, etc... Foi nessa época que comecei a admirar a cidade. Através de seus moradores. Os santistas da Unicamp sempre foram muito alegres, unidos, baladeiros, gente fina e orgulhosos de sua cidade. Isso foi mudando a imagem que tinha de Santos. Finalmente, através de um amigo que é santista, vim algumas vezes para a cidade. Só não digo que foi amor à primeira vista porque não foi primeira vista. Ma adorei o clima e alma da cidade. Tem personalidade e vida própria. Não é como as outras cidades do litoral paulista, completamente pacatas fora da temporada. Santos, de pacata não tem nada. A night de sábado me confirmou isso. Já nos últimos anos, estive na cidade competindo no Duatlo terrestre. Isso me mostrou outra face da cidade que me fez admirá-la ainda mais. Sua face saudável, esportiva, própria de cidades praianas A cidade respira esporte e todos os triatletas sabem disso. Em todas essas competições, fiquei hospedado no mesmo hotel em que meus avós passaram sua lua de mel, o Hotel Atlântico. Na década de 20, enquanto o Guarujá era uma praia exótica, Santos já era uma metrópole.

Hotel Atlântico, em Santos - SP

Hotel Atlântico, em Santos - SP


Foi por essa admiração que quis vir para cá nesses 1000dias. Além da Lage, que eu não conhecia ainda, tinha de vir para cá, passear e respirar essa cidade que tanto gosto. Como sempre, o tempo foi curto e vê-la através do espelho retrovisor da Fiona foi triste. Mas temos de seguir em frente. Eu, a Ana, a Fiona, Pitangueiras, Santos...

A Serra do Mar, na travessia de balsa de Guarujá-Bertioga - SP

A Serra do Mar, na travessia de balsa de Guarujá-Bertioga - SP

Brasil, São Paulo, Santos, Guarujá,

Veja todas as fotos do dia!

Participe da nossa viagem, comente!

Post anterior Mergulhando na Laje de Santos - SP

Mergulhando na Lage de Santos

Post seguinte Cachoeira de Santo Isidro, no Parque Nacional da Serra da Bocaina - SP

Visitando a Serra da Bocaina

Blog da Ana Tirando fotos na Praia do Tombo, no Guarujá - SP

Na estrada de Santos à Bocaina

Comentários (2)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 17/09/2010 | 12:01 por Janaina Pasternack

    he he he Rodrigo como sempre vc tirando essas fotos lindas e eu amando claro, em especial eu amooo foto de pôr-do-sol como a última desse post,fazia um tempo que eu não deixava uma mensagem até eu estava com saudades um grande abraço!!!

    Resposta:
    Também estava com saudades dos seus comentários!
    Ultimamente, o tempo não tem ajudado muito e não temos tido pôr-do-sol. Por sso, aproveitamos para fotografar esse!
    Abs e não suma!

  • 14/09/2010 | 22:52 por edson

    ola meu nome edson encontrei vcs na travessia da balsa guaruja bertioga ontem segunda feira,estava curioso 1000dias,eu e minha familia adoramos as lindas fotos q vcs estão fasendo da baixada das praias tudo d bom boa sorte se puderem me responda

    Resposta:
    Oi Edson!
    Foi muito legal ter encontrado vcs na balsa. E que jóia que vc achou o site e está gostando! Nós gostamos muito de fotografar e já temos quase 3 mil fotos no site. Você pode vê-las na seção de fotos. Pode filtrar por cidade, que fica mais fácil.
    Abs

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet