0 A Gloriosa Lapa - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A Gloriosa Lapa - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

A Gloriosa Lapa

Brasil, Paraná, Lapa

A pacata cidade da Lapa, no Paraná

A pacata cidade da Lapa, no Paraná


Chegou o dia de deixarmos Curitiba outra vez para trás e retomarmos nossa viagem pelas Américas, dessa vez rumo ao sul do continente, a única parte que ainda nos falta para completar a jornada a que nos propomos. Ainda há muito por ver no sul da Argentina e do Chile, no Uruguai e nas ilhas do sul do continente, como Páscoa, Malvinas e Georgia. Enfim, muita aventura pela frente!


O início da nossa longa jornada até Ushuaia. De Curitiba (A) para a Lapa (B) e, no mesmo dia, para Treze Tilias (C), já em Santa Catarina. Mesmo as mais longas jornadas começam com um primeiro passo!

Também no Brasil ainda falta viajarmos. Notadamente, o litoral gaúcho e catarinense. Mas não só isso! Já viajamos pela região serrana desses dois estados, mas queremos ver também o oeste da região. Por isso mesmo, apesar do objetivo final ser Ushuaia, cidade mais ao sul do mundo, começamos de forma mais modesta: Treze Tílias, no oeste de Santa Catarina. Como já dizia o filósofo, toda grande jornada começa com um pequeno passo. E o nosso, foi para conhecer esse pedacinho da Áustria aqui no Brasil, ainda tão pouco conhecido. Pelo menos, era essa a nossa ideia para o primeiro dia da retomada da viagem.

Um dos muitos prédios históricos da Lapa, no Paraná

Um dos muitos prédios históricos da Lapa, no Paraná


Mas, mantendo nossa tradição, nosso roteiro planejado já seria alterado logo no primeiro dia. É a vantagem de se viajar de forma independente e não numa excursão: mudamos planos e horários ao nosso bel prazer! Como sempre acontece, nossa intenção de pegarmos estrada bem cedinho ficou só na intenção e acabamos saindo de Curitiba no final da manhã. No nosso rumo em direção sudoeste, logo chegamos à Lapa e a tentação de pararmos ali para um rápido turismo e também para o almoço foi irresistível. Aliás, quando vi a primeira placa sinalizando a cidade é que me dei conta da estupidez de não ter pensado nela antes. Afinal, a Lapa é uma delícia de cidade e um típico exemplo de como o turismo brasileiro ainda tem de se desenvolver. Seria uma vergonha essa joia paranaense não estar no roteiro de dois viajantes do estado que querem conhecer toda a América. Felizmente, o destino nos levou até lá!

Biscoito com receita centenária na Lapa, no Paraná

Biscoito com receita centenária na Lapa, no Paraná


Apesar de sua grande importância histórica, a Lapa é praticamente desconhecida de todos os brasileiros. Mesmo entre aqueles mais metidos, que acham que sabem um pouco de história, como é o meu caso, a cidade é uma surpresa. Confesso que, quando cheguei ao Paraná, há 11 anos, não conhecia nada da Lapa. No meu afã inicial de viajar pelos destinos turísticos do estado, acabei chegando à pequena cidade e me surpreendi com a minha ignorância. Enfim, antes tarde do que nunca, eu acabei aprendendo sobre a importância e o charme dessa pequena cidade tão próxima de Curitiba e, nesses últimos dez anos, tive o prazer de lá voltar mais algumas vezes. Agora, com toda a justiça, era a vez de estarmos ali dentro do projeto 1000dias.

Venda de algodão doce em frente a igreja da Lapa, no Paraná

Venda de algodão doce em frente a igreja da Lapa, no Paraná


A Lapa começou a ganhar importância como ponto de parada na rota tropeira, que trazia gado gaúcho aos mercados de Sorocaba, em São Paulo, a principal rota do Brasil colonial e imperial a ligar os estados do sul e do sudeste. Mas foi mesmo o episódio conhecido como Cerco da Lapa, em plena Revolução Federalista, já no final do século XIX, que tornou a cidade importante na história brasileira.

Praça central da Lapa, no Paraná

Praça central da Lapa, no Paraná


A Revolução Federalista foi o maior e um dos mais sangrentos conflitos internos na história do país. O que começou como uma luta interna no estado do Rio Grande do Sul, uma revolta contra o então presidente estadual (governador) Júlio de Castilhos acabou se tronando um conflito de cunho nacional, entre republicanos, que defendiam um poder mais centralizado, e federalistas, que defendiam uma maior autonomia dos estados. Os primeiros eram chamados de “pica-paus” enquanto os últimos eram os “maragatos”.

Pequeno parque na Lapa, no Paraná

Pequeno parque na Lapa, no Paraná


O exército maragato, com apoio velado argentino e uruguaio, esteve na ofensiva no início da revolta. Rapidamente tomaram boa parte do Rio Grande e invadiram Santa Catarina e o Paraná. O objetivo final era chegar à capital federal, mas para isso teriam de tomar Curitiba, a capital provincial. Antes de chegar lá, tentaram tomar uma das mais importantes cidades do Paraná naquela época, Lapa, a menos de 80 km da capital. Foi aí que encontraram uma inesperada e encarniçada resistência, o que acabou atrasando toda a campanha militar.

Panteão em honra aos herois do 'Cerco da Lapa', no Paraná

Panteão em honra aos herois do "Cerco da Lapa", no Paraná


Por quase um mês, cerca de 600 homens liderados pelo obstinado General Carneiro resistiram aos ataques de 3 mil federalistas. Foi tempo mais do que suficiente para o marechal Floriano Peixoto, o então presidente do Brasil, enviasse tropas para Curitiba. A partir de então, os federalistas perderam o ímpeto inicial da guerra e foram as forças republicanas e legalistas que tomaram a ofensiva. Basicamente, essa guerra que matou mais de 10 mil brasileiros mudou de rumo aqui, na pequena Lapa. Ao final do cerco, ela finalmente caiu, assim como também caiu o General Carneiro. Hoje, ele e outros estão enterrados e homenageados no “Panteão dos Heróis”, no centro da cidade.

A pacata cidade da Lapa, no Paraná

A pacata cidade da Lapa, no Paraná


Além do Panteão, são muitos os outros prédios de interesse. Entre eles, se destaca o charmoso Teatro São João. Um dos únicos de influência elisabetana no Brasil, ele já era muito movimentado antes do episódio do cerco, já que a elite cultural da Lapa era muito requintada. Na guerra, foi transformado em enfermaria e foi ali que faleceu o General Carneiro. Depois do episódio do cerco, a cidade foi perdendo sua importância e o teatro foi abandonado, tornando-se um armazém. Finalmente, na década de 70, foi restaurado e reinaugurado com pompa e circunstância, numa peça protagonizada, entre outros, pelo saudoso Paulo Autran. Hoje, sem dúvida, é um ponto de visita obrigatória para quem chega á cidade.

Entrada do Teatro São João, na Lapa, no Paraná

Entrada do Teatro São João, na Lapa, no Paraná


Nos quarteirões centrais, ao redor do teatro,, são diversos prédios históricos, todos centenários. Caminhar pelas ruas de pedra é um charme. Fosse a Lapa na Europa ou Estados Unidos, certamente seria muito mais valorizada, ônibus lotados de turistas chegando todos os dias, diversos restaurantes e pousadas charmosas. Mas, estamos mesmo é no Brasil. Assim, a bela cidade não passa de uma ilustre desconhecida. O que, de certa forma, também faz parte do charme da cidade...

O charmoso Teatro São João, na Lapa, no Paraná

O charmoso Teatro São João, na Lapa, no Paraná


Enfim, passamos umas poucas e saborosas horas por aqui, felizes de que o destino a colocasse em nosso caminho. Agora, e para sempre, a Lapa faz parte dos 1000dias. Com toda a justiça! Com a mente flutuando sobre a história, era hora de seguirmos nosso caminho. Agora sim, e sem mais delongas, rumo à Treze Tílias, outro tesouro turístico quase desconhecido dos brasileiros, mas já no estado de Santa Catarina. Um pedacinho do Tirol em terras quase tropicais...

No palco do Teatro São João, na Lapa, no Paraná

No palco do Teatro São João, na Lapa, no Paraná

Brasil, Paraná, Lapa, Arquitetura, história

Veja todas as fotos do dia!

Diz aí se você gostou, diz!

Post anterior Sanduíche de Luiza, em Curitiba, no Paraná

O Tempo Não Para

Post seguinte Treze Tilias, um pedacinho do Tirol austríaco em Santa Catarina

No Tirol Brasileiro

Blog da Ana Biscoito com receita centenária na Lapa, no Paraná

A Lapa

Comentários (2)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 06/03/2014 | 16:32 por RUBENS WERDESHEIM

    Agora em março de 2014 visitamos a cidade e fomos tambem à gruta do monge , um local com formações geológicas incríveis. O museu de armas na antiga câmara e cadeia é imperdível .Passeio e dicas mais do que aprovadas ! Obrigado !( vale a pena ir de carro com um guia !)

    Resposta:
    Oi Rubens

    Muito obrigado pelas dicas você também! E que legal que tenha gostado da Lapa!

    Abraços

  • 12/12/2013 | 14:57 por Ariane

    Olá!

    Amei esse lugar. Sou carioca e amo Curitiba. Eu e o noivo estamos voltando para mais um passeio em Curitiba em Abril. Dessa vez, vamos levar uma amiga em comum para conhecer o lugar que tanto amamos.

    Fiquei encantada com a Lapa de vocês e quero muito conhecer. Você sabe me dizer se é tranquilo chegar aí de ônibus ou algum transporte público?

    Agradeço.

    Beijos,

    Ariane.

    Resposta:
    Oi Ariane

    Desculpe a demora em responder, estivemos longe da internet por quase 6 meses. Vocês fizeram a viagem? Correu tudo bem? Nós somos fãs da Lapa, um lugar ainda muito pouco conhecido pelas pessoas de for a do Paraná. Certamente há ônibus diários de Curitiba para lá. Não deve ser difícil comprar passagens. Aí, eu recomendaria pelo menos uma noite por lá. Tem umas pousadas bem charmosas!

    Um abraço

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet