0 Os Vinhos do Okanagan Valley - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Os Vinhos do Okanagan Valley - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Os Vinhos do Okanagan Valley

Canadá, Penticton

Saborosa degustação de vinho tinto no Okanagan Valley, no  sul da British Columbia, no Canadá

Saborosa degustação de vinho tinto no Okanagan Valley, no sul da British Columbia, no Canadá


Como vocês já devem ter notado pelas fotos desse blog, eu e a Ana gostamos de tomar um bom vinho. Aliás, quem não gosta? Brasileiros que somos, entendemos mais dos vinhos chilenos e argentinos, nossos vizinhos aí na América do Sul. Mas o mundo dos vinhos é muito maior do que isso e essa é uma das belas surpresas que temos tido nesses 1000dias de viagem pelo continente. O mundo inteiro está se sofisticando nesse setor e hoje achamos bons vinhos em países que, antes, nem uva tinham. Além do Brasil, cujos vinhos mais e mais se aproximam em qualidade dos nossos vizinhos do cone sul, encontramos excelentes vinhos em países como a Bolívia, Peru e México.

Nessa época do ano, encontramos abóboras em várias lojas de estrada (Okanagan Valley, no  sul da British Columbia, no Canadá)

Nessa época do ano, encontramos abóboras em várias lojas de estrada (Okanagan Valley, no sul da British Columbia, no Canadá)


Outros lugares para se refestelar nessa deliciosa bebida são os países que foram (ou são!) parte da França. A produção não é local, mas os vinhos vem direto da antiga metrópole, sempre com preços bem razoáveis. É o casa de Guadaloupe e Martinica, no Caribe, e até da Guiana Francesa, na América do Sul. Sem esquecer, claro, da região de Quebec, aqui no Canadá. Depois de passar por todos esses lugares, até começamos a entender um pouco mais dos vinhos franceses, também.

Maçãs! Além das uvas, outras frutas também são cultivadas no Okanagan Valley, no  sul da British Columbia, no Canadá

Maçãs! Além das uvas, outras frutas também são cultivadas no Okanagan Valley, no sul da British Columbia, no Canadá


Outro país de referência nesses setor são os Estados Unidos, principalmente na região conhecida como Napa Valley, na California. Ainda não passamos por lá, mas ela está certamente no nosso roteiro! E mesmo sem termos chegado lá ainda, os vinhos da região já chegaram às nossas mesas! Afinal, já viajamos por alguns meses pelo país e sempre procuramos a bebida nacional, quando bebemos vinho.

As pitorescas paisagens dos vinhedos do Okanagan Valley, no  sul da British Columbia, no Canadá

As pitorescas paisagens dos vinhedos do Okanagan Valley, no sul da British Columbia, no Canadá


E assim foi no Canadá! Procuramos o bom vinho nacional, perguntando à garçons, maitres e sommelies, nas ocasiões especiais em que uma boa garrafa de vinho de faz necessária. Por exemplo, no meu aniversário! Em todas essas vezes, o vinho sugerido e escolhido vinha da mesma região produtora, o Okanagan Valley. Nossa curiosidade foi se atiçando e, depois da segunda vez, fomos descobrir aonde era esse vale dos vinhos canadenses. Para a nossa surpresa e felicidade, descobrimos que era aqui na Columbia Britânica, a meio caminho de Alberta, bem próximo da fronteira com os Estados Unidos. Não demorou muito para decidirmos que a gente poderia colocar o tal vale no nosso roteiro, a nossa especial despedida desse lindo e gigantesco país, o Canadá. Apenas quatro horas de viagem de Vancouver e, melhor ainda, passando por Chilliwack, onde moram nossos novos amigos. Juntamos o útil ao agradável ao saboroso e aqui estamos, no Okanagan Valley!

Os parreirais estão carregados nessa época do ano no Okanagan Valley, no  sul da British Columbia, no Canadá

Os parreirais estão carregados nessa época do ano no Okanagan Valley, no sul da British Columbia, no Canadá


Visitando os vinhedos do Okanagan Valley, no  sul da British Columbia, no Canadá. Já até compramos um vinho!

Visitando os vinhedos do Okanagan Valley, no sul da British Columbia, no Canadá. Já até compramos um vinho!


Pelo seu clima ameno, principalmente para padrões canadenses, a região já faz sucesso há muito tempo entre aqueles que procuram lugares para suas férias de verão. O vale é repleto de lagos com extensas praias, um paraíso para esportes náuticos ou simplesmente para um bom mergulho. No verão, claro! No resto do ano, são bons para fotografias. Pois bem, de tanto passar as férias por aqui, muita gente acabou se mudando em definitivo, principalmente os aposentados. Que melhor lugar haveria para descansar no final da vida? Tranquilo, clima ameno e o constante cheiro de pomares.

Admirando a bela praia lacustre em Petincton, no Okanagan Valley, no  sul da British Columbia, no Canadá

Admirando a bela praia lacustre em Petincton, no Okanagan Valley, no sul da British Columbia, no Canadá


A praia de Petincton, no Okanagan Valley, no  sul da British Columbia, no Canadá

A praia de Petincton, no Okanagan Valley, no sul da British Columbia, no Canadá


Pois é, o mesmo clima que atrai as pessoas também é o ideal para o cultivo de frutas. Maçãs, peras, pêssegos, entre outros, todas elas vemos nas plantações, tornando ainda mais idílica a paisagem. Mas foi outra fruta que começou a ganhar destaque há poucas décadas: a uva!

Bucólico passeio de bicicletas pelos vinhedos do Okanagan Valley, no  sul da British Columbia, no Canadá

Bucólico passeio de bicicletas pelos vinhedos do Okanagan Valley, no sul da British Columbia, no Canadá


O Okanagan Valley se tornou a meca dos enólogos canadenses. São dezenas e dezenas de vinícolas ao longo das encostas e terraços que cercam os lagos do vale. A região é chamada de “o Napa Valley do Canadá”. Como disse, ainda não conhecemos o original, mas se ele for parecido com esse aqui, vamos gostar muito, hehehe!

São dezenas e dezenas de vinículas al longo do Okanagan Valley, no  sul da British Columbia, no Canadá

São dezenas e dezenas de vinículas al longo do Okanagan Valley, no sul da British Columbia, no Canadá


Nós chegamos meio fora de estação, o que traz vantagens e desvantagens. A vantagem é que não há multidões. A desvantagem é que algumas vinícolas não estão recebendo visitantes, fechadas para a estação. Quando chegamos ontem, já no final da tarde, tivemos a chance de admirar uma belíssima paisagem, os parreirais ao redor do lago e as montanhas de vegetação baixa, pois o clima seco não é propício para matas. Mas tivemos de procurar bastante até achar uma vinícola aberta, a maioria delas fechando entre as quatro e cinco da tarde. Mas achamos! Experimentamos vinhos brancos e tintos e fomos “compelidos” a comprar uma garrafa, hehehe.

As pitorescas paisagens dos vinhedos do Okanagan Valley, no  sul da British Columbia, no Canadá

As pitorescas paisagens dos vinhedos do Okanagan Valley, no sul da British Columbia, no Canadá


A noite passamos em Petincton, uma das melhores bases para se explorar o longo vale de mais de 150 km de extensão. Primeiro, porque está exatamente na orla do Okanagan Lake, o lago que dá nome a todo o vale. Em frente ao nosso hotel, uma longa e simpática praia de areia. Só faltou tempo (e um pouco de coragem!) para darmos ao menos um mergulho. Também, nós viemos para cá para beber, e não para nadar, hehehe! Segundo, porque já é uma cidade um pouco maior e com mais estrutura. De noite, achamos um magnífico restaurante italiano, onde pudemos comemorar o aniversário de um familiar próximo com um bom vinho e um bom prato. E, por último, porque daqui sai uma pequena estrada em direção à vila de Naramata. São cerca de 15 quilômetros cercados de parreirais bucólicos e algumas das melhoras e mais charmosas vinícolas do vale, afastadas do movimento da estrada principal que atravessa o vale.

Pronto e ansioso para mais uma degustação de vinhos no Okanagan Valley, no  sul da British Columbia, no Canadá

Pronto e ansioso para mais uma degustação de vinhos no Okanagan Valley, no sul da British Columbia, no Canadá


Degustação de vinhos em vinícula do Okanagan Valley, no  sul da British Columbia, no Canadá

Degustação de vinhos em vinícula do Okanagan Valley, no sul da British Columbia, no Canadá


Foi nessa pequena estrada que passamos memoráveis momentos hoje, nossos últimos aqui no Canadá. Um verdadeiro deleite para os sentidos da visão, olfato e paladar! Para quem tem mais tempo, o ideal é fazer a trilha de bicicleta, como vimos alguns afortunados fazendo. De vinícola em vinícola, sempre “abastecendo” o espírito para ter forças e ganas para seguir até a próxima. Deve ser uma delícia! Nós fizemos de Fiona mesmo, tirando fotos admirando a paisagem e escolhendo uma das vinícolas para testar seus vinhos. Foi muito joia!

Degustação de vinho branco no Okanagan Valley, no  sul da British Columbia, no Canadá

Degustação de vinho branco no Okanagan Valley, no sul da British Columbia, no Canadá


Daqui seguimos para o sul, para os Estados Unidos que estavam logo ali, a cerca de uma hora de viagem. Nossa viagem chega a uma nova e triste fase. Estamos definitivamente deixando os países para trás. Antes, enquanto subíamos o continente, sempre sabíamos que, na volta, passaríamos outra vez por aquele país. Agora não, a despedida é definitiva, pelo menos nesses 1000dias. E o Canadá foi o primeiro a ficar para trás. Vai deixar muitas saudades. Mas também levamos muitas memórias. Memórias, experiências, fotografias, amigos, uma garrafa de vinho e dois potes de geleia, presente do Len e da Irmi que vamos saborear aos poucos ao longo dos próximos dias. Enfim, o Canadá fica para trás, mas trazemos um pedaço dele conosco! Agora, é hora de mudar o canal interno da nossa cabeça para os Estados Unidos!

Degustação de vinho tinto no Okanagan Valley, no  sul da British Columbia, no Canadá

Degustação de vinho tinto no Okanagan Valley, no sul da British Columbia, no Canadá

Canadá, Penticton, British Columbia, Okanagan Valley, Naramata

Veja todas as fotos do dia!

Participe da nossa viagem, comente!

Post anterior Café da manhã na casa do Len e da Irmi, em Chilliwack, interior da British Columbia. oeste do Canadá

Amigos Canadenses

Post seguinte Visto de permanência do Rodrigo nos EUA (6 meses de permanência)

Chateação de Fronteira

Blog da Ana Passaporte italiano da Ana

A Última Fronteira

Comentários (0)

Participe da nossa viagem, comente!
Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet