0 Ciudad de Guatemala - Blog da Ana - 1000 dias

Ciudad de Guatemala - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Ciudad de Guatemala

Guatemala, Cidade da Guatemala

Visita ao Mercado Central na Cidade da Guatemala, capital do país

Visita ao Mercado Central na Cidade da Guatemala, capital do país


A Cidade da Guatemala é uma cidade grande com todos os problemas que uma metrópole possui: tráfego, pobreza, pedintes nas ruas, possivelmente poluição e em alguns lugares sujeira. Entretanto ela também é uma cidade linda, organizada, com diversas atrações culturais e históricas, museus e gastronomia. Tudo depende da sua disposição em conhecê-la e deixar-se encantar.

Entrada da Catedral da Cidade da Guatemala, capital do país

Entrada da Catedral da Cidade da Guatemala, capital do país


Parte externa do Mercado central da Cidade da Guatemala, capital do país

Parte externa do Mercado central da Cidade da Guatemala, capital do país


A cidade foi organizada em zonas em um desenho espiral, sendo a Zona 1 o Centro Histórico e em espiral seguem a 2, 3, 4 em diante... até a zona 15 ou 16. As zonas 10 e 13 são conhecidas como Zona Viva, região moderna da cidade, com uma vida social intensa, e onde estão localizados a maioria dos museus, bares, restaurantes e hotéis bacanas da cidade. Podemos compará-las com os Jardins ou o Itaim de São Paulo, ou o Batel em Curitiba, por isso sim, é uma zona mais cara. Porém, com o crescimento do turismo, opções de hostals mais baratos vem surgindo e nós conseguimos nos hospedar ali pagando 32 dólares (o casal), numa ótima localização, com estacionamento internet e água quente. Ah! Este é um item importante por aqui, já que a cidade está a 1.500m de altitude e tem um clima ameno, bem agradável durante o dia e friozinho durante a noite.

Na Praça Centenário, a Catedral da Cidade da Guatemala, capital do país

Na Praça Centenário, a Catedral da Cidade da Guatemala, capital do país


Na zona 1 estão os principais prédios históricos, na Praça Centenário está o Palácio do Governo, a Catedral e a duas quadras dali está o Mercado Municipal. A 6ª Avenida foi revitalizada para reviver o seu auge dos anos 80, retiraram os camelôs e a tornaram uma peatonal (rua para pedestres), onde artistas expõem seus trabalhos e estátuas vivas juntam pequenas multidões para divertir a criançada.

Jovens guatemaltecas nas escadarias do Mercado Central da Cidade da Guatemala, capital do país

Jovens guatemaltecas nas escadarias do Mercado Central da Cidade da Guatemala, capital do país


Em uma das galerias mais antigas da cidade está o bar El Portal, tradicional ponto de encontro de Guate, como foi apelidada a capital. Pablo, nosso amigo chapín (chapin = guatemalteco), nos levou para conhecer o centro, enquanto trocávamos histórias sobre os nossos amigos virtuais do mundo do turismo.

Com nosso amigo Pablo no mais tradicional bar da cidade, o El Portal, na Cidade da Guatemala, capital do país

Com nosso amigo Pablo no mais tradicional bar da cidade, o El Portal, na Cidade da Guatemala, capital do país


Ele nos encontrou na internet quando conhecemos Pablo e Andrea, os dois chilenos que viajavam em uma Hilux e deram a volta em toda a América do Sul. Os conhecemos no Ceará e depois disso já ficaram até hospedados em Curitiba na casa da minha mãe. Às vezes penso que manter o site e as redes sociais nos tira um tempo precioso em que poderíamos estar aproveitando mais a viagem, os lugares e conhecendo melhor a cultura local. Em contrapartida o retorno que temos dos nossos leitores, dos amigos que encontramos nas redes sociais e de toda essa comunidade de “viajeros” que hoje nos fazem companhia, troca informações e compartilha do mesmo sonho, não tem preço.

Legítima descendente dos mayas na Cidade da Guatemala, capital do país

Legítima descendente dos mayas na Cidade da Guatemala, capital do país


O encontro com o Pablo materializou essa sensação boa, foi muito bacana! Pablo trabalha com comunicação e internet, possui um blog onde ele conta suas experiências e peripécias com a sua BMW 1994 e seu reboque personalizado, que faz grande sucesso por onde ele passa. Ele já viajou por todos os departamentos da Guatemala e quase todos os países da América Central, além de Europa e EUA.

Com o Pablo e sua BMW que ele usou para viajar por todo o país, na Cidade da Guatemala, capital do país

Com o Pablo e sua BMW que ele usou para viajar por todo o país, na Cidade da Guatemala, capital do país


Depois de um role pelo centro, fomos até a Zona 15, onde podemos ter uma bela vista da cidade e Pablo nos levou conhecer o mais novo empreendimento da capital, a Cidade Cayalá. Um condomínio-shopping que mais parece uma pequena cidade européia, com lojas e um passeio delicioso, cafés, lojas das melhores marcas e ao redor, apartamentos que estão terminando de ser construídos. A pequena cidade conta com um imenso salão de eventos central que hoje expõe o projeto da igreja que ainda está em fase de construção. A decoração natalina dava um ar ainda mais europeu à cidade, enquanto tomávamos um café em uma pâtisserie francesa e a banda tocava ao pôr do sol.

Criança escuta atentamente à banda em frente a árvore de natal gigante na Cidade da Guatemala, capital do país

Criança escuta atentamente à banda em frente a árvore de natal gigante na Cidade da Guatemala, capital do país


A Cidade da Guatemala foi a capital que mais nos impressionou positivamente nesse roteiro pela América Latina. Organizada e desenvolvida, ainda que com seus gaps sociais, que encontramos em todos os lugares. A recepção de Pablo só nos fez sentir ainda mais acolhidos e ter uma memória ainda mais especial no país dos maias, vulcões e lagos, que ainda promete muito!

Com o Pablo em Ciudad Cayalá, na Cidade da Guatemala, capital do país

Com o Pablo em Ciudad Cayalá, na Cidade da Guatemala, capital do país

Guatemala, Cidade da Guatemala, viagem, centro histórico, Viajantes

Veja todas as fotos do dia!

Participe da nossa viagem, comente!

Post anterior As imponentes ruínas mayas de Tazumal, em El Salvador

Ruínas, Fronteiras e Guatemala!

Post seguinte Uma das muitas igrejas em ruínas (terremotos!) no centro de Antigua, na Guatemala

A Mágica Antigua

Blog do Rodrigo Jovens guatemaltecas nas escadarias do Mercado Central da Cidade da Guatemala, capital do país

Guate e Internet

Comentários (1)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 05/01/2012 | 21:15 por Lurdes

    Olá Ana,linda cidade,a descrição que vc fez dela tornou-a simpática e agradável......mas nada se compara ao Rio Celeste......um abraço para vcs Lurdes

    Resposta:
    Ah sim! Lugares completamente diferentes, mas cada um tem a sua beleza e as suas atrações! =) Obrigada Lurdes! Beijos!

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet