0 No Centro de Lima - Blog do Rodrigo - 1000 dias

No Centro de Lima - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

No Centro de Lima

Peru, Lima

A Plaza San Martin, em Lima, capital do Peru

A Plaza San Martin, em Lima, capital do Peru


A cidade de Lima foi fundada por Fracisco Pizarro, o conquistador do Peru e do outrora glorioso império Inca, em 1534. Desde o início foi a sede do governo espanhol na América do Sul, local de residência dos "vice-reis" espanhóis no continente, com poderes que se extendiam da Argentina à Colômbia. Aos poucos, foi perdendo parte do seu poder, com a criação dos vice-reinados de Nova Granada, no norte e do Prata, no sul, mas durante os primeiros duzentos anos de sua história, foi a cidade mais rica das Américas, por onde passava toda a prata extraída nas minas de Potosí.

Comemorações do Dia da Polícia, na Plaza de Armas, em Lima, capital do Peru

Comemorações do Dia da Polícia, na Plaza de Armas, em Lima, capital do Peru


Foi quando um forte terremoto destruíu boa parte da cidade. A reconstrução foi rápida e quase todos os belos e pomposos prédios históricos que hoje se vêem em Lima são desta época. Oitenta anos mais tarde, o que balançava a cidade não era um terremoto, mas a guerra pela independência. Foi pelo Peru que a Espanha e as tropas realistas mais lutaram, a "jóia da corôa". Foi preciso a ajuda do general e libertador argentino San Martin para livrar Lima do jugo espanhol. Logo depois disso, ali mesmo em Lima houve o histórico encontro entre os dois grandes líderes da independência da América Espanhola, Simón Bolívar e San Martin. Um encontro ainda envolto em mistérios entre os dois colegas maçônicos onde se discutiu o futuro do continente.

Comemorações do Dia da Polícia, na Plaza de Armas, em Lima, capital do Peru

Comemorações do Dia da Polícia, na Plaza de Armas, em Lima, capital do Peru


Certamente, os dois grandes líderes não imaginaram que, sessenta anos mais tarde, três dos países que ajudaram a libertar estariam envolvidos numa guerra sangrenta entre si e que teve como resultado a conquista de Lima por tropas chilenas que, após pilharem a cidade e seus museus, aqui permaneceram por mais de dois anos Aos poucos, a cidade se recuperou desse baque e, após uma verdadeira explosão populacional em meados do século passado, Lima se tronou uma das maiores metropoles da América do Sul.

Procissão pela Plaza de Armas, em Lima, capital do Peru

Procissão pela Plaza de Armas, em Lima, capital do Peru


Eu estive aqui há 21 anos, pouco depois da posse do Fujimori e logo após ele promulgar seu plano econômico, o Fujichoque. Entre as medidas, uma nova moeda para combater a inflação de mais de 10% mensais que destruía a economia do país. Eram tempos mais complicados e a praga do Sendero Luminoso estava mais forte do que nunca. Ao desembarcar na rodoviária limenha, fomos brindados com fotos de jornais sensacionalistas dos atentados sanguinários da noite anterior. Tanques patrulhavam as ruas do centros, que estavam desertas.

Monastério de San Francisco, em Lima, capital do Peru

Monastério de San Francisco, em Lima, capital do Peru


Foi a esse mesmo centro que fomos hoje, repleto de construções históricas, prédios centenários muito bem conservados, igrejas repletas de obras de arte de ouro e prata e, o melhor, sem a ameaça terrorista de outrora. Hoje, ao contrário, celebrava-se um feriado nacional duplo, dia da Polícia e também da Virgem do país, com direito à procissão na movimentada Plaza de Armas. Estivemos ali assistindo à dupla celebração e, em seguida, fomos visitar o Mosteiro de São francisco, com sua bela igreja e suas famosas catacumbas repletas de ossos. Fotos são proibidas, então este espetáculo bizarro ficará guardado apenas em nossa memória e na de quem for lá visitar.

Passeando na movimentada ruca peatonal no centro de Lima, capital do Peru

Passeando na movimentada ruca peatonal no centro de Lima, capital do Peru


De lá para a Plaza San Martin caminhando pela lotada rua peatonal. Essa Plaza é tão bonita e pomposa como a Plaza de Armas, uma justa homenagem ao libertador da cidade. O outro libertador, Bolívar, dá nome a um tradicional hotel na praça onde se encontra o melhor e mais tradicional Pisco Sauer do mundo. Adivinha se não fomos conferir?

Observando a pomposa Plaza San Martin, em Lima, capital do Peru

Observando a pomposa Plaza San Martin, em Lima, capital do Peru


Depois de muito passear pelo centro, voltamos ao nosso refúgio na cidade, o agradável bairro de Miraflores, onde vamos passear com mais calma amanhã. Hoje, só deu para ter um gostinho, já de noite, quando saímos para jantar no seu centro comercial, repleto de bares e restaurantes. Estamos cada vez mais fãs da cidade e desse bairro charmoso!

O melhor Pisco Sauer do mundo, no Gran Hotel Bolivar, na Plaza San Martin, em Lima, capital do Peru

O melhor Pisco Sauer do mundo, no Gran Hotel Bolivar, na Plaza San Martin, em Lima, capital do Peru

Peru, Lima,

Veja todas as fotos do dia!

Faz um bem danado receber seus comentários!

Post anterior O oásis de Huacachina, no Peru

Um Oásis no Peru

Post seguinte Observando torre no shopping de Larcomar, em Miraflores, Lima - Peru

Passado e Futuro em Miraflores

Blog da Ana Procissão pela Plaza de Armas, em Lima, capital do Peru

Lima Histórica

Comentários (0)

Participe da nossa viagem, comente!
Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet