0 Projeto Peixe-Boi - Blog da Ana - 1000 dias

Projeto Peixe-Boi - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Projeto Peixe-Boi

Brasil, Pernambuco, Itamaracá, Paraíba, Jacumã (Tambaba)

Visitando o Projeto Peixe-Boi, na ilha de Itamaracá - PE

Visitando o Projeto Peixe-Boi, na ilha de Itamaracá - PE


O Projeto Peixe-boi no ICM Bio luta para preservá-lo e retirá-lo da lista de animais em extinção. São 3 espécies de Peixe-Boi encontradas no mundo, o marinho, o amazônico e o africano. Eles variam de 2 a 5m de comprimento e podem pesar até 700kg! Mesmo tão grandes e gordos, são animais herbívoros, se alimentam de frutos e plantas ás margens dos manguezais, comendo até o equivalente a 10% do seu peso por dia. Gostam de águas quentes e por isso são encontrados na costa brasileira entre os estados de Sergipe e Amapá, já tendo desaparecido do litoral do Espírito Santo e Bahia.

Peixe_Boi submerso em seu tanque, na ilha de Itamaracá - PE

Peixe_Boi submerso em seu tanque, na ilha de Itamaracá - PE


O peixe-boi não possui predadores e por isso é um ser completamente pacífico, se aproxima das embarcações e costas sem medo algum. Assim o animal mais perverso deste planeta, o ser humano, utiliza como método de caça a asfixia do animal. São colocados tampões nas imensas narinas do peixe-boi e ele acaba morrendo com falta de ar. Desta forma são melhor aproveitados o couro para bolsas e outros utensílios e sua carne, que faz parte do cardápio de caiçaras e famílias ribeirinhas da Amazônia.

Ossada de baleia no Projeto Peixe-Boi, na ilha de Itamaracá - PE

Ossada de baleia no Projeto Peixe-Boi, na ilha de Itamaracá - PE


O projeto vem obtendo sucesso, já reintroduziu ao meio ambiente diversos filhotes capturados acidentalmente em redes de pesca. Há também um trabalho de conscientização ambiental realizado com pescadores e populações que ainda possuem a cultura do abate e consumo do Peixe-Boi.

As muralhas da enorme Fortaleza de Orange, na ilha de Itamaracá - PE

As muralhas da enorme Fortaleza de Orange, na ilha de Itamaracá - PE


Conhecer o projeto já é bacana, ainda mais com o tempo nublado e meio chuvoso que amanheceu hoje. Fomos caminhando até o Projeto Peixe-Boi e de lá seguimos para o Forte Orange, grande fortaleza do exército que está fechada há 3 meses para escavações e restaurações. Infelizmente a impressão que fiquei da Ilha de Itamaracá não foi das melhores, muito lixo e sujeira nas ruas, falta de organização. Para não irmos embora com essa má impressão resolvemos explorar um pouco mais a ilha e dar um pulinho nas praias do norte. Fomos até o pontal, mar verdinho e céu bem azul, parece ser melhor opção que o sul da ilha.

Passeando nas praias de Itamaracá - PE durante a maré baixa

Passeando nas praias de Itamaracá - PE durante a maré baixa


Seguimos viagem para o litoral sul paraibano. O exército trabalha na duplicação da BR101 e quando entramos para a estrada de Conde sentimos que estamos mais perto de casa. Um cenário muito parecido com o interior de SP e do PR, dentre plantações de cana de açúcar, eucalipto e até bambu! Essa foi nova, nunca tinha visto, acabei descobrindo que o bambu é utilizado para a fabricação de papelão.

Praia na ilha de Itamaracá - PE

Praia na ilha de Itamaracá - PE


Conde é uma cidade sem praias, mas incluem-se nos limites do seu município as praias de Jacumã, Tabatinga, Coqueiro e Tambaba, famosa por ser uma praia naturista defendida por lei. Fomos direto ao mirante da Praia de Tambaba, uma vista belíssima das praias e falésias.

Mirante da praia de Tambaba, em Jacumã, distrito de Conde - PB

Mirante da praia de Tambaba, em Jacumã, distrito de Conde - PB


Almoçamos no Restaurante Arca do Bilú, personagem da região, mas infelizmente não o encontramos, provavelmente estava surfando. Logo nos instalamos na Pousada dos Mundos em Tabatinga, à margem de um rio é próxima ao mar. Já com o sol se pondo tomamos um belo banho triplo, mar, rio e piscina! Vida boa sim, mas muito trabalho também! Aproveitamos a noite para colocar fotos, blogs e posts da Gazeta do Povo em dia. Amanhã teremos um dia cheio, Tambaba (?!), Coqueiro e caiaque no fim de tarde.

Brasil, Pernambuco, Itamaracá, Paraíba, Jacumã (Tambaba), Praia, Conde, Tabatinga, Ilha de Itamaracá

Veja todas as fotos do dia!

Quer saber mais? Clique aqui e pergunte!

Post anterior Arte rupestre em baixo relevo, tradição Itacoatiara, em Ingá - PB

A Pedra do Ingá

Post seguinte Praia de Tambaba, em Jacumã, distrito de Conde - PB

Natural

Blog do Rodrigo Peixe_Boi submerso em seu tanque, na ilha de Itamaracá - PE

O Mais Zen dos Animais

Comentários (1)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 29/11/2013 | 11:48 por NELZINHO

    eu fui no passeio da escola para o projeto peixe boi e também para o forte orange! alem do local ser lindo e ter paisagens a sua volta magníficas , é cheio de histórias! gostei muito, estou ancioso para voltar para Pernanbuco. ASS: Emmanuel Andre / Joao Pessoa ( PB )

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet