0 Férias em Isla Mujeres - Abaixo D'Água - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Férias em Isla Mujeres - Abaixo D'Água - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Férias em Isla Mujeres - Abaixo D'Água

México, Isla Mujeres

Maravilhosa arraia-chita nada próxima de nós durante mergulho em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México

Maravilhosa arraia-chita nada próxima de nós durante mergulho em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México


É claro que uma temporada em Isla Mujeres sem uma visita ao mundo subaquático seria incompleta. Nossa intenção, quando fomos para lá, era só descansar e não fazer nada, além de alguns posts para nossos blogs. Mas bastou uma conversa para mudarmos de ideia: tínhamos de mergulhar!

A caminho de um mergulho num mar com cara de piscina, na Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México

A caminho de um mergulho num mar com cara de piscina, na Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México


O que nos convenceu não foram os lindos corais que cercam a ilha. São lindos mesmo, mas já vimos coisa muito parecida por aí, em todas essa ilhas caribenhas que visitamos. Além disso, ainda vamos passar por Belize e Honduras e muitos outros mergulhos em corais nos esperam.

Início de mergulho em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México

Início de mergulho em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México


Mergulho em naufrágio em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México

Mergulho em naufrágio em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México


Não, as palavras mágicas não foram “corais pristinos”. Foram “arraias-chita”. Dezenas delas. E, melhor ainda, nadam em volta em um naufrágio muito legal de ser explorado. Em águas pouco visitadas, pois tem muita corrente e dificultam o mergulho de mergulhadores menos experientes. Enfim, o melhor dos mundos: duas grandes atrações e com pouca concorrência. Para melhorar ainda mais, o segundo mergulho seria feito num banco de corais que, como já disse acima, são muito bonitos.

Mergulho em naufrágio em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México

Mergulho em naufrágio em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México


Naufrágio repleto de peixes em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México

Naufrágio repleto de peixes em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México


Foi assim que, no nosso segundo dia na ilha, saímos cedo para mergulhar. Um longo caminho sobre um mar caribenho, mar meio batido as vezes, principalmente na parte mais profunda, onde o azul claro e translúcido é substituído por aquele azul escuro e misterioso. Deixamos a Ilha para trás, os prédios de Cancún para trás e chegamos novamente ao mar com cara de piscina. Ali, pouco mais de vinte metros abaixo da superfície, um mundo de maravilhas nos esperava.

Peixes nadam no interior de barco naufragado em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México

Peixes nadam no interior de barco naufragado em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México


Um incrível mergulho em naufrágio em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México

Um incrível mergulho em naufrágio em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México


Caímos na água, afundamos rapidamente para vencer a corrente e chegamos ao naufrágio. A visibilidade de quase 40 metros nos facilitava ver todo o navio, o espectro de um fantasma, imóvel, ali embaixo d’-água. Cheio de vida. Cheio não, lotado! Seus amplos espaços dão guarida a um sem número de cardumes de peixes diferentes. Nadar pelo seu convés, porão e diversas cabines é um verdadeiro colírio para os olhos, a vida transbordando ao nosso redor.

Muitos peixes em naufrágio em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México

Muitos peixes em naufrágio em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México


Muitos peixes nos acompanham durante mergulho em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México

Muitos peixes nos acompanham durante mergulho em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México


A vida marinha é muito mais curiosa sobre nós que a vida terrestre. Eles não tem medo dos seres humanos, se interessam pelas nossas borbulhas e jeito meio destrambelhado. Os peixes se aproximam, nos cercam, olham nos nossos olhos, fazem cara de interrogação. É incrível estar lá, sensação total de interação com as outras espécies que dividem conosco o mesmo planeta. Aliás, como já disse em outro post, esse planeta é muito mais deles do que nosso. Afinal, o mundo é 70% água. E eles já estão por aqui há 500 milhões de anos, enquanto nós, talvez há um mísero milésimo desse tempo.

Dezenas de arraias-chita circundam naufrágio em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México

Dezenas de arraias-chita circundam naufrágio em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México


Dezenas de arraias-chita circundam naufrágio em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México

Dezenas de arraias-chita circundam naufrágio em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México


Bom, além do naufrágio, nós estávamos atrás era das chitas. E elas não decepcionaram! Assim que chegamos ao barco, começamos a ver grupos de cinco, seis, dez delas, nadando em formação de esquadra ao redor do naufrágio. Lá de baixo, víamos suas barrigas brancas cortando o oceano azul. Subindo um pouco mais, já a víamos de lado, nadando com grande desenvoltura. Um espetáculo visual!

Maravilhosa arraia-chita nada próxima de nós durante mergulho em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México

Maravilhosa arraia-chita nada próxima de nós durante mergulho em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México


Arraia-chita circunda naufrágio durante mergulho em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México

Arraia-chita circunda naufrágio durante mergulho em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México


O mais incrível é como elas tiram a corrente de letra. Para nós, era um esforço danado nadar contra ela, sempre buscando a proteção do barco afundado. Para elas, bastava umas duas ou três “batidas de asa” e já estavam lá. Uma classe danada. Isso quando simplesmente não inclinavam um pouco seu corpo e ficavam planando, imóveis. Como gaivotas no ar, sem sair do lugar. Um show de equilíbrio e aerodinâmica.

Jardim de corais no segundo mergulho do dia em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México

Jardim de corais no segundo mergulho do dia em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México


Uma enorme moréia no segundo mergulho do dia em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México

Uma enorme moréia no segundo mergulho do dia em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México


Na volta, viemos subindo agarrados na corda de ancoragem, senão seríamos levados a milhas de distância pela forte corrente. Agarrados na corda, parecíamos bandeiras em dias de vento. Subindo vagarosamente, o prazer foi observar as “esquadras” de chita por cima, seu tão característico padrão de camuflagem mais claro do que nunca, costas negras com pintas brancas. Que lindas!!! Poderia passar horas por lá e a vontade era largar a corda e mergulhar de novo. Doce ilusão. Como disse, a corrente nos levaria longe.

Queen Angel Fish e tartaruga socializam embaixo de um coral no nosso segundo mergulho do dia em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México

Queen Angel Fish e tartaruga socializam embaixo de um coral no nosso segundo mergulho do dia em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México


Ainda extasiados com esse mergulho sensacional, caímos na água uma segunda vez. Depois do primeiro mergulho, qualquer coisa que viesse seria lucro. E posso garantir que foi um “lucro” bem grande, hahaha. Um jardim colorido de corais e milhares de peixes e outras criaturas nadando ao nosso redor.

Um fotogênico Queen Angel Fish no nosso segundo mergulho do dia em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México

Um fotogênico Queen Angel Fish no nosso segundo mergulho do dia em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México


Entre essas outras criaturas, uma simpática e preguiçosa tartaruga, que tentava dormir apesar de um Queen Angel Fish ficar por ali, atrapalhando. Principalmente na hora que eu quis tirar uma foto, ela fazia questão de aparecer em primeiro plano. Fazia até pose!

Tartaruga descansa sob coral durante nosso segundo mergulho do dia em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México

Tartaruga descansa sob coral durante nosso segundo mergulho do dia em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México


Peixe frade no segundo mergulho do dia em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México

Peixe frade no segundo mergulho do dia em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México


É isso aí. Voltamos para Isla Mujeres atravessando aquele mar maravilhoso outra vez, muito felizes de termos decidido tirar umas férias das férias das férias, deixando o computador e as praias de lado e passando uma manhã inesquecível sob as águas caribenhas mexicanas, na melhor possível das companhias: chitas, tartarugas, moreias e peixes fotogênicos.

Final do segundo mergulho do dia em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México

Final do segundo mergulho do dia em Isla Mujeres, no litoral do Yucatán, no sul do México

México, Isla Mujeres, Mergulho, Naufrágio, mar, arraia

Veja todas as fotos do dia!

Não nos deixe falando sozinhos, comente!

Post anterior Muitas cores em praia de Isla Mujeres, no litoral sul do México, do lado do Caribe

Férias em Isla Mujeres - O Mar

Post seguinte Dança e folia no carnaval de Isla Mujeres, no litoral sul do México, do lado do Caribe

Férias em Isla Mujeres - Terra Firme

Comentários (0)

Participe da nossa viagem, comente!
Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet