0 De Bariloche à San Martín de Los Andes - Blog do Rodrigo - 1000 dias

De Bariloche à San Martín de Los Andes - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

De Bariloche à San Martín de Los Andes

Argentina, Bariloche, San Martín de Los Andes

Parada para fotos em um rio maravilhoso no caminho entre Bariloche e San Martín de Los Andes, na Argentina

Parada para fotos em um rio maravilhoso no caminho entre Bariloche e San Martín de Los Andes, na Argentina


Nesse nosso primeiro dia de explorações por essa belíssima região da Argentina, resolvemos percorrer de carro uma das estradas que liga Bariloche à San Martín de Los Andes, no norte. Digo “uma das estradas” por que são várias as rotas que ligam essas duas cidades, algumas mais rápidas, outras nem tanto, algumas mais curtas, outras nem tanto. A mais famosa e cênica delas é a chamada “Ruta de los Siete Lagos”, exatamente por que passamos por vários lagos ao lado da estrada. Esse será nosso caminho de volta, ao longo dos próximos dias. Hoje resolvemos seguir por uma das estradas mais a leste. Por aí segue a principal rota entre as duas cidades, já toda asfaltada, embora seja mais longa. Nós pegamos apenas o início dessa estrada e, um pouco à frente, tomamos um desvio de rípio que corta o belíssimo Parque Nacional Lanin, em meio a lagos e rios. É um caminho mais curto, porém muito mais demorado e empoeirado. Mas já que estamos de Fiona, não temos nada a temer!



Paisagem do Parque Lanin, na região de San Martín de Los Andes, na Argentina

Paisagem do Parque Lanin, na região de San Martín de Los Andes, na Argentina


Ainda antes de sairmos de Bariloche, nos armamos de um lanche até de uma garrafa de vinho. A ideia era passar o dia na estrada, parar em lagos e rios e encontrar um bom lugar para fazer um piquenique. Chegaríamos à San Martín apenas no final do dia, que como vocês já sabem, é bem tarde por aqui nessa época do ano. Depois das compras e da conversa no Club Andino para obtermos mapas e informações, já era quase meio dia quando partimos. Não faz mal, ainda tínhamos umas oito boas horas de luz pela frente!

Estrada que atravessa o parque Lanin, na região de San Martín de Los Andes, na Argentina

Estrada que atravessa o parque Lanin, na região de San Martín de Los Andes, na Argentina


Estrada que atravessa o Parque Lanin, na região de San Martín de Los Andes, na Argentina

Estrada que atravessa o Parque Lanin, na região de San Martín de Los Andes, na Argentina


O primeiro trecho da viagem foi rápido, sempre no asfalto e contornando o lago Nahuel Huapi, onde está Bariloche. Apenas uma parada aqui ou ali para admirar e tirar fotos do lago e da cidade que ficava para trás. Depois, a bifurcação de estrada aonde chega o tal caminho dos 7 Lagos, por onde voltaremos em dois dias. Por fim, o asfalto continua até o ponto onde pegamos o “atalho” de rípio. Boa parte do movimento de carros segue pelo asfalto, pouca gente animada em enfrentar a estrada empoeirada. “Rípio” é uma espécie de estrada de terra encascalhada que é muito comum aqui na região andina, tanto no lado argentino como chileno. Certamente, ao longo dos próximos meses, vamos ter de enfrentar muitas centenas de quilômetros nesse tipo de piso, então é bom já irmos acostumando! Tanto nós como a Fiona!

Uma belíssima curva de rio na região de Bariloche, na Argentina

Uma belíssima curva de rio na região de Bariloche, na Argentina


Rio de águas azuis, transparentes e geladas na região de Bariloche, na Argentina

Rio de águas azuis, transparentes e geladas na região de Bariloche, na Argentina


Já no rípio, a estrada bifurca novamente. Em frente para a pequena Villa Trafull, nosso destino em dois dias. Para o norte, o caminho que pegamos hoje, rumo à San Martín. Agora já estamos em pleno Parque Nacional Lanin e a beleza do cenário que nos cerca não deixa nenhuma dúvida sobre o porquê dessa região ser protegida. Cruzamos montanhas e descemos vales. Do alto das primeiras temos uma visão panorâmica de toda a região, no fundo dos últimos cruzamos com rios e lagos cuja água são de um azul inacreditável, transparentes e puros. E gelados! Essa água é constantemente abastecida pelo degelo da neve das grandes montanhas andinas justo ali do lado, seja inverno, seja verão.

Rios azuis e montanhas ao fundo, paisagem patagônica na região de Bariloche, na Argentina

Rios azuis e montanhas ao fundo, paisagem patagônica na região de Bariloche, na Argentina


Parada para fotos em um rio maravilhoso no caminho entre Bariloche e San Martín de Los Andes, na Argentina

Parada para fotos em um rio maravilhoso no caminho entre Bariloche e San Martín de Los Andes, na Argentina


Os rios são realmente verdadeiros cartões postais. Essa é uma das melhores regiões do mundo para se praticar a “fly fish”, ou pescaria de mosca. É aquele tipo de pesca em que o pescador usa grandes botas e roupa a prova d’água, entra no rio e atira sua isca apenas na superfície da água. A isca tem o formato de mosca, o prato predileto dos peixes. Vimos muito isso no Alaska, onde os pescadores dividiam o rio com ursos. Aqui na Patagônia andina essa modalidade de pesca também é bem popular e muitos americanos e canadenses viajam para cá apenas para fazer isso. Eu não sou muito de pesca, mas só de ficar num cenário maravilhoso desse o dia inteiro já está valendo a pena!

Um rio que mais parece um cartão postal, no Parque Lanin, região de San Martín de Los Andes, na Argentina

Um rio que mais parece um cartão postal, no Parque Lanin, região de San Martín de Los Andes, na Argentina


Um rio que mais parece um cartão postal, no Parque Lanin, região de San Martín de Los Andes, na Argentina

Um rio que mais parece um cartão postal, no Parque Lanin, região de San Martín de Los Andes, na Argentina


Nós encontramos uma curva de rio perfeita para esse tipo de pesca, onde as águas ficam um pouco mais paradas. Perfeita para a pesca e perfeita para fotos e admiração. Agora na primavera fica tudo ainda mais bonito, pois os campos e cabeceiras de estradas se cobrem de flores brancas e amarelas. Misture essas cores com o verde dos bosques e o azul do céu e dos rios e terá a receita para a foto perfeita!

Época de primavera, muitas flores na região de Bariloche, na Argentina

Época de primavera, muitas flores na região de Bariloche, na Argentina


Lago Lacar, chegando a San Martín de Los Andes, na Argentina

Lago Lacar, chegando a San Martín de Los Andes, na Argentina


Bom, depois dos rios, vieram os lagos. Alguns mais esverdeados, outros mais azulados, são como grandes espelhos refletindo as montanhas ao seu redor. Passamos por alguns menores e outros maiores e até resolvemos pegar um desvio para seguir até um dos mais belos da região, o Filo Hua Hum. Ao chegar pelo alto e admirar suas margens, praias e entorno, logo decidimos: aí seria nosso piquenique. Por estar fora da rota principal, o lago é um dos menos visitados e ali teríamos toda a tranquilidade desejada. Seus únicos frequentadores são os pescadores de mosca que, reconheço, sabem bem escolher um lugar!

Lago espelhado na região de Bariloche, na Argentina

Lago espelhado na região de Bariloche, na Argentina


Chegando ao lago Fila Hua Hum, no parque Lanin, região de San Martín de Los Andes, na Argentina

Chegando ao lago Fila Hua Hum, no parque Lanin, região de San Martín de Los Andes, na Argentina


Praia do lago Fila Hua Hum, no parque Lanin, região de San Martín de Los Andes, na Argentina

Praia do lago Fila Hua Hum, no parque Lanin, região de San Martín de Los Andes, na Argentina


Descemos com o carro até perto do lago, deixamos ele num camping e caminhamos um pouco para encontrar uma praia. Aí estendemos nossas cangas e, inspirados pelo cenário, tratamos de abrir nossa garrafa de vinho e os queijos que havíamos trazido. Depois, foi só relaxar e curtir...

Caminhando em praia do lago Fila Hua Hum, no parque Lanin, região de San Martín de Los Andes, na Argentina

Caminhando em praia do lago Fila Hua Hum, no parque Lanin, região de San Martín de Los Andes, na Argentina


Abrindo um vinho em praia do lago Filo Hua Hum, no parque Lanin, região de San Martín de Los Andes, na Argentina

Abrindo um vinho em praia do lago Filo Hua Hum, no parque Lanin, região de San Martín de Los Andes, na Argentina


A Rowan toma um vinho em praia do lago Filo Hua Hum, no parque Lanin, região de San Martín de Los Andes, na Argentina

A Rowan toma um vinho em praia do lago Filo Hua Hum, no parque Lanin, região de San Martín de Los Andes, na Argentina


Talvez animada pelo vinho e já acostumada pelas temperaturas das highlands escocesas, a Rowan não titubeou. Colocou seu maiô e foi enfrentar as águas geladas do lago. A Ana não deixou por menos e entrou também. E eu fiquei me prometendo, e a elas também, que seria o próximo a dar um mergulho. Mas enrolei, enrolei e acabei preferindo ficar seco e quentinho na praia mesmo. Enquanto isso, elas nadaram e se reenergizaram naquelas águas quase sagradas. Bem fizeram elas e se arrependimento matassem não estava aqui escrevendo essas linhas, hehehe.

A Rowan entra nas águas geladas do lago Fila Hua Hum, no parque Lanin, região de San Martín de Los Andes, na Argentina

A Rowan entra nas águas geladas do lago Fila Hua Hum, no parque Lanin, região de San Martín de Los Andes, na Argentina


A Ana e a Rowan nadam no lago Fila Hua Hum, no parque Lanin, região de San Martín de Los Andes, na Argentina

A Ana e a Rowan nadam no lago Fila Hua Hum, no parque Lanin, região de San Martín de Los Andes, na Argentina


A Ana nas águas geladas do lago Fila Hua Hum, no parque Lanin, região de San Martín de Los Andes, na Argentina

A Ana nas águas geladas do lago Fila Hua Hum, no parque Lanin, região de San Martín de Los Andes, na Argentina


Pouco mais de uma hora de deleite e estava na hora de voltarmos à estrada. Dirigimos de volta à nossa estrada de rípio original e rumamos para o norte, agora passando pelo lago Meliquina, mais inspiração para muitas fotos. Muitas fotos e curvas depois e chegávamos ao último lago do dia, o Lacar, justamente onde está San Martín de Los Andes, bem na seu extremo oriental. De longe já vimos a pequena cidade de 25 mil habitantes, uma espécie de Bariloche de antigamente, espremida entre o lago e as montanhas verdes atrás. Na baía, muitos barcos e veleiros. Esse era o nosso destino de hoje depois de um dia tão prazeroso de estradas e tantos lagos...

O belo cenário do lago Meliquina, no parque Lanin, região de San Martín de Los Andes, na Argentina

O belo cenário do lago Meliquina, no parque Lanin, região de San Martín de Los Andes, na Argentina


Chegando à San Martín de Los Andes, na Argentina

Chegando à San Martín de Los Andes, na Argentina

Argentina, Bariloche, San Martín de Los Andes, Rio, Parque, Lago, Estrada, Patagônia, Lanin

Veja todas as fotos do dia!

A nossa viagem fica melhor ainda se você participar. Comente!

Post anterior Portal para entrar na praça central de Bariloche, na Argentina

Bariloche na Primavera e a Nova Passageira

Post seguinte Chegando à charmosa San Martín de Los Andes, na Argentina

A Pequena San Martín

Comentários (1)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 15/12/2014 | 22:00 por mabel

    Uau!!!!!!!! que lindo!!!!!Quando estive lá, ficamos somente em Bariloche, turistas de primeira viagem rsrsrsrsr mas na próxima, não perderei.

    Abraços

    Resposta:
    Olá Mabel

    Não perca mesmo não! Nós adoramos a região de San Martín e também de Junin de Los Andes. Nessa aí, passamos na volta do Chile e ainda vou escrever de lá!

    Um abraço

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet