0 Voando embaixo D'Água - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Voando embaixo D'Água - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Voando embaixo D'Água

Trinidad e Tobago, Speyside

Fim de mergulho em Speyside - Tobago

Fim de mergulho em Speyside - Tobago


Nossa primeira saída de mergulho desde Fernado de Noronha, em Dezembro. Nosso primeiro mergulho no Caribe desde o início de Maio, lá nas Ilhas Virgens Britânicas. Tinha de ter algo marcante. E teve.

Pausa entre mergulhos, em Speyside - Tobago

Pausa entre mergulhos, em Speyside - Tobago


Primeiro, tivemos que nos readaptar aos equipamentos alugados. Afinal, deixamos parte do nosso equipamento na Fiona, em Paramaribo, para não ter de ficar carregando aquelas caixas enormes nesta perna da viagem em que devemos nos deslocar muito em pouco tempo. Com certeza, além do trabalho, o custo de excesso de bagagem nos pequenos aviões seria muito maior que o custo extra do aluguel de equipamento. Assim, trouxemos as máscaras, as roupas pequenas e os reguladores, ou seja, equipamentos mais "íntimos". Deixamos para trás as nadadeiras, botas e os nomads, equipamento mais pesado.

'Árvore de Natal', em mergulho em Speyside - Tobago

"Árvore de Natal", em mergulho em Speyside - Tobago


Do que ficou, o que mais sentimos são as poderosas nadadeiras. Enfim, basta fazer um pouco mais de força embaixo d'água. Se bem que hoje, mais do que força, precisamos foi de habilidade. Os pontos de mergulho são aqui bem próximos. Cinco a dez minutos de navegação. Tanto que, entre um mergulho e outro, voltamos para o porto para o período de descanso.

Formações de coral em mergulho em Speyside - Tobago

Formações de coral em mergulho em Speyside - Tobago


O primeiro mergulho começou meio xoxo (ou chocho?). Visibilidade de uns 15 metros, alguns corais, plantas e poucos peixes. Bom para a gente se readaptar à água e equipamentos, depois de tanto tempo. Pulei com a máquina sem pilhas, bem mané ainda. Portanto, nada de fotos. O tempo foi passando, eu já acostumado novamente ao mundo embaixo d'água, meio com preguiça daquele marasmo quando tudo mudou. A corrente foi acelerando, acelerando e, de repente, era como se estivéssemos voando, o solo do mar passando sobre nós em alta velocidade, todo colorido com os diversos tipos de coral; os peixes, se esgueirando por entre algas e rochas, tentando enfrentar a forte corrente; e nós, apenas usando as nadadeiras como leme, nos desviando de corais e tentando nos manter próximos um dos outros. Muito legal!

Enorme esponja em mergulho em Speyside - Tobago

Enorme esponja em mergulho em Speyside - Tobago


Mas o ponto alto foi, ao passarmos por uma espécie de barranco, onde a nossa corrente se encontra com outra igualmente forte vindo na perpendicular, sermos jogados para o fundo, alguns metros abaixo e a água ficar fazendo força para que ficássemos por lá. Como se uma mão invisível nos segurasse, fazendo força para um lado e para o outro, mas sempre nos empurrando para baixo. Certamente, foi a corrente duradoura mais forte que já peguei num mergulho. Ficamos ali, nessa espécie de liquidificador, por alguns minutos e depois, todos juntos, fazendo força, "furamos" a mão invisível em direção à superfície, onde o barco nos esperava. Fantástico!

Antiga casa de Ian Fleming, em ilhota na costa de Speyside - Tobago

Antiga casa de Ian Fleming, em ilhota na costa de Speyside - Tobago


De volta à superfície, as pilhas voltaram à máquina e começamos a tirar fotos. Ali do lado, numa pequena ilhota, a casa abandonada que foi de Ian Flemming. Hmmmmm... tenho a impressão que o 007 também já mergulhou nessas fortes correntes, hehehe. Deve ter se divertido com a mão invisível!

Formações de coral em mergulho em Speyside - Tobago

Formações de coral em mergulho em Speyside - Tobago


Depois do descanso no porto, voltamos para o segundo mergulho. À pedido dos outros mergulhadores e tristeza nossa, rumamos para um mergulho mais "tranquilo". Sem corrente e bem propício à fotografias. Dessa vez, além das formações de corais, o highlight foram as tartarugas. Quatro delas deram o ar de sua graça.

Coral amarelo em mergulho em Speyside - Tobago

Coral amarelo em mergulho em Speyside - Tobago


Em seguida, tarde tranquila no hotel. Amanhã tem mais mergulho e, de tarde, se der tudo certo, cachoeira. E no domingo, devemos conseguir um carro para passear na ilha e voltar para Crown Point. Assim esperamos...

Tartaruga descansando em mergulho em Speyside - Tobago

Tartaruga descansando em mergulho em Speyside - Tobago

Trinidad e Tobago, Speyside, Mergulho, Tobago

Veja todas as fotos do dia!

Não nos deixe falando sozinhos, comente!

Post anterior A bela praia do Blue Waters Inn, em Speyside - Tobago

Speyside

Post seguinte Cachoeira que forma um belo poço, logo acima da Argyle, a maior de Tobago, próximo à Speyside

Dia Molhado

Blog da Ana Tartaruga descansando em mergulho em Speyside - Tobago

Dive In!

Comentários (2)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 23/02/2013 | 10:50 por carlos eduardo

    gostaria de saber informações sobre viagens pela america central. grato.

    Resposta:
    Oi Carlos Eduardo

    Aqui no blog e também no blog da Ana tem muitas informações sobre viagens aos países da América Central. Passamos por todos os países, com exceção de Belize, na subida para a América do Norte. E agora, a partir de março de 2013, passaremos por eles de volta, inclusive Belize, colocando mais informações.

    Um abraço

  • 28/03/2011 | 11:16 por Paulinha Ribas

    ulalá
    nem um pouquinho de pânico?

    Resposta:
    Pânico? Que nada!
    Só um friozinho na barriga! Adrenalina da melhor qualidade, hehehe!
    Bjs

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet