0 Mais Colonia, Mais Expedições - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Mais Colonia, Mais Expedições - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Mais Colonia, Mais Expedições

Uruguai, Colonia del Sacramento

O Joca, pai do Rodrigo, mata a saudade de carros da época de seu pai, em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai

O Joca, pai do Rodrigo, mata a saudade de carros da época de seu pai, em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai


Colonia del Sacramento é muito mais do que uma antiga cidade colonial formada por ruas charmosas de pedra e construções antigas. Na verdade, essa é apenas uma pequena parte da cidade, uma península que avança sobre o Rio da Prata. Além desses antigos limites, a cidade cresceu bastante nos últimos dois séculos, ocupando a costa do Rio da Prata cheio de praias tranquilas onde se pode caminhar e nadar. Além disso, há construções antigas e pitorescas, pós-coloniais, como um cassino e até uma Plaza de Toros. É como se fosse uma nova cidade para explorar, dessa vez meio distante para quem está a pé. Mas esse não é o nosso caso, que viajamos com a possante Fiona, sempre disposta e feliz em nos levar pelo continente afora.

Mapa de Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai, às margens do Rio da Prata. O centro histórico ocupa apenas uma pequena península, mas há mais atrações turísticas, além das praias, em outras regiões da cidade

Mapa de Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai, às margens do Rio da Prata. O centro histórico ocupa apenas uma pequena península, mas há mais atrações turísticas, além das praias, em outras regiões da cidade


Uma das praças de Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai

Uma das praças de Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai


Mesmo dentro do centro histórico, também há atrações além da história. Para começar, praças e jardins são muito bem cuidados e é um prazer caminhar por eles ou descansar na sombra de alguma árvore. Belos chafarizes e muitas espécies de flores atraem pássaros, encantam turistas e enfeitam a cidade tanto quando os prédios restaurados com quase três séculos de idade. Depois de passarmos uma hora ou duas nos diversos pequenos museus da cidade, nada como sentar em um banco de praça e simplesmente nos distrair com o canto de algum pássaro que busca refúgio nos tantos jardins espalhados por ali.

Flor em parque em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai

Flor em parque em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai


Flores em praça de Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai

Flores em praça de Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai


Fauna e flora em praça de Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai

Fauna e flora em praça de Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai


Alguns desses jardins são públicos, outros privados. Por exemplo, nós descobrimos um logo que chegamos a Colonia, ontem, após nos instalarmos em nosso hotel. Estávamos em busca de um dos encantos da cidade, seus diversos restaurantes, e encontramos o Lentas Maravilhas, uma casa instalada em frente ao Rio da Prata e que se propões a fazer o “slow-food”, uma refeição sem pressa que nos dá a chance de verdadeiramente saborear o gosto da ótima comida que fazem por ali. Os clientes são instalados em um delicioso jardim, vista para o rio, ar puro nos pulmões e a fome aumentando com o delicioso cheiro que vem da cozinha. Não poderia ser melhor.

Esperando a comida chegar nos jardins do restaurante Lentas Maravilhas, em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai

Esperando a comida chegar nos jardins do restaurante Lentas Maravilhas, em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai


Aperitivo do nosso almoço 'slow food' no restaurante Lentas Maravilhas, em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai

Aperitivo do nosso almoço "slow food" no restaurante Lentas Maravilhas, em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai


Foi aí que passamos nossa primeira hora na cidade, lendo nosso guia e nos planejando para os próximos dias, ao mesmo tempo em que saboreávamos aperitivo, prato principal e sobremesa, tudo acompanhado de boa cerveja gelada e cercado de verde e pelo rio à nossa frente. Slow food mesmo, como ela merece. Um início de visita com o pé direito e o estômago e os sentidos muito bem tratados!

Almoçando no jardim do restaurante Lentas Maravilhas, em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai

Almoçando no jardim do restaurante Lentas Maravilhas, em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai


Almoçando no jardim do restaurante Lentas Maravilhas, em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai

Almoçando no jardim do restaurante Lentas Maravilhas, em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai


Onde também havia um jardim agradável, embora bem menos charmoso, era no nosso hotel. Foi aí que tivemos um encontro inesperado e muito legal com dois outros hóspedes brasileiros. Já tínhamos percebido seu carro na garagem. Um belo automóvel que, além da placa brasileira, também estava todo adesivado. “Trilha Terra”, estava escrito. Uma rápida pesquisa na internet nos confirmou o que já estava na cara: era mais uma expedição de brasileiros viajando pela América.

No mesmo hotel em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai, um encontro inesperado e especial com a dupla do Trilha Terra

No mesmo hotel em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai, um encontro inesperado e especial com a dupla do Trilha Terra


No hotel em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai, um inesperado encontro com o Fernado e a Conte, a dupla do Trilha Terra, que iniciavam seu giro de carro pelas Américas

No hotel em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai, um inesperado encontro com o Fernado e a Conte, a dupla do Trilha Terra, que iniciavam seu giro de carro pelas Américas


Mais tarde, conhecemos os felizes proprietários. Era o Fernando e a Conte e logo uma grande empatia surgiu entre nós. mas ao contrário dos 1000dias, que já está em seus estertores, eles estão apenas iniciando sua volta pelo continente. Que inveja (positiva!) ficamos, eu e a Ana! Quanta coisa pela frente tem esse simpaticíssimo casal! Eles nos contaram também que, durante sua pesquisa para fazer a viagem, tinham nos descoberto e lido muito da nossa história. Agora, que honra em nos encontrar! Para eles, só podia significar um ótimo sinal, que estavam no caminho certo! Obviamente, um encontro desse não se esgota em poucos minutos de conversa e, ao final, fomos todos jantar juntos na cidade, no delicioso restaurante La Bohemia. Repassamos a nossa própria conversa e ouvimos os seus planos para o próximo ano. Não faltou assunto e a conversa não poderia ter sido mais interessante. Para quem quiser acompanhar as aventuras desse casal, eles também tem um site. O endereço é www.trilhaterra.com.br

O Fernando e a Conte, do Trilha Terra, no nosso hotel em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai

O Fernando e a Conte, do Trilha Terra, no nosso hotel em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai


A Conte, do Trilha Terra, entre a Ana e a mãe do rodrigo, no hotel em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai

A Conte, do Trilha Terra, entre a Ana e a mãe do rodrigo, no hotel em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai


No hotel em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai, um inesperado encontro com o Fernado e a Conte, a dupla do Trilha Terra, que iniciavam seu giro de carro pelas Américas

No hotel em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai, um inesperado encontro com o Fernado e a Conte, a dupla do Trilha Terra, que iniciavam seu giro de carro pelas Américas


Hoje cedo, depois de termos caminhado bastante pela parte histórica de Colonia durante o dia de ontem, saímos de Fiona para passear pelo resto da cidade. A primeira parada foram as diversas praias no Rio da Prata. Tem para todo gosto: longas, curtas, abertas, estreitas, tranquilas, movimentadas. Em comum, as águas do rio da Prata e a areia firme e que convida uma boa caminhada. Paramos em duas ou três delas, tiramos os sapatos, testamos a temperatura da água, tiramos nossas fotos.

Passeando e fotografando em praia de Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai

Passeando e fotografando em praia de Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai


A Ana e a Ixa, mãe do Rodrigo, em praia do Rio da Prtata, em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai

A Ana e a Ixa, mãe do Rodrigo, em praia do Rio da Prtata, em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai


Muitas delas já estão urbanizadas, prédios baixos e modernos, principalmente se comparados às construções centenárias da cidade antiga. O que falta de charme sobra em tranquilidade, com a praia ali em frente. Os preços dos pequenos hotéis, obviamente, são bem mais em conta. Combinando algum desses hotéis com uma boa bicicleta e talvez seja uma boa e econômica maneira de se conhecer Colonia del Sacramento!

Em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai, uma pequena praia do Rio da Prtata

Em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai, uma pequena praia do Rio da Prtata


O Joca, pai do Rodrigo, em pier numa praia do Rio da Prata, em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai

O Joca, pai do Rodrigo, em pier numa praia do Rio da Prata, em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai


Praia no Rio da Prata, em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai

Praia no Rio da Prata, em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai


Um pouco mais longe do centro histórico está mais uma construção interessante e exótica, pelo mesmo para nós, brasileiros. Uma Plaza de Toros, atividade admirada na Espanha e em muitas de suas antigas colônias. Ela também já foi tradicional por aqui, no Uruguai, mas faz tempo que caiu em desuso. A Plaza de Toros de Colonia acaba de fazer 100 anos de idade e já teve seus momentos de glória. Tanto nas antigas corridas de touros como na apresentação do maior compositor de tango de todos os tempos, Carlos Gardel. Hoje ela está vazia, quase abandonada. Para felicidade e tranquilidade dos touros...

A antiga Plaza de Toros de Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai

A antiga Plaza de Toros de Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai


A antiga Plaza de Toros de Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai

A antiga Plaza de Toros de Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai


Já no caminho de volta, passamos por uma antiga igreja, ainda do tempo em que espanhóis e portugueses disputavam o controle de Colonia, no final do século XVIII. É a simpática igreja de San Benito, mandada construir por Cevallos, um comandante espanhol que se especializou em conquistar Colonia. Ele a ocupava militarmente e, pouco depois, algum tratado diplomático a devolvia aos portugueses. Anos mais tarde, ele voltava com seus soldados. Acho que até já conhecia o caminho das pedras. Tantas vitórias obteve por aqui que até mandou construir esse pequena igreja.

Igreja histórica na região de Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai

Igreja histórica na região de Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai


Interior da igreja histórica de San Benito, em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai

Interior da igreja histórica de San Benito, em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai


Na frente da igreja, estacionado, um antigo calhambeque. Essa é uma das marcas registradas de Colonia del sacramento: carros antigos. São vários deles, principalmente nas ruas históricas. Ajudam a compor o cenário. Para os amantes de carros antigos, essa é mais uma razão para visitar essa cidade uruguaia. Meu pai, por exemplo, se deliciou com eles. Alguns carros são muito mais antigos do que ele próprio, da época de seu próprio pai, meu avô. Até a Fiona se emocionou de estar estacionada ao lado de tão venerável companhia!

Carro antigo, muito comuns em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai

Carro antigo, muito comuns em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai


A Fiona socializa com um antigo automóvel na região de Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai

A Fiona socializa com um antigo automóvel na região de Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai


Da igreja, voltamos ao centro, para nova sessão de exploração pelas ruas históricas (post anterior). Ainda aproveitamos mais um lindo entardecer nas águas do Rio da Prata e tivemos a chance de um último jantar na cidade. Amanhã, pegamos estrada novamente. Antes de finalmente seguirmos para as praias uruguaias, ainda vamos explorar um lado bem desconhecido do país: suas serras. Mineiro que é mineiro não pode ficar longe muito tempo de alguma montanha ou cachoeira. Em um país plano como esse, não é tarefa fácil. Mas sempre se dá um jeito...

Pescando no Rio da Prata, em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai

Pescando no Rio da Prata, em Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai

Uruguai, Colonia del Sacramento, Praia, Rio, Arquitetura, história, Rio da Prata

Veja todas as fotos do dia!

A nossa viagem fica melhor ainda se você participar. Comente!

Post anterior Portón de Campo, principal porta de acesso nas muralhas da antiga Colonia del Sacramento, no sul do Uruguai

De Volta a Colonia del Sacramento

Post seguinte A praça central de Minas, no Uruguai

A Minas do Uruguai e os Campos de Sarandi

Comentários (0)

Participe da nossa viagem, comente!
Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet