0 Chegando à Groelândia - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Chegando à Groelândia - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Chegando à Groelândia

Groelândia, Nuuk

Pronta para viajar para a Groelândia!

Pronta para viajar para a Groelândia!


Ao contrário do que muita gente pensa, a data de descoberta do nosso continente americano é matéria bem controversa. Antes de Colombo, que chegou ao Caribe em 1492, muitos outros exploradores e colonizadores já haviam estado por aqui. Mesmo os antecessores dos nossos atuais índios, quando aqui chegaram há uns 17 mil anos, aparentemente já encontraram um continente ocupado há muito mais tempo, embora não haja provas definitivas sobre isso. Aliás, o destino desse misterioso povo que habitava as Américas nesses tempos remotos é completamente obscuro.

Mapa da costa oeste da Groelândia, onde estão a capital Nuuk e Ilulissat, mais ao norte, nossos destinos no país

Mapa da costa oeste da Groelândia, onde estão a capital Nuuk e Ilulissat, mais ao norte, nossos destinos no país


Em tempos modernos, o primeiro europeu a chegar à América continental, quase 500 anos antes de Colombo, foi o viking Leif Erikson. Só que a América tem também suas ilhas. E se consideramos que Colombo chegou à América em 1492, e nesse ano ele só chegou até as ilhas do Caribe, e não ao continente, então temos de considerar que o primeiro europeu a chegar na América foi aquele que chegou à Groelândia, que também é uma ilha americana, embora com um clima menos “ameno” que as ilhas caribenhas.

Vista aérea das gigantescas geleiras que cobrem o país, no voo entre Nuuk e Ilulissat, na Groelândia

Vista aérea das gigantescas geleiras que cobrem o país, no voo entre Nuuk e Ilulissat, na Groelândia


E o primeiro europeu a ir morar na Groelândia foi justamente o pai de Leif Erikson, conhecido como “Erik, o Vermelho”, no ano de 983. Mas não foi ele que descobriu a ilha não. A Groelândia já era conhecida há quase um século. Aparentemente, seu descobridor foi um tal de Gunnbjorn Ulfson. Esse sim é o verdadeiro Cristóvão Colombo. Mas ele não achou muita graça nessa ilha congelada e logo voltou para casa.

Sobrevoando a pequena Nuuk, capital da Groelândia

Sobrevoando a pequena Nuuk, capital da Groelândia


Foi mesmo o ruivíssimo Erik o primeiro colonizador da ilha. Olha só como eram esses vikings: o pai de Erik já havia sido exilado da Noruega por ter cometido um punhado de assassinatos por lá. Mesmo para padrões vikings, ele era meio violento. Foi morar na Islândia. Ali, quem arrumou confusão, para manter a tradição da família, foi o filho Erik, o Vermelho. Depois de alguns assassinatos, também foi exilado da Islândia. Com a barra da família meio suja na Noruega e Dinamarca, resolveu navegar para o outro lado e acabou chegando na Groelândia.

Chegando no aeroporto de Nuuk, a capital da Groelândia

Chegando no aeroporto de Nuuk, a capital da Groelândia


Acabou passando três anos por lá e, quando o seu período de exílio acabou, voltou para a Islândia para levar mais gente para a Groelândia. Como convencer as pessoas a mudar de ilha? Uma boa publicidade! Erik batizou a sua ilha de “Greenland”, ou “ilha verde”. O marketing deve ter feito sucesso na gelada Islândia e logo uma grande migração se formou em direção à nova terra prometida.

Passeando em dia nublado e gelado em Nuuk, capital da Groelândia

Passeando em dia nublado e gelado em Nuuk, capital da Groelândia


O fato é que, naqueles tempos, o mundo vivia um período mais quente e a Groelândia era sim, mas verde do que hoje. Pero no mucho! Os vikings, ou “norseman” (vikings convertidos ao cristianismo), conseguiram se estabelecer nas únicas terras "ligeiramente" verdes da ilha gigantesca, que ficam na costa sudoeste da Groelândia. Aí fundaram três vilas que chegaram a ter, juntas, cerca de 5 mil habitantes. Essa colônia prosperou por quase 400 anos e depois, sumiu misteriosamente. É uma história para outro post...

A mais bela igreja de Nuuk, capital da Groelândia

A mais bela igreja de Nuuk, capital da Groelândia


Uma dessas vilas ficava próxima de onde hoje está a capital do país, Nuuk, considerada a menor capital do mundo. São cerca de 15 mil habitantes, quase um terço da população do país. Aqui chegamos ontem de noite. “Noite” é só jeito de falar, porque nessa época do ano, já quase não fica escuro por aqui. Eram 22:00 quando chegamos ao aeroporto e, de lá, de táxi, para o nosso hotel, e parecia que estávamos no final de tarde.

Arte nas ruas de Nuuk, capital da Groelândia

Arte nas ruas de Nuuk, capital da Groelândia


Quando chegamos à Islândia, ontem de manhã, percebemos que era um lugar bem “diferente”. Mesmo assim, ainda parecia no planeta Terra. Já a Groelândia... essa sim parece outro mundo. Do avião, só se vê o branco até o horizonte. Nuuk é um amontoado de casinhas coloridas no meio de uma vasto lençol branco, parte terra, parte mar. Como é tudo da mesma cor (ou sem cor!), muitas vezes, é difícil distinguir terra firme de mar congelado.

O moderno cinema de Nuuk, capital da Groelândia

O moderno cinema de Nuuk, capital da Groelândia


Tentamos dormir naquele ambiente pouco escuro e, hoje cedo, enfrentamos o frio de 0 graus e o tempo chuvoso para dar uma rápida volta pela cidade. Não tínhamos muito tempo para isso, pois o avião para Ilulissat saía logo depois do almoço. Daqui a alguns dias, voltaremos para passar um dia inteiro por aqui e, aí sim, ver direito a capital do país.

Bandeiras da Groelândia e da Dinamarca tremulam em Nuuk, capital da Groelândia

Bandeiras da Groelândia e da Dinamarca tremulam em Nuuk, capital da Groelândia


Caminhamos entre nuvens e até um pouco de neve, congelamos nossas mãos ao vento, cruzamos o centro da cidade carregando nossas mochilas e observamos os groenlandeses aproveitarem um “ameno” dia de primavera. Tiramos algumas fotos da bela igreja e da arquitetura da cidade e seguimos para o aeroporto de táxi, uma das maiores estradas do país, com cerca de 5 km. Mais do que isso, só de helicóptero, hehehe! Agora, rumo ao Círculo Polar Ártico!

O avião que nos levou de Nuuk para Ilulissat, cidade ao norte do Cículo Polar Ártico, na Groelândia

O avião que nos levou de Nuuk para Ilulissat, cidade ao norte do Cículo Polar Ártico, na Groelândia

Groelândia, Nuuk, história

Veja todas as fotos do dia!

Não se acanhe, comente!

Post anterior Banhistas nas águas quentes da Blue Lagoon, na região de Reykjavik, na Islândia

Um Dia em Reykjavik

Post seguinte Um Greenland Husky, animal mais popular em Ilulissat, na Groelândia

Cruzando o Círculo Polar

Blog da Ana Um belo fim de tarde, às 10:30 da noite! (em Ilulissat, na Groelândia)

Disko Bay

Comentários (8)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 18/11/2017 | 09:53 por Walter Cesar Pianucci Pereira

    Olá. Gostaria de sair do Brasil e morar num país como a Groelândia. Meu sonnho seria morar num ap´si desse, pois não suporto mais esse país aqui. Tem possibilidades? É tão impossível assim? Será que não existe um meio de ir trabalhar e ficar por lá mesmo? Algum brasileiro, sei lá. Muito obrigado pela atenção, e gostaria de uma responta. abraços

  • 09/02/2017 | 20:17 por scheila fogaça

    OLÁ!!!
    tENHO INTERESSE EM VIAJAR PARA A GROELANDIA MAS AS INFORMAÇÕES SÃO POUCAS. VCS PODERIAM ME PASSAR AS DICAS SOBRE O ROTEIRO, DESDE SAO PAULO?
    GRATA.

  • 27/11/2016 | 08:08 por Gabriel

    Que legal, Rodrigo! Acho super interessante seus relatos pois eles ajudam as pessoas à conhecerem mais sobre esses locais tão longínquos e de difícil acesso.

    Meus parabéns!

  • 25/05/2015 | 00:08 por Mirian

    Oi, andei procurando e não achei. Como vcs chegaram à Groenlândia? Vi que não há voos direto do Brasil. Abraços.

  • 08/07/2013 | 19:58 por Paulo Vasconcelos

    Oi, Rodrigo!
    Fiquei encantado com seus relatos e os da Ana sobre a Groenlândia! Já pesquisei um pouco pela internet e seu blog foi o único em português que encontrei sobre essa ilha que povoa meu imaginário desde criança.
    Gostaria de saber com qual a empresa você comprou o pacote? E foi pela internet mesmo?
    Obrigado.

    Resposta:
    Olá Paulo

    A Groelandia é uma terra fantástica, um dos lugares mais incríveis que passamos nesses 1000dias. Eu entendo bem porque ela povoa seu imaginário desde criança, hehehe. O meu também!

    Que nos ajudou a organizar tudo foi a Nordic Visitor. Fizemos tudo por internet mesmo

    Abs

  • 07/07/2013 | 20:16 por Vinicius

    Uau, sou louco para conhecer a groenlândia alias tenho vontade de morar neste país incrivel, alem da islândia que so tenho interesse em conhecer... adorei este blog alem de fotos das viagens talvez um dia quando eu for rico eu faça uma viagem em todo o continente americano...

    Resposta:
    Olá Vinicius

    Sobrevoar a Groelândia foi uma das coisas mais lindas que já fiz na vida! estar lá embaixo também, parece um outro mundo. Mas morar lá, nossa, só se for pesquisador, Papai Noel ou um cão huskie, rsrs.

    Um abraço e sucesso nos seus sonhos

  • 26/10/2012 | 17:58 por johnattan

    olá gostei muito de todo o documentário e queria pedir sua ajuda,pois pretendo visitar a groelandia(Nuuk)a também,queria ir primeiro a Islândia.você sabe informar hostel,empresa mais barata ou qualquer outra informação referente a esse destino.já pesquisei bastante,mas é que alguém que já teve essa experiencia sabe bem o que eu precisarei.desde já agradeço.

    Resposta:
    Olá Johnattan

    Esses dois destinos são magníficos, mas infelizmente não são baratos. Para a Groelândia, só se vai pela Islândia ou Dinamarca. O único jeito de não ficar tão caro é ir de pacote, que já inclue passagens aéreas e hotéis. No país, para ir de uma cidade à outra, só de avião também. Vale muito a pena sair de Nuuk. Mas se for comprar a passagem interna lá mesmo, fica muito caro. Os pacotes já incluem isso

    A Islandia é um pouco mais barata e lá se pode viajar de forma independente, já que há uma boa rede de estradas e transporte público. Também a vôos em promoção para lá. nas cidades principais, é possível sim encontrar hostels. Em breve, vou postar as fotos e relatos de lá. O país é de uma beleza impressionante!

    Abs

  • 17/05/2012 | 14:39 por Luciane

    Nossa, adorei! tenho muita vontade de conhecer e a história é fascinante e está muito bem contada! Parabéns!

    Resposta:
    Oi Luciane

    Legal que vc gostou! A história desse lugar tão longínquo é realmente incrível! Não é fácil viver num lugar assim, ainda mais há mil anos atrás...

    Abs

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet