0 Santo Domingo - Blog da Ana - 1000 dias

Santo Domingo - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Santo Domingo

República Dominicana, Santo Domingo

Iluminação noturna na Plaza Colón, em Santo Domingo, na República Dominicana

Iluminação noturna na Plaza Colón, em Santo Domingo, na República Dominicana


Santo Domingo, a capital da República Dominicana, é uma cidade de quase 3 milhões de habitantes incluindo sua zona metropolitana. Imensa e moderna, tem todos os problemas que uma cidade grande padece, trânsito intenso, sujeira e pobreza que convivem com uma população trabalhadora e um grande número de imigrantes haitianos que disputam os subempregos nas construções e ruas do país vizinho.

A Ponte das Américas, em Santo Domingo, capital da República Dominicana

A Ponte das Américas, em Santo Domingo, capital da República Dominicana


Em meio a toda esta loucura encontramos um oásis turístico de arquitetura colonial, uma rica história datando mais de 500 anos e que remonta a nada mais nada menos que o descobrimento da América.

A charmosa arquitetura da Zona Colonial, centro histórico de Santo Domingo, capital da República Dominicana

A charmosa arquitetura da Zona Colonial, centro histórico de Santo Domingo, capital da República Dominicana


Foi aqui na República Dominicana que Cristóvan Colón (Colombo na versão brasileira) desembarcou pela primeira vez nas Índias Ocidentais e logo dava-se conta que não estava na Índia e sim em um novo continente totalmente inexplorado pelos europeus.

Marcação de rua na Zona Colonial, bairro histórico de Santo Domingo, capital da República Dominicana

Marcação de rua na Zona Colonial, bairro histórico de Santo Domingo, capital da República Dominicana


Foi aqui que começou a história moderna das nossas terras, para a tristeza dos nossos índios e para a alegria dos colonizadores exploradores que enriqueceram levando nossa prata, nosso ouro, nossa mata e nosso povo.

As pombas não parecem se importar muito com o imponente Colombo, na Zona Colonial de Santo Domingo, capital da República Dominicana

As pombas não parecem se importar muito com o imponente Colombo, na Zona Colonial de Santo Domingo, capital da República Dominicana


Santo Domingo é a primeira cidade da América ainda em funcionamento, portanto um passeio pela Zona Colonial é uma visita à nossa história. Visitamos o Alcazár de Don Diego Colón, casa onde Cristóvão Colombo, seu filho e sua família viveram quando ganharam o vice-reinado da Nova Espanha. A imponente casa na Plaza España foi convertida em um museu de história colonial.

Antiga residência da família Colombo, em Santo Domingo, capital da República Dominicana

Antiga residência da família Colombo, em Santo Domingo, capital da República Dominicana


Palácio histórico, dos filhos de Colombo, em Santo Domingo, capital da República Dominicana

Palácio histórico, dos filhos de Colombo, em Santo Domingo, capital da República Dominicana


Visitamos rapidamente o Panteón de la Pátria e caminhamos pela Calle Las Damas entre antigos casarões das famílias mais abastadas da época, com vista para o mar e a muralha que protegia a cidade. Após nos abrigarmos de uma chuva tropical na entrada do Museo de las Casas Reales chegamos à Fortaleza Ozama, localizada na entrada da baía com uma torre de observação e canhões sempre prontos para proteger a cidade de invasões inimigas.

O Panteão dos Herois da República, em Santo Domingo, capital da República Dominicana

O Panteão dos Herois da República, em Santo Domingo, capital da República Dominicana


A Torre del Homenaje, na Fortaleza Ozama, em Santo Domingo, capital da República Dominicana

A Torre del Homenaje, na Fortaleza Ozama, em Santo Domingo, capital da República Dominicana


Ali perto, galerias de arte e restaurantes rodeiam uma plazuela a caminho da Plaza Colón, praça central da Zona Colonial que além de uma estátua do navegador, possui uma as obras primas da arquitetura colonial-cristã: Catedral Primada de América, a primeira Catedral do novo mundo. São mais de 12 naves, além do altar principal, cada um em um estilo, dedicada a um santo e com uma boa história para ser ouvida. A entrada inclui um audio-guide que torna a visita muito mais interessante e interativa.

Interior da Catedral Primada de America, a mais antiga do continente, em Santo Domingo, capital da República Dominicana

Interior da Catedral Primada de America, a mais antiga do continente, em Santo Domingo, capital da República Dominicana


Interior da Catedral Primada de America, a mais antiga do continente, em Santo Domingo, capital da República Dominicana

Interior da Catedral Primada de America, a mais antiga do continente, em Santo Domingo, capital da República Dominicana


Na Plaza Colón uma das minhas galerias preferidas com arte dominicana e haitiana de forte influência dos Tainos, antiga população nativa da ilha, da qual nada restou a não ser os fortes traços de suas esculturas e pinturas. Os personagens de feições arredondadas representam divindades tainas como o Deus Sol e a Deusa Lua, guerreiros, mulheres e os ávidos navegadores que imigraram para esta ilha desde a América do Sul. Peças lindíssimas e muito expressivas, as minhas esculturas preferidas de toda a viagem.

A antiga arte Taino, em Santo Domingo, capital da República Dominicana

A antiga arte Taino, em Santo Domingo, capital da República Dominicana


Para provar a culinária tradicional dominicana um dos restaurantes mais indicados é o Adrian Tropical, no Malecón há uns 10 minutos do centro em táxi. Lá provamos o mais delicioso Mofongo do país. O Mofongo é uma espécie de purê de banano verde, misturada com manteiga, leite e diferentes tipos de carne. Ele pode ser servido com frango, carne, linguiça ou até camarão e caranguejo. É delicioso!

Um delicioso Mofongo acompanhado de patacones, em Sosúa, praia na costa norte da República Dominicana

Um delicioso Mofongo acompanhado de patacones, em Sosúa, praia na costa norte da República Dominicana


A noite a Zona Colonial também é bem movimentada, os restaurantes da Calle El Conde são um convite ao happy hour estendido. Frequentado por turistas e locais, são o ponto de início à peregrinação aos bares nos arredores da Plaza España com todos os tipos de música latina que vai do rip-rop, passando pelo reggaeton, à boa salsa e o tradicional merengue dominicano.

Carruagem nas ruas da Zona Colonial, em Santo Domingo, capital da República Dominicana

Carruagem nas ruas da Zona Colonial, em Santo Domingo, capital da República Dominicana


Os arredores de Santo Domingo ainda guardam algumas surpresas como praias e cavernas com formações lindíssimas. Vocês sabem que além das grutas secas nós somos vidrados em cavernas inundadas e esta foi a programação do nosso segundo dia na cidade, assunto para o próximo post. Está vindo a Punta Cana? Não deixe de visitar também a mais antiga cidade da América!

Rua da Zona Colonial, centro histórico de Santo Domingo, capital da República Dominicana

Rua da Zona Colonial, centro histórico de Santo Domingo, capital da República Dominicana

República Dominicana, Santo Domingo, cidade histórica, Caribe, Cidade Colonial, Zona Colonial

Veja todas as fotos do dia!

Diz aí se você gostou, diz!

Post anterior Playa Frontón, o melhor segredo da península de Samaná, litoral norte da República Dominicana

Roteiro na República Dominicana

Post seguinte A Ana se esgueira nas estreitas passagens da caverna La Taina, em Santo Domingo, capital da República Dominicana

Mergulho na Cueva La Taina

Blog do Rodrigo A Ana se esgueira nas estreitas passagens da caverna La Taina, em Santo Domingo, capital da República Dominicana

Mergulho Técnico em La Taina

Comentários (2)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 15/01/2014 | 16:51 por Camilo

    Olá Ana,

    Tudo bem?
    Por favor, gostaria de uma sugestão de hotel ou hostel, talvez o que você tenha ficado, em Santo Domingo. Estou fechando um roteiro e fiquei na dúvida quanto as hospedagens.

    Obrigado.
    Parabéns pelo blog!

    Resposta:
    Olá Camilo! Nós ficamos no Hostal La Colonia, quarto bem confortável, banheiro bem apertadinho, mas bem localizado na Zona Colonial. ps: desculpe a demora na resposta. Abraços e boa viagem!

  • 22/05/2013 | 16:42 por Paulo Pereira

    Já nem sei o que diga. As vossas fotos e os artigos transportam-nos para esses locais. Viajo, sem sair do sofá. Continuem com o (excelente) trabalho.

    Resposta:
    Obrigada Paulo! Adoramos ter a sua companhia aqui, nos faz seguir escrevendo com vontade! Beijos!

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet