0 Pocitos - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Pocitos - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Pocitos

Uruguai, Montevideo

A orla do Rio da Prata em Pocitos, em Montevideo, no Uruguai

A orla do Rio da Prata em Pocitos, em Montevideo, no Uruguai


Eu já havia estado no Uruguai e em Montevideo duas vezes antes dos 1000dias. Da primeira vez, num distante 1992, pouco me lembro. Voltávamos de um longo tour por Argentina e Chile e a passagem por aqui foi bem rápida. Era época de Carnaval (evento importante aqui em Montevideo! Tem até um Museu do Carnaval na cidade) e tenho memórias difusas dos desfiles em uma das largas avenidas do centro da cidade. A segunda vez foi bem mais recente, em 2005, um ano antes de conhecer a Ana. Dessa viagem, duas fortes recordações: a delícia de se comer no Mercado del Puerto, programa que fizemos ontem, e o prazer de se caminhar nas ruas arborizadas e na praia de Pocitos, um dos bairros mais tradicionais da capital uruguaia. Por isso, desde que começamos a planejar nossa passagem por este país, sempre tive claro que gostaria de me hospedar naquela vizinhança.

Uma das muitas ruas arborizadas do bairro de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai

Uma das muitas ruas arborizadas do bairro de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai


ARquitetura típica do bairro de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai

ARquitetura típica do bairro de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai


De qualquer maneira, as indicações que tínhamos antes de chegar a Montevideo eram de hotéis no centro e na região de Carrasco. Nós tentamos, mas achamos o centro muito escuro e desolado de noite e Carrasco, além de longe do centro da cidade, um bairro que carecia da alma que há em Pocitos. O problema que não somos apenas nós que gostamos do bairro e seus hotéis estavam todos lotados ou demasiado caros. Até que a Ana, insistente, achou um tesouro escondido, um smart-hotel recém aberto em Punta Carretas, bairro ao lado de Pocitos. Estávamos salvos! Fizemos a reserva por três noites e estávamos a poucos metros da nossa vizinhança predileta na cidade. Aí, foi só ir pegar os pais no aeroporto e voltar para cá, para nos instalar propriamente e darmos o primeiro passeio no bairro e na cidade.

Caminhando pelas ruas de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai

Caminhando pelas ruas de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai


Quitanda nas ruas de Pocitos, bairro de Montevideo, no Uruguai

Quitanda nas ruas de Pocitos, bairro de Montevideo, no Uruguai


A região de Pocitos começou a se desenvolver na segunda metade do séc. XIX. As antigas lavadeiras aproveitavam um pequeno riacho que desembocava no Rio da Plata naquela praia de areias limpas para lavar roupa. Com as mãos, cavavam pequenas piscinas, ou poços, na areia da praia, para fazer seu trabalho. Eram os “pocitos”, que deram primeiro o nome à praia e, mais tarde, à toda a vizinhança.

Um dos muitos bares nas ruas de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai

Um dos muitos bares nas ruas de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai


Um dos muitos bares nas esquinas de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai

Um dos muitos bares nas esquinas de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai


Desde então, o bairro não parou mais de se desenvolver. A primeira ocupação foi de grandes casas e um enorme e icônico hotel, destruído por uma violenta tempestade em 1923. Muito antes disso, em 1906, o primeiro bonde elétrico da cidade foi inaugurado, ligando justamente o centro à rica vizinhança de Pocitos. Aos poucos, a classe mais alta cidade migrou para outros bairros ainda mais distantes, como Carrasco, e as antigas casas começaram a ser substituídas por prédios de 10 a 15 andares que hoje são a marca registrada da vizinhança.

A praia de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai

A praia de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai


A bandeira uruguaia tremula em mastro na praia de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai

A bandeira uruguaia tremula em mastro na praia de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai


Nas últimas décadas, chegaram os restaurantes, bares e comércio em geral. Pocitos virou um bairro autossuficiente, com bancos, escolas, shoppings e serviços em geral. Quem mora por aqui dificilmente tem de sair do bairro, quase tudo o que precisa ao alcance de alguns poucos quarteirões de caminhada. Hoje ele é o bairro mais densamente populado da capital, com cerca de 70 mil habitantes.

Pausa para descanso durante caminhada na orla de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai

Pausa para descanso durante caminhada na orla de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai


Meu pai observa a praia de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai

Meu pai observa a praia de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai


Com exceção das principais avenidas, as ruas são todas muito tranquilas e arborizadas, predominantemente residenciais. Caminhar sob as árvores é uma delícia e, quase a cada esquina, um bar ou restaurante nos convida a entrar e experimentar. Pelas árvores e pela altura e estilo dos prédios, a sensação é a de estarmos naquelas ruas de trás de Leblon e Ipanema, no Rio. Com um trânsito muito mais leve, claro! Mas com a mesma disponibilidade de comércio.

Com os pais, na praia de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai

Com os pais, na praia de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai


Caminhando com o pai na praia de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai

Caminhando com o pai na praia de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai


Fim de tarde na praia de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai

Fim de tarde na praia de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai


O ponto alto do bairro, assim como nos primos cariocas, sem dúvida, é a praia. Por aqui passa o imponente Rio da Plata que, de tão largo, mais parece um mar. Com onda e tudo! Na verdade, a foz do rio é tão aberta e está tão próxima que água doce e água salgada já se misturam e já há até efeito de marés, tanto na salinidade como na altura do rio. Mas a cor meio barrenta não deixa dúvidas: ainda estamos no Rio da Plata. Portanto, por mais parecido que possa ser com aqueles bairros do Rio, a cor do “mar” nunca vai ser bela como o mar carioca.

O famoso letreiro de Montevideo, no Uruguai, na praia de Pocitos

O famoso letreiro de Montevideo, no Uruguai, na praia de Pocitos


1000dias e os pais do Rodrigo em Pocitos, bairro de Montevideo, no Uruguai

1000dias e os pais do Rodrigo em Pocitos, bairro de Montevideo, no Uruguai


Esquecendo isso (se é que é possível!), não há outros “defeitos”. O calçadão é muito agradável de se caminhar, assim como a areia da praia. Os prédios da orla, com seu visual dos anos 60, são um colírio para os olhos de quem viveu ou se lembra dessa época no Brasil. A praia é tranquila durante o dia e se enche no final da tarde, todo mundo tentando aproveitar as últimas luzes do dia. No final de semana, vem muita gente de outros bairros para cá e encontrar um espaço na areia já fica mais complicado, especialmente nos dias ensolarados de verão.

Fim de tarde na praia de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai

Fim de tarde na praia de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai


Fim de tarde na praia de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai

Fim de tarde na praia de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai


No dia 12, quando meus pais chegaram, viemos diretamente para o hotel nos instalar e, em seguida, pé na rua para nossas primeiras explorações. Paramos para almoçar em um restaurante gostoso e fomos fazer a digestão caminhando na praia. Não fazia sol e só nos animamos a molhar os pés nas águas do Rio da Plata. Mas caminhamos por toda a orla e chegamos até um dos símbolos da cidade, um enorme letreiro nos jardins de uma praça na ponta da praia onde se lê “Montevideo”. Provavelmente um dos lugares mais fotografados por turistas, o nome da cidade em letras garrafais com a icônica orla de Pocitos ao fundo.

Registro do registro, na orla de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai

Registro do registro, na orla de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai


Com a mãe, na orla de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai

Com a mãe, na orla de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai


De noite, um delicioso jantar no restaurante Mama Nostra, com direito a vinho tannat para celebrar o início de nossa aventura conjunta pelo Uruguai. O dia seguinte, ontem, dia 13, foi a vez de irmos explorar a Ciudad Vieja (post anterior), mas a jornada terminou com mais um delicioso jantar em um dos inúmeros restaurantes de Pocitos. Dessa vez, foi um risoto no charmoso Almacém La Girardita, mais vinho para acompanhar.

Em dia de sol, de volta ao letreiro de Montevideo, no Uruguai, na praia de Pocitos

Em dia de sol, de volta ao letreiro de Montevideo, no Uruguai, na praia de Pocitos


Em dia de sol, de volta ao letreiro de Montevideo, no Uruguai, na praia de Pocitos

Em dia de sol, de volta ao letreiro de Montevideo, no Uruguai, na praia de Pocitos


Hoje, nosso último dia na capital, aproveitamos o tempo ensolarado para, novamente, passear por Pocitos. Até ao shopping nós fomos, comprar biquínis e uma bermuda para mim. O almoço foi no chique restaurante Ricci, mas o ponto alto do dia foi mesmo nossa volta à praia. Com a ajuda do sol, tudo fica mais bonito, até as águas marrons do Rio da Plata.

O joca, a Ixa, o Rodrigo e a Ana na orla de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai

O joca, a Ixa, o Rodrigo e a Ana na orla de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai


Dia de sol na praia de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai

Dia de sol na praia de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai


Dia de sol na praia de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai

Dia de sol na praia de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai


Mais uma vez, caminhamos até o letreiro na ponta da praia. Tínhamos de aproveitar o céu azul para tirar mais fotos desse cartão postal. No caminho, paramos para assistir a uma etapa do torneio sul-americano de vôlei de praia, realizado aqui, nas areias de Pocitos. Beldades de vários países davam seu show de habilidades e forma física na praia, incluindo as duplas brasileiras. O cenário, que já era belo, ficou ainda mais bonito!

Campeonato de volei de praia em Pocitos, em Montevideo, no Uruguai

Campeonato de volei de praia em Pocitos, em Montevideo, no Uruguai


Dupla brasileira de volei de praia feminino se aquece para campeonato em Pocitos, em Montevideo, no Uruguai

Dupla brasileira de volei de praia feminino se aquece para campeonato em Pocitos, em Montevideo, no Uruguai


Vendo todo aquele esporte, nós nos inspiramos. Fui dar uma corrida na praia e, na volta, acompanhado pelo pai, fomos enfrentar as águas e ondas do Rio da Plata. É sempre meio estranho entrar em um lugar com ondas, mas que a água não é propriamente salgada. Como já disse, ela é meio salobra por aqui. Nosso corpo parece não entender a aparente contradição. Enfim, um mergulho delicioso, um banho num dos maiores rios do continente, uma obrigação para quem quer viajar, conhecer e vivenciar toda a América. Quem mais gostou do mergulho foi meu pai, que entrou comigo e lá ficou, saindo mais tarde com a nora querida.

O Rodrigo e seu pai enfrentam as águas do Rio da Prata na praia de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai

O Rodrigo e seu pai enfrentam as águas do Rio da Prata na praia de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai


O Rodrigo e seu pai enfrentam as águas do Rio da Prata na praia de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai

O Rodrigo e seu pai enfrentam as águas do Rio da Prata na praia de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai


Com o fim da tarde, voltamos para o hotel. De noite, claro, mais um jantar na vizinhança. Foi a nossa despedida de Pocitos, dia dos namorados aqui no Uruguai, restaurantes cheios. Mas nós encontramos um bom lugar no Las Terrazas e fizemos muitos brindes com o tannat. Um brinde á viagem, outro aos viajantes, mais um aos namorados. Um brinde ao país, outro à cidade, mais um à vizinhança. Amanhã pegamos estrada, de volta para Colonia del Sacramento. Quer dizer, de volta para nós, pois para mês viajados pais, será a primeira vez. Duas noites por lá e retomamos nosso circuito no sentido anti-horário, rumo às serras e praias do país. Praias de mar, agora.

Um banho no Rio da Prata na praia de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai

Um banho no Rio da Prata na praia de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai


A Ana e o Joca voltam de um mergulho no Rio da Prata, na praia de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai

A Ana e o Joca voltam de um mergulho no Rio da Prata, na praia de Pocitos, em Montevideo, no Uruguai


Deixaremos a capital para trás, mas Pocitos ficará na memória. Se algum dia eu vir morar em Montevideo, não tenho dúvidas de onde vou procurar um apartamento. Como bom mineiro, adoro o Rio de Janeiro. Como bom mineiro, adoro Pocitos!

Jantando um delicioso risoto no restaurante La Girardita, em Pocitos, bairro de Montevideo, no Uruguai

Jantando um delicioso risoto no restaurante La Girardita, em Pocitos, bairro de Montevideo, no Uruguai

Uruguai, Montevideo, Praia, Rio, cidade, Rio da Prata, Pocitos

Veja todas as fotos do dia!

Participe da nossa viagem, comente!

Post anterior A imponente estátua em honra ao General Artigas, o maior heroi nacional, na Plaza Independencia, no Centro Velho de Montevideo, no Uruguai

Montevideo, a Capital Mais Austral das Américas

Post seguinte Portón de Campo, principal porta de acesso nas muralhas da antiga Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai

De Volta a Colonia del Sacramento

Comentários (1)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 03/05/2015 | 20:47 por maya

    Olá gostei bastante das fotos super legal conhecer um pouquinho dos costumes de cada País, assim da pra visualizar melhor como a criação de Deus é perfeita, parabéns a vocês pelas maravilhosas fotos.

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet