0 Paraíso do Rock Climbing - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Paraíso do Rock Climbing - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Paraíso do Rock Climbing

Estados Unidos, Califórnia, Pioneertown

Para onde se olhe, há grandes paredões de pedra e pessoas escalando, no Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos

Para onde se olhe, há grandes paredões de pedra e pessoas escalando, no Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos


Lá fomos nós para o nosso primeiro National Park nos Estados Unidos, o Joshua Tree. Os parques nacionais americanos, uma verdadeira tradição aqui no Tio Sam, são um dos nossos principais destinos neste país. Tanto que, logo na entrada deste, já compramos o ticket que nos dá direito de entrar em todos eles, ao longo dos próximos doze meses, por apenas 80 dólares. Vale para mim, para a Ana e para a Fiona. Acho que vai ser um bom negócio, pois só a entrada aqui no Joshua já nos custaria 15 dólares. Considerando que vamos em mais de 10 parques, não é difícil ver que vai valer a pena...

A bela árvore que dá nome ao parque, no Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos

A bela árvore que dá nome ao parque, no Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos


Um dos melhores lugares do mundo para se praticar rock climbing é o Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos

Um dos melhores lugares do mundo para se praticar rock climbing é o Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos


Sendo um sábado, início de primavera por aqui, o parque estava muito movimentado. Os parques nacionais são um programa muito procurado por aqui, de costa à costa. Tem sempre uma ótima estrutura, de estradas e trilhas à banheiros públicos e restaurantes, sempre com acesso facilitado para deficientes e idosos. Um show de organização. AO mesmo tempo, como tem grandes áreas, não é muito difícil fugir das multidões e encontrar lugares mais tranquilos, onde o contato com a natureza pareça mais real.

A lua sobre um dos muitos rochedos de Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos

A lua sobre um dos muitos rochedos de Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos


Nem todas as árvores resistem ao clima desértico do Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos

Nem todas as árvores resistem ao clima desértico do Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos


Outra coisa que me agrada é a liberdade que se tem para se inventar seu próprio caminho, seguir para onde o nariz aponta sem ter de ficar dando satisfação a ninguém. Só há o pedido muito sensato de não fazer sujeira, destruir plantas ou entrar em áreas em restauração. Ainda estou tentando entender direito essa sociedade tão cheia de regras de convivência, mas que, ao mesmo tempo, tanto preza a liberdade individual. O fato é que, pelo menos nos parques nacionais, o resultado dessa dicotomia é exatamente do jeito que eu gosto!

Explorando e caminhando nos rochedos de Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos

Explorando e caminhando nos rochedos de Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos


Explorando e caminhando nos rochedos de Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos

Explorando e caminhando nos rochedos de Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos


Bom, voltando ao Joshua, uma estrada de asfalto com algumas variantes corta todo o parque. Ela nos dá acesso às principais atrações, assim como a estradas de terra e trilhas que nos levam a pontos mais isolados e menos concorridos. De maneira geral, quanto mais longe do asfalto, mais longe das multidões estamos.

A bela árvore que dá nome ao parque, no Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos

A bela árvore que dá nome ao parque, no Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos


A árvore símbolo do parque no seu ambiente natural, no Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos

A árvore símbolo do parque no seu ambiente natural, no Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos


São duas as principais características desse parque. Primeiro, exatamente aquilo que lhe dá o nome: as árvores Joshua Trees, super adaptadas para viver nessa região semi-desértica com um vento quase constante e extremos de temperatura. Está espalhada por toda a área do parque, cuja criação se deu exatamente para proteger esta árvore.

Para onde se olhe, há grandes paredões de pedra e pessoas escalando, no Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos

Para onde se olhe, há grandes paredões de pedra e pessoas escalando, no Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos


Para onde se olhe, há grandes paredões de pedra e pessoas escalando, no Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos

Para onde se olhe, há grandes paredões de pedra e pessoas escalando, no Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos


O outro aspecto é aquilo que mais atrai turistas ao parque: são as formações rochosas que fizeram do Joshua Tree National Park um paraíso para os amantes da escalada em rocha. Deve haver poucos lugares no mundo com tantas vias a serem exploradas e com tantas oportunidades, tanto para iniciantes como os profissionais do esporte. Para onde olhávamos, lá estava um grupo de amigos subindo alguma parede.

Lá longe, estrada de terra cruza a magnífica paisagem do Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos

Lá longe, estrada de terra cruza a magnífica paisagem do Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos


A nossa visita ao parque iniciou-se exatamente num desses lugares lotados de formações rochosas. Estacionamento cheio de carros e traillers (outra paixão americana!), as trilhas começam logo ali, sempre com painéis cheios de informações sobre a flora, fauna, geologia e história da ocupação humana no local. Pelas trilhas, grupos de escoteiros, casais de idosos, pares de namorados apaixonados e grupos de amigos indo para lá e para cá. Espalhados pelo horizonte, dezenas de formações rochosas, muitas delas tomadas por escaladores.

Mirante dentro do parque permite admirar toda a magnífica região do Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos

Mirante dentro do parque permite admirar toda a magnífica região do Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos


Mirante dentro do parque permite admirar toda a magnífica região do Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos

Mirante dentro do parque permite admirar toda a magnífica região do Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos


Nós demos nossa volta nesse local concorrido, admirados com a beleza peculiar da região. Em seguida, de volta ao carro e seguimos para um dos pontos mais altos do parque, onde se chega no conforto do asfalto. Ali se pode ter uma boa noção geográfica não só do parque, mas de toda a região, desde o ocupadíssimo vale de São Joaquim, com suas indústrias e poluição, até os pontos mais remotos do deserto, sem nenhuma ocupação humana. É triste constatar que a fumaça produzida pelo home, de uma maneira ou de outra acaba chegando até nesses lugares mais remotos. Sem ela, seria possível ver até quase o litoral do Pacífico, já tão longe de nós.

Cruzando um antigo lago seco no Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos

Cruzando um antigo lago seco no Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos


Examinando o mapa do Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos

Examinando o mapa do Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos


Por fim, fomos dar uma volta de Fiona num circuito apropriado apenas para carros altos e tracionados. Vamos passando por toda sorte de formações geológicas, sempre com as informações relevantes. Uma verdadeira aula sobre os processos que formam a crosta do planeta e sua superfície. Processos que se passam através de milhões de anos, numa escala de tempo completamente além do que possamos imaginar na nossa ridícula vida de 70-80 anos.

Joshua Tree National Park, na Califórnia - Estados Unidos

Joshua Tree National Park, na Califórnia - Estados Unidos


Escalando montanha de pedras no Joshua Tree National Park, na Califórnia - Estados Unidos

Escalando montanha de pedras no Joshua Tree National Park, na Califórnia - Estados Unidos


Ao final do circuito, passamos por uma das formações de pedra que caracterizam o parque, essa batizada de Star Wars. Uma verdadeira montanha de pedras empilhadas por um gigante invisível, como que brincando de lego. Na verdade, resultado de um longo processo de formação, onde uma grande quantidade de lava se resfria quilômetros abaixo da superfície, formando um gigantesco e único bloco granítico. Forças tectônicas se encarregam de rachá-lo e parti-lo e, mais tarde, outras forças titânicas, placas tectônicas em movimento, acabam por levantar toda essa massa de terra até a superfície. Aí, é a ação do vento e da água que, ao longo de milhões de anos, acabam por moldar e remodelar esse granito partido, dando-lhe a forma atual. Meio complicado, mesmo resumido, né? É, a teoria do gigante brincando de lego faz mais sentido, hehehe!

A paisagem de outro mundo do Joshua Tree National Park, na Califórnia - Estados Unidos

A paisagem de outro mundo do Joshua Tree National Park, na Califórnia - Estados Unidos


Fotografando a própria sombra no alto das Star Wars Rocks, no Joshua Tree National Park, na Califórnia - Estados Unidos

Fotografando a própria sombra no alto das Star Wars Rocks, no Joshua Tree National Park, na Califórnia - Estados Unidos


Pois bem, aí na Star Wars brincamos nós de escalada em rocha. Sem nenhum equipamento, fora os braços e pernas, fomos seguindo de pedra em pedra até um ponto onde a Ana resolveu ficar. Eu segui adiante, não descansando até chegar ao segundo ponto mais alto da montanha de pedras. O ponto mais alto estava muito além da minha medíocre capacidade. Dali, uma visão maravilhosa do parque e da paisagem exótica ao nosso redor. Depois, o duro caminho da descida pelo verdadeiro labirinto de pedras. Custou, mas cheguei até uma já preocupada Ana, os dois felizes pelo reencontro e pelo dia maravilhoso (desde que não pensássemos na placa do carro, claro!).

Fiona em pleno parque Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos

Fiona em pleno parque Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos


Voltamos para nosso hotel e, amanhã, seguimos direto para outro parque. Neste, estão as maiores árvores do mundo. Um sonho de criança, ver de perto esses gigantes chamados sequoias está para se realizar!

Bela luz de fim de tarde no Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos

Bela luz de fim de tarde no Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos

Estados Unidos, Califórnia, Pioneertown, trilha, Parque, Escalada, Joshua Tree

Veja todas as fotos do dia!

Diz aí se você gostou, diz!

Post anterior Roubaram a placa traseira da Fiona!!! (em Pioneertown, na Califórnia, nos Estados Unidos)

Roubaram a Fiona!

Post seguinte As belas e grandiosas paisagens nas estradas do interior americano (sul da Califórnia - EUA)

Nas Estradas Americanas

Blog da Ana A bela árvore que dá nome ao parque, no Joshua Tree National Park, região de Pioneertown, na Califórnia - Estados Unidos

Joshua Tree National Park

Comentários (4)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 19/05/2020 | 09:46 por Dalva do Prado

    Sempre fui apaixonada por tudo que diz respeito aos Estados Unidos. Nunca tive a oportunidade de conhecer, mas através de fotografias e documentários, fico por dentro dessa maravilha que é a Natureza existente naquele País e região.

  • 17/04/2012 | 09:34 por José Dalton Cardoso

    Tenho apenas umas 3 semanas.

    Resposta:
    Serão três semanas intensas!

    Tenho certeza que serão maravilhosas também

    Uma grande viagem para vc!

    Abs

  • 14/04/2012 | 22:43 por José Dalton Cardoso

    Moro em Vitória. Segunda feira próxima ,aqui, será feriado de N.S. da Penha. Mas na terça vou ver o que consigo quanto à placa.

    Meu roteiro será Panamá City,Cidade do México, Washington DC,(avião), New York, Quebec, Montreal, Ottawa, Toronto, Detroit, Chicago, Bad Lands, Yellowstone, Salt Lake City (carro).

    Abraços,
    José.

    Resposta:
    Olá!

    Puxa, qualquer informção que consiga sobre a placa vai ajudar! Mas não perca seu tempo com isso não, eu estava brincando! Isso é trabalho para os parentes aí no Brasil, hehehe!

    Nossa, que belo roteiro por aqui! Quanto tempo para fazer esse circuito todo?

    Abs

  • 12/04/2012 | 08:25 por José Dalton Cardoso

    Estou seguindo os 1000Dias desde quando vocês estavam no Brasil.Parabéns pelo esforço de manter o blog, o que não é fácil.Gosto muito dos resumos históricos e das informações sobre os locais visitados.Irei aos Estados Unidos no mês de Maio.Poderia levar uma nova placa para a Fiona, caso queiram.
    Abraços,
    José.

    Resposta:
    Olá José

    Então, vc trabalha no Detran ou conhece alguém lá? Sabe que as informações que temos até agora são bem desanimadoras... A placa só pode ser vendida com a Fiona presente, lá em Curitiba. Pior! No momento que entrarmos no Brasil, ela não poderia circular mais, sem a placa. Teríamos de mandá-la de caminhão para casa. E nós vamos entrar no Brasil em Roraima, vindos da Venezuela! Absurdo total!

    Ainda temos tempo para tentar resolver isso, mas qualquer ajuda será muito benvinda, hehehe!

    Mudando de assunto, manter os blogs não é mesmo fácil. Principalmente aqui nos EUA, quando passamos boa parte do tempo nos parques ou nas estradas. Não é a toa que estamos atrasados... Mas o esforço vale muito a pena. Tanto para os amigos que nos seguem como para nós mesmos, quando lemos nossas próprias histórias meses ou anos depois. Pura diversão!

    Um grande abraço e uma ótima viagem aos EUA. Por onde vai passar?

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet