0 Rumo ao Denali - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Rumo ao Denali - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Rumo ao Denali

Alaska, Fairbanks, Denali National Park

Admirando o Denali, a maravilhosa montanha que dá nome ao Denali National Park, no Alaska

Admirando o Denali, a maravilhosa montanha que dá nome ao Denali National Park, no Alaska


Apaixonado que sou pelas montanhas, havia um destino no Alaska que não poderia faltar no nosso roteiro: o Denali. A mais alta montanha da América do Norte, assim como as mais altas de todos os continentes, sempre fizeram parte do meu imaginário. Se não puder subi-las, ao menos conhecê-las de perto é um dos desejos que tenho em minha vida.

Atravessando o rio Yukon, na Dalton Highway, norte do Alaska

Atravessando o rio Yukon, na Dalton Highway, norte do Alaska


E hoje era o dia de chegar pertinho da “The High One”, que é o significado da palavra indígena “Denaalii”. Infelizmente, a montanha ganhou outro nome oficial no final do séc XIX, Mt. McKinley, mas é como Denali que todos os montanhistas do mundo a reconhecem. O nome oficial foi dado por um garimpeiro de Ohio que quis homenagear um político de seu estado que buscava a reeleição como presidente americano nas eleições de 1900. O político defendia o padrão-ouro para a moeda americana e isso, obviamente, interessava um garimpeiro.


Nosso caminho de Yukon Crossing ao Denali National Park

O tal político acabou vencendo as eleições, mas foi assassinado um ano mais tarde, por um anarquista. Com isso, o Denali acabou ganhando mesmo o seu nome, apesar dos protestos dos puristas da época e, até hoje, parlamentares de Ohio impedem que ela volte a ser o Denali nos registros oficiais.

Centro de Fairbanks, no Alaska

Centro de Fairbanks, no Alaska


Enfim, Denali ou McKinley, a montanha já está lá há muitos milhões de anos, continua a crescer e não parece se importar muito com essa polêmica. Hoje, ela está no centro de um enorme Parque Nacional que tem o seu mesmo nome original, Denali. O parque fica a meio caminho entre as duas principais cidades do Alaska, Fairbanks e Anchorage e foi para lá que viajamos hoje.

As incríveis cores e a belíssima paisagem do Denali National Park, no Alaska

As incríveis cores e a belíssima paisagem do Denali National Park, no Alaska


Saímos cedo de Yukon Crossing e viajamos de volta à Fairbanks, onde paramos no excelente Centro de Turismo. Pegamos vários folhetos informativos sobre o Denali e outros parques no sul do país, além de nos informar sobre o ferry que faz o transporte de pessoas e carros através do sul do Alaska até o Canadá. É uma região que queremos muito conhecer, mas aonde não há estradas. Ao que parece, a Fiona vai ganhar uma grande “carona”...

As incríveis cores e a belíssima paisagem do Denali National Park, no Alaska

As incríveis cores e a belíssima paisagem do Denali National Park, no Alaska


Depois, pegamos estrada novamente, indo para o sul. Não demorou muito e uma cadeia de montanhas nevadas apareceu no horizonte. Era o Denali National Park. Antes mesmo de procurarmos algum lugar para ficar, seguimos para o centro de visitantes do parque, para organizar nossa visita. Nessa época do ano, já final da temporada turística, muita coisa fecha no Alaska e o Denali não é exceção. Na verdade, não é o parque que fecha, mas, na prática, é como se fechasse.

A primeira visão do Denali, a mais alta montanha da América do Norte, no Denali National Park, no Alaska

A primeira visão do Denali, a mais alta montanha da América do Norte, no Denali National Park, no Alaska


Há apenas uma estrada no Denali National Park, que segue 90 milhas adentro e termina no coração do parque. De lá, temos de voltar pela mesma estrada. Acontece que os carros particulares só podem ir até as primeiras 15 milhas. A partir daí, apenas ônibus do próprio parque. E essa linha de ônibus só funciona por mais dois dias. Depois disso, só em Maio do ano que vem!!! Na verdade, nos quatro dias seguintes ao fim da linha de ônibus, quatrocentos carros afortunados podem entrar e percorrer toda a estrada, por 4 dias. Foram os ganhadores de um sorteio realizado em Julho. E depois disso vem a neve e a estrada é fechada. As pessoas continuam livres para entrar no parque. Mas só a pé ou de ski. Como as principais atrações do parque estão a dezenas e dezenas de quilômetros da entrada, é como se o parque estivesse mesmo fechado.

visitando o Denali National Park, no Alaska

visitando o Denali National Park, no Alaska


Fui diretamente à bilheteria e consegui dois dos últimos ingressos para o passeio de ônibus amanhã. Vai ser quando poderemos chegar perto da montanha sagrada. Da portaria do parque nem se pode vê-la, encoberta por outras montanhas a frente. Mas nós não precisamos esperar até amanhã para, finalmente, ver o Denali. Resolvemos percorrer as 15 milhas permitidas a nós pois, lá da milha 10, se pode avistar a montanha.

Famoso restaurante em frente ao Denali National Park, no Alaska

Famoso restaurante em frente ao Denali National Park, no Alaska


A paisagem do parque é fantástica, principalmente nessa época do ano, com as cores de Outono. Mas emocionante mesmo foi quando, de trás de umas montanhas, já na parte alta do parque, o Denali apareceu, majestoso. Seu tamanho impressiona. Mesmo estando a mais de 100 km de distância em linha reta, ele já aparece maior que todas as montanhas próximas, a poucos quilômetros de nós. É, realmente, uma visão e tanto. Um super aperitivo para o que nos espera amanhã, durante nosso passeio de 11 horas pelo parque. Devemos estar na portaria às 08:15 da manhã e nos considerar felizardos de termos conseguido ingressos, pois foi colocado um ônibus extra. A grande atração do passeio, além do Denali, é a possibilidade de avistar a abundante fauna do parque, notadamente os temidos ursos grizzlies. Enfim, diversão não vai faltar!

Salmão recheado com King Crab, comida típica do Alaska, em restaurante tradicional em frente ao Denali National Park

Salmão recheado com King Crab, comida típica do Alaska, em restaurante tradicional em frente ao Denali National Park


Enquanto amanhã não chega, fomos comprar nosso lanche para o longo passeio e também jantar em um tradicional restaurante na pequena vila em frente à entrada do parque. Tradicional, famoso, aconchegante e muito bom, por sinal! A Ana não fez por menos e pediu logo o que pode haver de mais típico no Alaska: salmão recheado de King crab, aquele caranguejo gigante. Uma delícia! E assim, barriga cheia e comida garantida para amanhã, deixamos essa vila com seus hotéis caros para trás e dirigimos uma dezena de milhas até a próxima vila, Healy, já com preços razoáveis. Aí nos instalamos e colocamos os despertadores para não perdermos a hora amanhã. A Fiona vai ganhar um descanso e nós vamos conhecer de perto o gigante.

Salmão recheado com King Crab, comida típica do Alaska, em restaurante tradicional em frente ao Denali National Park

Salmão recheado com King Crab, comida típica do Alaska, em restaurante tradicional em frente ao Denali National Park

Alaska, Fairbanks, Denali National Park, Parque, McKinley

Veja todas as fotos do dia!

Não se acanhe, comente!

Post anterior A magnífica paisagem polar da tundra, na Dalton Highway, no norte do Alaska

O Alaska do Alaska

Post seguinte O Denali aparece soberano no horizonte (Denali National Park, no Alaska)

A Maior Montanha do Mundo e o Trambiqueiro

Comentários (11)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 04/02/2013 | 12:41 por Juliano

    Estarei indo em setembro, mas os ônibus já terão encerrado o serviço. Vale a pena ir só até a milha 15 de carro? Nesse trajeto já é possível avistar animais e se ter boas vistas das montanhas?

    Obrigado!

    Resposta:
    Olá Juliano

    Na verdade, vc poderá ir de carro até onde a neve permitir. se tiver sorte, vai poder ir bem longe! Acho que vale a pena tentar sim. Uns amigos foram, mas não conseguiram chegar tão longe como fomos de ônibus. Em compensação, cruzaram com um enorme urso na estrada, que ficou domlado do carro deles. A gente, do ônibus, não teve essa sorte. Enfim, depende de cada dia.

    Quanro á montanha, vc vai vê-la mais de longe, mas a vista já é fantástica!

    Um abraço e boa viagem

  • 24/09/2012 | 20:09 por Virgilio Pereira Junior

    Rodrigo, vocês tiveram problema com a partida da Fiona pela manhã?

    Resposta:
    Oi Virgilio

    Pelo menos até hoje, não aqui no Alaska! O Diesel daqui já é preparado para temperaturas mais baixas

    O único lugar que tivemos esse problema até hoje foi, acredite, lá no nosso Rio Grande do Sul. Madrugada gelada de 5 graus negativos, na região de serra. A Fiona precisou esperar o sol bater nela para poder pegar. Daí, colocamos um aditivo e não tivemos mais esse problema

    Abs

  • 23/09/2012 | 14:14 por Alenir

    Rodrigo,

    Estou encantada.Nunca imaginei que o Alaska fosse tão lindo.Me deu vontade de conhecê-lo.

    Alenir

    Resposta:
    Olá Alenir

    Pode ter certeza que o Alaska é muito mais bonito do que as fotos mostram. As fotografias nunca conseguem captar aquela imensidão toda...

    Se tiver a chance viaje mesmo para lá! Vale muito a pena!

    Abs

  • 22/09/2012 | 02:16 por sotero

    Rodrigo
    Tem uma historia bem interessante que se encerrou no parque Denali. Foi objeto de livro e filme sobre a vida de um rapaz que se tornou viajante e faleceu no parque Denali. O filme e livro no Brasil recebeu o nome - Na natureza selvagem - autor John Krakauer - em ingles é - Into the will. Tenho o livro baixado da internet. Se quiser me informe seu email que lhe mando. Desejo muitas felicidades a voces. Sotero Oliveira - gaucho morando em Maceio

    Resposta:
    Olá Sotero

    Eu já sou fã do Krakauer faz tempo, desde que ele escreveu o livro "No Ar Rarefeito", sobre uma tragédia no Everest na temporada de 96. Também li e vi o filme Into the Wild. Muito legal!

    Aliás, nós estivemos na estrada que em que o rapaz entrou nas vizinhanças do Denali, cruzamos várias vezes o rio que ele não consegue passar, depois do degelo, e até vimos o ônibus usado nas filmagens, em que ele morava. Na verdade, apenas o ônibus de "mentirinha", pois o verdadeiro está meio longe para chegar. Inclusive, já morreram duas pessoas afogadas, tentando atravessar o rio para chegar até lá...

    De qualquer maneira, muito obrigado pela lembrança e pela oferta! Espero que vc continue nos acompanhando e participando da viagem!

    Abs

  • 21/09/2012 | 20:17 por Samuel Baker mororó aragão

    Aqui no Ceará, pegando fogo literalmente..., ai eu encontro essas magníficas paisagens do Alasca, da até para refrescar um pouquinho... Parabéns pelas imagens e pelos textos!!!

    Resposta:
    Olá Samuel

    Legal que vc esteja gostando das fotos e textos! Realmente, a paisagem daqui é bem "refrescante", hehehe

    Temos muita saudades do seu Ceará, onde passamos por exelentes experiências e paisagens lindíssimas, nas praias e também nas montanhas do estado

    Um grande abraço

  • 21/09/2012 | 15:50 por Aymoré

    Ana e Ro! Que espetáculo! Com certeza um dia ainda irei ao Alaska, e vcs serão meus guias preferenciais. Passo aqui também para parabenizar pelas fotos. Incrível a qualidade dos últimos dias. É evidente que o conteúdo ajuda.... Continuamos torcendo por vocês. Beijos.

    Resposta:
    Oi Aymoré!

    Há quanto tempo! Pensamos muito em vc aqui no Alaska, pois foi um dos lugares que vc pensou em nos visitar... Continuamos a te esperar em outro lugar desse enorme continente, viu!

    Agradecemos a torcida e que vc goste das fotos e texto! Um estímulo para as pessoass viajarem mais, hehehe

    Um grande abraço para vc e toda a família!

  • 19/09/2012 | 21:31 por Ricardo Acras

    E a Fiona com 100.000 km!
    Merece uma menção especial.

    Resposta:
    Oi Ricardo

    A nossa Fiona merece menção especial todos os dias!!! Infelizmente, não conseguimos fazer a revisão dos 100 mil km aqui no Alaska. As concessionárias estavam lotadas pelos próximos dez dias...

    Mesmo assim, ela continua firme e forte!

    Abs

  • 19/09/2012 | 10:52 por Van

    Hummm, Ana!!! Este salmão recheado está parecendo muito delicioso!!

    Resposta:
    Oi Van

    Uma delícia! Assim como o restaurante, super charmoso. Recomendamos!!!

    Abs

  • 18/09/2012 | 12:51 por Marcelo

    Que lugar!

    Resposta:
    Oi Marcelo

    Pois é, o Denali é realmente um "lugar" fora de série!

    Abs

  • 18/09/2012 | 10:04 por Helder

    Bacana demais, pessoal. Já tem umas 3 semanas que saímos daí e até hoje fico vendo fotos do parque sem acreditar que estivemos nesse lugar fantástico.

    Parabéns pelos posts, estamos aguardando mais :D

    Abraços

    Resposta:
    Oi Helder

    Nós já saímos do Denali, depois de dois dias fantásticos por lá. Fiquei com muita vontade de voltar para subir a montanha. Quem sabe, algum dia...

    Logo logo colocamos mais posts e fotos no ar

    Abs

  • 18/09/2012 | 09:48 por Lillian Brandão

    Impressionante como a paisagem do Denali muda rápido. Estivemos no final de agosto e as montanhas tinham pouca neve no topo.
    Também estive no Salmon Bake. Ambiente super legal e comida excelente. :)

    Resposta:
    Oi Lilian

    A nossa guia do ônibus disse que nunca tinha visto tanta neve por lá, com as estradas ainda abertas. Tivemos muita sorte, a paisagem branquinha estava fantástica, num dia de céu azul.

    Foi mesmo muito especial.

    Abs

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet