0 O Incrível Museu del Oro - Blog do Rodrigo - 1000 dias

O Incrível Museu del Oro - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

O Incrível Museu del Oro

Colômbia, Bogotá

Peça de ouro exposta no famoso e impressionante Musel del Oro, em Bogotá, na Colômbia

Peça de ouro exposta no famoso e impressionante Musel del Oro, em Bogotá, na Colômbia


Conforme tínhamos combinado no dia anterior, o Angelo e a Joana foram de manhã no apartamento do Douglas e da Clara para nos apanhar para um passeio pela cidade. Realmente, esses nossos amigos colombianos estão nos acostumando muito mal! O Angelo, dono de uma empresa de transporte, gosta muito de carros e ficou muito interessado na nossa viagem de carro até o Alaska. Sonha em fazer algo parecido, em menor escala.

O famoso e impressionante Musel del Oro, em Bogotá, na Colômbia

O famoso e impressionante Musel del Oro, em Bogotá, na Colômbia


Seguimos diretamente para uma das maiores atrações da capital colombiana, o Musel del Oro. Como o próprio nome diz, a atração principal do museu são as peças de ouro pré-colombianas encontradas no que é hoje a Colômbia. São 55 mil peças, 6 mil delas em exibição, que fazem desse museu o maior do mundo em peças do metal dourado. Caminhar por suas galerias repletas de peças de ouro é, no mínimo, impressionante. Não só pela qualidade das peças e técnica que os artífices daquela época desenvolveram, mas pela quantidade de ouro que ali existe. Ficamos imaginando que aquilo é só a ponta do iceberg, pois sabemos que os espanhóis "passaram a mão" em quase tudo o que encontraram, matando e escravizando quem encontravam em seu caminho. Ou seja, a maior parte do ouro daquela época foi derretido e enviado para a Europa, ou então remodelado para adornar as igrejas coloniais.

Peça de ouro exposta no famoso e impressionante Musel del Oro, em Bogotá, na Colômbia

Peça de ouro exposta no famoso e impressionante Musel del Oro, em Bogotá, na Colômbia


O museu mostra também como eram as técnicas de trabalho nos metais preciosos, além de nos ensinar sobre a vida, costumes e crenças dos habitantes dessas outras épocas. É uma viagem a um mundo distante que se liga diretamente a nós através das peças expostas. Muito legal mesmo! Nossa... qual será o valor patrimonial desse museu? Uma coisa que o diferencia de muitos outros é que fotografias e filmagens são permitidas lá dentro. Assim, vai dar para mostrar um pouco do que vimos.

Subindo o Cerro Monserrate em Bogotá, na Colômbia

Subindo o Cerro Monserrate em Bogotá, na Colômbia


Com o Angelo e a Joana no Cerro Monserrate, em Bogotá, na Colômbia

Com o Angelo e a Joana no Cerro Monserrate, em Bogotá, na Colômbia


De lá seguimos para o teleférico que nos leva ao alto do Cerro de Monserrate. Além da bela e ampla vista que temos de Bogotá, ainda podemos visitar o santuário que há lá encima e visitar a feira de produtos colombianos. Entre eles, uma vasta gama de produtos feitos com a folha de Coca. Até vinho de coca tém! Como na Bolívia e Peru, esses produtos são liberados por aqui. Só não se pode levá-los para países vizinhos, como o Brasil, Equador ou Argentina. Pelo menos, oficialmente não.

Visitando o Santuário de Monserrate em dia nublado, em Bogotá, na Colômbia

Visitando o Santuário de Monserrate em dia nublado, em Bogotá, na Colômbia


Aproveitamos também para almoçar num dos belos restaurantes que existem por lá. Nada como um bom vinho (de uva!) com aquela vista magnífica!

Produtos da folha de coca vendidos em Monserrate, em Bogotá, na Colômbia

Produtos da folha de coca vendidos em Monserrate, em Bogotá, na Colômbia


Na volta, passamos por duas regiões muito legais de Bogotá. Uma é a Mariscal, cheia de bares e lojinhas. Um dos bares, o "Alô Brasil", é da pátria amada! Segundo o dono, o único da capital que é mesmo de um brasileiro. Os outros dois ou três que existem são restaurantes e pertencem a colombianos mesmo. Até um copinho de cachaça tomamos, para celebrar o encontro.

Com o Angelo e a Joana em restaurante no Cerro Monserrate, em Bogotá, na Colômbia

Com o Angelo e a Joana em restaurante no Cerro Monserrate, em Bogotá, na Colômbia


A outra região é a Zona T (de Turismo). Região chique, cheia de lojas de marca, gente bacana, carros vistosos e bares iluminados. Cara de primeiro mundo. Num desses bares encontramos a Viviana e o Andrés, bateirista do The Hall effect. Como sempre, muito amáveis conosco! A gente nem sabe como retribuir tanta amabilidade assim! Pelo menos, já tá todo mundo convidado para ir ao Brasil!

Bar brasileiro no bairro Mariscal, em Bogotá, na Colômbia

Bar brasileiro no bairro Mariscal, em Bogotá, na Colômbia


De volta para a casa do Douglas e Clara, que já estamos considerando como nossa, foi a vez da Ana fazer um jantar, a sua famosa pasta com molho gorgonzola. Uma delícia, fez muito sucesso. Exceto pelo cheiro forte do queijo, que a Amelie não gosta. Mas da comida ela gosta, hehehe!

Passeando em Bogotá no carro do Angelo (Colômbia)

Passeando em Bogotá no carro do Angelo (Colômbia)


A requintada Zona T, em Bogotá, na Colômbia

A requintada Zona T, em Bogotá, na Colômbia


Amanhã é nosso último dia inteiro por aqui. Compramos nossas passagens para o Caribe, nossa terceira ida para essas ilhas fantásticas. A Fiona vai ficar por aqui, na garagem do Douglas, enquanto nós vamos conhecer Aruba, Bonaire e Curaçao, ou simplesmente "ABC". Vamos seguir o alfabeto mesmo, começando por Aruba no dia 21. No dia 30, retornamos para Bogotá vindos de Curaçao. Então, Caribe, aí vamos nós!

Reencontro com o Andres e a Viviana em bar em Bogotá, na Colômbia

Reencontro com o Andres e a Viviana em bar em Bogotá, na Colômbia

Colômbia, Bogotá, Monserrate, Museu del Oro

Veja todas as fotos do dia!

Não se acanhe, comente!

Post anterior Com a Amelie em almoço em restaurante de Bogotá, na Colômbia

Descanso com Trabalho

Post seguinte Saindo do famoso Andrés Carne de Res, em Chia, próximo de Bogotá, na Colômbia

Andrés Carne de Res

Blog da Ana Peça de ouro exposta no famoso e impressionante Musel del Oro, em Bogotá, na Colômbia

Giro na Capital!

Comentários (0)

Participe da nossa viagem, comente!
Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet