0 Manaus e os Nossos Planos - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Manaus e os Nossos Planos - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Manaus e os Nossos Planos

Brasil, Amazonas, Manaus

Visitando o mercado de peixes em Manaus - AM

Visitando o mercado de peixes em Manaus - AM


Como vimos que só poderemos viajar para Santarém na segunda ou terça, decidimos adiar nossa ida à Nova Airão para amanhã e ficar mais um dia em Manaus. Assim, poderíamos aproveitar esse dia para procurar novas alternativas para viajar à Santarém, além de andar um pouco mais pela cidade.

O belo e restaurado prédio do Palacete Provincial, em Manaus - AM

O belo e restaurado prédio do Palacete Provincial, em Manaus - AM


De novo, resolvemos ir ao porto à procura de barcos. Desta vez por um novo caminho e para um outro porto. Em Manaus, tem vários. Neste caminho, passamos por outra das grandes atrações da cidade, o Palacete Provincial, um belo prédio que já foi sede da polícia e que está todo restaurando, abrigando vários museus e espaços culturais.

Passagens fluviais para toda a região amazônica, num dos muitos portos de Manaus - AM

Passagens fluviais para toda a região amazônica, num dos muitos portos de Manaus - AM


Barco, passageiros e redes prontos para zarpar de Manaus - AM

Barco, passageiros e redes prontos para zarpar de Manaus - AM


De lá, atravessamos toda a movimentada Zona Franca de Manaus, com suas centenas de pequenas lojas, e chegamos a um porto bem menos organizado e, até por isso, bem mais autêntico, que o porto oficial. Lá, de conversa em conversa, de barco em barco, encontramos uma alternativa bem mais barata para a Fiona. Sai apenas na terça, mas a economia de 700 reais muito mais do que compensa. Mas, certeza mesmo de um bom negócio, só vou ter quando este barco zarpar, conosco e com a Fiona à bordo, na terça. Até lá, sempre um pé atrás. Afinal, minha experiência com o horário de barcos amazônicos não é das melhores. Em 1990, em Iquitos, no Peru, embarcando para Tabatinga, já no Brasil, foram alguns dias de espera. No final, sempre sai, mas é um grande alívio ver o porto ficando para trás. Aqui em Manaus, me dizem, as coisas funcionam melhor com esses barcos grandes. Vamos ver...

O Mercado Municipal em reforma, em Manaus - AM

O Mercado Municipal em reforma, em Manaus - AM


Ainda antes de chegar no porto, passamos pelo imponente Mercado Municipal, em obras de restauração. Mas, logo ali do lado, há outro mercado, de peixes, que é um espetáculo. Não só de peixes, mas também de frutas, verduras e outras coisas. Mas a parte de peixes é a mais interessante. Passamos bem uma hora por ali, zanzando nos diversos corredores, conversando com as pessoas e fotografando. Delícia de passeio. Incrível a quantidade e variedade de peixes. Incrível também é o tamanho do mercado. Achei muito maior e mais sortido que os mercados de Belém, Fortaleza e de outras grandes cidades que estivemos. Uma coisa que sempre me impressiona é a quantidade de pequenas lojas e estandes, todos vendendo a mesma coisa. isso sim é concorrência! Não é à tôa que são nesses mercados que conseguimos os melhores preços. Fico sempre duvidando de que haja clientes para todas aquelas lojas. Mas o fato é que, se elas estão lá, é por que há clientes para sustentá-las...

O movimentado mercado de peixes em Manaus - AM

O movimentado mercado de peixes em Manaus - AM


O movimentado mercado de peixes em Manaus - AM

O movimentado mercado de peixes em Manaus - AM


A visão de toda aquela abundância de alimentos nos deu uma fome danada! Fomos para o hotel Taj Mahal, quase do lado do nosso hotel Brasil. Ali, no último andar, tem um restaurante numa torre giratória. Em menos de hora, damos a volta toda e temos lindas vistas de Manaus, especialmente do Teatro Amazonas, logo ali na frente. Um espetáculo, observá-lo de cima e, um pouco mais atrás, a grande ponte sobre o Rio Negro, que ainda não foi inaugurada. Isso sem falar do próprio rio, poderoso, a poucos quilômetros antes de se encontrar com o Solimões para formarem, juntos, o maior rio do mundo, o Amazonas.

Rio Negro visto do restaurante giratório Taj Mahal, em Manaus - AM

Rio Negro visto do restaurante giratório Taj Mahal, em Manaus - AM


Comemos um prato delicioso, feito com os dois peixes mais famosos da bacia amazônica, o Tucunaré e o Pirarucu. Excelente idéia do cozinheiro! Assim, num mesmo prato, podemos saborear os dois peixes, curtindo suas diferenças de gosto e textura. Tudo a um molho de frutas amazônicas. Hmmmmm...

Almoçando no restaurante giratório do Taj Mahal, com belíssima vista de Manaus - AM

Almoçando no restaurante giratório do Taj Mahal, com belíssima vista de Manaus - AM


Bom, e depois de muito conversar, temos os nossos planos para os próximos meses mais ou menos delimitados. O problema maior está na parte inicial, que depende também de terceiros, além de São Pedro. Vamos passar os próximos dois dias em Novo Airão (botos e Anavilhanas!!!); voltamos para Manaus para a ópera; embarcamos para Santarém na terça; Alter do Chão e o caribe brasileiro; transamazônica até o Maranhão (brrrr...); depois, na sequência, Chapada das Mesas, Jalapão, Palmas, Ilha do Bananal, Terra Ronca, Chapada dos Veadeiros, Pirenópolis e Goiás velho, Rio Verde, Brotas, visita às famílias em Ribeirão Preto e Curitiba. Por fim, rumo ao Paraguai para o início da nossa longa viagem pela américa espanhola. Parece bom, né?

Belo pôr-do-dol em Manaus - AM

Belo pôr-do-dol em Manaus - AM

Brasil, Amazonas, Manaus,

Veja todas as fotos do dia!

Gostou? Comente! Não gostou? Critique!

Post anterior Caminhando em Manaus - AM

Chegando em Manaus

Post seguinte Boto Cor de Rosa, no Rio Negro em Novo Airão - AM

Botos Cor de Rosa

Blog da Ana Visitando o mercado de peixes em Manaus - AM

Beira Rio

Comentários (3)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 06/09/2011 | 17:30 por Nei Lopes

    gostei muito da abordagen que vc deu da ninha cidade (Manaus). Toh longe de lá, mas um dia volto. Valeu!

    Resposta:
    Olá Nei
    Jóia que vc gostou!
    Nós ainda vamos passar por lá mais uma vez, nessa viagem, voltando da Venezuela. Aí, vamos explrar bem o estado do Amazonas. Se tudo der certo, até no Pico da Neblina queremos ir...

    Abs

  • 29/04/2011 | 22:59 por Dona Helen


    Repentinamente repentina é dose,hem?Além disso
    tudo 3 vezes!!!Não sei o que aconteceu.Preciso saber
    usar os recursos para deletar um comentário repe-
    tido. bjs. Mm

    Resposta:
    Comentários repetidos e repentinos, só nós aqui podemos apagar, hehehe!
    Já estão apagados, agora. Mas o "repentinamente repentina", esse nem eu consigo mudar...
    Beijos

  • 29/04/2011 | 14:57 por Dona Helen

    Filhos:
    Nunca esquecer como o volume de agua das cachoeiras pde aumentar repentinamente com a chuva repentina nas cabeceiras.Muita gente nāo con-
    seguiu se salvar para contar a incautos e "exploradores intrėpidos"o. que nāo se deve fazer.
    Autodesafios,às vezes, é infantilidade.
    Saudades. Mm

    Resposta:
    Ei mama
    Procuramos sempre encontrar o equilíbrio entre a precaução e o desafio. É lá que mora o "ponto ótimo", hehehe
    Se for para escorregar um pouco, que seja para o lado de cá, o da precaução!
    Beijos e saudades!

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet