0 Passeando em Paramaribo - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Passeando em Paramaribo - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Passeando em Paramaribo

Suriname, Paramaribo

Catedral, toda em madeira, em Paramaribo, no Suriname

Catedral, toda em madeira, em Paramaribo, no Suriname


Depois do tanto de água que caiu ontem, São Pedro deu uma folga hoje, o que facilitou bastante nosso passeio por Paramaribo. Para variar, a cidade também cresceu ao redor de um forte, que depois de passar pelas mãos de vários países europeus, acabou ficando na mão dos holandeses, que o batizaram de Zeeland.

Forte Zelandia, primeira construção de Paramaribo, no Suriname

Forte Zelandia, primeira construção de Paramaribo, no Suriname


Aliás, tem outro detalhe bem interessante nesta história. A Holanda e Inglaterra guerreavam por suas colônias no novo mundo. Ao fim de anos de lutas, chegaram a um acordo: trocaram o Suriname, que passou definitivamente à Holanda, por uma pequena cidade sem importância mais ao norte, que atendia pelo nome de Nova Amsterdaam, que virou inglesa e mudou de nome. Virou uma tal de Nova York. Bela troca...

Casas em parque em Paramaribo, no Suriname

Casas em parque em Paramaribo, no Suriname


Voltando ao forte, foi nossa primeira visita em Paramaribo. Bem menor e diferente que os nossos fortes, mais charmoso também. E menos eficiente, já que várias vezes foi conquistado, mudando de mãos. Mas, o que mais me chamou a atenção lá foi um acontecimento bem mais recente. O forte já havia sido transformado em museu quando o governo civil foi derrubado por um golpe militar no início da década de 80. Os militares botaram os turistas e visitantes para correr e transformaram o ex-forte em ex-museu e prisão. Lá, alguns anos depois, de uma só vez, o governo liquidou com 15 proeminentes oposicionistas, entre advogados, jornalistas e outros. Crime jamais julgado. O tal ditador entregou o poder dez anos mais tarde mas, para meu espanto, adivinhem quem é o presidente hoje, eleito democraticamente? Pois é...

Visitando mesquita em Paramaribo, no Suriname

Visitando mesquita em Paramaribo, no Suriname


Mudando de assunto para algo mais leve, algo que caracteriza a cidade e o país é a diversidade de raças e religiões que convivem harmonicamente. Neste passeio, por exemplo, nós visitamos a catedral da cidade, belo prédio todo em madeira. Tivemos a sorte de pegá-lo num dos seus raros momentos abertos. Seria a maior construção em madeira do mundo, dizem por aqui. Pois bem, logo ali perto está outra grande igreja, mas protestante. Em seguida, rumamos para um grande templo hindu. Esse, ficamos só na vontade, pois as indicações do mapa estavam erradas e não o encontramos. Mas a grande atração ainda estava por vir: uma imponente mesquita bem ao lado de uma grande sinagoga. Exatamente! Uma do lado da outra! Uma bela visão que deveria servir de exemplo para muitos países.

Sinagoga ao lado de mesquita, em Paramaribo, no Suriname

Sinagoga ao lado de mesquita, em Paramaribo, no Suriname


Fomos depois ao mercado, um dos locais mais movimentados da cidade. Mas não num domngo, quado fica às moscas. Ainda precisamos voltar lá num dia de semana... De lá viemos caminhado em direção ao hotel, passando por ruas muito bem conservadas com construções do séc XIX, em estilo holandes. Muito legal!

Vendedor de rua em Paramaribo, no Suriname

Vendedor de rua em Paramaribo, no Suriname


Parbo, a cerveja nacional do Suriname

Parbo, a cerveja nacional do Suriname


Logo em frente, na orla do rio, refrescamo-nos com uma Parbo, a cerveja local muito gostosa. Um ótimo local para se observar o movimento das pessoas e acostumar nossos ouvidos com as línguas faladas por aqui, principalmente o holandes.

Chico com 'y', Gold com 'u' e Silver com 'z'. É a lpingua holandesa... (em Paramaribo, no Suriname)

Chico com "y", Gold com "u" e Silver com "z". É a lpingua holandesa... (em Paramaribo, no Suriname)


Finalmente, voltamos para o hotel passando pelo único parque da cidade, uma enome área com mais de mil palmeiras imperiais que tem o nome de Palmentuin. Não pode haver melhor lugar para relaxar na cidade, sua sombra, seus sons e seus odores. Realmente, uma delícia!

O Palmentuin, belo bosque de palmeiras em Paramaribo, no Suriname

O Palmentuin, belo bosque de palmeiras em Paramaribo, no Suriname


Na orla do rio Suriname, em Paramaribo, capital do país

Na orla do rio Suriname, em Paramaribo, capital do país


Amanhã, segunda, é dia de definições! Será que poderemos deixar o carro por aqui? Se sim, qual será nosso roteiro no Caribe? E, antes disso, vamos mesmo para um parque no interior do Suriname? Não percam isso e muito mais nos próximos capítulos! hehehe

Feliz, em bar na orla fluvial de Paramaribo, no Suriname

Feliz, em bar na orla fluvial de Paramaribo, no Suriname

Suriname, Paramaribo,

Veja todas as fotos do dia!

Comentar não custa nada, clica aí vai!

Post anterior Primeira visão de Paramaribo, no Suriname

Já Estamos no Suriname!

Post seguinte Mapa do Caribe mostrando todos os países e 'quase-países' da região

Dia de Definições

Blog da Ana Vendedor de rua em Paramaribo, no Suriname

Paramaribo

Comentários (3)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 15/06/2014 | 22:35 por Alvaro

    Boa noite. Vocês abem qual o calado do ria em paramaribo ?
    Vou passa rede barco por lá e gostaria de saber s o subsônica entra nele.
    E se a criminalidade para se fundear no rio e baixa ou alta , tipo pirataria etc.
    Obrigado
    Alvaro.

    Resposta:
    Olá Alvaro

    Infelizmente, não temos as respostas para vc. Não ouvi falar de pirataria por lá, mas é sempre bom checar com alguém que saiba com certeza.

    Um abs

  • 28/03/2013 | 20:12 por claudio

    olá,
    adorei as fotos, principalmente as que foram tiradas em paramaribo- suriname.
    olhei a foto da catedral amarela e lembrei da minha infancia. parabéns.

    Resposta:
    Olá Caudio

    Que legal que vc gostou! Paramaribo foi uma ótima surpresa para nohs, talvez a cidade que mais gostamos nessa nossa passagem pelas Guianas.

    Quer dizer que sua infância foi por lá, eh? Muito legal!

    Um grande abraço

  • 16/03/2011 | 21:26 por Andre Kina

    Poul, Suiname me lembra a final dos 100m borbola na qual o Antony Nest venceu o Matt Biondi na Olimpiada de Seul. Vc se lembra? Diziam na epoca que so have uma piscina olimpica no Suriname....Ele deve ser um heroi ai. Abs

    Resposta:
    Bela lembrança, Kina!
    Não foi só do Biondi que ele ganhou não. Faturou também o Albatrós alemão, que vinha dominando o Biondi na prova.
    Virou um heroi por aqui, com direito à estátua!
    Eu e a Ana passamos em frente a um clube de natação onde estava havendo alguma competição. Uma gritaria danada, muita animação. Lembrei na hora do Nest e fiquei imaginando se ali era a tal única piscina olímpica.
    Amanhã partimos para Trinidad e Tobago, terra de outro grande nadador, mais recente, rival do Thiago. Lembra quem é?
    Abs

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet