0 Mar de Almirante - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Mar de Almirante - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Ubersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jido)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Mar de Almirante

Geórgia Do Sul, Ocean Harbour, St Andrews Bay

Felizes da vida com o dia de sol e a beleza da paisagem a caminho de St Andrews Bay, na Geórgia do Sul

Felizes da vida com o dia de sol e a beleza da paisagem a caminho de St Andrews Bay, na Geórgia do Sul


O dia hoje realmente estava lindo. Céu azul e sol radiante, o que aqui na Geórgia do Sul significa algo próximo dos 10 graus. Quando não está ventando, claro! Depois da maravilhosa manhã remando e caminhando pela pitoresca Ocean Harbour, era hora de voltarmos ao Sea Spirit e navegarmos um pouco mais adiante nesse nosso cruzeiro pela costa norte da ilha. Ainda tínhamos o programa da tarde, um desembarque em St Andrews Bay, local da maior colônia do mundo de pinguins rei.

Passageiros a caminho do Sea Spirit em Ocean Harbour, na Geórgia do Sul

Passageiros a caminho do Sea Spirit em Ocean Harbour, na Geórgia do Sul


Voltando para o Sea Spirit após passar a manhã em Ocean Harbour, na Geórgia do Sul

Voltando para o Sea Spirit após passar a manhã em Ocean Harbour, na Geórgia do Sul


Então, que assim seja. Todos de volta ao nosso barco cruzando uma última vez as águas calmas de Ocean Harbour a bordo dos velozes zodiacs. Quase todos na tradicional jaqueta amarela e o pequeno grupo dos “caiaquistas” na roupa fashion a lá Top Gun. Depois, chegando no Sea Spirit, nada de distinção: todos limpando muito bem as botas de borracha na pequena piscina de água tratada que mata 98% das bactérias. Depois, direto para nossas cabines para trocar de roupa e ficarmos prontos para o almoço, já em tempo de ser servido.

O Sea Spirit em St Andrews Bay, na Geórgia do Sul. Aí se vê bem o deck onde abordamos os zodiacs (1), o deck principal onde está o nosso quarto e os zodiacs são guardados(2), o deck da sala de estar e do bar(3) e o deck da piscina (4)

O Sea Spirit em St Andrews Bay, na Geórgia do Sul. Aí se vê bem o deck onde abordamos os zodiacs (1), o deck principal onde está o nosso quarto e os zodiacs são guardados(2), o deck da sala de estar e do bar(3) e o deck da piscina (4)


Em dia de céu aberto a caminho de St Andrews Bay, na Geórgia do Sul, almoço no deck externo do Sea Spirit

Em dia de céu aberto a caminho de St Andrews Bay, na Geórgia do Sul, almoço no deck externo do Sea Spirit


Com o céu azul que tínhamos hoje, muita gente optou por almoçar ao ar livre, lá no último andar, onde também fica a piscina. Assim, comemos e ao mesmo tempo, admiramos a paisagem exuberante da ilha, enquanto navegamos para St Andrews. Essa será nossa penúltima chance de desembarque aqui na Geórgia do Sul. Amanhã pela manhã teremos mais uma oportunidade, inclusive com nova chance para caiaque, se as condições do mar permitirem. Depois, de tarde, vamos navegar pelo mais profundo fiorde da Geórgia do Sul, mas sem desembarques. Vai ser apenas para apreciarmos o visual da paisagem, com dezenas de geleiras que desembocam no tal fiorde. Depois, marcha a ré até mar aberto novamente e aí, direto para o sul, rumo a Antártida.

Nosso roteiro e pontos de parada na Geórgia do Sul

Nosso roteiro e pontos de parada na Geórgia do Sul


As maiores montanhas da Geórgia do Sul, vistas do Sea Spirit a caminho de St Andrews Bay

As maiores montanhas da Geórgia do Sul, vistas do Sea Spirit a caminho de St Andrews Bay


Obervando a paisagem grandiosa a caminho de St Andrews Bay, na Geórgia do Sul

Obervando a paisagem grandiosa a caminho de St Andrews Bay, na Geórgia do Sul


Temos então de aproveitar ao máximo o tempo que nos resta nessa ilha incrível. E essa navegação entre Ocean Harbour e St Andrews foi ótima para isso. Pudemos ver as maiores montanhas da Geórgia do Sul em todo o seu esplendor, aproveitando o dia limpo. Oportunidade imperdível para fotos também. Principalmente por que o mar estava calmo e sem ondas, um verdadeiro “mar de almirante”.

A bordo do Sea Spirit, com muito sol e uma paisagem magnífica a caminho de St Andrews Bay, na Geórgia do Sul

A bordo do Sea Spirit, com muito sol e uma paisagem magnífica a caminho de St Andrews Bay, na Geórgia do Sul


Felizes da vida com o dia de sol e a beleza da paisagem a caminho de St Andrews Bay, na Geórgia do Sul

Felizes da vida com o dia de sol e a beleza da paisagem a caminho de St Andrews Bay, na Geórgia do Sul


Depois, um drinque com nosso grande amigo Gunar, nosso companheiro brasileiro no navio e uma verdadeira inspiração para nossas viagens, já que ele sempre nos contar de todos os pedaços do mundo que ele já conhece.

Junto com o brasileiro Gunar, na sala de estar do Sea Spirit. AO fundo, a biblioteca do navio (em St Andrews Bay, na Geórgia do Sul)

Junto com o brasileiro Gunar, na sala de estar do Sea Spirit. AO fundo, a biblioteca do navio (em St Andrews Bay, na Geórgia do Sul)


A enorme geleira em St Andrews Bay, na Geórgia do Sul

A enorme geleira em St Andrews Bay, na Geórgia do Sul


Por fim, chegamos à famosa St. Andrews Bay. Aqui de longe, já dá para ver que há açgo de “estranho” na longa praia. Algo parecido com ver Copacabana num domingo de sol bem de longe. A gente sabe que a praia está cheia, mas não dá para ver bem do quê. Mas as semelhanças para aí, na praia. Por que, atrás da praia, nada de prédios ou morros verdejantes. Montanhas, há sim, mas brancas e muito mais altas. E também uma enorme geleira, a Ross Glacier. Enorme hoje, mas menor do que ontem. Ela é mais um exemplo de geleiras que estão retrocedendo aqui na Geórgia do Sul. Enfim, é para lá que vamos em seguida. Nossa última chance de ver pinguins rei. E algo me diz que vai dar para matar a vontade...

St Andrews Bay, na Geórgia do Sul, local da maior colônia de pinguins rei do mundo

St Andrews Bay, na Geórgia do Sul, local da maior colônia de pinguins rei do mundo

Geórgia Do Sul, Ocean Harbour, St Andrews Bay, Sea Spirit

Veja todas as fotos do dia!

Diz aí se você gostou, diz!

Post anterior Renas galopam pelos gramados de Ocean Harbour, na Geórgia do Sul

A Fauna Exótica de Ocean Harbour

Post seguinte Admirando a fantástica St Andrews Bay, na Geórgia do Sul, a maior colônia de pinguins rei do mundo

A Fascinante St Andrews Bay

Comentários (0)

Participe da nossa viagem, comente!
Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet