0 Santander - Blog da Ana - 1000 dias

Santander - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Santander

Colômbia, Barichara, San Gil, Bucaramanga

O incrível Canyon de Chicamocha, no caminho para Bucaramanga, na Colômbia

O incrível Canyon de Chicamocha, no caminho para Bucaramanga, na Colômbia


Antes que pensem que estou aqui fazendo algum tipo de merchandising de um banco, vamos deixar claro que este nome tem origem. Santander, cidade litorânea na costa norte espanhola, emprestou seu nome ao banco e, muito generosa, a um dos 32 estados colombianos.

Transporte coletivo de Barichara, na Colômbia

Transporte coletivo de Barichara, na Colômbia


Santander é um estado montanhoso na região andina que possui um território do tamanho da Bélgica. Sua capital é a cidade de Bucaramanga, uma cidade de quase 1,5 milhão de habitantes somando a sua região metropolitana. Foi fundada em 1622, porém prevalece a característica de cidade moderna e desenvolvida, sendo um centro para estudantes de várias regiões, sua economia gira entorno da fabricação de calçados.

Balcão 'recheado' de padaria em Barichara, na Colômbia

Balcão "recheado" de padaria em Barichara, na Colômbia


O estado possui mais de 80 municípios e todos eles possuem uma vocação turística, embora alguns ainda não a tenham desenvolvido. Na nossa passagem pela região, elegemos três dos principais atrativos de Santander. A cidade histórica de Barichara, as cavernas nas cercanias de San Gil e o famoso Cânion Chicamocha.

Igreja na praça central de Barichara, na Colômbia

Igreja na praça central de Barichara, na Colômbia


Barichara é um pacato vilarejo de 8 mil habitantes, há 110km ao sul de Bucaramanga. Seu nome significa “Lugar para descanso” no dialeto do povo guane. Fundado no início do século XVIII, o tempo parece não ter passado nesse lugarejo. As ruas estreitas, casas de arquitetura colonial, igrejas e capelas com belas vistas da região.

Vida mansa na praça central de Barichara, na Colômbia

Vida mansa na praça central de Barichara, na Colômbia


A cidadezinha oferece acomodações mais baratas na parte baixa da cidade, na parte alta a maioria são hotéis boutique com diárias a partir de $ 150.000 pesos (150 reais). Próximo da capela na parte alta, perguntem pelo restaurante espanhol, tem um ambiente delicioso e pratos de comer ajoelhado.

Vista da parte alta de Barichara, na Colômbia

Vista da parte alta de Barichara, na Colômbia


San Gil já é uma cidade maior e mais descuidada com a sua arquitetura. As casas com laje descobertas dão aquela cara de cidade de periferia. Aqui porém é onde encontram-se as principais agências de eco-turismo que podem te levar para conhecer as belezas naturais dos arredores. Raftings, canyonings, rapel, trekkings e espeleologia. Nós resolvemos fugir do sol e nos enviar em uma das cavernas mais bonitas da região, a Cueva de La Vaca.

Entrando na Cueva de la Vaca, em San Gil, na Colômbia

Entrando na Cueva de la Vaca, em San Gil, na Colômbia


Situada na cidade de Curiti, há 20km de San Gil, popular pela qualidade de suas bolsas e tecidos artesanais. A Cueva de La Vaca é uma das mais aventureiras. Segundo o nosso guia Luis Eduardo é mais freqüentada por turistas estrangeiros, já que os colombianos têm um pouco de medo e não estão acostumados a se enfiar em buracos escuros, com água e morcegos.

Trecho alagado da Cueva de la Vaca, em San Gil, na Colômbia

Trecho alagado da Cueva de la Vaca, em San Gil, na Colômbia


A entrada da caverna é estreita e já começa com uma natação refrescante. O tempo todo seguimos o curso da água e encontramos alguns espeleotemas. O salão do céu de cristais é o mais bonito. O teto repleto de estalactites brancas, formadas pelo calcário, é dos poucos que escapam das cheias do rio e mantém a coloração original da rocha.

Observando formações na Cueva de la Vaca, em San Gil, na Colômbia

Observando formações na Cueva de la Vaca, em San Gil, na Colômbia


A caverna é longa, porém o circuito comercial percorre um perímetro mais curto, em um passeio de em torno de 2 horas. Para os que querem algo diferente e tem mais tempo, também podem conhecer a Cueva del Indio, mais tranquila para visitação, mas que tem no final um salto de 3m de altura para sair da caverna nadando pelo rio.

Atravessando um pequeno canyon na Cueva de la Vaca, em San Gil, na Colômbia

Atravessando um pequeno canyon na Cueva de la Vaca, em San Gil, na Colômbia


Pegamos estrada ainda com luz, pois queríamos chegar a nossa terceira e última parada do dia ainda com luz. Um local de beleza ímpar, o Parque Nacional do Cânion Chicamocha foi fundado em 2006 e possui uma infra-estrutura turística completa. Restaurante, banheiros, parque de diversões e o principal uma vista privilegiada para o cânion.

O majestoso Canyon de Chicamocha, no caminho para Bucaramanga, na Colômbia

O majestoso Canyon de Chicamocha, no caminho para Bucaramanga, na Colômbia


O teleférico cruza o cânion em uma de suas partes mais profundas, ligando a entrada do parque à Mesa de Los Santos, onde os visitantes podem conhecer um autêntico povoado santanderiano e aproveitar a paisagem espetacular do cânion. Nós chegamos ao final do dia, o teleférico já estava encerrando suas atividades e não pudemos cruzá-lo, perdemos um passeio, mas não perdemos a viagem, que nos presenteou com um pôr-do-sol maravilhoso!

Visitando o Canyon de Chicamocha, no caminho para Bucaramanga, na Colômbia

Visitando o Canyon de Chicamocha, no caminho para Bucaramanga, na Colômbia


Em Bucaramanga ficamos hospedados em um hostal indicado pelo Douglas, a Kasa Guane, bem localizado e ótimo preço. Fechamos nosso dia santanderiano na Archie´s, uma das pizzarias mais conhecidas da cidade. Noite quente de sábado, as ruas estavam cheias, com um clima festivo e muito agradável.

Entrada do Parque Nacional do Canyon de Chicamocha, no caminho para Bucaramanga, na Colômbia

Entrada do Parque Nacional do Canyon de Chicamocha, no caminho para Bucaramanga, na Colômbia


Santander, mais que um banco, uma infinidade de atrações no coração da Colômbia!

Colômbia, Barichara, San Gil, Bucaramanga, Caverna, Cueva de la Vaca, San Gil, Canion Chicamocha

Veja todas as fotos do dia!

Participe da nossa viagem, comente!

Post anterior Show do The Hall Effect em Bogotá, na Colômbia

The Hall Effect e Aerosmith

Post seguinte Muito barro no caminho à Mompós, na Colômbia

Aventura?

Blog do Rodrigo A charmosa arquitetura colonial de Barichara, na Colômbia

Barichara, Cueva de La Vaca e Chicamocha

Comentários (1)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 15/11/2011 | 23:17 por mario sergio silveira

    Oi filha, estou viajando junto. Abraço saudoso.

    Resposta:
    Vem logo de uma vez!

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet