0 E os Glaciares Construíram um Parque... - Blog do Rodrigo - 1000 dias

E os Glaciares Construíram um Parque... - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

E os Glaciares Construíram um Parque...

Estados Unidos, Montana, Glacier National Park, Canadá, Waterton National Park

As luzes mágicas do entardecer na região de Many Glacier, no Glacier National Park, em Montana, nos Estados Unidos

As luzes mágicas do entardecer na região de Many Glacier, no Glacier National Park, em Montana, nos Estados Unidos


Quase todo mundo pensa (inclusive nós pensávamos!) que o Glacier National Park tem esse nome por causa de diversos e enormes glaciares que existiriam no parque. O fato de estar tão ao norte e em meio às montanhas corrobora ainda mais essa ideia. Até existem alguns glaciares no parque, mas não são muitos e nem tão grandes. Tampouco são as atrações mais visitadas do Glacier. Na verdade, o nome vem do fato que toda região foi coberta por esses gigantescos rios de gelo, mas isso foi há cerca de 15 mil anos, e foram eles que deram forma às montanhas, vales, canyons e lagos que pontuam toda a região até hoje.

Entrando no Glacier National Park, em Montana, nos Estados Unidos

Entrando no Glacier National Park, em Montana, nos Estados Unidos


McDonald Lake, no Glacier National Park, em Montana, nos Estados Unidos

McDonald Lake, no Glacier National Park, em Montana, nos Estados Unidos


Transitar pelo parque e ver de perto suas magníficas paisagens é ter a chance de, ao vivo e à cores, ter uma verdadeira aula de geologia, principalmente sobre as forças titânicas dos glaciares que avançaram do norte remodelando tudo o que encontravam em seu caminho. Com seu lento, mas irrefreável movimento, os rios de gelo cobriam montanhas, abriam novas paisagens, carregavam milhões de toneladas de rochas e, enfim, construíam uma nova paisagem. Ao se retrair, alguns milhares de anos depois, deixaram para trás grandes depressões, que se tornariam lagos, além de canyons que seriam aproveitados por rios e cursos d’água no futuro. Grandes paredes de rochas, com suas fissuras e marcas, são a prova do gelo que passava por ali, arrancando pedaços, nesse laborioso trabalho da natureza.

Paisagem montanhosa e as primeiras neves, no Glacier National Park, em Montana, nos Estados Unidos

Paisagem montanhosa e as primeiras neves, no Glacier National Park, em Montana, nos Estados Unidos


A estrada 'Going to the Sun', nas montanhas do Glacier National Park, em Montana, nos Estados Unidos

A estrada "Going to the Sun", nas montanhas do Glacier National Park, em Montana, nos Estados Unidos


O parque foi criado em 1932, dos dois lados da fronteira, para proteger esse maravilhoso patrimônio natural. Dois parques nacionais que, juntos, formam o Parque Internacional da Paz, primeira experiência multinacional de proteção da natureza. Do lado de cá, é o Glacier e, do lado de lá, é o Waterton Lakes National Park, que visitaremos amanhã. A maior área está em território americano e aqui, como é de costume, logo fizeram uma estrada para dar acesso às principais atrações turísticas do parque, atraindo visitantes e divisas para ajudar na conservação da área.

Cabra Montesa no Glacier National Park, em Montana, nos Estados Unidos

Cabra Montesa no Glacier National Park, em Montana, nos Estados Unidos


A história da construção dessa estrada também é bem interessante. O objetivo era cruzar o parque de leste a oeste, passando por uma cadeia de montanhas no meio. Dois projetos foram apresentados, um mais rápido e barato, e o outro mais caro e cênico, mais “integrado à paisagem”. A segunda opção foi a escolhida, a “Going to the Sun Road”, uma das mais aclamadas estradas americanas, não só pela beleza da paisagem que a rodeia mas também pela requintada engenharia d sua construção.

Atravessando as montanhas do Glacier National Park, em Montana, nos Estados Unidos

Atravessando as montanhas do Glacier National Park, em Montana, nos Estados Unidos


Foi ela que percorremos hoje, primeiro ao longo do Lake McDonald, o maior lago glacial do parque, e depois através das montanhas. No caminho, diversos mirantes, sempre com painéis explicativos sobre diversos aspectos da natureza e história do parque. Aprendemos, por exemplo, que as geleiras daqui estão retrocedendo bastante e as fotos antigas são a prova irrefutável disso. Sinal de mudanças no clima, parte de um ciclo natural ou, como defendem outros, consequência do aumento de CO2 na atmosfera causado pelas atividades humanas. Qualquer que seja a razão, é sempre meio triste e preocupante ver com os próprios olhos que as coisas estão mudando e o clima, esquentando. As consequências mais diretas aqui no parque são o aumento das florestas em direção ao alto das montanhas e a diminuição da quantidade de água nos riachos, no período de seca. Afinal, nesses meses, o principal suprimento de água vinha das geleiras. Menos geleias, menos água. Menos água, menos vida. Simples assim.

Chegando de perto as águas geladas de cachoeira em plena estrada do Glacier National Park, em Montana, nos Estados Unidos

Chegando de perto as águas geladas de cachoeira em plena estrada do Glacier National Park, em Montana, nos Estados Unidos


Grande gelieira no Glacier National Park, em Montana, nos Estados Unidos

Grande gelieira no Glacier National Park, em Montana, nos Estados Unidos


Bom, enquanto tem água, nós aproveitamos para caminhar até uma bela cachoeira, numa rápida trilha de menos de 2 km. Nadar, nem pensar, a água vindo diretamente do gelo que derrete lá no alto da montanha. Para quem não quiser fazer nem essa curta caminhada, há também mais cachoeiras na própria beira da estrada. Gelada como a outra!

Visitando cachoeira dupla no Glacier National Park, em Montana, nos Estados Unidos

Visitando cachoeira dupla no Glacier National Park, em Montana, nos Estados Unidos


Do outro lado da montanha, mais lagos criados na última era glacial. Por fim, a saída do parque. Outra vez mais, tínhamos vistos vários animais, mas todos vegetarianos, nenhum onívoro, como o urso que ainda queríamos ver. Estávamos na dúvida se agora seguíamos para o sul, onde uma outra estrada entrava pelo parque, ou então para o norte, já no sentido do Canadá, mas também de Many Glacier, que fica em outra estrada isolada no Glacier National Park.

Cenário inspirador durante pequena trilha no Glacier National Park, em Montana, nos Estados Unidos

Cenário inspirador durante pequena trilha no Glacier National Park, em Montana, nos Estados Unidos


Por trás dessa escolha, estava a decisão de seguir viagem ainda hoje ou só amanhã. Meio com pressa de seguir em frente, abandonamos a ideia de visitar a isolada parte sul do parque e seguimos mesmo para o norte. Antes de chegarmos ao desvio que nos levaria ao Canadá através do parque, passamos pela estrada de Many Glacier. Essa é uma das principais atrações aqui do parque, na sua parte americana. Mas como já estava tarde, queríamos deixar para amanhã cedo. Só que descobrimos que o próximo hotel para dormirmos era só no Canadá e, de lá, ficava meio puxado voltar aqui amanhã cedo. Resultado: fomos lá dar uma olhada rapidinho, pelo menos para desencargo de consciência.

Muitos lagos de origem glacial no Glacier National Park, em Montana, nos Estados Unidos

Muitos lagos de origem glacial no Glacier National Park, em Montana, nos Estados Unidos


Pois é, foi a melhor coisa que fizemos! A razão disso está no post seguinte. Mas, além dessa razão, outra surpresa foi a incrível beleza do lago e do hotel chique que fica bem na sua orla. Era a hora do pôr-do-sol e ele estava simplesmente espetacular! Ficamos tão empolgados que tentamos, a todo custo, arrumar um lugar por ali mesmo, para dormir. Infelizmente, o lodge mais barato tinha lotado há poucas horas (essa época é fogo, aqui nos EUA...) e o tal hotel chique, com quartos de 250 a 500 dólares, enorme, estava lotado também.

O charmoso hotel na região de Many Glacier, no Glacier National Park, em Montana, nos Estados Unidos

O charmoso hotel na região de Many Glacier, no Glacier National Park, em Montana, nos Estados Unidos


Assim, resolvemos nos satisfazer mesmo com aqueles momentos inesquecíveis que lá tivemos, fechados com chave de ouro com o entardecer cinematográfico. Seguimos mesmo para o Canadá, a menos de uma hora de lá. A fronteira é no próprio parque e, àquela hora da noite, completamente vazia. Fico pensando se já passou algum brasileiro por lá, com seu carro tupiniquim... Acho que não, principalmente pela cara que o guarda de fronteira fez ao nos ver. De qualquer maneira, nos tratou muito bem e eficientemente. Rapidamente, estávamos de volta ao Canadá e, pouco tempo depois, instalados num Inn de Waterton, a pequena cidade que fica dentro do parque de mesmo nome, na beira de um lago. Na verdade, o mesmo Glacier Park, mas que no lado de cá da fronteira, ganha outro nome. Vamos conferir amanhã...

O céu parece em chamas no pôr-do-sol na região de Many Glacier, no Glacier National Park, em Montana, nos Estados Unidos

O céu parece em chamas no pôr-do-sol na região de Many Glacier, no Glacier National Park, em Montana, nos Estados Unidos

Estados Unidos, Montana, Glacier National Park, Canadá, Waterton National Park, trilha, cachoeira, Parque, Lago

Veja todas as fotos do dia!

Gostou? Comente! Não gostou? Critique!

Post anterior As calmas águas do Lake McDonald, maior lago do Glacier National Park, em Montana, nos Estados Unidos

Chegando ao Glacier National Park

Post seguinte Urso adolescente acompanha sua mãe na região de Many Glacier, no Glacier Nacional Park, em Montana, nos Estados Unidos

Ursos!

Blog da Ana Ursa Grizzly e seu filho se alimentam ao lado de rio na região de Many Glacier, no Glacier Nacional Park, em Montana, nos Estados Unidos

Bear Country – Be Bear Aware!

Comentários (2)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 11/09/2012 | 13:16 por Lillian Brandão

    Ainda não conheço o Glacier mas parece ser fantástico! Adorei as fotos! Parabéns.

    Abraços,
    Lillian.

    Resposta:
    Oi Lilian

    Pois é, esse parque vai ser sempre especial para nós. Não só pela experiência com os ursos, mas pelo aprendizado sobre as geleiras e o incrível visual dos lagos. Pena que não pudemos ficar mais tempo, para fazer alguns trekkings...

    Abs

  • 08/09/2012 | 15:18 por mabel

    Continuo viajando com vocês.... Comecei a ver o blog em julho, por isso leio os posts atuais e vejo os antigos ao mesmo tempo.

    Resposta:
    Oi Mabel

    Que bom que viaja conosco! Aperte os cintos e vamos, hehehe!

    Tem muito post antigo para vc ler, hein! Não vai enjoar...

    Abs

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet