0 St Vincent and the Granadines - Blog da Ana - 1000 dias

St Vincent and the Granadines - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

St Vincent and the Granadines

São Vicente E Granadinas, Kingstown, Bequia, Union Island

Pier avança sobre o lindo mar de Bequia, em São Vicente e Granadinas, no sul do Caribe

Pier avança sobre o lindo mar de Bequia, em São Vicente e Granadinas, no sul do Caribe


São Vincente e Granadinas é um dos arquipélagos mais famosos entre os velejadores do Mar do Caribe, chegando aqui logo entendemos o porquê. Além das águas turquesas, praias de areia branca e sol inesgotável, aqui eles encontram os cenários e as condições perfeitas para viajar. Um conjunto de pequenas ilhas paradisíacas formam as Granadinas, irmãs menores de St. Vincent, todas com baias protegidas e perfeitas para os barcos aportarem. O arquipélago é o penúltimo país ao sul deste arco vulcânico ao sul do Caribe e por isso o ponto de partida, ou chegada, para muitos velejadores.

Mapa estilizado de São Vicente e Granadinas, no Caribe

Mapa estilizado de São Vicente e Granadinas, no Caribe


A capital de St Vincent é a cidade de Kingston, não confundir com a capital homônima da Jamaica. Kingston é apenas um porto de passagem para a maioria dos viajantes como nós, que chegamos de avião vindos de Santa Lúcia e tivemos não mais de 15 minutos até a estação de ferry. Pelo menos escolhemos uma estrada cênica, o caminho longo e mais bonito, para chegar até lá! Se tiver tempo ouvimos dizer que vale a pena o trekking do Soufrière Volcano, em torno de 6 horas de caminhada.

Deixando para trás Kingstown, a capital de São Vicente, no Caribe

Deixando para trás Kingstown, a capital de São Vicente, no Caribe


Terminal de ferries da capital de São Vicente, no Caribe

Terminal de ferries da capital de São Vicente, no Caribe


Uma hora de viagem e vamos direto para uma das Granadinas, Bequia (pronuncia-se “békway” ou “bécuei” na escrita abrasileirada). Casa de aproximadamente 5 mil vicentinos é uma ilha de 18km2 e super tranquila, um lugar perfeito para relaxar e descansar.

Visão de Port Elizabeth, capital da ilha de Bequia, em São Vicente e Granadinas, no sul do Caribe

Visão de Port Elizabeth, capital da ilha de Bequia, em São Vicente e Granadinas, no sul do Caribe


Caminhando para o hotel pela orla de Port Elizabeth, a capital da ilha de Bequia, em São Vicente e Granadinas, no sul do Caribe

Caminhando para o hotel pela orla de Port Elizabeth, a capital da ilha de Bequia, em São Vicente e Granadinas, no sul do Caribe


Foi o que fizemos, passamos dois dias em um hotel na beira da baia em Port Elizabeth. Foi construída uma calçada entre a baia e a cidade, um promenade super gostoso para uma caminhada de final de tarde.

Jogando Bets em praia de Bequia, em São Vicente e Granadinas, no sul do Caribe

Jogando Bets em praia de Bequia, em São Vicente e Granadinas, no sul do Caribe


Calçada ao lado do mar em Port Elizabeth, em Bequia, ilha de São Vicente e Granadinas, no Caribe

Calçada ao lado do mar em Port Elizabeth, em Bequia, ilha de São Vicente e Granadinas, no Caribe


As praias de Princess Margaret e Lower Bay são as mais bonitas e ficam a 20 minutos de caminhada dali ou 5 minutos de boat-táxi. Quase todos os hotéis tem um píer e podem ajudar a encontrar um barco ou te indicarão o ponto mais próximo.

Turistas pegam 'táxi' em Bequia, em São Vicente e Granadinas, no sul do Caribe

Turistas pegam "táxi" em Bequia, em São Vicente e Granadinas, no sul do Caribe


Nós fomos caminhando pela estrada no primeiro dia e no segundo decidimos ir nadando, fazendo snorkel e um bom exercício! Quem estiver mais disposto para explorar, alugar um carro ou pagar um táxi para fazer o tour ao redor da ilha, passando por praias e mirantes, também é uma opção.

A maré forma pequenas piscinas em praia de Bequia, em São Vicente e Granadinas, no sul do Caribe

A maré forma pequenas piscinas em praia de Bequia, em São Vicente e Granadinas, no sul do Caribe


Caminhando por praia na ilha de Bequia, em São Vicente e Granadinas, no sul do Caribe

Caminhando por praia na ilha de Bequia, em São Vicente e Granadinas, no sul do Caribe


Nesse nosso ritmo frenético, pulando de ilha em ilha, Bequia foi o lugar perfeito para tirarmos esses dois dias de descanso antes de seguirmos viagem.

Esperando a vida passar... (em Bequia, em São Vicente e Granadinas, no sul do Caribe)

Esperando a vida passar... (em Bequia, em São Vicente e Granadinas, no sul do Caribe)


No terceiro dia pela manhã pegamos o ferry e seguimos para Union Island, com paradas nas ilhas de Mustique, Canouan, Mayreau, a menor das ilhas com apenas 2,4 km2 e 254 habitantes.

Passando por uma das muitas ilhas de São Vicente e Granadinas, no Caribe

Passando por uma das muitas ilhas de São Vicente e Granadinas, no Caribe


Vários pedaços de paraíso perdidos no meio do Caribe. O último trecho da viagem eu ganhei a permissão do capitão para viajar no alto do ferry, com uma vista linda das ilhas, cabelos ao vento e um sorriso de orelha a orelha! Pena que a câmera não consegue captar todas essas emoções.

Navegando entre as ilhas Granadinas, em São Vicente e Granadinas, no Caribe

Navegando entre as ilhas Granadinas, em São Vicente e Granadinas, no Caribe


Cabibe de comando do fast ferry em São Vicente e Granadinas, no Caribe

Cabibe de comando do fast ferry em São Vicente e Granadinas, no Caribe


Quando chegamos em Mayreau eu pensei que já era Union Island e quase desci do ferry. Um senhor com quem confirmei a parada me disse, “quando você chegar em Union você saberá, é diferente.”

Bob Marley, sempre presente! (em Union Island, sul de São Vicente e Granadinas, no Caribe)

Bob Marley, sempre presente! (em Union Island, sul de São Vicente e Granadinas, no Caribe)


Chegamos à Union Island, 2 mil habitantes e não mais que 5km comprimento por 2,5km de de largura. Crianças correndo na rua, as casinhas coloridas dos feirantes com milhares de frutas na praça central e uma alegria intrínseca ao modo de vida dos que nasceram ou escolheram viver aqui.

A simpática vendedora de frutas em Clifton, capital de Union Island, ilha no sul de São Vicente e Granadinas, no Caribe

A simpática vendedora de frutas em Clifton, capital de Union Island, ilha no sul de São Vicente e Granadinas, no Caribe


Praça central de Clifton, capital de Union Island, ilha no sul de São Vicente e Granadinas, no Caribe

Praça central de Clifton, capital de Union Island, ilha no sul de São Vicente e Granadinas, no Caribe


Nos hospedamos aí mesmo na baia, no Clifton Beach Guesthouse, simples mas com ótimo preço e bem localizado. Demos uma volta pela vila, compramos frutas e logo já estávamos cercados de amigos no Eclipse Twilight, bar onde Nikki e sua mãe recebem pescadores, tripulações, amigos, expats, locais e yatchers de todos os cantos do mundo!

Com a argentina Eugenia e a vicentina Niki, em Clifton, capital de Union Island, ilha no sul de São Vicente e Granadinas, no Caribe

Com a argentina Eugenia e a vicentina Niki, em Clifton, capital de Union Island, ilha no sul de São Vicente e Granadinas, no Caribe


Era aniversário de uma americana que trabalha no projeto de preservação das tartarugas, ela e suas amigas agitavam o karaokê, uma das amigas locais discotecava o melhor do groove funk dos anos 70 e eu preparava caipirinha de abacaxi para o pessoal. Várias pessoas interessantes, dentre elas um capitão da ilha de Dominica que já viajou por todo o Caribe e agora deve comprar um barco maior para se aventurar pelo Pacífico. Na sua tripulação ele leva Eugênia, uma argentina que trabalhou 6 anos na Espanha, cruzou o Atlântico trabalhando em um veleiro e agora está viajando pelo Caribe conforme consegue trabalho como tripulante.Outra forma de viajar barato e conhecer todo o Caribe, sensacional!

Com a argentina Eugenia, em Clifton, capital de Union Island, ilha no sul de São Vicente e Granadinas, no Caribe

Com a argentina Eugenia, em Clifton, capital de Union Island, ilha no sul de São Vicente e Granadinas, no Caribe


Rodrigo foi embora mais cedo, mas a minha noite terminou já era quase uma hora da manhã, com novos amigos e muita diversão onde eu menos imaginava! É, aquele senhor estava certo, todos saberão quando chegarem à Union Island!

Curtindo a belíssima Port Elizabeth, em Bequia, ilha de São Vicente e Granadinas, no Caribe

Curtindo a belíssima Port Elizabeth, em Bequia, ilha de São Vicente e Granadinas, no Caribe

São Vicente E Granadinas, Kingstown, Bequia, Union Island, Praia, Caribbean, Island hopping, Port Elizabeth, Clifton, St Vincent and The Granadines

Veja todas as fotos do dia!

Não se acanhe, comente!

Post anterior Vista da baía de Rodney Bay, do alto de Pigeon Island no norte de Santa Lúcia

Santa Lúcia Urbana

Post seguinte Caminhando em praia de Tobago Cays, no sul de São Vicente e Granadinas, no Caribe

Tobago Cays, Espaçonaves e Dreadlocks!

Blog do Rodrigo Mapa estilizado de São Vicente e Granadinas, no Caribe

Viajando Pelas Granadinas

Comentários (1)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 25/07/2012 | 16:32 por ana

    voce pode me ajudar a encontrar meus parente em san vicent granadina sou brasileira morro em manaus

    Resposta:
    Oi Ana! Infelizmente já não estamos lá, passamos muito rápido. São Vicente e Granadinas não é muito grande, mas são várias ilhas. A dica é achar o contato do próprio governo, que sabe eles tem mais informações? Abraços e boa sorte!

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet