0 Sem meu dupla - A missão - Blog da Ana - 1000 dias

Sem meu dupla - A missão - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Sem meu dupla - A missão

San Eustatius, Oranjestad_SE

Coral negro na ponta do mastro do naufrágio Charlie Brown, na costa de Statia - Caribe

Coral negro na ponta do mastro do naufrágio Charlie Brown, na costa de Statia - Caribe


Mergulhar novamente sem meu dupla amado é quase uma missão impossível. Ele está bem, mas ainda não pode abusar da saúde, principalmente dos ouvidos (ou orelhas? Rsrs). Então hoje nos dividimos novamente, e lá fui eu logo cedo para o mergulho.

Corneta do naufrágio Charlie Brown, na costa de Statia - Caribe

Corneta do naufrágio Charlie Brown, na costa de Statia - Caribe


Briefing básico na chegada ao dive center e logo já estávamos no caminhão a caminho do porto. Aqui o esquema é um pouco diferente, ao invés de saírem para dois mergulhos pela manhã e estenderem para o dar tarde, são dois horários distintos, um tanque por saída. O mergulho da manhã saiu as 9h para o naufrágio Charlie Brown.

O grande mastro submerso do naufrágio Charlie Brown, na costa de Statia - Caribe

O grande mastro submerso do naufrágio Charlie Brown, na costa de Statia - Caribe


Um navio italiano que foi colocado à venda por um dólar após chegar à Trinidad (se não me engano). Ele foi ofertado justamente para ser afundado em algum local como recife artificial. Statia foi a mais rápida a fechar a proposta! Em 2005 Marieke, sócia-fundadora da Scubaqua e Marco, instrutor, estavam na ilha e participaram de toda a preparação para o afundamento do navio.

As grandes hélices do naufrágio Charlie Brown, na costa de Statia - Caribe

As grandes hélices do naufrágio Charlie Brown, na costa de Statia - Caribe


Deve ser muito bacana mesmo participar de um projeto como este, retirar tudo o que não pode ser afundado, limpar qualquer resquício de óleo, combustível ou materiais poluentes e finalmente colocar o navio a pique! E o melhor! Sabendo que ele estará lá apenas e exclusivamente para o seu bel prazer! rsrsrs!

Mergulhando no naufrágio artificial Charlie Brown, na costa de Statia - Caribe

Mergulhando no naufrágio artificial Charlie Brown, na costa de Statia - Caribe


O naufrágio está está deitado lateralmente a 31m de profundidade. Com a estrutura intacta, já possui algumas formações coralíneas, principalmente no mastro e hastes tubulares. As duas hélices são a grande atração, lindas e inteirinhas. A penetração é permitida, porém com o grupo certo de mergulhadores, que infelizmente não era o meu caso, um grupo muito misto de básicos e avançados, eles preferem não abusar.

Parte interna do naufrágio Charlie Brown, na costa de Statia - Caribe

Parte interna do naufrágio Charlie Brown, na costa de Statia - Caribe


Meu dupla foi um francês, Patrick, também estava fotografando e tinha um consumo de ar bem próximo ao meu, o que facilitou muito a nossa vida, acabamos sendo os últimos a subir. Sua esposa também é mergulhadora, mas menos experiente preferiu ter como dupla o próprio Marco, nosso dive master.

Uma barracuda 'cabeçuda' no naufrágio Charlie Brown, na costa de Statia - Caribe

Uma barracuda "cabeçuda" no naufrágio Charlie Brown, na costa de Statia - Caribe


O final do mergulho foi acompanhado por 4 barracudas, duas imensas! Uma delas parecia ser super cabeçuda, dentes imensos, mas super tranquila. Ficou ali posando para fotos um tempão. Quando comentei com o pessoal eles comentaram que suspeitam que ela esteja doente, pois é o corpo que está mais magro que o normal (daí a impressão do cabeção, rsrs). Lindo naufrágio! Valeu muito à pena!

Corais tomam conta da estrutura do naufrágio Charlie Brown, na costa de Statia - Caribe

Corais tomam conta da estrutura do naufrágio Charlie Brown, na costa de Statia - Caribe


No nosso intervalo de superfície voltamos à base da operadora, almoçamos e logo me integrei em um grupo de mergulhadores holandeses, vindos da cidade de Den Bosch na Holanda. Eles vieram para encontrar sua amiga mergulhadora e sócia da Scubaqua, Marieke. Todos muito divertidos, já estavam mergulhando há quase 10 dias ali, então me deram umas boas dicas dos melhores pontos, etc. Numa ida ao banheiro olhem só quem eu encontrei? Uma iguana delicatíssima, espécie encontrada apenas em Saba e Statia! Estava passeando por ali, tentando chegar à árvore com uns frutinhos verdes pelo jeito muito apetitosos. Ela tinha mais de um metro, contando a longa cauda e devia ser mais anciã já que conseguiu se manter calma e tranquila com as 4 fotógrafas ao seu redor. Rsrs!

A Iguana Delicatissima, encontrada apenas nas ilhas de Saba e de Statia - Caribe

A Iguana Delicatissima, encontrada apenas nas ilhas de Saba e de Statia - Caribe


13h30, voltamos ao caminhão, ao barco e ao mergulho! Agora uma travessia do ponto conhecido como The Ledges para o Hangover Reef. Um mergulho multi-nível variando entre 19 e 12m.

Mini Peixe-vaca, no Hangover Reef, na costa de Statia - Caribe

Mini Peixe-vaca, no Hangover Reef, na costa de Statia - Caribe


O primeiro conjunto de corais possui uma pequena parede de uns 2m em formato de ferradura e base de pedras vulcânicas forrada de corais e esponjas. Fica até difícil escolher em que buraco procurar por lagostas ou caranguejos, já que os esconderijos, cores e vida marinha são abundantes.

Peixe-Anjo, no Hangover Reef, na costa de Statia - Caribe

Peixe-Anjo, no Hangover Reef, na costa de Statia - Caribe


O segundo, como o próprio nome já diz, tem uma formação de uma pequena gruta natural por um longo trecho junto da areia. Muita vida micro coralínea, lagartas, camarões, caranguejos e peixes de todas as espécies, linguado, garoupa, moréias e outros. Na travessia eu achei curioso a intensa troca de termas, 3 ou 4 vezes entrando e saindo de águas quentinhas a águas “gélidas”, entre 25,5° e 28,5°C.

Moréia negra defende o seu espaço no Hangover Reef, na costa de Statia - Caribe

Moréia negra defende o seu espaço no Hangover Reef, na costa de Statia - Caribe


O final de tarde na Scubaqua vira o maior happy hour, todos se reúnem para completar seus logbooks, tomando uma cervejinha. Eu esperava que o Rodrigo aparecesse, pois havíamos deixado essa possibilidade aberta, mas infelizmente ele não foi. Minha carona era uma das última a ir embora, pois precisava organizar as coisas e fechar o dive center. Ingrid, uma das sócias fundadoras, me levou até a nossa pousada.

Fim de mergulho no porto de Oranjestad, em Statia - Caribe

Fim de mergulho no porto de Oranjestad, em Statia - Caribe


Lá estava o Ro, descansando do dia de caminhadas, pois aproveitou o sol e foi explorar a praia de areias escuras do lado “Atlântico” da ilha, Zeelandia. Foram várias trilhas, picos e uma vista para a Venus Bay. Afinal, mais alguns sinais da melhora do meu lindo.

Costa entrecortada de Sint Statius - Caribe

Costa entrecortada de Sint Statius - Caribe


O grupo de holandeses já vai embora amanhã, então passamos em um restaurante para a grande despedida. Chegamos atrasados, pois estávamos trabalhando, e eles já estavam indo embora. Acabei me unindo a eles para uma cervejinha rápida de despedida em um barzinho na cidade baixa. Dia intenso, novos amigos e lindos pontos de mergulho em Statia nos mostram que esta ilha ainda tem muito a ser explorada!

Porto de Oranjestad, na costa de Statia - Caribe

Porto de Oranjestad, na costa de Statia - Caribe

San Eustatius, Oranjestad_SE, Mergulho, Naufrágio, dive, Sint Eustatius, Caribbean, Statia, St Eustatius, história, Charlie Brown, recifes, wreck

Veja todas as fotos do dia!

Faz um bem danado receber seus comentários!

Post anterior Oranje Beach, uma das duas praias de Sint Eustatius - Caribe

St Eustatius

Post seguinte Indicações na trilha para o The Quill, em Statia - Caribe

Mazinga!

Blog do Rodrigo Costa entrecortada de Sint Statius - Caribe

Pelas Colinas e Praia de Statia

Comentários (0)

Participe da nossa viagem, comente!
Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet