0 Coatepeque, mais Mayas e a Guatemala - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Coatepeque, mais Mayas e a Guatemala - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Coatepeque, mais Mayas e a Guatemala

El Salvador, Tazumal, Coatepeque, Guatemala, Cidade da Guatemala

Nadando no incrível lago de Coatepeque, em El Salvador

Nadando no incrível lago de Coatepeque, em El Salvador


Acordamos e fomos direto para o lago, bem ali na frente. Um sadio exercício matinal ainda antes do café da manhã. Temperatura agradável, daquela que parece fria num primeiro momento, mas que fica uma delícia depois do primeiro mergulho. A vontade era sair nadando até o outro lado, relembrar os tempos de travessia. A esta hora, ainda sem o movimento de barcos, as águas estão absolutamente calmas. Nem parece que um pouco mais a frente a profundidade pode chegar a 120 metros.

Mergulho matinal nas deliciosas águas do lago Coatepeque, em El Salvador

Mergulho matinal nas deliciosas águas do lago Coatepeque, em El Salvador


Eu fui o primeiro a entrar, a Ana tirando fotos. Depois, na vez dela, aquele sofrimento de sempre, até que ela se encha de coragem e dê seu mergulho. Quando fui fotografá-la, cadê a tampa da lente da máquina? A Ana tinha entrado com ela no lago e deixado cair! É a “maldição da tampa da máquina”, a Ana perdendo ela umas cinco vezes por dia! Lá em Boquete, no Panamá, o protetor solar da máquina também caiu no estreito canyon. Ainda tentei mergulhar e acha-lo, mas a corrente, os sete metros de profundidade e o escuro lá embaixo não me deram nenhuma chance. Aqui, com as condições muito mais favoráveis, principalmente a transparência da água, decidi que acharia a tampa de qualquer maneira. A Ana tentou primeiro, mas disse que seria difícil com a vegetação no fundo do lago. Eu não quis nem saber! Muito fôlego e lá fui, bem no lugar onde ela ficou se enrolando bastante até o mergulho. Um pouco de paciência e... achei!!! Hehehe, a “maldição da tampa” ainda não nos venceu!

Preparando-se para entrar no lago Coatepeque, em El Salvador, em frente ao restaurante do nosso hotel

Preparando-se para entrar no lago Coatepeque, em El Salvador, em frente ao restaurante do nosso hotel


Depois, hora do café da manhã em cima das pinguelas que sustentam o restaurante do nosso hotel. Como se diz por aqui, “vista preciosa”! Aos poucos, lanchas e jet skies foram tomando conta das redondezas e ficamos muito felizes de termos nos banhado antes.

À espera do café da manhã, no restaurante do nosso hotel em Coatepeque, em El Salvador

À espera do café da manhã, no restaurante do nosso hotel em Coatepeque, em El Salvador


Hora de seguir viagem, seguimos diretamente para as famosas ruínas de Tazumal, na região da cidade de Santa Ana. Ao contrário dos sítios arqueológicos de ontem, aqui a exploração turística já é bem mais antiga, da década de 50. Um dos primeiros visitantes, em 1954, foi o jovem Che Guevara, quando passou a temporada na Guatemala que o faria decidir pela vida de revolucionário. Ainda vou falar desse ano fatídico para Guatemala quando chegarmos lá...

As imponentes ruínas mayas de Tazumal, em El Salvador

As imponentes ruínas mayas de Tazumal, em El Salvador


Não é à toa que Tazumal é famosa faz tempo. Suas pirâmides são imponentes e estão localizadas quase no centro da vila que se desenvolveu ao seu redor. Turistas locais se misturam com estrangeiros trazidos diretamente de seus hotéis em ônibus com ar condicionado, todos impressionados com as antigas construções mayas, enormes templos onde eram realizados rituais e sacrifícios e onde eram enterrados seus dignatários. Como ontem, um museu na entrada nos fornece as informações necessárias para entendermos um pouco mais desse povo, seus costumes e construções. A tentação é voltar no tempo e observar aquele lugar em seus tempos de glória, centenas ou milhares de pessoas ao redor das pirâmides onde sacerdotes seguiam rituais sofisticados para agradar os deuses ou tentar interpretar os seus desejos. Uma realidade que se passou ali, justo onde estamos agora com nossas máquinas fotográficas, naquelas mesmas pedras e pirâmides que agora observamos curiosos. Um mero lapso temporal de 1.100 anos nos separa dessas pessoas, uma simples piscadela de tempo. Prestando bem atenção, ainda é possível ouvir o eco do seu burburinho por entre os corredores de pedra...

Divindade pré-colombiana no museu em Tazumal, em El Salvador

Divindade pré-colombiana no museu em Tazumal, em El Salvador


Bom, com os mayas na cabeça, seguimos para a Guatemala, o coração da cultura dessa antiga civilização. Logo estávamos na fronteira e não demorou muito para realizar os trâmites, sempre mais fáceis na saída que na entrada. Aliás, dessa vez, na entrada, fomos recebidos com um show de simpatia pelos agentes guatemaltecos. O custo total dessa travessia foram os 160 quetzales (20 dólares) para obtermos o “visto” para a Fiona no país.

Visitando o sítio arqueológico maya de Tazumal, em El Salvador

Visitando o sítio arqueológico maya de Tazumal, em El Salvador


Seguimos então para a capital do país, a Cidade da Guatemala, sempre tomando cuidado com os “túmulos” na estrada. “Tumulos”? Pois é, esse é o nome que se dá aqui e em El salvador para os quebra-molas. Vivendo e aprendendo...

Momento de carinho nas ruínas mayas de Tazumal, em El Salvador

Momento de carinho nas ruínas mayas de Tazumal, em El Salvador


Pelo que tínhamos lido e ouvido da capital do país, não iríamos querer ficar muito por aqui. Mas, não devemos acreditar em tudo o que a gente lê! Ao contrário, ficamos muito bem impressionados na entrada da capital, a mais cosmopolita e organizada de todas as que conhecemos aqui na América Central. Grandes e arborizadas avenidas nos levaram até a Zona 10, onde estão hotéis, museus e restaurantes da cidade. “Guate”, como a Cidade da Guatemala é conhecida por aqui é dividida em Zonas e as mais interessantes para nós, viajantes, é a 10 e a 1, onde está o centro histórico. Nessa, vamos amanhã.

Tumulo? É o nome dos quebra-molas na Guatemala e em El Salvador

Tumulo? É o nome dos quebra-molas na Guatemala e em El Salvador


Hoje, já instalados no Hostal Torres, super bem localizado entre restaurantes e bares e deliciosas padarias, nos restava tempo para sair para jantar e pela noite. O restaurante escolhido foi um de comida típica, muito recomendado no TripAdvisor. Um bom vinho para brindar mais um país e acompanhar os deliciosos pratos. Depois, esticamos a noite no bar Esperanto, indicação do Pablo, nosso amigo via internet aqui da Guatemala. Amanhã vamos encontrá-lo no centro da cidade para passearmos com ele.

Um brinde à Guatemala, no restaurante Kacao, na Cidade da Guatemala, capital do país

Um brinde à Guatemala, no restaurante Kacao, na Cidade da Guatemala, capital do país


No Esperanto fomos muito bem tratados. Nada como viajar acompanhado de uma loira linda, comunicativa e de sorriso cativante, hehehe. E aqui na Guatemala, tenho outra vantagem: existe uma Lei Seca que obriga os bares a fecharem à uma da manhã. Assim, fica muito mais fácil levar essa loira linda e de sorriso cativante de volta para casa antes do sol nascer, hehehe!

Balada no bar Esperanto, na Cidade da Guatemala, capital do país

Balada no bar Esperanto, na Cidade da Guatemala, capital do país

El Salvador, Tazumal, Coatepeque, Guatemala, Cidade da Guatemala, Lago, arqueologia, maya

Veja todas as fotos do dia!

Comentar não custa nada, clica aí vai!

Post anterior Artesanato maya na aldeia soterrada por cinzas vulcânicas de Joya de Cerén, em El Salvador

Entrando no Mundo Maya

Post seguinte Jovens guatemaltecas nas escadarias do Mercado Central da Cidade da Guatemala, capital do país

Guate e Internet

Blog da Ana As imponentes ruínas mayas de Tazumal, em El Salvador

Ruínas, Fronteiras e Guatemala!

Comentários (1)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 25/07/2013 | 22:32 por suellen

    olá ana...amei seu blog de viagens..q aventura!! estou indo no final do ano em guatemala...capital... q se eu n me engano eh ciudad de guatemala ne? quais lugares legais q tem la? para jovens... tenho 25 anos...minha irma mora la ...ou lugares turisticos...n tenho noção de cmo eh lah... ja fui tb em costa rica... eh a msm coisa? gostaria mto de saber dicas...
    obrigada e boa viagem, sempre!! !!!!!!!!

    Resposta:
    Oi Suellen

    A capital se chama mesmo Ciudad de Guatemala. Como todas as grandes cidades, tem seus bairros bons e os maus também. O centro histórico é movimentado e interessante e um passeio na região da praça da Catedral e do Palácio do Governo certamente vale a pena.

    É sempre bom estar com alguém que conhece a cidade, para ele te levar nos lugars mais interessantes. Nós tínhamos um amigo lá e foi muito legal. Você tem sua irmã que mora lá, certo? Tem uma vizinhança cheia de bares e gente jovem. Sentimo-nos muitos seguros por lá, nesse bairro.

    De maneira geral, gostamos mais da capital guatemalteca que da capital costarriquenha, que vc já conheceu.

    Mas, se vc tiver um tempo, no interior do país há lugares bem mais interessantes e bonitos que a capital!

    Um abs e boa viagem!

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet