0 San Pedro Sula, a Entrevista e o Bafômetro - Blog do Rodrigo - 1000 dias

San Pedro Sula, a Entrevista e o Bafômetro - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

San Pedro Sula, a Entrevista e o Bafômetro

Honduras, San Pedro Sula

Foto com a equipe da rádio que entrevistou a Ana em um posto de San Pedro Sula, em Honduras

Foto com a equipe da rádio que entrevistou a Ana em um posto de San Pedro Sula, em Honduras


De volta ao continente na manhã de hoje, pegamos estrada para nosso próximo destino: as famosas ruínas mayas de Copán! No caminho, outra vez a cidade de San Pedro Sula, a segunda maior do país, com quase um milhão de habitantes, atrás apenas da capital Tegucigalpa. San Pedro pode ser a segunda em população, mas sem dúvida, é o principal centro econômico de Honduras, responsável por quase 2/3 do PIB do país. Infelizmente, não é sua força econômica que lhe trás fama atualmente, mas a violência em suas ruas. San Pedro de Sula é considerada a cidade mais violenta do mundo, com 159 homicídios para cada 100 mil habitantes, em 2011. Para se ter uma ideia e comparação, essa mesma taxa, para São Paulo (dados de 2010) é de 13 homicídios, 24,3 para o Rio, 55,5 para Salvador e 109 para nossa “campeã”, a alagoana Maceió.


Npsso caminho entre La Ceiba e Copán Ruinas, passando outras vez por San Pedro Sula

Por causa dessa fama, sempre imaginei como seria nossa passagem pela cidade. Mas aqui, como nas capitais brasileiras, o importante é saber aonde ir e, mais ainda, aonde NÃO ir. Nada de dar sorte ao azar e nem de estar no lugar errado na hora errada. Boa parte da violência e dos mortos estão entre as gangues que peleiam entre si. Raramente turistas são vítimas. Quando nós passamos aqui na vinda, além de não termos tido nenhum problema, ainda nos apaixonamos por uma rádio que só tocava boa música. Agora na volta, muito antes de entrarmos na cidade, já a sintonizávamos novamente. Uma das nossas diversões durante as viagens de carro por todos esses países é exatamente isso: ouvir e tentar encontrar boas rádios pelo caminho. Essa de San Pedro foi uma das melhores do continente! Será uma das lembranças que levaremos da cidade, e não a tal violência, que só vimos pelos números e não com nossos olhos.

Foto com a equipe da rádio que entrevistou a Ana em um posto de San Pedro Sula, em Honduras

Foto com a equipe da rádio que entrevistou a Ana em um posto de San Pedro Sula, em Honduras


Mas há outra lembrança que levaremos daqui, também. Parei em um posto da cidade para abastecer e, tanque cheio, fui com a Ana na loja do posto comprar mantimentos. Lá de dentro, percebemos uma movimentação perto da Fiona, pessoas tirando fotos. Enquanto eu pagava, a Ana foi lá socializar. Quando finalmente cheguei lá perto, ela estava sendo entrevistada! Ao vivo! Eu podia ouvir na rádio de outro carro minha esposa mandar ver em seu espanhol, falando do 1000dias. Um pessoal de uma rádio (não aquela que tínhamos ficado fãs) que estava fazendo uma promoção ali no posto adorou a Fiona e colocaram a Ana no ar, para o país inteiro! Muito legal! No fim da tarde desse dia, lá em Copán Ruinas, umas pessoas vieram falar conosco sobre isso, ao reconhecer a Fiona na rua.

Fazendo um teste de bafômetro em estrada entre San Pedro Sula e Copán Ruinas, em Honduras

Fazendo um teste de bafômetro em estrada entre San Pedro Sula e Copán Ruinas, em Honduras


Seguimos a viagem, deixando San Pedro para trás. A “temida” cidade só nos deu bons momentos e lembranças! Ainda houve um outro fato, já a meio caminho do nosso destino final. Depois de atravessar umas dez barreiras policiais da operação Semana Santa, uam delas nos parou e o simpático guarda veio logo com um bafômetro para cima de mim. Pois é, nem aqui em Honduras estamos livres dessa geringonça! Mais sóbrio que um bebê, não pestanejei: fui logo soprando e conseguindo o índice zero! Segurança total nas estradas daqui, pelo menos nessa semana. E pensar que um conhecido guatemalteco sugeriu que atravessássemos a fronteira novamente para o lado de lá, para fazer esse trecho até Copán, só pela segurança... Ainda bem que não lhe demos ouvidos! Honduras, por enquanto, tem nos tratado à pão de ló!

Verificando o resultado do teste de bafômetro em estrada entre San Pedro Sula e Copán Ruinas, em Honduras

Verificando o resultado do teste de bafômetro em estrada entre San Pedro Sula e Copán Ruinas, em Honduras

Honduras, San Pedro Sula,

Veja todas as fotos do dia!

A nossa viagem fica melhor ainda se você participar. Comente!

Post anterior Banho de sol emBando Beach, praia privada em Utila, ilha no litoral norte de Honduras

Temporada em Utila

Post seguinte Visitando as ruínas mayas de Copán, em Honduras

A Surpresa das Ruínas de Copán

Comentários (0)

Participe da nossa viagem, comente!
Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet