0 O Rio é Novo mas a Cachoeira é Velha - Blog do Rodrigo - 1000 dias

O Rio é Novo mas a Cachoeira é Velha - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

O Rio é Novo mas a Cachoeira é Velha

Brasil, Tocantins, Mateiros

Manhã saudável no Rio Novo, no Jalapão - TO

Manhã saudável no Rio Novo, no Jalapão - TO


Chegamos na escada que dá acesso à Prainha do Rio Novo nos últimos minutos de luz do dia. Aí, foi aquela corrida. Pegamos as coisas principais do acampamento no bagageiro do carro, como barraca, sleepings e fogareiro e descemos correndo para armar a nossa "casa". Barraca montada sob uma vasta lona que também serviria como nossa varanda, já no escuro da noite, começamos a dar falta de coisas como nossos isolantes, um pano, toalhas, etc... Tudo lá encima, na Fiona. A Ana já foi agilizando nosso jantar e eu subi, em busca desses "detalhes" que garantiriam nosso conforto pela noite.

Noite de acampamento na Prainha do Rio Novo, no Jalapão - TO

Noite de acampamento na Prainha do Rio Novo, no Jalapão - TO


Noite, aliás, bem escura, já que a lua ainda não tinha nascido e as nuvens cobriam os céus Descendo as escadas novamente, breu total e aquele barulho gostoso do rio e da mata a minha volta, a sensação era de estar no litoral. Afinal, lá embaixo tinha uma praia, e o barulho das corredeiras do rio Novo pareciam ondas do mar. Na mata à minha volta, macacos e aves disputam quem gritava mais alto. Mais natureza, impossível.

Noite de acampamento na Prainha do Rio Novo, no Jalapão - TO

Noite de acampamento na Prainha do Rio Novo, no Jalapão - TO


Enquanto jantávamos, as nuvens se foram e o céu se encheu de estrelas. Milhares delas! A temperatura estava super agradável, nem calor nem frio. O rio, logo ali na frente, era um convite mas, ao mesmo tempo, escuro como estava, era meio amedrontador. Resolvemos esperar pela lua para arriscar um banho. Como ela não nascia, aproveitamos para dormir um pouco...

Acampamento em noite de lua cheia, na Prainha do Rio Novo, no Jalapão - TO

Acampamento em noite de lua cheia, na Prainha do Rio Novo, no Jalapão - TO


Noite clara de lua cheia, na Prainha do Rio Novo, no Jalapão - TO

Noite clara de lua cheia, na Prainha do Rio Novo, no Jalapão - TO


Acordamos com aquele forte clarão no nosso rosto. Parecia dia, mas era só a lua reinando no céu. Aí, não tínhamos mais desculpas; direto para o rio! Nossa, que delícia! Sensação total de comunhão com a natureza, nadar sob a lu do luar no Rio Novo, em pleno Jalapão, a dezenas de quilômetros de qualquer outra pessoa. Experiência inesquecível!

De manhã bem cedo, em acampamento na Prainha do Rio Novo, no Jalapão - TO

De manhã bem cedo, em acampamento na Prainha do Rio Novo, no Jalapão - TO


A vista da varanda da nossa barraca, na Prainha do Rio Novo, no Jalapão - TO

A vista da varanda da nossa barraca, na Prainha do Rio Novo, no Jalapão - TO


De banho tomado, voltamos para a barraca. Dormir em barraca com travesseiros é um luxo, hehehe. Mais luxo ainda é acordar com aquele cenário, aquela praia maravilhosa só para nós! E começamos o dia da forma mais saudável possível:banho de rio seguido de café da manhã à base de frutas! Em seguida, uma caminhada pela orla do rio, primeiro até uma praia vizinha, logo ali do lado e, depois, através das pedras, galhos e vegetação da orla, por uns 15 minutos, até conseguirmos vislumbrar uma outra praia, do outro lado de uma baía circular formada pelo rio.

Caminhando pela orla do Rio Novo, no Jalapão - TO

Caminhando pela orla do Rio Novo, no Jalapão - TO


Nadando para praia no Rio Novo, no Jalapão - TO

Nadando para praia no Rio Novo, no Jalapão - TO


Aí, ao invés de circunda a baía, simplesmente deixamos nossas coisas nas pedras e atravessamos a baía nadando, até essa terceira e imaculada praia, certamente muito pouco visitada, É a mais bela das très e forma um banco de areia submerso e raso que é uma delícia. Por aí ficamos por algum tempo até chegar a hora de voltar ao acampamento para desmontar a barraca. Foi a hora que as mutucas chegaram. Nada pode ser perfeito, não é? Sorte que esses bichos não primam muito pela agilidade e, com uma certa habilidade, eram duas mutucas mortas a cada tapa, hehehe.

Nadando na prainha do Rio Novo, no Jalapão - TO

Nadando na prainha do Rio Novo, no Jalapão - TO


Estacionamento na Prainha do Rio Novo, no Jalapão - TO

Estacionamento na Prainha do Rio Novo, no Jalapão - TO


Barraca desarmada e um último banho de rio de despedida e subimos com todo o material para a Fiona. Nas escadas, um último olhar para baixo, para aquela praia que nos deu momentos tão maravilhosos. Difícil partir, mas foi exatamente na hora certa. Afinal, foi entrar na Fiona e dirigir por trezentos metros que cruzamos com três carros de uma mesma companhia, abarrotados de turistas. Vinham da Cachoeira da Velha, para onde estávamos indo, para a Prainha. Parece que foi até combinado, hehehe!

Rio Novo, um pouco acima da Cachoeira da Velha, no Jalapão - TO

Rio Novo, um pouco acima da Cachoeira da Velha, no Jalapão - TO


Cachoeira da Velha, no Rio Novo, no Jalapão - TO

Cachoeira da Velha, no Rio Novo, no Jalapão - TO


Assim, chegamos na Velha sem ninguém também. Uma belíssima cachoeira! Tinha estado lá uma vez antes, há onze anos, mas agora o acesso está bem facilitado, com uma plataforma de madeira que nos leva até lá. Ali, observando aquela força da natureza, a Ana não se conteve: " Mas, se o rio é novo, como é que a cachoeira pode ser velha?" Hehehe, fico imaginando quantas vezes a respeitável cachoeira já teve de ouvir este trocadilho infâme...

Cachoeira da Velha, no Rio Novo, no Jalapão - TO

Cachoeira da Velha, no Rio Novo, no Jalapão - TO

Brasil, Tocantins, Mateiros, Rio Novo, Cachoeira da Velha

Veja todas as fotos do dia!

Não nos deixe falando sozinhos, comente!

Post anterior Visitando as dunas do Jalapão - TO, com a Serra do Espírito Santo ao fundo

Maravilhas Terrestres do Jalapão

Post seguinte Garotos se divertem pulando da ponte em em Ponte Alta do Tocantins, entrada do Jalapão - TO

Na Cidade dos Saltos

Blog da Ana Celebração do aniversário do Marco Aurélio, em Palmas - TO (foto de Marco Aurélio Jacob)

Palmas!

Comentários (2)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 23/05/2011 | 10:35 por Luis

    Esqueci de falar do rafting sem bote da praia 1 para a 2. Vc fez?

    Resposta:
    Eu não posso ver uma corredeira que já vou logo pulando no meio dela!

  • 23/05/2011 | 10:34 por Luis

    Que beleza!!!
    Com lua então...
    A terceira praia é maravilhosa!
    Sabíamos que iam gostar. É um lugar pra ficar uns 3/4 dias só no ócio.

    Resposta:
    Pois é, o céu limpar e aparecer a lua foi um presente dos céus!
    A terceira praia é mesmo maravilhosa! Valeu pela dica!
    Dava para passar fácil os 3-4 dias de ócio por lá, exceto pelas mutucas, que aparecem no meio da manhã. Êta bicho chato! O negócio é ficar dentro d'água, hehehe
    Abs

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet