0 Fantásticas Cavernas - 2a Parte - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Fantásticas Cavernas - 2a Parte - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Fantásticas Cavernas - 2a Parte

Estados Unidos, New Mexico, Carlsbad Caverns National Park

Caminhando com o grupo na parte inferior da caverna em Carlsbad Caverns National Park, no sul do Novo México, nos Estados Unidos

Caminhando com o grupo na parte inferior da caverna em Carlsbad Caverns National Park, no sul do Novo México, nos Estados Unidos


Voltei ao centro de visitantes, onde reencontrei a Ana. Ali, nos poucos minutos que ainda tínhamos, admiramos uma exposição de fotos incríveis sobre as cavernas. Fotos antigas, da década de 30, dos primeiros exploradores. E fotos recentes, da pesquisa que se faz em uma caverna aqui do lado, a Lechuguilla. Essa já era uma caverna conhecida há 100 anos, sem grandes atrativos. Mas uma insistente corrente de ar que saía por detrás de umas pedras sempre atraiu a curiosidade de exploradores. Por fim, na década de 80, pesquisadores obtiveram a permissão de cavar por lá. O que descobriram foi um mundo novo e impressionante de túneis e salões secretos, ainda em condições pristinas. É a mais bela caverna do parque, cheia de formações exóticas, lagos subterrâneos, um verdadeiro tesouro da natureza. Infelizmente (ou felizmente!), a caverna é totalmente off-limits para turistas. Apenas pesquisadores podem entrar, de tempos em tempos, para encontrar mais alguns túneis (ela não está totalmente explorada ainda) e documentar as belezas dali. Que privilégio! A gente, pessoas normais, só podemos ver as fotos. E que fotos...

Lechuguilla Cave, aberta apenas para felizardos pesquisadores, no Carlsbad Caverns National Park, no sul do Novo México, nos Estados Unidos

Lechuguilla Cave, aberta apenas para felizardos pesquisadores, no Carlsbad Caverns National Park, no sul do Novo México, nos Estados Unidos


A caminho das câmaras inferiores da caverna em Carlsbad Caverns National Park, no sul do Novo México, nos Estados Unidos

A caminho das câmaras inferiores da caverna em Carlsbad Caverns National Park, no sul do Novo México, nos Estados Unidos


Bom, nós, até para podermos fugir um pouco dessa “normalidade” enfadonha, fomos fazer o nosso tour. Agora, com capacetes e lanternas na cabeça, já me sentia um pouco menos turista e um pouco mais espeleólogo. Mais ou menos, pois ainda estávamos bem limitados pelas regras do grupo. Dez pessoas e duas simpáticas guias em fila indiana pelos corredores e túneis bem menos frequentados dos salões inferiores da caverna.

Parte inferior da caverna em Carlsbad Caverns National Park, no sul do Novo México, nos Estados Unidos

Parte inferior da caverna em Carlsbad Caverns National Park, no sul do Novo México, nos Estados Unidos


Formações na parte inferior da caverna em Carlsbad Caverns National Park, no sul do Novo México, nos Estados Unidos

Formações na parte inferior da caverna em Carlsbad Caverns National Park, no sul do Novo México, nos Estados Unidos


Aqui, não há iluminação artificial e tudo o que podemos ver é aquilo que nossas lanternas iluminam. O ambiente é mais estreito que no “andar de cima”, mas nem por isso menos impressionante. De alguma maneira, podemos chegar mais “perto” das formações e da caverna e entramos mais no clima. A guias vão dando as explicações, históricas e geológicas, e tudo vai ficando mais claro. Duas agradáveis horas pelas entranhas da natureza.

Turistas ficam maravilhados com a formação de pérolas no solo da caverna em Carlsbad Caverns National Park, no sul do Novo México, nos Estados Unidos

Turistas ficam maravilhados com a formação de pérolas no solo da caverna em Carlsbad Caverns National Park, no sul do Novo México, nos Estados Unidos


Formações de pérolas no solo da parte inferior da caverna em Carlsbad Caverns National Park, no sul do Novo México, nos Estados Unidos

Formações de pérolas no solo da parte inferior da caverna em Carlsbad Caverns National Park, no sul do Novo México, nos Estados Unidos


Passamos por um campo de pérolas, pequenas formações de calcário arredondadas, do tamanho de bolas de gude, cuidadosamente elaboradas ao longo de incontáveis anos pela natureza. São lindas! Nunca tinha visto tantas delas ao mesmo tempo. Foi engraçado ver a admiração dos outros turistas, alguns deles pela primeira vez dentro de uma caverna! Passamos também por uma incrível cortina natural. Nós já vimos centenas dessas, em outras cavernas, mas essa tinha um detalhe que a tornava única. Cortinas são sempre verticais, seguindo a lei da gravidade. Mas aqui, são diagonais!!! Na verdade, todo o bloco de pedra onde se formaram caíu do teto e se afundou no chão, ficando nessa posição. O “milagre” está no fato da formação não ter se espatifado na queda. A explicação para isso está no fato de que a caverna era mais úmida antes, e o solo era, na verdade um raso lago com chão mole e encharcado embaixo. Hoje, está tudo seco e temos aquela cortina na diagonal. Impressionante!

Caminhando com o grupo na parte inferior da caverna em Carlsbad Caverns National Park, no sul do Novo México, nos Estados Unidos

Caminhando com o grupo na parte inferior da caverna em Carlsbad Caverns National Park, no sul do Novo México, nos Estados Unidos


Caminhando com o grupo na parte inferior da caverna em Carlsbad Caverns National Park, no sul do Novo México, nos Estados Unidos

Caminhando com o grupo na parte inferior da caverna em Carlsbad Caverns National Park, no sul do Novo México, nos Estados Unidos


Também nos chamou muito a atenção uma formação translúcida de calcário com um morcego dentro. Um fóssil milenar e muito bem preservado, congelado no tempo. Até parecia uma cena de Parque dos Dinossauros, mas ao invés de um mosquito preso no âmbar, era um morcego no calcário. Mais um pequeno detalhe que faz dessa a mais interessante caverna aberta ao turismo nos Estados Unidos. Por falar em detalhe, tem também a pedra com uma pichação que já se tornou histórica. Afinal, é uma assinatura que agora já é centenária, escrita exatamente pelo grande explorador dessa caverna, Jim White. Aos poucos, sua pichação vai ganhando status de “pintura rupestre”.

Formação caída no chão na parte inferior da caverna em Carlsbad Caverns National Park, no sul do Novo México, nos Estados Unidos

Formação caída no chão na parte inferior da caverna em Carlsbad Caverns National Park, no sul do Novo México, nos Estados Unidos


Esqueleto de morcego preso em estalagmite translúcida, na parte inferior da caverna em Carlsbad Caverns National Park, no sul do Novo México, nos Estados Unidos

Esqueleto de morcego preso em estalagmite translúcida, na parte inferior da caverna em Carlsbad Caverns National Park, no sul do Novo México, nos Estados Unidos


Foi um ótimo passeio, que valeu muito a pena. Saímos daqui com a certeza de que as cavernas daqui também estão entre as mais belas do mundo, não devendo nada para as nossas. Pena só que sejam tão “civilizadas” ou então, completamente fechadas aos nossos olhos, os simples mortais. É o preço que se paga pela sua conservação (as que não são abertas à visitação) ou para que todos tenham acesso e possam admirá-las (as que estão abertas, pavimentadas e iluminadas). Para fugir disso, só tendo nascido há um século ou ser um pesquisador renomado ou, quem sabe, voltar às inexploradas e quase virgens cavernas de países do 3º mundo.

Atravessando túnel na caverna em Carlsbad Caverns National Park, no sul do Novo México, nos Estados Unidos

Atravessando túnel na caverna em Carlsbad Caverns National Park, no sul do Novo México, nos Estados Unidos


Visitando a caverna em Carlsbad Caverns National Park, no sul do Novo México, nos Estados Unidos

Visitando a caverna em Carlsbad Caverns National Park, no sul do Novo México, nos Estados Unidos


Aqui em Carlsbad, abaixo da terra, já está tudo regulamentado. Acima dela, aí sim sem guias ou regras, pudemos caminhar e dirigir por uma estrada de terra que nos levou à mirantes e pontos históricos. Muito interessantes, sem dúvida, mas os maiores atrativos daqui estão mesmo embaixo da terra. Fechamos, com chave de ouro, nossa sequência de visitas aos parques nacionais americanos. Cada um mais bonito do que o outro.

Carlsbad Caverns National Park, no sul do Novo México, nos Estados Unidos

Carlsbad Caverns National Park, no sul do Novo México, nos Estados Unidos

Estados Unidos, New Mexico, Carlsbad Caverns National Park, trilha, Parque, Caverna

Veja todas as fotos do dia!

Faz um bem danado receber seus comentários!

Post anterior Turistas caminham pelo salão principal da caverna em Carlsbad Caverns National Park, no sul do Novo México, nos Estados Unidos

Fantásticas Cavernas

Post seguinte De cara limpa após sessão em barbearia de Fredericksburg, no Texas, nos Estados Unidos

De Cara Limpa no Texas Alemão

Blog da Ana Formações no salão principal da caverna em Carlsbad Caverns National Park, no sul do Novo México, nos Estados Unidos

Carlsbad Caverns

Comentários (0)

Participe da nossa viagem, comente!
Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet